Imagem mostra pés de uma pessoa usando meia de compressão com abertura para os dedos.
Ultima atualização: 23 de junho de 2019

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

4Estudos avaliados

63Comentários coletados

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil! No texto de hoje faremos o
review de um produto que vem ganhando muito espaço no mercado: a meia de compressão. Também conhecido como meia elástica, este produto antigamente tinha uso restrito à recomendação médica para tratamento de problemas de saúde como varizes, má circulação e trombose.

Hoje, as meias de compressão estão sendo cada vez mais usadas como forma preventiva desses problemas. O uso também tem se popularizado muito dentre atletas, praticantes de esportes e atividades físicas para melhora da performance e prevenção de inchaço.

Siga com a gente nesta leitura para conhecer os tipos de meia de compressão disponíveis no mercado, bem como qual o melhor modelo e nível de compressão para cada finalidade e o que considerar para escolher o melhor produto para as suas necessidades.



Primeiro, o mais importante

  • As meias de compressão são projetadas para melhorar a circulação e tratar ou prevenir os problemas circulatórios. O mercado oferece diferentes tipos, que podem cobrir dos pés a panturrilha, dos pés até a ou até mesmo toda a perna e o abdômen. A escolha acertada é essencial para que a meia desempenhe a função esperada.
  • O nível de compressão, modelo e estilo são alguns dos fatores que você deve considerar no momento da escolha da sua meia de compressão.
  • As meias de compressão podem ser encontradas a venda a partir de R$ 30, sendo que os modelos mais caros chegam a custar R$ 200.

Você também pode gostar:

Ranking: As 6 melhores meias de compressão

Seja qual for o motivo de você estar buscando por uma meia de compressão, há o modelo certo para você. Aqui nesse ranking você encontra os 6 melhores modelos do mercado. Confira:

1º – Meias de compressão ¾ Extra Alta – Kendall

Com tecnologia UltraPro, se adapta a temperatura ambiente, controlando a sensação de frescor dependendo do ambiente e atividades.

Tem agente antimicrobiano, que previne odores desagradáveis e proporciona proteção duradoura e higiênica. Sem ponteira, é mais fácil de colocar, proporcionando conforto e agilidade.

2º – Meia de compressão 7/8 – Kendall

Unissex, essa meia é confeccionada com avançada tecnologia, que permite uma melhor suavidade no contato com a pele. Adapta-se a temperatura, tem ponteira aberta que traz mais facilidade para calçar e permite o uso de sandálias.

Disponível somente na cor bege e que proporciona conforto para o uso diário. Indicada para tratamento de varizes e pernas cansadas.

3º – Meia-calça de compressão média – Kendall

Da marca pioneira na aplicação de bacteriostáticos nas meias de compressão, promove conforto térmico, frescor e absorve a umidade da pele.

Indicada para casos acentuados de inchaço, dores e cansaço nas pernas, durante e após a gestação. Também pode ser usada para viagens de longa duração, e para prevenir varizes nas pernas.

4º – Meia de compressão fio 140 – Loba

Confeccionada em malha, com Fio 140, essa opção é boa para o inverno. Tem uso indicado para mulheres que permanecem longos períodos em pé ou sentadas, que realizam com frequência viagens prolongadas.

Também pode ser usada em caso de cansaço, inchaço e dores frequentes nas pernas e para auxiliar o tratamento de varizes ou trombose. A marca também disponibiliza o produto em outros níveis de compressão e no fio 70.

5º – Meia de compressão cano baixo – Arrow Muvin

Desenvolvidas com material especial para proporcionar melhor desempenho e conforto aos pés em práticas de corrida e caminhadas. Com ótima respirabilidade, tem diferencial entre pé direito e esquerdo, se ajustando perfeitamente.

Comprimem os músculos para diminuir a vibração durante atividades, aumentando o fluxo sanguíneo, melhorando a oxigenação e remoção de lactato, responsável pela regeneração muscular.

6º – Meia de compressão TM7 – Pro Block

No products found.

Disponível no P, M e G, é ideal para maximizar resultados durante a prática de corrida ou atividade física. Tem sola e calcanhar em algodão, fornecendo maior estabilidade e segurança para o atleta.

Conta com poliamida, elastano e algodão em sua composição. Além disso, contém equilíbrio térmico, redução da fadiga muscular e facilita o retorno venoso e o aumento do metabolismo celular.

Guia de Compra

Se ao pensar em meias de compressão ainda pensa naquela tradicional meia marrom, saiba que hoje existem diferentes modelos para diferentes finalidades. Nesse Guia, queremos te apresentar todos os detalhes do produto para que você saiba escolher a meia certa, seja por indicação médica ou praticar suas corridas.

Imagem de pessoa correndo utilizando meia de compressão e tênis.

A meia de compressão é utilizada muito também por atletas. (Fonte: maridav / 123RF)

O que é a meia de compressão e quais suas vantagens?

A meia de compressão, ou meia elástica, é um tipo de meia desenvolvida especialmente para melhorar a circulação sanguínea nos membros inferiores. Existe também a versão para membros superiores, conhecida como manguito de braço.

O produto é indicado para tratamento e prevenção de problemas venosos e de circulação sanguínea tais como inchaço, trombose, varizes, entre outros usos, como na realização de exercícios e durante viagens longas.

Elas geralmente estão disponíveis com 4 níveis de compressão: suave, média, forte e extraforte. O nível de compressão das meias elásticas é medido em mmHG, sigla que corresponde a milímetros de mercúrio, a mesma unidade de medida de pressão utilizada por aparelhos de aferir pressão sanguínea.

Em seu canal no YouTube, o Dr. Clayton de Paula explica as finalidades da meia de compressão:

Embora a meia possa proporcionar muitos benefícios, também existem contraindicações para o seu uso. Ela não é indicada, por exemplo, para pessoas com doenças vasculares que não tem relação com as veias.

Antes de comprar sua meia de compressão consulte um médico ou fisioterapeuta, ele irá te apontar o tipo de produto mais indicado e seguro para suas necessidades. Ele também é o profissional indicado para orientar a forma que a meia deve ser usada, em que situações e por quanto tempo, por exemplo.

O uso de meias de compressão entre os praticantes de esportes e atividades físicas de impacto começou a se popularizar quando alguns atletas olímpicos passaram a usar meias de compressão para melhorar a performance e o desempenho nas competições e treinamentos.

Acredita-se que o uso do produto durante as atividades promova o aumento da resistência e recuperação mais rápida melhorando, consequentemente, o desempenho.

Isso porque as meias de compressão atuam comprimindo e dando suporte aos músculos para reduzir o impacto e as vibrações causados nos membros inferiores durante atividades como a corrida, caminhada, ciclismo, etc.

O uso pode melhorar a circulação sanguínea e o fluxo de oxigênio no sangue, além de evitar o acúmulo de sangue no pé, proporcionando mais resistência para treinos pesados e atividades de longa duração.

Se você quiser saber mais sobre os benefícios da meia de compressão para atletas vale a pena conferir esse vídeo:

Agora, perceba as vantagens e desvantagens de usar meias de compressão:

Vantagens
  • Melhora a circulação
  • Existem grande variedade de marcas, modelos e tipos
  • Pode ser aliada na prática de atividades físicas
  • Modelos modernos esteticamente se parecem muito com meias comuns
Desvantagens
  • Pode ser difícil de colocar
  • Pode esquentar e causar desconforto em algumas pessoas
  • Preço elevado em relação às meias comuns
  • Contraindicada para pessoas com doenças vasculares não relacionadas às veias

Qual o nível ideal para minha meia de compressão?

A maioria das marcas trabalha com meias de quatro níveis de compressão: suave, média, alta e extra alta. Confira as características e indicações para cada nível:

  • Suave (13-17mmHgu): Indicada para quem quer prevenir as leves dores nas pernas comuns ao fim do dia, ou quem quer prevenir o aparecimento de problemas venosos nas pernas.
  • Média (18-21 mmHg): Indicada para uso diário para prevenção de varizes, a meia de média compressão também é boa para usos pontuais, como recuperação pós treino ou em viagens longas.
  • Alta (20-30 mmHg): Indicada para prática esportiva, período pós cirurgia de varizes e no tratamento de doenças como veias varicosas, veias aranhas, e edemas.
  • Extra alta (30-40 mmHg): Indicada para período pós-cirúrgico e para tratar sintomas mais severos de Trombose, Linfedema, edemas, entre outras doenças.

Todo mundo pode usar meia de compressão?

Escolher uma meia de compressão pode não ser uma tarefa das mais simples. Embora seja um produto relativamente comum e de fácil acesso, existem diversas variáveis que podem tornar uma compra desatenta em desastrosa. O primeiro passo para escolher a sua meia de compressão é definir sua finalidade.

Existem tipos especiais para cada função, como prática de esportes, pós-operatório, prevenção de varizes, tratamento de doenças vasculares, entre outros. A finalidade da meia irá definir não só o tipo de meia que você precisa comprar, mas também o modelo e o nível de compressão.

Mesmo proporcionando diversos benefícios, o uso das meias de compressão não pode ser banalizado e indiscriminado. Não deixe de consultar um médico ou fisioterapeuta antes de comprar o produto.

Somente profissionais da área de saúde poderão recomendar ou não o uso desse tipo de meia, indicando o tipo mais adequado e seguro para suas necessidades e objetivos.

Mesmo que não se restrinjam ao uso medicinal, as meias de compressão são categorizadas como produto para fins terapêuticos.

Por isso, atente se o produto escolhido por você conta com o selo de aprovação da Anvisa, que garantirá a qualidade, eficácia e a exatidão do poder de compressão proporcionado pela meia.

Colocar a meia de compressão pode ser outro desafio. A meia deve ser colocada e retirada de forma correta para que funcione corretamente e também para que não seja danificada no processo.

Verifique a necessidade de acessórios para auxiliar nessa função. Já existem muitos modelos de calçadeiras específicas para meias elásticas no mercado. Pondere as vantagens do investimento no acessório, afinal, tirar e colocar sua meia de compressão será uma tarefa diária.

Veja no vídeo dicas de como colocar a meia de compressão de forma correta:

Quanto custa?

É possível encontrar meias de compressão a venda no mercado a partir de R$ 35. No entanto, os valores podem variar muito de acordo com o tipo, modelo, marca e capacidade de compressão do produto.

Os modelos mais sofisticados, de marcas famosas, com materiais podem custar mais de R$ 200. Depois de escolher o modelo desejado, compare os preços, pois eles podem variar bastante.

Onde comprar?

As meias de compressão podem ser encontradas em algumas farmácias e drogarias, lojas especializadas em itens fisioterapêuticos ou lojas de materiais esportivos como Centauro e Decathlon. Também é possível encontra-las em lojas de departamento como Americanas, Lupo, Marisa, dentre outras.

No entanto, a maior variedade de marcas e modelos poderá ser encontrada em lojas de e-commerce como, por exemplo, Amazon, Mercado Livre, Netshoes, Decathlon ou FisioStore. Comprando online você encontra mais modelos e melhores ofertas.

Imagem de pessoa vestido meia de compressão bege.

As tradicionais meias beges para compressão são muito utilizadas para tratamentos de doenças e podem ser encontradas online ou em lojas específicas. (Fonte: tibanna79 / 123RF)

Critérios de compra: Como qualificar os modelos de meias de compressão

A meia de compressão ideal não necessariamente é a do melhor modelo disponível no mercado, mas sim aquela que melhor atende às suas necessidades.

Com base nas dicas que já demos para identificar o produto ideal para você, segue mais uma lista com fatores a considerar para fazer a melhor escolha de produto:

  • Tamanho
  • Modelo
  • Estilo
  • Material

Abaixo, confira cada um desses critérios para acertar no momento da compra.

Tamanho

Um critério importante é o tamanho da meia de compressão. Comprar um produto acima ou abaixo do tamanho ideal pode prejudicar a sua eficácia e até mesmo sua saúde.

Isso porque uma meia apertada demais pode prender a circulação ao invés de facilitá-la, enquanto a meia grande demais não irá cumprir seu papel de comprimir a área. O tamanho pode ser indicado pelo profissional que indicou o uso da meia.

Modelo

O modelo ideal de sua meia de compressão deve ser aquele que leva em consideração não só a funcionalidade, mas também o conforto e a segurança que lhe proporcionam durante o uso. Veja as características dos modelos mais comuns:

  • Meia ¾: De altura abaixo do joelho, pode ser com ou sem ponteiras. São mais indicadas para quem tem problemas concentrados nas panturrilhas e tornozelo. É o modelo mais utilizado por homens e mulheres. Pode vir em versões com ou sem ponteira.
  • Polaina: Também conhecido como canelito de compressão, esse modelo se assemelha ao ¾, mas cobre apenas a região compreendida entre o joelho e o tornozelo. É o modelo preferido dos atletas e corredores.
  • Meia ⅞: Essas cobrem toda a coxa, até mais ou menos um palmo abaixo da virilha. São mais indicadas para os que tem problemas de circulação em toda extensão da perna.
  • Meia Calça: Essas meias de compressão seguem o mesmo modelo das tradicionais meias calças femininas, cobrindo toda a perna e indo até a cintura, na altura do umbigo ou mais acima.
    Muito usada por mulheres, tem um modelo especial para gestantes, que conta com um ajuste na cintura. Desempenha, basicamente, a mesma função do modelo 7/8, já que só tem poder de compressão até a parte de cima da coxa, mas proporciona mais segurança a quem usa.
  • Meia cano curto: Desenvolvidas especialmente para uso durante a realização de atividades físicas, essas meias comprimem os músculos do pé para diminuir a vibração deles durante caminhadas e corridas, reduzindo a sensação de cansaço e aumentando o desempenho.

Estilo

Com avanço da tecnologia, hoje é possível encontrar meias de compressão que visualmente podem se passar por meias comuns com tranquilidade. Já existem, inclusive, cores e estilos para todo tipo de ocasião, até mesmo modelos mais sensuais.

Isso é bom especialmente para mulheres, que geralmente consideram os modelos tradicionais feios e acabavam querendo sempre cobrir as pernas para esconder as meias de compressão. Confira alguns estilos de meia de compressão disponíveis no mercado:

  • Esportivas: Ideais para prática de atividades físicas, e também podem ser usadas para qualquer caso onde seja necessário a compressão média a forte. Geralmente fabricadas em materiais mais robustos, apresentam grande durabilidade.
  • Casual Unissex: É aquela meia mais grossa, opaca, geralmente feita de algodão em tons beges ou cor de pele. Ideais para homens e mulheres, são fáceis de colocar e usar no dia a dia. Geralmente é o tipo mais durável e resistente.
  • Social feminina: Disponível em material transparente e opaco, esse estilo de meia dá o efeito que se assemelha a uma meia calça feminina comum. São muito apreciadas pelo público feminino por ficarem muito elegantes quando combinadas com saias, shorts e vestidos. Esse tipo de meia costuma ser mais frágil e menos resistente.
  • Social Masculina: visualmente falando, diferem em pouca coisa das meias sociais masculinas comuns. O tipo preferido dos homens, essas meias garantem os cuidados com a saúde sem deixar de lado conforto e elegância.
Imagem de pessoa correndo na beira de lago e utilizando meia de compressão.

Existem muitos modelos de compressão atualmente além da tradicional meia-calça e são muito usadas por atletas. (Fonte: Andriy Popov / 123RF)

Material

As meias de compressão podem ser feitas em malha, algodão, poliéster ou outras infinitas combinações de materiais.

Escolha as meias feitas em materiais respiráveis, e se possível as com tecidos inteligentes, que proporcionam adaptação térmica e proteção antibacteriana.

Confira atentamente a composição para garantir que nenhum material lhe causará alergias ou irritações durante o uso.

(Fonte da imagem destacada: tibanna79 / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.