Um medidor de glicemia em cima de um papel de carta e ao lado de algumas flores.
Ultima atualização: 18 de agosto de 2019

Como escolhemos

9Produtos analisados

18Horas investidas

5Estudos avaliados

63Comentários coletados

Bem-vindo (a) ao ReviewBox Brasil para conhecer tudo a respeito do medidor de glicemia. Com estas informações ficará mais fácil encontrar as melhores ofertas sem cair no papo dos vendedores.

Existem diversos tipos de medidores de glicemia que têm diversas vantagens para facilitar a vida de diabéticos. Com apenas um toque no aparelho já dá para saber as informações sobre as taxas de glicose.

Descubra os principais tipos de medidor de glicemia e escolha uma opção dentro do seu orçamento ou da sua necessidade. Com certeza no mercado existe a escolha certa para a sua vida. Veja tudo o que você precisa conhecer antes de comprar este produto neste Guia de Compra completo.




Primeiro, o mais importante

  • Para funcionar, estes modelos precisam de tiras químicas que possuem um prazo de validade curto. Compre as caixas das tiras de acordo com a sua necessidade de uso para não perder dinheiro.
  • Modelos mais avançados possuem também uma memória que pode calcular a média da glicemia nos últimos dias. Versões baratas servem apenas para mostrar o resultado após cada teste.
  • Estes aparelhos funcionam com baterias que devem ser trocadas após certo tempo. Algumas opções têm aplicativos para apresentar os resultados mais detalhistas após serem conectadas no computador.

Você também pode gostar:

Melhores medidores de glicemia: Nossas recomendações

Os modelos que mais fazem sucesso entre clientes possuem características técnicas únicas. Pensando nisso, listamos aqui os melhores medidores de glicemia. Confira na lista a seguir:

Medidor de Glicemia One Touch Johnson & Johnson

No products found.

Um produto que pesa apenas 40 gramas, fácil de usar em qualquer lugar. Basta você colocar o dedo para conhecer a sua glicemia do momento. A versão já vem com uma bateria que dura bastante tempo.

Este medidor de glicemia pode até mesmo gerar avisos sonoros e visuais para as pessoas entenderem melhor os resultados. Quanto mais avançada é a taxa registrada mais alto é o som dos disparos sonoros do aparelho.

Uso simples: É só colocar o dedo, ver os resultados e desligar o aparelho. Os valores das taxas de glicose aparecem após 5 segundos. Você não precisa conhecer quase nada sobre tecnologia para utilizar este modelo.

Medidor de Glicemia G-Tech

Esse medidor de Glicose G-Tech Lite possui uma das formas mais simples - e precisa - de saber os níveis de glicose presente no sangue. São apenas três etapas para que você tenha acesso ao resultado, com muita precisão.

É possível armazenar 365 medições na memória desse aparelho, isso por conta da função Auto Code Memória.

Medidor de Glicemia Med Levensohn

Esta é uma máquina com preços mais em conta. O visor apresenta numerações e símbolos grandes para facilitar a leitura.

O modelo leve e compacto possui inclusive um botão para ejetar as tiras de uma forma mais fácil. No sistema é possível calcular a média das taxas de glicose nos últimos 30 dias.

Este é um medidor de glicemia que possui uma tecnologia da Áustria. Um modelo de resultados confiáveis que pode durar a vida inteira.

Guia de Compra

Quem possui diabetes não pode descuidar nem um minuto. A importância de controlar os níveis de glicemia no sangue faz com que quem tenha a doença opte por ter um medidor de glicemia em casa.

Nesta seção você pode conhecer as principais vantagens desse aparelho, assim como suas variações. Continue com a gente!

Uma pessoa segurando o medidor de glicemia com a mão direita e fazendo um sinal de positivo com a mão esquerda.

Em poucos segundos já é possível saber a taxa de glicose após usar um medidor de glicemia. (Fonte: stanias / Pixabay)

O que é o medidor de glicemia e quais suas vantagens?

Medidor de glicemia é um produto que possui uma tecnologia para medir a taxa de glicose no sangue (ou, a glicemia). Com estes modelos as pessoas não precisam sair de casa para saber as condições da glicemia. O nome científico desse aparelho é glicosímetro.

O modelo facilita a vida de pacientes com diabetes que podem ter mais controle sobre a glicemia. Os medidores servem para usar na parte externa do corpo. Estas versões são utilizadas até para fazer testes em recém-nascidos.

Além de ser utilizado em casa este produto também faz parte dos instrumentos de trabalho dos profissionais de saúde. Os testes podem acontecer em diferentes partes do corpo, como palma da mão, antebraço e dedos.

Estes aparelhos precisam colher uma quantidade mínima de sangue para funcionar. Mas, as pessoas quase não sentem quando espetam os dedos para fazer um exame na máquina.

Alguns medidores de glicemia servem até para conhecer as taxas de colesterol e triglicérideos.

É muito importante ler os encartes ou o manual do produto antes de usar. Se quiser pode até perguntar ao seu médico como utilizar um medidor de glicemia. Não utilize o aparelho sem ter uma orientação básica sobre as formas de uso.

Como funciona um medidor de glicemia?

Primeiro você deve usar uma parte do corpo para encostar em uma parte no aparelho. Na sequência é preciso esperar alguns segundos ao sistema trabalhar e informar os resultados.

O sistema do produto trabalha com uso de alguns agentes químicos no sangue coletado. Esta química está presente nas tiras-testes reagentes. Ou seja, sem as tiras este aparelho não pode funcionar.

Mão de uma mulher fazendo medição de glicose com sangue na ponta do dedo.

Estes aparelhos precisam colher uma quantidade mínima de sangue para funcionar. (Fonte: stanias / Pixabay)

Além do sangue e dos agentes químicos, o modelo também produz algumas pequenas correntes de eletricidade enquanto trabalha. A quantia de glicose no sangue determina as alterações desta corrente elétrica.

APDJAssociação Pernambucana de Diabetes

"Diabetes não é o fim do mundo, mas sim um novo mundo a ser descoberto."

Em resumo, o funcionamento do medidor de glicemia possui 3 fases principais:

  • Medição da corrente elétrica sobre o sangue coletado e a química das tiras;
  • Cálculo dos níveis de glicose;
  • Exibição dos resultados.

Os modelos mais caros possuem uma memória que armazena os resultados anteriores. Com esta tecnologia você pode saber qual é a média da taxa de glicose nos últimos 30 dias ou mais. As versões baratas apenas mostram os resultados sem armazenar nada.

Confira essas dicas no canal Psfcyro Mello para usar o medidor de glicemia corretamente:

Como é o visor de um medidor de glicemia?

Existem diferentes modelos de medidores no mercado. Estes produtos possuem uma diferença ou outra. Mas, as melhores produções sempre têm um visor digital.

Este visor informa os números acompanhados por uma sigla, mg/dL (miligramas por decilitro). Esta unidade de medida funciona como um padrão medição dos produtos mais caros ou baratos.

Embaixo do visor no medidor existem também alguns pontos que servem como sinais visuais dos resultados. Se a taxa de glicose estiver alta a maioria dos pontos fica acesa. Por outro lado, os índices baixos ascendem apenas alguns pontinhos.

Uma coisa presente em todos os medidores é a entrada da tira-teste reagente. As tiras podem ser colocadas de modo manual ou apenas ao apertar um botão. A entrada está em cima ou embaixo do visor, normalmente.

É importante dizer que os números no aparelho servem apenas para mostrar se existe ou não um controle da glicemia. Ou seja, este produto não é útil como algo decisivo para definir se uma pessoa possui ou não diabetes. Só médicos podem dar prognósticos.

Agora é a hora de conhecer as principais vantagens e desvantagens do medidor de glicemia. Veja já na tabela abaixo:

Vantagens
  • Compacto e leve
  • Informa taxas de glicose, colesterol, triglicérides e outras coisas
  • Mais fácil e rápido para fazer testes
Desvantagens
  • Precisa de um pouco de sangue para funcionar
  • É preciso comprar novas baterias após certo tempo de uso
  • É necessário usar tiras-testes reagentes

O que são as tiras e lancetas do medidor de glicemia?

Você não deve escolher o medidor de glicemia apenas por preço. Pense também em quantos exames devem ser necessários. Por exemplo, quando a pessoa faz a medição 1 vez por mês não precisa comprar o produto com muitas tiras.

Se você quer um medidor para usar numa clínica médica, diversas vezes ao dia, compre os aparelhos avançados. Nestes casos vale a pena comprar as versões que já vêm com bastante tiras-teste.

Uma tira reagente que serve para fazer um aparelho de uma marca funcionar não funciona em outros modelos. É importante comprar os aparelhos de empresas que vendem as caixas com tiras a preços baratos.

Não se esqueça: Um exame apenas tem os resultados perfeitos quando as tiras estão na validade.

Nunca se esqueça de que estas tiras possuem prazo de validade. Então, se você compra um aparelho já com 100 tiras e não usa rápido pode ter gasto dinheiro à toa. Um monitor com 10 ou 20 tiras custa muito menos do que os aparelhos que já vêm com 50 tiras ou mais.

Um medidor de glicemia ao lado de alguns comprimidos medicinais.

Antes de tomar remédio por causa da glicose verifique a glicemia em um medidor. (Fonte: stanias / Pixabay)

Esta mesma regra vale para a lanceta, ou seja, a agulha do produto, que deve ser trocada após cada uso no caso de ser removível. Estas agulhas são ótimas para uma perfuração sem dores, mas elas também têm validade.

foco

Atenção: Mesmo se você é a única pessoa usando o medidor de glicemia nunca reutilize a agulha de reposição.

Outras versões de lancetas são as fixas. Elas estão mais indicadas para o uso pessoal. Estas produções trabalham conforme a pressão e o contato do dedo no medidor de glicemia.

Antes de reutilizar a agulha fixa, existe a necessidade de limpar com sabão e água. Para higienizar mais rápido as agulhas fixas você pode utilizar até aqueles sachês com álcool.

Abaixo existe uma tabela que compara os medidores de glicemia com ou sem lancetas (agulhas) fixas:

Medidor de glicemia com lancetas removíveis Medidor de glicemia com lancetas fixas
Vantagem Mais higiênico Mais rápido para usar
Uso Coletivo Individual
Exigência Trocar a agulha antes dos novos exames Limpar a agulha antes de reutilizar

Quanto custa?

O preço de um medidor de glicemia pode ir de R$ 20 a até R$ 400 na média. As marcas importadas e mais confiáveis são caras. Existem produções nacionais que valem a pena pelos baixos custos.

Os aparelhos que possuem uma memória no sistema para registrar os resultados são mais caros. Estes modelos podem informar a média das medições dos últimos dias.

Os produtos que apenas mostram os resultados têm preços baratos e não podem registrar a média das últimas medições. Outras coisas que influenciam são as tiras reagentes. Alguns aparelhos estão mais caros porque já vêm com 50 ou 100 tiras.

Onde comprar?

Além dos supermercados você pode visitar as drogarias para comprar. Aproveite para verificar o funcionamento do aparelho e retirar dúvidas com vendedores. Compre em lugares como: Ultrafarma, Americanas, Drogasil e Magazine Luiza.

Ao comprar online a economia é de 20%, com a vantagem de você receber o produto na sua casa. Quem compra na internet pode devolver o aparelho em até 7 dias e solicitar reembolso em caso de insatisfações. Sites para comprar medidor de glicemia: Amazon, Mercado Livre, Submarino e Buscapé.

Imagem de medidor de glicemia e celular.

O medidor pode ser encontrado online e, muitas vezes, ser até mais barato que em lojas. (Fonte: stanias / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de medidor de glicemia

Até aqui você já aprendeu bastante sobre o medidor de glicemia. Mas ainda temos algumas coisas importantes para te apresentar. Você quer diminuir as chances de cair no papo dos vendedores? Então considere 4 fatores quando estiver pesquisando pelo aparelho para comprar:

  • Bateria
  • Garantia
  • Testes
  • Tiras

Abaixo você pode ver as explicações de cada um destes pontos com mais detalhes.

Bateria

Grande parte dos aparelhos já possui a bateria inclusa. Estas baterias chegam separadas e você precisa abrir o aparelho para colocá-las.

As baterias são simples de encontrar no mercado para comprar quando o aparelho já estiver descarregado. Também são produtos que custam barato como uma pilha comum. A necessidade de bateria dos modelos pode ir de 1 a até 6 unidades.

Quanto mais recursos tecnológicos existem no aparelho, maiores são as exigências de bateria para tudo funcionar com perfeição. Mais usos frequentes também significa um gasto financeiro maior com as baterias.

Garantia

Este é um produto tecnológico e mesmo que você compre das melhores marcas há chances de o aparelho não funcionar. Algumas fabricantes oferecem uma garantia vitalícia contra os problemas de fábrica.

A política de garantia dos melhores laboratórios fabricantes é vantajosa ao ponto de trocar até os produtos que ficam desatualizados. Esta é uma forma de as marcas ganharem mais a confiança dos consumidores.

Então, se você observar que o aparelho tem apenas 3 meses de garantia é melhor procurar uma outra oferta. Não é difícil encontrar lojas online que oferecem um prazo vitalício de garantia ao medidor de glicemia.

Medidor de glicemia, diabetes.

Sempre verifique se o medidor de glicemia tem garantia. Mesmo sendo do melhor fabricante, o produto pode apresentar probleas. (Fonte: peter-facebook / Pixabay)

Testes

Quase sempre quem precisa saber a glicemia também tem a necessidade de realizar outros exames. Então, você pode optar por aparelhos multiusos. Alguns medidores podem medir glicemia, colesterol, pressão e outras coisas.

Isso é um diferencial no aparelho, mas lembre-se de que isso pode encarecer o produto, portanto, avalie seu orçamento e se essas funções extras são realmente importantes para você.

Tiras

O aparelho já vem com 10 tiras-testes considerando os produtos das marcas mais conhecidas. O que difere é a caixa com tiras extras disponível no mercado. Algumas versões oferecem as caixas com 100 unidades. Já outras não fornecem mais de 50 tiras.

Vale lembrar que você deve comprar as caixas das tiras de acordo com o seu uso. Não adianta levar uma caixa de 100 tiras se a pessoa realiza apenas 1 teste por semana. As tiras possuem validade de 1 ano, em média.

Cada aparelho possui um tipo de tira diferente. Sendo assim, não adianta comprar uma caixa de 100 tiras de uma marca para usar em diferentes medidores.

(Fonte da imagem destacada: stanias / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Joana Dias Graduada em Estética
Para Joana, cuidar da saúde é cuidar da aparência, e vice-versa. É por isso que ela utiliza seu conhecimento em estética e suas horas de pesquisa online e offline para compartilhar seu conhecimento sobre cuidados pessoais e saúde.