Imagem mostra diversos mandris sobre uma mesa.

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você manuseia furadeiras com frequência, sabe da importância que tem o mandril no funcionamento apropriado da ferramenta. Hoje, preparamos um artigo especial para te trazer todas as especificações, funções e formas de uso do mandril para furadeira!

Mais do que simplesmente segurar a broca e conectá-la ao resto da furadeira, essa peça pode te ajudar com mais velocidade ou segurança no trabalho. Existem muitas questões a comentarmos sobre ela! É hora de nos aprofundarmos em todas as informações que podem ser úteis quando o assunto é mandril!

Primeiro, o mais importante

  • O mandril é uma parte essencial do funcionamento das furadeiras. Ele precisa ser compatível com a ferramenta e estar sempre com a manutenção em dia.
  • Existem mandris que funcionam via chave de aperto e outros que funcionam via aperto rápido (manual). Cada um tem as suas vantagens e desvantagens.
  • Mesmo que você não queira mudar o tipo do mandril da sua ferramenta, eventualmente a troca será necessária por causa do desgaste causado pelo uso repetido.

Você também pode gostar:

Os melhores mandris para furadeira: Nossas recomendações

Você pode querer trocar o mandril de sua furadeira por simples manutenção, ajudando no desempenho da ferramenta, ou por desejar um funcionamento diferente do atual. De uma forma ou de outra, selecionamos alguns modelos excelentes e que podem te interessar:

O mais econômico

Para quem deseja fazer uma troca simples de mandril na furadeira, essa é uma ótima opção pelo preço baixo e pela segurança. Trata-se de um modelo comum, com uma chave de aperto e um furo passante. Ele garante o funcionamento pleno de sua ferramenta, seja ela elétrica ou pneumática.

O melhor com aperto rápido

Um dos principais motivos para troca do mandril é passar da chave de aperto para o aperto rápido, que garante velocidade no manuseio da ferramenta. Esse é um ótimo modelo que dispensa o uso de chave e pode ser usado em qualquer furadeira que tenha rosca entre 3/8” e ½”, independente da marca.

Para quem quer tradição

A DeWalt é uma marca de ferramentas conhecida e respeitada. Por isso, ter um mandril que leva seu nome pode ser sinônimo de tranquilidade. Compatível com furadeiras de todas as marcas, esse mandril tem rosca de 3/8”. É feito com material de muita qualidade e funciona via chave de aperto, que acompanha o produto.

Guia de Compra

Afinal, por que você deveria trocar o mandril de sua furadeira? Quais são os tipos de mandris que estão disponíveis no mercado? Como fazer essa troca com segurança, sem danificar a ferramenta?

É hora de trazermos diversas informações valiosas para te ajudar na compra de um mandril!

Imagem mostra um homem usando uma furadeira em uma tábua.

O mandril é responsável por segurar a broca junto à furadeira. (Fonte: Thijs van der Weide / Pexels.com)

Qual a função do mandril na furadeira?

O mandril é uma peça utilizada não só na furadeira, mas também em várias outras ferramentas de impacto como tornos, prensadoras e parafusadeiras. Sua função é permitir que diferentes peças possam ser acopladas ao equipamento principal.

É no mandril que são fixadas as brocas usadas em uma furadeira. Ele pode ser aberto e fechado com uma chave ou de maneira manual, permitindo assim o acoplamento de acessórios de diferentes tamanhos e espessuras.

Não há como uma furadeira funcionar sem mandril, uma vez que a broca ficaria solta, podendo até mesmo causar acidentes.

foco

Você sabia que o aperfeiçoamento do mandril rendeu um grande prêmio ao responsável pela proeza?

Em 1818, Alexander Bell (não confundir com o inventor do telefone) recebeu a bagatela de 10,50 libras por ter conseguido criar o mandril de três dentes, que seria fundamental para a furadeira que conhecemos hoje!

Na verdade, ao convertermos esse valor para os dias atuais chegamos a pouco mais de 700 libras, o que é um pouco mais respeitável.

Quais os tipos de mandril para furadeira?

Existem dois tipos básicos de mandril para furadeira: O de aperto rápido e o com chave de aperto. A escolha deve ser feita a partir do seu uso principal da ferramenta.

A maior parte das furadeiras traz de fábrica um mandril com chave. Ele é recomendado para quem usa por bastante tempo a mesma broca e faz poucas trocas. Isso por oferecer bastante segurança, sendo firme, robusto e não permitindo giros em falso.

O mandril de aperto rápido, por sua vez, é manual: Basta rosqueá-lo para trocar a broca, sem necessidade de uma chave. A robustez não é a mesma, mas há um enorme ganho de velocidade.

Portanto, para quem troca de brocas com frequência e precisa de muita velocidade na execução de seu trabalho, o mandril de aperto rápido é o ideal.

Confira abaixo uma tabela comparando os dois tipos:

Mandril com chave de aperto Mandril de aperto rápido
Troca de brocas Mandril precisa ser aberto com uma chave Mandril é aberto manualmente
Vantagens Segurança e robustez ao prender as brocas Velocidade na troca de brocas e na execução do trabalho
Indicado para Quem trabalha por um longo tempo com a mesma broca Quem troca de brocas com a mesma frequência

Por que trocar o mandril da minha furadeira?

Todas as furadeiras já vêm com um mandril, e ele é compatível com o modelo e certamente foi levado em consideração no momento da escolha da ferramenta. Então, por que você deveria trocá-lo?

Todo mandril precisará ser trocado por desgaste ou acumulo de sujeira.

Em algum momento, todo mandril precisará ser trocado. O uso repetido da ferramenta irá gerar um grande desgaste, bem como acúmulo de sujeira. Se as arestas estiverem lisas, será sinal de que a peça está gasta e é preciso substituí-la.

Além disso, você pode simplesmente preferir um tipo diferente de mandril: Trocar o de chave de aperto pelo de aperto rápido pode ser útil para certos tipos de trabalho, por exemplo. E nada te impede de ter os dois, e substituir de acordo com a necessidade do momento!

A troca do mandril deve ser feita sempre que a peça estiver gasta por motivos de segurança, mas também pode ser simplesmente uma opção do usuário da furadeira!

Como trocar o mandril da minha furadeira?

Afinal, como trocar o mandril da sua furadeira sem danificar a ferramenta?

O primeiro passo é abrir a furadeira, tirando todos os seus parafusos. A saída do conjunto do mandril, a partir daí, é bastante fácil. Mas para retirar somente a peça, você precisará de algumas ferramentas extras, como morsa e chave de boca.

Juego de brocas

Todas as furadeiras já vêm com um mandril, e ele é compatível com o modelo e certamente foi levado em consideração no momento da escolha da ferramenta. (Fuente: Dechev: 97251681/ 123rf.com)

Quanto custa e onde comprar um mandril para furadeira?

Um mandril para furadeira é uma peça barata. Modelos simples e eficientes podem ser comprados por menos de R$ 10. Alguns um pouco mais complexos, que podem durar um pouco mais, chegam no máximo a R$ 30.

Você poderá encontrar essa peça em lojas de ferramentas e de artigos elétricos. E, claro, pode fazer a sua compra pela internet. Para isso, nós recomendamos a Amazon brasileira, mas não deixe de observar a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: O que levar em consideração ao comprar um mandril para furadeira

Você já conhecer os porquês de trocar seu mandril, como fazê-lo e quais os tipos existentes. Agora, vamos trazer algumas especificações técnicas necessárias no momento da compra do novo modelo!

  • Forma de aperto
  • Compatibilidade
  • Encaixe
  • Segurança

Abaixo, falaremos mais sobre cada um desses quesitos!

Forma de aperto

Nos mandris de aperto rápido, ou seja, manuais, não há variação na forma de aperto. Isso acontece apenas quando falamos nos modelos que usam chave.

Nestes, existe uma variação na quantidade de orifícios do mandril, que pode ir de uma até três. Quando maior for esse número, mais seguro será o uso da ferramenta, sem qualquer risco de escape ou patinação da broca.

Mas só há necessidade de escolher um mandril mais complexo caso você realmente faça um uso contínuo da ferramenta.

Imagem mostra uma furadeira, com destaque no mandril.

O aperto do mandril é fundamental para a fixação da broca na furadeira. (Fonte: familievankessel / Pixabay.com)

Compatibilidade

Ao trocar o mandril de uma furadeira, você precisará se certificar de que o novo modelo é totalmente compatível com a ferramenta.

Para isso, é preciso observar a especificação de abertura da própria furadeira.

Existem dois tamanhos dominantes de abertura nas furadeiras domésticas: 3/8” e ½”. O mandril, é claro, precisa ter a mesma medida. Fizemos uma tabela comparativa entre eles:

Mandril 3/8” Mandril 1/2”
Brocas compatíveis Até 10mm de diâmetro Até 13mm de diâmetro
Tipo de aperto Por chave de aperto ou manual Sempre por chave de aperto
Quando usar Trabalhos mais leves, materiais mais fáceis de serem furados Trabalhos mais pesados, materiais mais difíceis de serem furados

Encaixe

Saiba qual o encaixe da sua furadeira antes de comprar um novo mandril.

O mandril escolhido não precisa ser compatível com a furadeira apenas no tamanho da abertura, mas também no encaixe. A forma de descobrir isso, mais uma vez, é através da compatibilidade nas especificações técnicas dos dois produtos.

Normalmente, o encaixe é definido por letras ou números, como por exemplo B, J, 2, 18 e 24. Saiba qual é exatamente o da sua furadeira antes de comprar um novo mandril, evitando assim perder seu dinheiro ou, pior, um acidente pelo uso incorreto!

Segurança

O uso incorreto de um mandril pode levar a diversos problemas ou acidentes: Broca solta ou patinando, superaquecimento da ferramenta e até queima do motor são possíveis. Não deixe de prestar atenção em todas as compatibilidades que citamos acima.

E, além disso, confira o acabamento e a qualidade da peça. Uma marca de confiança e um material de alto nível ajudam muito não só na durabilidade, como na segurança sua e da ferramenta.

(Fonte da imagem destacada: Fedotov/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Carlos Massari
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.