Muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre a mamadeira, um dos itens mais importantes no enxoval de um bebê.

Escolher a mamadeira, geralmente é um processo que envolve tentativa e erro, pois os pais não têm como prever se a criança vai se adaptar ao bico ou formato da garrafa. Mas, você erra menos quando está bem informado.

Por isso preparamos este artigo, para dar algumas dicas de como escolher o modelo ideal para o seu filho, quais características são essenciais no momento da escolha e dar algumas sugestões de compra.

Primeiro, o mais importante

  • O bico da mamadeira é projetado para simular a mama da mãe e o aleitamento materno. Bebês de até seis meses devem usar mamadeiras em que o bico só libere leite com um certo esforço.
  • Você encontra mamadeiras pequenas (30ml), médias (150 ml) e grandes (240 a 330 ml), os tamanhos variam de acordo com a idade da criança. As garrafas podem ser feitas de plástico, vidro ou silicone e o bico de silicone ou látex.
  • Diversas marcas fabricam excelentes modelos de mamadeira, são elas: Philips Avent, Nuk, Chicco, Lilo, MAM, entre outras. Os preços variam, mas a média é entre R$ 40 e R$ 85.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 5 melhores modelos de mamadeira

Hoje em dia, você encontra mamadeiras em diferentes formatos, tamanhos, cores e marcas, isso possibilita que os pais possam experimentar diferentes modelos até encontrarem um que considerem ideal para seu bebê. Para este Ranking, selecionamos os melhores modelos de mamadeiras disponíveis no mercado.

1º – Mamadeira Easy Active MAM

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A mamadeira Easy Active da MAM é recomendada para bebês acima de 2 meses de vida. Esse modelo é ergonômico, fácil de segurar pela mãe e pela criança, vem com escala para medir o volume de leite que será dado e tem capacidade para 270 ml.

O bico é de silicone ultra macio, achatado e com formato simétrico para facilitar o manuseio. A tampa protetora conta com sistema antivazamentos e escala de medida, para pequenas quantidades.

2º – Mamadeira Option Tradicional Dr Browns

A mamadeira Option Tradicional da Dr Browns vem com válvula para impedir a entrada de ar enquanto o bebê mama, evitando que ele fique com cólicas, gases e/ou refluxo gástrico.

Quando o bebê estiver maior, a válvula pode ser removida. Essa mamadeira tem a garrafa transparente com capacidade para 120 ml, bico número 1 e vem com uma escovinha de limpeza. Também disponível nas versões com 70 e 270 ml.

3º – Mamadeira Pétala Philips Avent

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A mamadeira Pétala da Philips Avent é o modelo mais tecnológico da marca, pois conta com design inovador: bico em formato natural, com finas pétalas de silicone que proporcionam maior conforto ao bebê.

Vem com válvula que transporta o ar para o interior da garrafa, impedindo que ele vá para a barriga do bebê. Essa mamadeira tem capacidade para 260 ml e está disponível nas cores azul e lilás.

4º – Mamadeira Essence S1 NUK

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A mamadeira Essence da Nuk tem a base larga e flexível, que garante o apoio dos lábios para que o bebê se alimente de forma segura e agradável. A válvula Air System anticólica reduz a formação e ingestão de bolhas de ar.

O bico desse tipo de mamadeira tem seis furos que proporcionam fluxo médio de leite. Esse modelo tem capacidade para 150 ml, é adequado para bebês de 0 a 6 meses e está disponível nas cores rosa e azul claro.

5º – Mamadeira Step Up Chicco

A mamadeira Step Up da Chicco se adapta ao modo natural de sucção do bebê, por isso é aceita de imediato por 96% dos bebês. O bico arredondado, de silicone extra macio possui regulagem de fluxo e sistema anticólica.

A base larga foi desenvolvida para o apoio dos lábios e o relevo garante flexibilidade e elasticidade. Essa mamadeira é feita de polipropileno, tem capacidade para 250 ml e está disponível na cor rosa.

Guia de Compra

O leite materno é fundamental para o bebê crescer forte, saudável e protegido, pois ele contém todos os nutrientes que a criança precisa, principalmente nos primeiros meses de vida.

Mas é natural que com o crescimento do pequeno, a mãe retorne às suas atividades e precise usar outros acessórios para alimentar o bebê, como a bomba tira-leite, suplementos nutricionais e a mamadeira.

bebê mamando

A mamadeira pode ser usada por bebês de todas as idades. (Fonte: Ben_Kerckx/ Pixabay)

Quais são as características da mamadeira?

A mamadeira é um acessório fundamental para auxiliar na alimentação do bebê. O formato simula o seio da mãe e o bico é largo e macio, para ajudar o bebê a sugar o leite com facilidade.

Você pode usá-la para dar ao bebê seu próprio leite (extraído por uma bomba tira-leite) ou suplementos próprios para bebês. Conforme a criança for crescendo, você também pode usar a mamadeira para dar outros tipos de bebidas como água, suco, chás e vitaminas.

Esse acessório pode ter três tamanhos: pequeno (cerca de 30 ml), médio (150 ml) ou grande (240 a 330 ml) e ser feito de vidro, silicone ou plástico. O bico pode ter um fluxo baixo, médio ou alto.

Vantagens
  • A mamadeira é projetada para simular o aleitamento materno
  • Existem mamadeiras em três tamanhos: pequena, média e grande
  • Você encontra mamadeiras de plástico, vidro e silicone
  • O bico da mamadeira pode ter o fluxo baixo, médio ou alto
Desvantagens
  • Mamadeiras de alguns tipos de plásticos podem liberar substâncias nocivas à saúde
  • Mamadeiras com fluxo intenso podem causar problemas de digestão
  • O bebê pode perder o interesse de mamar nos seios

Como manusear a mamadeira?

A mamadeira deve ser colocada sobre o lábio inferior do bebê, sem prender a língua, pois o leite deve encostar na língua dele. Em relação ao tempo de ingestão, respeite o ritmo da criança, que deve engolir devagar para não engasgar.

A mamadeira deve ser posicionada em um ângulo de 45º, e estar alta em relação ao rosto da criança, para que o bico esteja sempre cheio e não sobre espaço para a formação de bolhas de ar.

Para esquentar o leite você pode colocar a mamadeira dentro de uma panela com água quente ou sob uma torneira de água quente por alguns minutos. O líquido não precisa ficar quente, pois o leite materno é morno.

Evite usar o micro-ondas, pois ele aquece o leite de forma desigual, algumas partes podem ficar mais quentes do que outras e isso pode causar queimaduras na boca do neném. Se não tiver jeito, esquente sem o bico e chacoalhe a mamadeira antes de dar ao bebê.

Independentemente se você usa a mamadeira para dar seu próprio leite ou fórmula, dê a mamadeira para o bebê a cada duas ou três horas ou sempre que perceber que ele está com fome.

Você pode começar com a mamadeira pequena, de 30 ml e à medida que a criança for tomando tudo, aumente a dose, sempre de 30 em 30 ml. Para saber se a criança está satisfeita, o ideal é que sobre um restinho de leite na mamadeira.

bebe tomando mamadeira no sofá

A mamadeira deve ser oferecida a cada 2 ou 3 horas, ou quando a criança demonstrar estar com fome. (Fonte: Tung256/ Pixabay)

Como conservar a mamadeira?

Todas as partes da mamadeira devem ser lavadas e esterilizadas toda vez que for usada.

Para fazer a limpeza adequadamente, a mamadeira deve ser desmontada, higienizada com água fria ou morna, sabão neutro e uma escovinha própria para mamadeiras, pois ela percorre toda a extensão da garrafinha. O bico deve ser lavado ao avesso, para remover qualquer resíduo.

Mas, mesmo lavando com água e sabão, a garrafa ou o bico podem ficar com alguns resquícios de leite e saliva dos pais, que podem contaminar o leite. Por isso é essencial que seja esterilizada a mamadeira após cada uso (se o bebê tiver menos de seis meses) ou uma vez ao dia se a criança for maior.

Em relação à esterilização, você tem algumas opções:

  • Ferver as peças (a garrafa deve ser virada para baixo) em uma panela com água por dois minutos e depois deixar de molho por mais dez. A panela deve ser usada somente com essa finalidade.
  • Usar um esterilizador de micro-ondas: é prático por esterilizar várias mamadeiras de uma vez, rápido, pois o processo leva cerca de 7 minutos e eficaz, pois a máquina libera vapores mais quentes do que a água fervida.

Depois de lavada e esterilizada, a garrafa e o bico devem ser escorridos em escorredores próprios para mamadeiras (esse modelo possibilita que cada parte da mamadeira escorra corretamente). Depois devem ser secos por completo com um pano.

Após esse processo, as peças devem ser guardadas em uma caixa de plástico também esterilizada com água fervida. Você também pode deixar a mamadeira no esterilizador e só pegá-la quando for usar.

Veja algumas dicas de como higienizar corretamente a mamadeira do bebê:

Quais os diferentes bicos de mamadeira?

As mamadeiras são diferentes umas das outras no tamanho, formato, material, capacidade e, principalmente no bico, que pode ser feito de silicone ou látex em três formatos:

  • Bico ortodôntico: O bico ortodôntico é mais estreito na base e tem a ponta achatada. Esse formato estimula a sucção do bebê, fortalece a estrutura fonoarticulatória e ajuda no desenvolvimento dos ossos e músculos da face. Para manuseá-la corretamente, a mamadeira deve formar um ângulo de 90º em relação ao bebê.
  • Bico anatômico: O bico anatômico é o modelo mais moderno. O formato desse bico se assemelha ao mamilo da mãe, tanto na largura, comprimento do bico, quanto na maciez, facilitando a adaptação do bebê.
  • Bico convencional: O bico convencional é o tipo mais antigo e conhecido. Todas as marcas ainda fabricam mamadeiras com esse tipo de bico, embora os modelos descritos acima sejam mais modernos e tecnológicos.
foco

Você sabia que os bicos devem ser trocados a cada três ou seis meses?

A garrafa também deve ser trocada a cada seis meses. Também é importante esterilizar a mamadeira todos os dias.

Tome cuidado com o uso excessivo da mamadeira, pois ela pode atrapalhar a formação da arcada dentária e dos dentes (além de deixá-los tortos).

Qual a melhor: Mamadeira de plástico ou vidro?

Outra diferença básica entre os modelos de mamadeiras, é o material da garrafa, que pode ser de silicone, plástico ou vidro, sendo os dois últimos, os materiais mais usados.

Cada material possui vantagens e desvantagens que devem ser consideradas na hora da compra. Para isso, confira a diferença entre eles na tabela abaixo:

Mamadeira de plástico Mamadeira de vidro
Vantagens É leve, fácil de carregar, segura e pode ser encontrada com facilidade É mais fácil de limpar, não pega cheiro, nem gosto e dura mais
Desvantagens Pega cheiro, gosto, fica com aparência leitosa e o descarte é nocivo à natureza É mais pesada, pode provocar acidentes com o bebê e os pais, não é encontrada com facilidade
Preço Mais barata Mais cara

Se você optar pela mamadeira de plástico, descarte-a sempre que estiver com odores desagradáveis, manchas, aparência leitosa e arranhada. Se preferir a de vidro, tome bastante cuidado e nunca deixe a criança manuseá-la sozinha.

A dica é comprar ambos os modelos, usar a mamadeira de vidro no dia a dia, em casa, e a de plástico quando estiver fora de casa.

Quanto custa?

Você encontra mamadeiras de diferentes faixas de preço, que variam conforme o material da peça, nível tecnológico e marca. Há modelos baratos, por cerca de R$ 15, opções intermediárias, entre R$ 20 e R$ 40 e modelos de excelentes marcas entre R$ 50 e R$ 65. O modelo mais caro chega a cerca de R$ 80.

Onde comprar?

Você pode comprar a mamadeira em lojas de artigos para bebês como Alô Bebê, em qualquer farmácia e até em supermercados como o Walmart. Se preferir, você também encontra diversos modelos pela internet, em sites como Amazon e Mercado Livre.

Comprando pela internet você encontra maior variedades de modelos e também os melhores preços. Isso tudo sem sair de casa. Se gostou de algum modelo do nosso Ranking, basta clicar sobre ele para efetuar a compra.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os modelos de mamadeira

Quando você for comprar uma mamadeira para o seu bebê, pesquise bastante para encontrar um modelo confortável e seguro. A qualidade da mamadeira não está associada ao preço e sim a algumas características que variam de um modelo para o outro. São elas:

  • Bico
  • Material da garrafa
  • Tamanho
  • Recursos extras

Vamos explicar com mais detalhes cada um dos critérios de compra descritos acima ao longo desta última seção.

Bico

Quando você for analisar o bico da mamadeira, precisa estar atento a três características: a primeira é o formato, que pode ser tradicional, ortodôntico ou similar ao bico dos seios.

Imagem de um bebê encostando a ponta do dedo no bico da mamadeira

A mamadeira de bico tradicional ainda é o modelo mais usado. (Fonte: Riala/ Pixabay)

Em geral, escolha uma mamadeira com base ampla e bico flexível, principalmente se você estiver alternando a mamadeira com mamadas.

A segunda característica importante é o material, que pode ser látex ou silicone. O bico de silicone é menos flexível, mas é melhor por ser menos poroso e, consequentemente, mais higiênico.

Os furos dos bicos também mudam de um modelo para o outro. As marcas usam nomenclaturas diferentes, mas, em geral:

  • Bico número 1: Tem apenas um furo, é mais fino e passa pouco leite. É indicado para bebês de até seis meses para ele não queira trocar o aleitamento materno pela mamadeira. Esse tamanho também é adequado para tomar água.
  • Bico número 2: Tem dois furos e serve para os bebês de um mês ou mais. Também pode ser usado para tomar leite.
  • Bico número 3: Tem três furos ou mais e serve para bebês a partir dos três meses. Esse tamanho de bico também serve para líquidos mais grossos como vitaminas e mingaus.

Outra característica importante é o fluxo de leite que a mamadeira libera, que pode ser lento, médio ou rápido. Você vai precisar testar as garrafas, observar a velocidade com a qual o leite é liberado e avaliar qual é a melhor para o seu bebê.

Material da garrafa

Você encontra mamadeiras feitas de três tipos de materiais: plástico, silicone e vidro. As mamadeiras feitas de vidro são mais resistentes, fáceis de limpar, não mancham, nem pegam cheiro, mas são mais pesadas e também mais caras.

As mamadeiras de silicone são bastante flexíveis e não são tóxicas. O silicone também não acumula tanta sujeira e é fácil de lavar e esterilizar.

As mamadeiras de plástico são práticas e seguras, mas você precisa estar atento se não há bisfenol A (BPA) na composição, pois essa substância é tóxica e aumenta o risco de problemas de saúde.

Se for comprar uma mamadeira de plástico, dê preferência pelas feitas de polipropileno, pois esse tipo de plástico não contém bisfenol A na composição (proibido pela Anvisa desde 2012).

Imagem de uma madeira de plástico

Se for comprar uma mamadeira de plástico, dê preferência para o modelo de polipropileno. (Fonte: Burst/ Pexels)

Tamanho

Você encontra mamadeiras em três tamanhos. A pequena tem capacidade para 30 ml e é muito usada na fase de adaptação, para tomar água ou suco. A mamadeira pequena é conhecida como chuquinha.

A garrafa de tamanho médio tem capacidade para cerca de 150 ml, é adequada para bebês de 0 a 6 meses, que ainda não ingerem uma quantidade grande de leite. Esse modelo é ideal para outros tipos de bebidas como suco e água.

A mamadeira de tamanho grande tem capacidade de 240 ml serve para crianças de seis meses a um ano, e a 300 ml ou mais para crianças acima de um ano. Esse tamanho de mamadeira também pode ser usado para servir vitamina.

Cada bebê tem suas necessidades e você vai perceber qual é o tamanho adequado ao seu filho conforme ele for usando. Em geral vale a pena ter os três tamanhos de garrafas e alternar o uso. Escolha modelos com marcações de medidas.

Imagem de uma criança tomando suco em uma mamadeira

A mamadeira de 300 ml é um dos modelos mais usados durante a infância da criança. (Fonte: MM91/Pixabay)

Recursos extras

As mamadeiras também podem apresentar alguns recursos extras:

  • Você pode encontrar modelos com alças, para quando o bebê conseguir segurar a mamadeira sozinho. Se o modelo não vir com alças, saiba que elas são vendidas separadamente.
  • As mamadeiras próprias para recém-nascidos possuem válvulas que liberam leite em fluxo constante, impedem a entrada de ar e previnem as cólicas e o refluxo gástrico.
  • A mamadeira também pode ter sistema antivazamento, que vai impedir que a bebida vaze na bolsa do bebê.
  • Algumas mamadeiras vêm com porta fórmula acoplado. O pó da fórmula deve ser colocado em um recipiente no fundo da garrafa. Esse recurso é prático e pode auxiliar na alimentação da criança fora de casa.

(Fonte da imagem destacada: Rawpixel.com/ Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
24 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...