Imagem mostra um livro aberto sob uma caveira, uma vela acesa e um relógio.
Ultima atualização: 27 de agosto de 2019

Como escolhemos

14Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

72Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Como seres humanos, estamos sempre encantados com o desconhecido e o sobrenatural. E muitos de nós gostamos também das experiências que nos fazem sentir medo ou pavor. Por isso, hoje falaremos sobre livros de terror!

A literatura de terror já produziu grandes clássicos, autores renomados e tem até constantes adaptações para o cinema. Não há dúvidas de que se envolver com um conteúdo aterrorizante muito bem escrito é algo capaz de causar fascínio.

Seja você já experiente com livros de terror ou apenas alguém buscando dicas valiosas para começar no gênero, traremos nesse artigo informações sobre autores, edições, obras excelentes e muito mais. Fique conosco!




Primeiro, o mais importante

  • O terror é o gênero que lida diretamente com o medo, o pavor e a loucura. Desde séculos atrás, é uma literatura que produz clássicos de muita qualidade.
  • Existem vários subgêneros: Terror psicológico, terror sobrenatural, slasher, monstros, gore e muito mais. Gostar de um não significa gostar de todos!
  • Algumas editoras no Brasil se dedicam ao terror e lançam livros físicos de muita qualidade, que são belíssimos e podem atrair colecionadores e fãs de carteirinha do gênero.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores livros de terror

Preparamos uma seleção bastante diversa para apresentar nesse setor, com livros clássicos e contemporâneos, nacionais e internacionais. O fato é que são obras que com certeza merecem ser lidas!

1º – It: A Coisa

“It: A Coisa” é no momento o livro de terror mais vendido, até porque voltou a estar em voga devido às novas adaptações para o cinema. Mas essa obra do mestre do gênero Stephen King já conquistou e assustou gerações.

Publicado originalmente em 1986, “It: A Coisa” conta a história de uma entidade sobrenatural que se disfarça dos piores medos de um grupo de amigos, tanto na infância como na vida adulta. A mais famosa dessas formas, é claro, é a de palhaço.

2º – HP Lovecraft – Medo Clássico Vol. 1

Antes de Stephen King, existia HP Lovecraft. O autor, cuja obra data do início do século XX, criou uma imensa mitologia de monstros, zumbis, fantasmas e universos fantásticos. Influenciou não só a literatura e o cinema de terror, mas até mesmo a música moderna.

“Medo Clásico Volume 1” é uma coletânea de nove contos de Lovecraft divididos em 384 páginas. A edição é maravilhosa, cortesia da Darkside, especializada em terror. Possui capa dura com lindíssima arte e papel de ótima gramatura.

3º – Deuses Caídos

Não podemos deixar de fora da lista o terror nacional. Escolhemos “Deuses Caídos”, uma obra muito imaginativa do jovem Gabriel Tennyson, nascido em 1978. Essa é uma edição da Editora Suma, do grupo Companhia das Letras, lançada em 2018.

O livro de Gabriel Tennyson é uma loucura cheia de personagens mitológicos, criaturas sobrenaturais e viagens ao inferno. Uma história de serial killer em um Rio de Janeiro totalmente reimaginado com todo o sincretismo que o Brasil permite.

4º – Hex

“Hex”, do escritor holandês Thomas Olde Heulvet, foi listado várias vezes como melhor livro de terror publicado em 2018. Não à toa, foi elogiado por nomes como Stephen King, George R.R. Martin e Joe Hill.

Em mais uma edição fantástica de capa dura da Darkside, a obra conta a história de um pequeno vilarejo na Holanda que é assombrado por uma bruxa da época da inquisição que ainda sobrevive. O moderno e o clássico se unem lindamente na narrativa.

Guia de Compra

O quanto você conhece a literatura de terror? Subgêneros, autores, clássicos indiscutíveis?

Vamos trazer agora uma série de informações que podem te ajudar a decidir qual o livro ideal para tirar o seu sono nas próximas noites!

Imagem mostra um homem e uma mulher simulando uma prática de vampirismo.

Vampiros estão entre as criaturas mais famosas do terror. (Fonte: darksouls1 / Pixabay.com)

O que são livros de terror?

A ficção de terror é aquela que tem como principal objetivo gerar sensações de medo, pavor e repulsa em seu público. Não é necessário para isso que o tema seja sobrenatural: Muito do mundo material e conhecido é capaz de provocar tais sentimentos.

Desde os primórdios da literatura e do teatro são conhecidas manifestações do terror. A arte, afinal, é um meio usado para retratar os sentimentos humanos, e o medo é um dos mais presentes na nossa existência.

Com o tempo, o folclore foi ficando mais rico e ganhando adições que vêm de todos os lados: Vampiros, monstros, zumbis, fantasmas e muitas outras figuras tomaram conta do imaginário, além, é claro do que é real e palpável, como serial killers e situações de paranoia.

Livros de terror hoje podem versar sobre todos esses temas e muito mais. A riqueza do imaginário do medo humano é inestimável.

foco

Você sabia? Palidez, extrema sensibilidade à luz, insônia, preferência por andar à noite, rigidez da laringe causada por cheiros fortes, como o de alho, e ultra agressividade... Estamos descrevendo um vampiro?

Não... Esses são os sintomas da raiva humana. Pesquisadores acreditam que as histórias modernas de vampirismo foram baseadas em uma epidemia dessa doença que assolou a Europa no Século XVIII. E faz muito sentido…

Quais são os subgêneros dos livros de terror?

O terror é tão complexo que comporta desde histórias introspectivas que precisam apenas de um personagem, até narrativas de monstros destruindo o planeta.

Quais são as suas preferidas? Vamos elencar agora os subgêneros do terror.

Começamos por aquele que muitas vezes dispensa monstros ou entidades: O terror psicológico. Nele, é explorada uma situação de loucura ou paranóia de um personagem passando por situações que ele acredita ser real. E pode, de fato, ser... ou não!

O slasher, bastante conhecido também no cinema, é o subgênero que envolve um assassino ou serial killer em ação, matando diversas pessoas. É o que mais dispensa elementos sobrenaturais.

Pelo contrário, deles depende o terror sobrenatural. É aqui que entram as histórias de fantasmas, espíritos, entidades e muito mais. Não há como negar o fascínio que temos por esse subgênero, até porque o desconhecido é o que mais nos causa medo.

O terror com monstros é um dos que menos causa medo hoje em dia, mas onde muitos clássicos residem. É onde também podemos enquadrar as histórias de vampiros e zumbis, entre outros.

Esses são os quatro principais gêneros do terror na atualidade. Mas não podemos deixar de mencionar outros famosos, como o gore (com banhos de sangue nas páginas!), o realismo fantástico (que não se prende só ao horror) e o que quase se converge com livros de suspense.

Criamos uma tabela com algumas comparações sobre os quatro principais gêneros do terror:

Terror psicológico Slasher Terror sobrenatural Histórias de monstros
Principal característica O terror pode ser real ou imaginário, existir ou ser fruto de imaginação ou paranoia Assassinatos em série cometidos por uma pessoa ou um ser indefinido Histórias permeadas por fantasmas, espíritos ou outras entidades Ataques de vampiros, monstros, zumbis e outros seres do imaginário
Elemento do medo A possibilidade constante da loucura humana A existência real de assassinatos em série no mundo O desconhecido e suas influências nas nossas vidas Forças sobrenaturais capazes de esmagar a vida humana
Exemplos de livros famosos “O Bebê de Rosemary”, “O Chamado de Ctulhu” “Candyman”, “O Silêncio dos Inocentes” “It: A Coisa”, “O Exorcista” “Drácula”, “Frankenstein”

Livros de terror clássico ou contemporâneo?

A primeira grande explosão da literatura de terror aconteceu durante a época do romantismo. Por isso, uma característica comum das obras como “Drácula”, “Frankenstein” e dos contos de Edgar Allan Poe e HP Lovecraft é o goticismo.

Esses livros possuem narrativas rebuscadas e se dedicam a construções de clima e de um imaginário visual muito claro. Muitas vezes, não causam tanto medo nos leitores atuais, mas geram impacto pela imersão no universo descrito.

Para conhecer melhor as obras de alguns autores clássicos do terror, recomendamos o vídeo a seguir do canal Beatriz Paludetto:

O terror contemporâneo se destaca pela convergência de subgêneros e de imaginários.

Fantasmas e demônios muitas vezes se misturam junto à colocação de dramas reais da vida moderna.

Existe uma enorme variedade de estilos de escrita: Stephen King, Clive Barker e Neil Gaiman são muito diferentes entre si. O que é parecido é a capacidade de trazer o medo para um mundo parecido com o que vivemos.

Nós recomendamos que você conheça tanto o terror clássico como o contemporâneo, mas saiba que o primeiro é mais descritivo e rebuscado, enquanto o segundo tende a apostar mais diretamente no medo em si.

Quanto custa?

Podemos encontrar uma grande variação em livros de terror. Alguns exemplares, principalmente se forem de bolso, giram por volta de R$ 20, enquanto outros, com capa dura e artes bem-feitas, podem até passar de R$ 100.

É importante notar que até o mesmo livro pode ter preços bastante diferentes de acordo com a edição. Mas com R$ 50 é possível comprar excelentes obras em material físico de qualidade. Versões para e-readers como o Kindle Paperwhite são mais baratas.

Onde comprar?

Infelizmente, temos presenciado uma diminuição das livrarias nas cidades. Hoje, são poucas que sobrevivem nas ruas e nos centros. Mas você sempre encontrará alguma de qualidade em shopping centers de porte médio ou grande.

A melhor opção é comprar online. A Amazon brasileira oferece praticamente todos os livros que você imaginar com bons preços. Também vale a pena conferir a Amazon internacional, o Mercado Livre e os sites das grandes redes de livrarias.

Critérios de Compra: O que levar em consideração ao escolher livros de terror

Já discutimos diferenças entre subgêneros e épocas do terror. Agora, vamos falar de critérios que devem te ajudar a fazer a escolha final do seu livro. Selecionamos quatro:

  • Quantidade de páginas
  • Edição
  • Autor
  • Nacionalidade

Abaixo, mais detalhes sobre cada um deles!

Quantidade de páginas

Você é um leitor iniciante ou experiente? Existe paciência para ler livros longos, com quantidades enormes de páginas e de personagens? É sempre bom dar aquela conferida no tamanho da obra escolhida antes da aquisição!

Claro que há outros fatores que influenciam a quantidade de páginas, como as dimensões físicas do livro e o tamanho da fonte. Mas é bom observar tudo isso, principalmente se você não tiver o hábito de ler com frequência.

Imagem de livro aberto sobre mesa.

Alguns livros de terror podem ter uma grande quantidade de páginas. (Fonte: anelina / 123rf.com)

Edição

As editoras fazem trabalhos bastante caprichados com alguns livros. Capa dura, artes excepcionais, fontes bonitas, papel de excelente gramatura. A ideia é não fisgar apenas os leitores, mas também colecionadores do gênero.

No caso do terror, a Darkside é a principal editora do Brasil e sempre lança edições de muita qualidade. Mas caso você não seja um colecionador, talvez nada disso seja necessário e até mesmo uma simples edição pocket sirva. Escolha com o coração!

Autor

É normal que escolhamos autores conhecidos para ler nossos gêneros preferidos. E o terror tem muitos deles. Os maiores gênios desse gênero são Edgar Allan Poe e HP Lovecraft. Ambos contam com excelentes coletâneas traduzidas para o português.

Autores recentes também alcançaram muito destaque no terror. Claro que nenhum é tão famoso como Stephen King, mas também podemos citar Clive Barker, Joe Hill, Dean Koontz, Neil Gaiman e Anne Rice.

Nacionalidade

Em cada país, a construção do medo funciona de uma forma diferente. Isso porque existem folclores, religiosidades e mitologias muito diversas entre si. As características do terror japonês são muito distantes das que marcam o italiano, e por sua vez elas divergem muito do brasileiro.

Por isso, é ótimo dar uma chance a livros de terror de diversas nacionalidades. E claro, do Brasil. Nosso país produz excelentes obras do gênero que merecem ser lidas e apreciadas!

(Fonte da imagem destacada: Nikolay Antonov / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.