Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! O assunto de hoje é máquina de solda. Precisando comprar uma por motivos pessoais ou profissionais? Então explicaremos tudo o que é necessário para entender como funcionam essas ferramentas!

Além dos soldadores, que trabalham diariamente com máquinas de solda, outras profissionais podem precisar desse equipamento. Artesãos, pessoas que fazem joias e engenheiros são alguns exemplos. Ou ainda, eventualmente, algum reparo cotidiano pode precisar ser feito com ela.

Mas quais as particularidades de cada modelo? Como escolher aquele que realmente atende às suas necessidades? É isso que traremos nas próximas linhas desse artigo. Fique conosco e tire todas as suas dúvidas!

Primeiro, o mais importante

  • Máquinas de solda são equipamentos necessários para ligar um metal a outro. Essas ligações precisam ser muito duráveis e confiáveis, já que na maioria das ocasiões não podem se separar de forma alguma.
  • Há diversas tecnologias diferentes nas máquinas de solda: Inversão e Transformação, MIG e TIG são as mais comuns. Todas trazem suas peculiaridades e serão melhor explicadas no decorrer do texto.
  • É importantíssimo que você nunca manuseie uma máquina de solda sem a proteção necessária. Evite acidentes e siga todas as orientações de segurança!

Você também pode gostar:

Ranking: Os 5 melhores modelos de máquina de solda

Existem máquinas de solda vendidas totalmente para uso profissional, outras de entendimento mais simples. Também há tecnologias diferentes, faixas de preço variáveis e recomendações específicas.

Por isso, separamos ótimos modelos para mostrar aqui e contar as especificações de cada um. Segue a lista:

1º – Máquina de Solda Inversora 180A MMA Terra

Essa é uma máquina de solda que funciona por inversão, ou seja, é bastante moderna e tecnológica. Acompanha alguns acessórios necessários como máscara com visor, cabo positivo, cabo com garra negativa e escova de aço.

A faixa de regulagem vai de 20 a 180 A e o ciclo de trabalho é [email protected]% e [email protected]%. Ideal para soldagem em aço inoxidável, aço carbono, cobre e metais ferrosos de maneira geral.

2º – Máquina de Solda Inversora Mini USK 230

Uma máquina pequena e portátil, com apenas 2,3 kg e capaz de produzir ótimos serviços. Esses são os principais destaques desse modelo da USK que também apresenta dois anos de garantia.

O ciclo de trabalho é [email protected]% / [email protected]%. Acompanha um tiracolo, um porta eletrodos, uma garra de obra, um escudo de solda e uma escova de aço. Os eletrodos são para ferro, inox e alumínio.

3º – Máquina de Solda Transformadora Vulcano 250A

Máquina de solda que funciona por transformação, não por inversão. Tem um núcleo móvel que é responsável pelo controle da corrente saída. Funciona com ciclo de trabalho máximo a [email protected]%.

Sua recomendação é para uso em aços de baixo e médio teor de carbono, aço inoxidável, aço duro e ferro fundido. A faixa de corrente pode ir de 50A a 250A e o peso da máquina completa chega a 20,5 kg.

4º – Máquina de Solda Jet 155 Gamma Ferramentas

Esse modelo da Gamma Ferramentas é indicado para uso doméstico, em pequenos reparos. A faixa de corrente vai de 50A a 150A e recomenda-se que o ciclo de trabalho não passe nunca de 40%.

Seus eletrodos têm diâmetros que variam entre 1,6 mm e 2,5 mm. Acompanha um cabo de massa, uma escova e uma alça de transporte. Suas dimensões são bastante grandes e seu peso, de 11,5 kg, é intermediário.

5º – Máquina de Solda Mig 150BR V8 Brasil

A tecnologia desse modelo é MIG (Metal Inert Gas). Tem seis estágios diferentes de potência, é relativamente portátil e leve.

Suporta rolos de arame de até 1 kg sem precisar de trocas. Seu ciclo de trabalho é [email protected]%, [email protected]%, [email protected]%. O peso é de 18 kg e é recomendada principalmente para uso profissional, já que requer certa prática.

Guia de Compra

Como entender o que são todas as tecnologias que envolvem uma máquina de solda? As especificações técnicas, o melhor jeito de usar, as diferenças entre cada modelo? É o que explicaremos agora!

Você se sentirá muito mais seguro para efetuar sua compra e usar uma máquina de solda após ler nosso Guia de Compra.

 Imagem mostra uma pessoa usando uma máquina de solda com muitos equipamentos de proteção.

Muitas coisas que usamos no dia a dia passaram por um processo de soldagem. (Fonte: JonKline / Pixabay)

O que é uma máquina de solda?

A solda junta de maneira segura e durável dois pedaços de metal.

Solda é o processo que junta de maneira segura e durável dois pedaços de metal. Ela não é usada apenas com ferro, aço, alumínio e outros metais mais industriais, mas até mesmo com ouro e prata no processo de fazer joias, por exemplo.

A máquina de solda, portanto, é a ferramenta que consegue efetuar esse processo com precisão. Como a maior parte das coisas que precisam que metais sejam juntados para funcionar não podem quebrar em momento algum, é preciso que a soldagem seja muito bem-feita, sem riscos futuros.

Como usar a máquina de solda?

Para usar uma máquina de solda com eficiência, alguns passos são necessários. Confira:

  • O primeiro passo é limpar muito bem as duas partes. Qualquer tipo de sujeira pode prejudicar a qualidade da soldagem. Por isso, as máquinas costumam vir com uma escova ou lixas especiais.
  • Em seguida, é preciso aquecer o ferro de solda até que ele atinja a temperatura necessária para fundir a solda.
  • Quando isso acontecer, espalhe a solda sobre as superfícies e utilize a máquina até que ele esteja derretido.
  • Por fim, junta-se as partes desejadas. Temos uma solda!
foco

Não se esqueça que, por lidar com altas temperaturas, emissão de gases e liberação de faíscas, o processo de soldagem pode ser bastante perigoso. É necessário usar todo o equipamento de proteção, que inclui avental, óculos, máscara, protetores auriculares e muito mais.

Inversor ou transformador de solda?

Há duas principais tecnologias aplicadas nas máquinas de solda: inversão e transformação. A primeira é bem mais moderna e tecnológica do que a segunda.

Máquinas de solda por transformação são feitas com um núcleo revestido de bobinas de cobre. Elas funcionam por corrente alternada. Devido ao tipo dos eletrodos, há diversas limitações na eficiência do funcionamento.

Inventadas mais recentemente, as máquinas por inversão têm circuitos eletrônicos que ajustam corrente e tensão conforme necessário. Elas trabalham de forma mais rápida e gastam menos energia elétrica.

Imagem mostra uma pessoa usando uma máquina de solda com equipamentos de proteção.

As máquinas por inversão trabalham de forma mais rápida e gastam menos energia elétrica. (Fonte: felixioncool / Pixabay)

Além disso, também é mais intuitivo usar um inversor de solda do que um transformador. As informações são mais claras durante o uso e o peso dos equipamentos é bem menor.

Máquina de solda: MIG ou TIG?

Outras tecnologias presentes em máquinas de solda são MIG (Metal Inerte Gas) e TIG (Tungstênio Inerte Gas). Apesar de ser mais antiga, a primeira tem suas vantagens – e desvantagens – em relação à segunda.

  • MIG: Como seu nome diz, usa um gás inerte como proteção. Normalmente, é argônio. Ele fica entre o ferro e a peça e é fornecido por um alimentador contínuo. É a partir daí que a fusão ocorre com maior facilidade. As vantagens da solda MIG estão na velocidade, na possibilidade de executar a soldagem em várias posições e na menor distorção das peças.
  • TIG: Acontece pela liberação do tungstênio entre os eletrodos e a peça. Também pode ser adicionado mais um metal de proteção. A solda TIG apresenta maior precisão e melhor acabamento.

Confira uma tabela de vantagens e desvantagens das soldas MIG e TIG:

Solda MIG Solda TIG
Características Utiliza um gás de proteção entre o ferro e as peças Utiliza tungstênio entre os eletrodos e as peças
Vantagens Maior velocidade, possibilidade de variação de posições, menos perda de materiais Mais precisão, acabamento superior, mais facilidade para encontrar os materiais
Melhor aplicação Peças grandes e processos longos e cansativos Peças menores que exigem precisão e acabamento excepcionais

O que é ciclo de trabalho?

Você deve ter reparado na parte da descrição dos produtos que sempre falamos de “ciclo de trabalho”. Junto, colocamos algumas notações estranhas como “[email protected]%”. Mas, afinal, o que é isso?

O ciclo de trabalho nada mais é que a quantidade de tempo que uma máquina de solda pode ser usada sem descanso em determinada corrente elétrica.

Ou seja, uma máquina que tem faixa de corrente entre 50A e 150A pode ser regulada para aplicar essas grandezas elétricas nas peças. Quanto maior, mais potente e veloz será a soldagem. Só que ela precisará de um tempo de descanso.

Dois homens trabalhando com máquina de solda.

É importante conhecer especificações técnicas antes da escolha da máquina de solda. (Fonte: Cathy Yeulet / 123RF)

Quando se lê “[email protected]%”, o que se entende é que, com uma corrente de 140 ampères, determinada máquina pode funcionar 60% do tempo. Ou seja, a cada dez minutos, são seis de trabalho e quatro de descanso.

O primeiro número, portanto, é a corrente, e o segundo é a porcentagem do tempo que a máquina pode ficar em atividade. Quanto maior for o primeiro número, menor será o segundo.

foco

Você pode não perceber, mas o seu dia a dia não seria o mesmo sem a existência da solda. Praticamente tudo que você usa passou por esse processo em algum momento: carro, casa, computador, celular, televisores… nem mesmo os menores objetos escapam!

Sabe seu relógio? Ele provavelmente passou por um processo de solda. E se você tem uma joia feita de metal precioso, pode ter certeza que o formato dela foi alcançado por uma soldagem muito minuciosa.

Quanto custa uma máquina de solda?

Existe uma grande variação no preço das máquinas de solda. A maior parte dos modelos será encontrado na faixa entre R$ 400 e R$ 500, porém, há muitos que excedem bastante esses valores.

Algumas máquinas, especialmente com a tecnologia TIG, podem alcançar a casa dos quatro dígitos. Quanto mais profissional, maior o preço, é claro. Os modelos mais baratos disponíveis costumam girar por volta de R$ 250.

Onde comprar uma máquina de solda?

O melhor lugar para comprar máquinas de solda é em lojas especializadas em ferramentas e produtos elétricos. Também será possível encontrá-las em menor escala em lojas de departamento e de materiais de construção.

Na Internet, recomendamos a Amazon brasileira e o Mercado Livre, ambas com enorme variedade. Também há as lojas especializadas, como a Casa do Mecânico e a Dutra Máquinas, que trazem um ar de especialização à sua compra.

Critérios de compra: O que considerar ao comprar uma máquina de solda

Já falamos das muitas tecnologias empregadas nas máquinas de solda. Mas isso não é tudo! Há mais alguns fatores que precisam ser levados em conta para que se saiba qual o modelo ideal. Listamos abaixo alguns desses critérios:

  • Voltagem
  • Tamanho e Peso
  • Facilidade de Uso
  • Equipamentos extras

Vamos explicar cada um deles com mais detalhes, dessa forma você estará pronto para fazer a melhor compra.

Voltagem

Existe uma boa parte das máquinas de solda que possui sistema bivolt. Porém, quando não for o caso, preste atenção se o funcionamento é 110 ou 220 volts. Isso pode evitar uma série de dores de cabeça.

Uma máquina 220 volts não funciona em uma localidade que seja predominantemente 110. E uma máquina 110 volts irá queimar em uma localidade 220. Nunca se esqueça de observar qual a voltagem da sua cidade e da máquina que pretende adquirir!

Dimensões e peso

Algumas máquinas de solda podem ser muito pesadas, passando até mesmo dos 30 kg. Se você precisa transportá-la frequentemente, esse pode ser um fator de destaque. Lembre-se que há até mesmo opções portáteis, muito mais leves.

O mesmo vale para o tamanho. Armazenar máquinas muito grandes pode ser complicado. Se a ideia for o uso em uma empresa, não há problemas, mas para reparos pessoais, quanto menor o modelo, melhor o encaixe com o ambiente doméstico.

Imagem mostra uma máquina de solda preta e amarela.

Para escolher a máquina de solda ideal, peso e tamanho devem ser levados em conta. (Fonte: Somnuek Saelim / 123RF)

Facilidade de uso

Se você for um iniciante no mundo das soldagens, escolha um modelo simples e intuitivo. Que tenha botões e alavancas para escolha da corrente, instruções claras e aplicação tranquila do ferro de solda nas superfícies desejadas.

Modelos mais profissionais podem exigir soldadores mais experientes. Se essa for a sua característica, sem problemas. Confira esse tutorial de solda para iniciantes do canal Leandro Torneiro:

Equipamentos extras

Como já destacamos, máquinas de solda precisam de equipamentos extras. Além de vários itens necessários para proteção, como óculos, aventais e máscaras, também há outros como lixas de limpeza e eletrodos especiais.

Confira tudo o que acompanha a máquina de solda de sua escolha. Se ela tiver um preço mais baixo, mas não vier com equipamentos necessários, pode não compensar. Um modelo completo, com todos os itens de proteção e limpeza, pode ser mais prático e econômico.

(Fonte da imagem destacada: pinger / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
26 Voto(s), Média: 4,04 de 5
Loading...