Foto de uma mala de bordo sozinha em um aeroporto.
Ultima atualização: 4 de setembro de 2019

Como escolhemos

12Produtos analisados

15Horas investidas

2Estudos avaliados

54Comentários coletados

Olá! Bem-vindo ao ReviewBox, o melhor site de resenhas de produtos do Brasil. Dessa vez, falaremos de um item que é cada vez mais procurado pelos brasileiros que gostam de viagens ou precisam viajar: a mala de bordo.

Em 2017, entrou em vigor uma resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que permite que as companhias aéreas cobrem pelo despacho de bagagens. Desde então, muitas pessoas viajam apenas com a mala de mão.

A nossa intenção é ajudar você a identificar uma excelente mala de bordo. Portanto, vamos mostrar os melhores modelos, compartilhar um Guia de Compras e revelar os critérios que você deve considerar para escolher a sua. Acompanhe!




Primeiro, o mais importante

  • A melhor mala é aquela que é compatível com o seu perfil de viajante e promete acompanhá-lo por vários anos.
  • Para não ter problemas com a maioria das companhias aéreas, dê preferência a uma mala de bordo que tenha menos de 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade ou 115 cm no total.
  • Outros critérios que você precisa avaliar durante a sua escolha são os modelos, os materiais, a segurança, os preços e as condições de pagamento.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de mala de bordo

Para os passageiros de primeira viagem, a escolha da mala de bordo é uma das etapas que compõem o processo de organização dessa incrível experiência. Caso você seja um deles, conheça alguns dos melhores modelos a seguir:

1º - Mala de Bordo Santino Athena

No products found.

Esta mala de bordo da Santino tem 49 cm de altura, 36 cm de largura e 24 cm de profundidade. Pesa 2,810 kg e tem capacidade para 42 L. Seu corpo é fabricado em plástico ABS e acompanha um localizador bluetooth.

Externamente, conta com alça emborrachada, puxador de alumínio, bolso frontal, fecho duplo com cadeado fixo e quatro rodinhas de silicone que giram 360º. Internamente, é forrada, tem rede de elástico e alças para prender roupas.

2º - Mala de Bordo Santino Geometric

Mala de mão da Santino que tem 50 cm de altura, 39 cm de largura e 23 cm de profundidade. Tem 2,810 kg e pode comportar 42 L. A estrutura é produzida em plástico ABS.

Na parte de fora, tem bolso frontal, alça emborrachada, puxador de alumínio, fecho duplo com cadeado fixo e quatro rodinhas de silicone que giram 360º. Na parte de dentro, conta com forro, rede de elástico e alças para prender roupas.

3º - Mala de Bordo Victorinox Spectra 2.0

A Victorinox – empresa suíça famosa pelos seus canivetes – fabrica uma mala que venceu o Red Dot Award 2014 por conta da excelência de seu design. Provavelmente, esta é uma das melhores opções para quem viaja a trabalho.

Produzida em policarbonato, ela tem 54,5 cm de altura, 37,5 cm de largura e 19,5 cm de profundidade. Pesa 4,5 kg e suporta 32 L. Tem abertura de acesso rápido e respeita as medidas das principais empresas aéreas do mundo.

4º - Mala de Bordo Primicia Oslo

O modelo Oslo, da Primicia, é fabricado em plástico ABS. Tem 55 cm de altura, 33,5 cm de largura e 23 cm de profundidade. A principais características dele são o puxador com dois estágios, as duas alças (superior e lateral), a fechadura embutida, as rodas duplas que giram 360º, o forro de poliéster, o bolso telado e os elásticos para fixação de roupas.

Guia de Compra

Como você deve ter percebido, existem modelos de mala de bordo suficientes para atender às diversas necessidades dos diferentes tipos de viajantes. Acredita que precisa de uma? Continue a leitura para saber mais.

Foto de um homem olhando para um avião através do vidro de um aeroporto. Ele está sentado em uma cadeira enquanto segura um celular e cruza as pernas sobre uma mala de mão.

A escolha de uma boa mala de bordo pode deixar a sua viagem mais confortável e segura. (Fonte: Jé Shoots / Pixabay)

O que é uma mala de bordo?

A mala de bordo é aquela que podemos levar dentro da cabine do avião. Além dela, as companhias aéreas permitem que os passageiros carreguem um item pessoal, como bolsas femininas, de maternidade ou de eletrônicos.

Por muito tempo, a mala de mão foi um complemento da bagagem despachada, onde o viajante guardava itens pessoais e valiosos. Documentos, dinheiro, joias, acessórios, eletrônicos, medicamentos e necessaire eram alguns deles.

No entanto, depois que as novas normas da Anac entraram em vigor, muitos passageiros começaram a viajar apenas com a mala de bordo. Consequentemente, esse produto passou a ser mais procurado nas lojas.

Foto mostra comissários de bordo fechando os compartimentos que ficam acima dos assentos de um avião.

Lembre-se de colocar a mala de mão no compartimento acima do seu assento e outros objetos abaixo da poltrona à sua frente. (Arthur Edelman / Unsplash)

Quais as vantagens da mala de bordo?

Para analisar as vantagens e desvantagens de comprar uma mala de bordo, precisamos considerar alguns aspectos relativos ao comportamento do viajante que pensa em adquiri-la.

Como a mala de mão é popular, é perfeitamente possível pegar uma emprestada de um amigo ou parente, por exemplo. Essa pode ser a alternativa mais interessante para quem viaja com pouca frequência.

Também é importante avaliar a mala de bordo em relação a modelos médios e grandes. Afinal, ela é indicada para aqueles que fazem viagens curtas, mas essa não é a realidade de todos os passageiros.

Vantagens
  • São mais aceitas pelas companhias aéreas
  • Têm ampla variedade de modelos e preços
  • Podem ser transportadas com facilidade
  • Agilizam os processos de embarque e desembarque
  • Não correm riscos de extravio
  • Tendem a durar bastante
Desvantagens
  • Têm pouco espaço interno
  • Ocupam muito espaço em casa
  • Podem ser tão caras quanto as maiores
  • Costumam ser pouco usadas no dia a dia
  • São revistadas antes do embarque
  • São de inteira responsabilidade do viajante

Quais os diferentes tipos de mala de bordo?

Podemos dividir as malas de bordo em dois grandes grupos: rígidas e maleáveis. Dependendo do que você procura, ambos podem oferecer modelos bem interessantes.

As malas de bordo rígidas costumam ser produzidas em materiais como o plástico ABS e, por isso, resistem a deformações. Assim, protegem as suas coisas. Porém, é preciso ter cuidado para que não risquem, rachem ou quebrem.

As malas maleáveis são fabricadas em tecidos como o poliéster. Dessa maneira, se adaptam com mais facilidade aos diversos espaços. Entretanto, podem comprometer a integridade dos seus pertences e sujar com mais facilidade.

Malas rígidas Malas maleáveis
Peso Depende Baixo
Resistência Grande Grande
Proteção Grande Pequena
Adaptação Nula Grande
Impermeabilidade Depende Depende
Limpeza Depende Difícil
Durabilidade Grande Grande
Preço Geralmente alto Geralmente baixo

Por que ter uma mala de bordo?

A internet ajudou a tornar as viagens mais acessíveis para os brasileiros. Diversos serviços online contribuem para que uma experiência desse tipo seja fácil de planejar e bem econômica.

Nesse sentido, a mala de bordo se apresenta como um item indispensável. Quando bem escolhida, ela tende a acompanhar o viajante para vários destinos e durar muitos anos.

A mala de mão também é um artigo obrigatório para pessoas que viajam a trabalho com frequência e precisam ter o máximo de praticidade durante os seus deslocamentos.

Imagem de terminal de aeroporto em plano aberto.

A quantidade de brasileiros que viajam, seja nacional ou internacionalmente, cresce cada vez mais. (Fonte: Michael Gaida / Pixabay)

Quanto custa?

O preço de uma mala de bordo depende de fatores como fabricante, modelo, materiais, acessórios e tecnologias. Por isso que é tão importante você pesquisar bastante antes de comprar a sua.

Uma busca rápida nos revela que uma mala de mão custa entre R$ 60 e R$ 2.500. Portanto, é possível encontrar um produto que ofereça um bom custo-benefício. Basta ser paciente.

Uma mala de bordo pode acompanhar um viajante por vários anos. Então, escolha um modelo de qualidade e identifique as lojas que oferecem boas condições de pagamento, como descontos à vista e parcelamentos sem juros.

Onde comprar?

É relativamente fácil encontrar lojas que vendam malas de bordo em shoppings. Algumas delas oferecem produtos de vários fabricantes e outras são de marcas específicas. Exemplos disso são, respectivamente, Le Postiche e Samsonite.

Também é possível encontrar malas de mão em lojas virtuais gerais e especializadas, como Amazon, Lojas Americanas, Submarino, Portal das Malas, Le Postiche, Baggagio, Sestini e Delsey.

Nesse caso, só é preciso ficar atento para se certificar de que o frete não deixará o produto muito caro e de que ele chegará a tempo para a viagem que você programou.

Foto mostra um homem caminhando pela calçada de uma rua movimentada e puxando uma mala de mão pela alça.

Uma mala de mão de boa qualidade pode acompanhar você por muito tempo. (Fonte: Tomáš Gal / Unsplash)

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de mala de bordo

Precisa comprar uma mala de bordo? Confira alguns critérios que você precisa levar em consideração para escolher o modelo mais adequado às suas necessidades:

  • Medidas e peso
  • Divisórias
  • Materiais
  • Segurança

Agora que você já conhece os critérios, aprenda mais sobre cada um deles em detalhes para comprar a mala de bordo ideal para suas viagens.

Medidas e peso

Uma mala de bordo não deve ter mais que 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade ou 115 cm no total. Essas são as dimensões aceitas pela maioria das companhias aéreas.

A mala de bordo pode pesar no máximo 10kg.

Como a legislação determina que os passageiros não podem carregar mais do que 10 kg na mala de mão, é interessante dar preferência a uma peça que seja leve e, assim, levar mais coisas dentro dela.

Importante! Caso a sua bagagem esteja fora desses parâmetros, a companhia aérea pode despachá-la para o porão mediante o pagamento de uma taxa ou multá-lo por descumprir as regras.

Divisórias

As malas mais convencionais oferecem poucos compartimentos aos viajantes. Geralmente, elas têm um bolso externo (para objetos que precisam ficar à mão) e uma rede interna (para objetos que são pequenos), ambos na tampa.

Contudo, existem alguns poucos modelos que obedecem outras formatações. Esses são indicados para quem quer economizar o espaço da necessaire e contraindicados para aqueles que desejam liberdade no momento da arrumação.

foco

Você sabia que alguns objetos são proibidos dentro da cabine de um avião? Frascos com mais de 100 ml, líquidos inflamáveis, isqueiros, ferramentas de mão de obra, objetos cortantes, armas de fogo e munições estão entre eles.

Materiais

As malas disponíveis no mercado são produzidas nos mais diferentes tipos de materiais: plástico ABS, policabornato, polipropileno, PVC, alumínio, poliéster, nylon, couro, etc.

Como você já sabe, isso faz com que elas sejam dividas em dois grandes grupos: rígidas e maleáveis. A opção por um deles depende totalmente das suas expectativas em relação ao produto.

Foto de uma mulher sentada de pernas cruzadas ao lado de uma mala. O rosto dela não aparece.

Também existem malas que têm estrutura rígida e revestimento de tecido. Elas protegem os seus pertences e tendem a sujar bastante. (Fonte: Katy Veldhorst / Pixabay)

Segurança

É verdade que uma mala de mão fica fora do campo de visão de seu proprietário por pouco tempo durante um deslocamento. Mesmo assim, é importante que o produto escolhido proporcione segurança em todos as etapas de uma viagem.

Os modelos mais básicos costumam vir com zíper duplo, que pode ser fechado com um cadeado com chave, um cadeado com segredo ou um lacre de segurança. Basta escolher o que parece mais seguro para você.

Os modelos superiores vêm com um cadeado fixo que segue os parâmetros de segurança da Transport Security Administration (TSA). Aí, é só programar uma combinação numérica que você seja capaz de lembrar.

(Fonte da imagem destacada: Michał Parzuchowski / Unsplash)

Por que você pode confiar em mim?

Pedro d'Ávila Músico e Viajante Incansável
Os cinco anos vagando pela Europa e tocando de metrô em metrô e deram a Pedro uma experiência de vida incrível, só comparada a seus anos e anos acampando pelo Brasil e pela América do Sul. Hoje, estabelecido em Dublin, ele segue conhecendo novos lugares e comparilhando o conhecimento adquirido com as experiências de vida.