Em tempos de crise ou não, é sempre interessante encontrar novas fontes de renda e uma boa opção para isso é a máquina de bordar, produto que falaremos hoje no ReviewBox Brasil, seja bem-vindo!

Podendo ser utilizada em toalhas, jalecos, uniformes, bonés e muito mais, esse item é extremamente versátil e um investimento que pode render bons resultados para quem tem interesse em ingressar nesse ramo.

Caso você esteja pensando em adquirir esse produto, veio ao lugar certo! Nós do ReviewBox Brasil preparamos esse artigo para te mostrar tudo o que há de mais importante sobre a máquina de bordar. Vamos lá?

Primeiro, o mais importante

  • Existem máquinas de bordar domésticas, profissionais e industriais, qual é o melhor modelo depende da demanda de trabalho que você irá executar com ela.
  • Opte sempre por máquinas que possuam bastidores com um tamanho médio, ter uma área de bordado muito pequena poderá te prejudicar dependendo do que for bordar.
  • O investimento em uma máquina de bordar se inicia por volta dos R$2.000, sendo que as industriais custam mais de R$30.000.

Você também pode gostar:

Ranking: As 5 melhores máquinas de bordar

Você viu que o investimento em uma máquina de bordar não é baixo, por isso, escolher o modelo ideal para a sua necessidade é extremamente importante. Para te ajudar nessa tarefa preparamos esse ranking com as máquinas mais bem avaliadas do mercado. Confira e já comece a escolher a sua.

1º – Máquina de Bordado Portátil Singer

Esse modelo de máquina de bordar tem como diferencial poder ser levada para todos os lugares. Ela vem equipada com 200 tipos de bordados diferentes, podendo armazenar mais 69 modelos em sua memória interna e 131 no pen drive que acompanha o produto.

Além disso, ela conta com 2 tipos de fontes de letras, um painel touch com tela LCD, cortador automático de linha, enchedor de bobina com motor independente, 3 luzes de iluminação, é bivolt e possui 2 bastidores de bordado, um maior com 26×15 centímetros e um menor com 10×10 centímetros.

2º – Máquina de Bordar Computadorizada Brother

Esse modelo possui uma área de bordado de 16×26 centímetros e trabalha em uma velocidade de até 850 pontos por minuto. Ela possui recursos de edição de desenho que permitem redimensionar, girar, reposicionar e combinar ilustrações facilmente.

A máquina já vem com 138 desenhos de bordado e 11 fontes de letras inclusas, é bivolt, possui tela touch screen colorida e conta com cortador de linha automático.

3º – Máquina de Bordar Computadorizada Janome

Possuindo 160 bordados na memória e 11 fontes de letra, essa máquina de bordar contém dentro da função de monogramas 46 desenhos de borda e 102 desenhos de costura para criar as mais diversas combinações.

Ela conta com uma área de bordado máxima de 20×28 centímetros, acompanha mesa extensora e possui uma velocidade de bordado que pode ser ajustada de 400 até 860 pontos por minuto.

4º – Máquina de Bordar Janome

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Com um campo de bordado de 14×14 centímetros, essa máquina possui 73 bordados na memória, sendo 55 bordados e 18 desenhos em costura normal, além de possuir 3 fontes de monograma.

Conta ainda com painel LCD sensível ao toque, enfiador de linha na agulha, corte de linha integrado, conexão USB, enchedor de bobina automático e permite a ampliação do bordado de até 20%, redução de até 10% e rotação em 45 graus.

5º – Máquina de Bordar Brother

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Esse modelo de máquina de bordar possui um bastidor de 30×20 centímetros, tem velocidade de 1.050 pontos por minuto e conta com dupla entrada USB.

Ela traz 318 desenhos e 17 fontes de letras embutidas na sua memória, possui sistema de ajuste de tensão de linha automático, tela touch screen LCD e função com indicador LED, que mostra a posição exata da agulha, permitindo a visualização precisa da aplicação do bordado.

Guia de Compra

Esteja você entrando em um novo ramo de atuação ou precisando trocar a sua máquina de bordar por um modelo mais moderno é essencial para o sucesso nos negócios fazer uma escolha certeira.

As tantas opções disponíveis no mercado podem acabar confundindo a cabeça de quem não está tão acostumado com esse produto e para não deixar você errar preparamos esse guia de compra com todas as informações necessárias. Para saber mais basta continuar lendo!

Imagem de mulher sentada e bordando com máquina de bordar.

Com tantos tipos de máquinas de bordar, saiba como escolher a melhor. (Fonte: citalliance / 123RF)

O que é uma máquina de bordar?

A arte de bordar em tecido surgiu na época da pré-história, quando as agulhas eram feitas de ossos e o ponto cruz era utilizado para costurar as roupas feitas com as peles dos animais.

Com o passar dos anos essa prática se disseminou ainda mais e como a tecnologia invadiu todas as áreas surgiram as máquina de bordar, que automatizaram essa forma de artesanato.

Atualmente ter uma máquina de bordar se tornou sinônimo de fonte de renda. Com ela é possível executar diversos desenhos e escritas de forma rápida, fácil e com menor probabilidade de erros.

Quem trabalha com isso pode atuar em diversas áreas, é possível bordar uniformes de empresas, jalecos, roupas de banho, bonés e muito mais.

Quais as vantagens e desvantagens em ter uma máquina de bordar?

A principal vantagem em se ter uma máquina de bordar está ligada ao fato de poder fazer de maneira automática algo que até então era executado à mão. Para muitos o bordado tem que ser algo artesanal, porém, empresarialmente falando isso deixa de ser prático e eficiente.

Com a máquina é possível otimizar o tempo e utilizar uma gama imensa de letras e desenhos, ampliando o mercado e alcançando vários nichos.

Outro ponto positivo é que esse produto, dependendo da categoria, não ocupa muito espaço, o que para quem está começando um negócio ou trabalha em casa é uma excelente vantagem, já que basta um lugar pequeno para começar a oferecer o serviço.

O ponto negativo da máquina de bordar está ligado ao seu preço. O investimento inicial para quem está entrando nesse ramo é um pouco alto, porém conforme a carta de clientes for crescendo ele é rapidamente reposto.

Além disso, antes de começar a trabalhar com esse produto é necessário aprender um pouco sobre as suas particularidades. Mesmo que a máquina execute boa parte do trabalho sozinha, a parte humana é essencial para a qualidade do resultado.

Vantagens
  • É uma fonte de renda
  • Possui uma grande gama de desenhos e letras
  • É prática
  • Se adequa aos mais diversos produtos
Desvantagens
  • Preço alto
  • Precisa de conhecimento para usar corretamente

Máquina de bordar doméstica, profissional ou industrial?

Existem basicamente três tipos de máquinas de bordar, a doméstica, a profissional e a industrial.

As domésticas são ideais para quem está começando na área. Elas são compactas e computadorizadas. São muito parecidas com os modelos profissionais, com a diferença de que a velocidade para bordar pode ser menor.

As profissionais podem ser adquiridas tanto por quem está iniciando no ramo ou por quem já trabalha com isso. Como pontos positivos vale destacar que elas são mais resistentes que as domésticas, normalmente possuem uma área de bordado maior, além de trabalhar com mais agilidade.

Por fim, as industriais são voltadas para grandes empresas. Elas são as que possuem bastidor maior, tem mais tecnologia envolvida, contam com várias agulhas e trabalham bem rápido.

Na tabela abaixo você pode comparar as principais características de cada uma delas:

Doméstica Profissional Industrial
Velocidade Média de 600 pontos por minuto Média de 800 pontos por minuto Por volta de 1.000 pontos por minuto
Dimensão do bastidor De pequeno a médio De pequeno a médio Grande
Tamanho da máquina Compacta Compacta Grande

O que você precisa saber antes de usar uma máquina de bordar?

A primeira coisa que você deve aprender antes de utilizar a sua máquina de bordar é que todas elas acompanham alguns desenhos e fontes para bordado, porém, caso queira incluir algo de diferente nela é necessário conhecer os formatos que a máquina consegue ler.

Para incluir um arquivo em sua máquina é necessário entender qual extensão ela consegue ler, sendo que as mais comuns são: .PES, .DST, .JEF, .EXP, .SEW, .HUS, .ART e .VIP. Para saber qual o formato de arquivo aceito por um determinado modelo basta ler o manual.

Mas agora você deve estar se perguntando como irá colocar o desenho que um cliente deseja nesse formato.

Não se preocupe, para isso existem os programas de bordado para máquina. A maioria dos fabricantes envia com os seus produtos um CD que possui esse software, podendo assim instalá-lo em seu computador.

Se você optar por comprar um modelo de máquina de bordar de segunda mão, lembre-se de verificar se ela possui leitor de cartão de memória ou entrada USB. Os modelos com USB são mais modernos e tem maior facilidade de uso.

É através desse software que você conseguirá converter o arquivo na extensão necessária, girar e redimensionar a imagem, além de fazer pequenas edições nela se for necessário.

Caso a máquina que você comprou não venha com esse CD, há diversas opções de programas que podem ser baixados e que executam essa mesma função. Inclusive, é possível criar suas próprias matrizes com programas como o Embird e o Wilcom.

Outro ponto importante para quem está começando no ramo é que se deve sempre colocar o tecido no bastidor bem esticado, utilizar linhas 100% poliéster, que são mais resistentes, e aplicar uma entretela quando for bordar tecidos com elasticidade para criar uma base firme para o desenho.

Quanto custa?

Já te dissemos que o investimento em uma máquina de bordar é um pouco alto. O valor médio inicial desse produto é de R$ 2.700, sendo que os modelos mais caros podem custar até cerca de R$ 30.000.

As opções de grande valor são mais industriais, sendo assim voltadas para quem trabalha em grande escala. Elas possuem uma capacidade de bordado maior e são maiores em tamanho também.

Onde comprar?

Na internet é bem simples de encontrar máquinas de bordar à venda. Tanto lojas de departamento quanto especializadas possuem esse produto. Alguns sites que indicamos são: Amazon; Mercado Livre; Americanas; Magazine Luiza; Ipermaq e Brother Store.

Fisicamente é mais fácil de encontrar máquina de bordar em lojas especializadas na venda de produtos para esse fim. Estabelecimentos que costumam vender máquinas de costura, também possuem as de bordar.

Outra opção para quem gostou de algum modelo que está no nosso ranking é clicar no link para ser direcionado ao local onde o produto está sendo comercializado.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de máquina de bordar

Já que esse será um investimento e um produto que poderá se tornar sua fonte de renda é essencial fazer uma boa escolha, certo? Para te auxiliar nesse processo, separamos abaixo os principais fatores de comparação entre os modelos de máquina de bordar, são eles:

  • Tipo de máquina
  • Dimensão do bastidor
  • Quantidade de matrizes
  • Velocidade
  • Tamanho

Abaixo, confira cada critério detalhadamente.

Imagem de máquina bordando.

Analise bem os modelos e tipos de bordados para escolher a sua e fazer um bom negócio. (Fonte: panama7 / 123RF)

Tipo de máquina

Lembra que falamos mais acima que existem as máquinas de bordar domésticas, profissionais e industriais? Pois bem, qual delas você irá comprar é o primeiro passo para definir que é a melhor opção para você.

Praticamente há poucas diferenças efetivas entre os modelos domésticos e profissionais, inclusive no preço eles são bem parecidos.

Esses dois tipos de máquina são ideais para quem está iniciando no ramo e até para quem já trabalha com isso, mas não tem uma produção altíssima.

Caso a sua empresa trabalhe em grande escala não hesite em comprar uma industrial. O investimento é mais alto, porém elas são mais fortes e trabalham com bastante agilidade.

Dimensão do bastidor

O bastidor é o tamanho do espaço que a sua máquina poderá fazer o bordado. Ele varia de acordo com o modelo do produto, podendo ser menor ou maior.

É muito importante prestar atenção nisso porque um bastidor pequeno pode te limitar. Com isso, dependendo do produto que se irá bordar a máquina não poderá executar o trabalho.

Infelizmente não é possível ter vários tamanhos de bastidor em uma máquina só, o máximo que encontramos são modelos com dois, e, por isso, algumas pessoas que tem uma área menor costumam fazer o bordado em etapas. Porém, a chance de erros é muito grande.

Portanto, tente optar por uma máquina com um bastidor que mais vá se adequar ao tipo de serviço que você fornecerá.

Imagem de bordado de máquina de árvore de natal e linhas ao fundo.

O bastidor é o espaço que sua máquina irá bordar. Por isso é importante verificar isso antes de comprar a máquina. (Fonte: Chatri Attanatwong / 123RF)

Quantidade de matrizes

As matrizes são basicamente o produto que você irá efetivamente oferecer ao cliente. Elas são os desenhos que serão bordados.

Todas as máquinas vêm acompanhadas de uma quantidade especifica de matrizes, há modelos com 30, outros com mais de 100 e assim por diante. Aqui o conselho é que quanto mais, melhor, principalmente se a sua intenção é trabalhar com diversos segmentos.

Há hoje em dia algumas empresas que fazem com a confecção de matrizes para máquinas de bordar e até pela internet é possível adquiri-las, mas com isso você terá um gasto extra.

Outra opção é criar suas próprias matrizes nos programas que citamos mais acima, porém para isso é necessário um pouco mais de conhecimento.

Velocidade

Tempo é dinheiro, independente da área em que se trabalha. Por isso, é essencial escolher uma máquina de bordar que trabalhe com agilidade.

Seja qual for o tipo de máquina que você irá adquirir analise essa característica. É importante que a escolhida faça uma boa quantidade de pontos por minuto, pois isso será essencial para a sua produção.

Você pode encontrar esse dado na descrição dos produtos no site de vendas, não deixe de conferir.

Tamanho

O tamanho ideal da máquina que você irá comprar está diretamente relacionado ao espaço disponível que você tem. Quem trabalha em casa deve dar preferência aos modelos menores, domésticos ou profissionais, sendo que existem até opções portáteis.

Na imagem está a lateral de uma máquina de bordar branca com linhas de cor mostarda atrás.

As máquinas domésticas e profissionais são mais compactas e ocupam menos espaço. (Fonte: nickelbabe / Pixabay)

Para quem possui grandes empresas, uma máquina maior não atrapalhará e então essa questão não é tão relevante. Vale a pena avaliar onde será realizado o trabalho para determinar a dimensão correta.

(Fonte da imagem destacada: Rioma / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
25 Voto(s), Média: 4,04 de 5
Loading...