Imagem de pé uma mulher lixando um pé com uma lixa de pé elétrica.
Ultima atualização: 6 de outubro de 2019

Como escolhemos

11Produtos analisados

13Horas investidas

2Estudos avaliados

48Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil, onde você encontra as melhores análises de produtos para cuidar de sua saúde e bem-estar. Hoje vamos falar sobre a lixa de pé, um acessório utilizado na pedicure, e todas suas vantagens.

Por mais que você se cuide, é inevitável, com a idade os calos e rachaduras vão acabar aparecendo. Por isso é tão importante contar com uma boa lixa de pé. Confira nosso artigo com tudo o que você precisa saber sobre elas.




Primeiro, o mais importante

  • Muitas lixas possuem um lado mais áspero, ideal para as calosidades mais severas; enquanto o lado mais macio é ideal para massagear e retirar a pele morta.
  • Com o passar do tempo, as lixas perdem seu poder abrasivo. Nesses casos, é necessário realizar a troca ou adquirir uma nova.
  • É importante escolher lixas diferentes para o calcanhar e para as unhas, pois elas possuem níveis de dureza diferentes.

Você também pode gostar:

As melhores lixas de pé: Nossas recomendações

Hoje é possível encontrar uma imensa variedade de lixas, de todos os tamanhos e com diferentes níveis abrasivos. Então, escolher pode não ser a tarefa mais fácil. Veja aqui alguns ótimos exemplos para começar a cuidar melhor de seus pés.

O modelo para quem deseja economizar

Desenvolvida para retirar a pele morta dos pés, essa lixa da Mundial conta com formato anatômico e pode ser utilizada em conjunto com água para facilitar o processo. Ela possui granulação grossa e cabo em plástico.

Nossa recomendação para quem procura uma lixa elétrica

Para acabar de vez com as calosidades dos seus pés, essa lixa elétrica rotativa é mais eficaz e muito mais fácil de utilizar. Ela já acompanha um refil de lixa extra e funciona com pilhas, diminuindo seu esforço.

A lixa perfeita para salões de beleza

Se você é o feliz proprietário de um salão de beleza, spa ou serviço de pedicure, essa lixa é a mais indicada para você. Elétrica, ela funciona de forma autônoma para lixar e esfoliar, com diferentes configurações para cada tipo de pé.

Guia de Compra

Embora seja cada vez mais comum encontrar modelos elétricos, as lixas de pé já estão entre nós desde a antiguidade, na forma de pedras porosas que eram utilizadas para remover os calos.

E, com diferentes tipos de pele, é essencial escolher uma boa lixa, que seja ideal para suas necessidades. Confira nosso Guia de Compra com mais informações, benefícios e como utilizá-las para obter pés mais saudáveis e bonitos.

Imagem de pedicure utilizando uma lixa de pé.

Muitas lixas de pé também podem ser utilizadas nas unhas. (Fonte: Daria Minaeva / 123RF)

Como utilizar a lixa para ter pés mais saudáveis?

Em primeiro lugar, existem diversos tipos diferentes de lixas, então é ideal fazer alguns testes até encontrar o melhor modelo para suas necessidades.

As lixas mais abrasivas são perfeitas para quem tem calosidades mais graves, enquanto nos modelos elétricos é possível conseguir resultados quase profissionais sem sair de casa.

Seja qual for a lixa de sua preferência, também é importante realizar alguns preparos, como limpar bem os pés e deixá-los imersos em água quente por aproximadamente 15 minutos.

Esse processo ajuda a deixar a pele mais macia, facilitando a retirada da pele morta e a suavizar os calos. Por fim, você pode utilizar um bom massageador para finalizar seus cuidados com os pés.

Com que frequência devo utilizar a lixa de pé?

Não é recomendado que você utilize a lixa de pé com muita frequência, pois além de remover a pele morta, você pode acabar removendo também a pele mais nova e saudável.

Reserve as lixas mais abrasivas para utilizar de uma a duas vezes no mês.

Para fazer a manutenção, opte por lixas menos abrasivas, mais com intuito de realizar massagens. Reserve as lixas mais abrasivas para utilizar de uma a duas vezes no mês, para evitar danos a sua pele.

Uma ótima forma de manter seus pés mais macios e saudáveis entre cada uso da lixa é optar por um bom esfoliante, já que eles costumam ser menos abrasivos.

Confira mais dicas com o podólogo Alessandro Guerra no vídeo abaixo.

Quais as vantagens e desvantagens de uma lixa de pé?

Para ter pés macios e lisinhos, as lixas de pé são itens essenciais para os cuidados de pedicure. Com uma grande variedade de modelos e níveis de abrasão, você pode utilizá-las para remoção de células mortas e suavizar os calos, deixando seus pés muito mais bonitos e macios.

No entanto, é importante estar atento a algumas desvantagens. O processo de lixar os pés pode ser dolorido e desconfortável. É preciso preparar os pés antes de utilizá-las e, manuseadas de forma incorreta, elas podem acabar resultando em machucados.

Vantagens
  • Existem uma grande variedade de modelos e níveis de abrasão
  • Você pode utilizá-las para remoção de células mortas
  • Elas deixam os pés mais bonitos e macios
Desvantagens
  • O processo de lixar os pés pode ser dolorido e desconfortável
  • É preciso preparar o pé antes de utilizar a lixa
  • Utilizada de forma incorreta, ela pode machucar os pés

Quais os diferentes tipos de produtos para cuidados com os pés?

Atualmente existem inúmeros produtos utilizados para os cuidados com os pés. O modelo mais tradicional de lixa é o manual, perfeito para cuidados leves ou pesados. Elas oferecem mais controle na manipulação e estão entre os mais baratos.

Já a meia esfoliante é mais indicada para quem tem pés mais grossos, pois oferece uma remoção profunda da pele. Por serem modelos descartáveis, elas estão entre as mais caras do mercado.

E, por um preço intermediário, as lixas elétricas são ideais para quem procura mais conforto e não quer fazer esforço manual. Confira nossa tabela.

Lixa manual Meia esfoliante Lixa elétrica
Indicação de uso Perfeita para cuidados leves ou pesados Para quem tem pés mais grossos Ideal para quem procura mais conforto
Benefícios Maior controle na manipulação Oferece uma remoção profunda de pele Não é preciso fazer esforço para lixar
Preço São os modelos mais baratos Elas estão entre as mais caras do mercado Estão em uma faixa de preço intermediária

Existe alguma contraindicação na utilização da lixa de pé?

Sim, existem algumas contraindicações. Apesar de todos os seus benefícios, utilizar a lixa constantemente pode acabar machucando os pés. Além disso, é difícil diferenciar se você está retirando apenas a pele morta ou também a pele mais saudável.

Caso você remova células saudáveis, a tendência do corpo é a produzir mais células cutâneas. Então, em um primeiro momento você pode ter a impressão de que seus pés estão lisinhos, mas depois de alguns dias, o resultado será uma pele ainda mais grossa.

Patrícia ThenórioPodóloga

"Parece benéfico, mas se feito de forma inadequada e diariamente, [lixar os pés] pode provocar um efeito contrário, engrossando ainda mais a pele"

Critérios de Compra: O que considerar antes de comprar uma lixa de pé

Cuidar bem dos pés é essencial, e isso não se limita a utilizar um alicate ou cortador de unhas. A pele também precisa de cuidados especiais, especialmente se você possui calos ou rachaduras.

Pensando nisso, separamos alguns critérios aos quais você deve estar atento antes de comprar a sua lixa para ter certeza de que está fazendo a escolha certa.

  • Material
  • Espessura da lixa
  • Fonte de alimentação
  • Manutenção

Após conferir cada um desses tópicos, você estará mais do que preparado para incorporar a lixa de pé em sua rotina para obter pés ainda mais bonitos e saudáveis.

Material

As lixas de pé podem ser fabricadas utilizando uma grande variedade de materiais. As mais comuns são aquelas que usam folhas abrasivas, que são as mais utilizadas nos salões de beleza, já que são descartáveis.

Também é possível encontrar modelos de metal ou as mais naturais, como as pedra-pomes, que possuem origem vulcânica e uma excelente superfície abrasiva.

E, se você quer uma modelo ainda mais sustentável e suave, as buchas vegetais são excelentes para massagens e esfoliações mais suaves, perfeitas para o dia a dia.

Imagem de lixa de pé junto com outros utensílios.

As pedra-pomes exigem maior cuidado e não devem ser compartilhadas para evitar o risco de contaminação. (Fonte: joedo0209 / Pixabay)

Espessura da lixa

No caso das lixas de pé, a espessura é associada ao nível de abrasão e é medida através da granulação. Quanto maior a granulação, mais fina ela será.

Apenas para que você tenha uma ideia, a granulação pode variar de 16 a 3000 e isso serve para todos os tipos de lixa. Então, antes de realizar a compra, verifique as especificações do produto, e, se possível, teste a abrasividade com a ponta dos dedos para evitar ferimentos na utilização.

Fonte de alimentação

No caso das lixas elétricas, é preciso ficar de olho no tipo de alimentação. Modelos maiores e mais profissionais são ligados na tomada, enquanto os modelos menores e mais versáteis costumam funcionar com pilhas.

Alguns modelos já contam com baterias internas e que podem ser recarregadas através de um cabo USB.

Imagem de pés femininos em uma bacia com água e flores.

Realizar escalda-pés regularmente também ajuda a diminuir a necessidade das lixas. (Fonte: nosheep / Pixabay)

Manutenção

Por último, a grande maioria das lixas de pé exigem manutenção. A não ser pelos modelos descartáveis, eventualmente será necessária realizar a troca do material abrasivo, pois ele se desgasta com o tempo.

Então, antes de comprar, confira qual a disponibilidade de troca e se é fácil encontrar peças de substituição para que não seja necessário adquirir um novo produto.

(Fonte da imagem destacada: SERHII SURAVIKIN / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?