Homem usando lixadeira de parede.
Ultima atualização: 18 de junho de 2021

Como escolhemos

4Produtos analisados

45Horas investidas

13Estudos avaliados

215Comentários coletados

Quem trabalha na área da construção civil sabe a importância de um bom acabamento nas paredes. E, para garantir isso, você precisa investir em uma lixadeira de parede. Seja bem-vindo ao artigo de hoje!

A seguir, vamos mostrar como funciona, quais as particularidades e porque esse tipo de lixadeira é indispensável como um passo anterior à pintura da parede. Você também vai descobrir quais são os melhores modelos à venda.




Primeiro, o mais importante

  • A lixadeira de parede é usada para nivelar paredes e tetos, sejam eles de gesso, massa corrida ou reboco.
  • São vários os tipos de lixadeira de parede, e vale considerar as características de cada um para escolher o melhor.
  • Verifique a potência, a velocidade de funcionamento, o diâmetro das lixas e os recursos adicionais que uma lixadeira de parede pode oferecer.

Melhores lixadeiras de parede: nossas recomendações

Para começar, confira abaixo uma listagem com os melhores modelos de lixadeira de parede e teto disponíveis no mercado.

Guia de compra: tudo sobre a lixadeira de parede

Comprar uma ferramenta como a lixadeira de parede não é algo que acontece todo dia. Por isso, é preciso se certificar de que o modelo escolhido é, de fato, o ideal para o trabalho em questão. O nosso Guia a seguir vai ajudar você a tirar as possíveis dúvidas que poderão surgir na hora da compra.

Homem usando lixadeira de parede.

A lixadeira de parede agiliza o trabalho e garante um melhor acabamento. (Fonte: Divulgação Stanley/ Amazon.com.br)

Como funciona a lixadeira de parede?

A lixadeira de parede serve para a eliminar irregularidades na parede e no teto, nivelando essas superfícies de drywall, alvenaria, gesso e massa corrida, antes que elas recebem a pintura. Com isso, o acabamento fica muito mais bonito.

De fato, esse é um processo que pode ser feito manualmente. No entanto, quando é realizado com o auxílio de uma lixadeira elétrica o trabalho é otimizado, exigindo o mínimo de esforço e ainda com o tempo reduzido.

Homem usando lixadeira em parede.

A lixadeira pode ser utilizada em vários tipos de paredes.
(Fonte: Kośmider: 104694579/ 123rf)

Isso é possível porque uma lixadeira de parede funciona por meio de um motor rotativo, que faz o disco, que tem uma lixa acoplada, girar em alta velocidade.

Como acaba espalhando muito pó do lixamento, a lixadeira de parede também costuma oferecer outra facilidade, que é um saco coletor de resíduos.

Quais os tipos de lixadeira de parede?

Existem três tipos de lixadeira de parede: a de gesso, a orbital e a telescópica. Para que você conheça as características de cada uma delas e possa escolher a ideal para você, nós criamos uma tabela comparativa. Confira:

Tipo de lixadeira Características
Lixadeira de gesso Indicada para lixar parede e teto de grande extensão e também as feitas com placas de gesso.
Lixadeira orbital Compacta, essa ferramenta é mais eficiente para lixar paredes de alvenaria e cantos.
Lixadeira telescópica Com um cabo comprido, essa é a mais usada para lixar paredes, tetos e mezaninos em geral

Qual a diferença entre a lixadeira de parede e a de teto?

Na verdade, a lixadeira telescópica é uma lixadeira de parede e de teto. Afinal, como ela possui um cabo extensor, com essa ferramenta é possível alcançar paredes mais altas, incluíndo o teto.

Dessa forma, dependendo da altura do teto e da parede, você pode até dispensar a escada ou o banquinho.

Como passar a lixadeira de parede?

Como vimos, a lixadeira de parede pode ser utilizada em paredes feitas de drywall, alvenaria, gesso e até sobre a massa corrida.

Mas, para garantir a máxima eficiência e o melhor acabamento, você deve usar a lixadeira de forma correta. Para tanto, recomendamos que você siga o passo a passo a seguir:

  1. Conecte a lixadeira: Se ela for elétrica, você vai precisar de uma tomada por perto. E não esqueça de conferir a voltagem;
  2. Selecione o disco: Cada disco será ideal para um tipo de trabalho a ser feito e deve ser encaixado na lixa correspondente. Lembrando que o tipo de encaixe varia podendo ser por meio de furos e presilhas, de parafusos ou de velcro;
  3. Ligue e comece a lixar: O recomendado é iniciar o trabalho com uma velocidade mais baixa e aumentá-la aos poucos.

Critérios de compra: O que considerar ao comparar as lixadeiras de parede

Depois de escolher entre a lixadeira de parede de gesso, orbital ou telescópica, você vai precisar analisar alguns componentes que variam entre um modelo e outro dentro de cada categoria. Veja os mais importantes:

Potência

Comece verificando a potência dos seus modelos favoritos. A potência vai definir a capacidade da lixadeira em remover as irregularidades na parede ou no teto.

Por exemplo, se o objetivo é eliminar chapiscos da parede, você vai precisar de uma lixadeira com uma potência alta.

Por outro lado, se o intuito é usar a lixadeira em paredes pequenas, e que não demandam tanto esforço, uma ferramenta de baixa potência já será o suficiente para realizar o trabalho. Com isso em mente, saiba que você poderá comprar lixadeiras de parede cuja potência varia entre 220 W e mais de 800 W.

Velocidade

Vale levar em conta também qual é a velocidade da lixadeira de parede. A velocidade em uma lixadeira é medida em Rotações Por Minuto (RPM). E, quanto mais rápida for essa especificação, mais rápido também você poderá finalizar o trabalho.

No entanto, não basta apenas escolher a lixadeira com a maior velocidade. O ideal é que, além disso, ela também ofereça velocidade variável, para que você consiga ter um maior domínio do seu trabalho.

De todo modo, a velocidade de uma lixadeira de parede pode variar entre 600 RPM e 2.700 RPM.

Disco de lixa

Verifique o tipo de disco de lixa compatível com a lixadeira de parede. O diâmetro é o dado mais importante nessa análise, já que quanto maior for o disco, maior será a região da parede que você poderá lixar com um único movimento.

Os melhores modelos contam com disco de diâmetro que varia entre 180 mm e 230 mm. Além disso, nós recomendamos que você também leve em conta o grão e a quantidade de furos do disco de lixa.

Espessura de lixa

Outro ponto que merece a sua atenção na hora de escolher a melhor lixadeira de parede se refere às espessuras de lixas que a máquina comporta. Cada modelo vai permitir que você use diferentes tipos de espessura.

Por exemplo, uma lixadeira de teto com sete espessuras de lixa, vai permitir que você realize desde o desgaste grosso até o acabamento mais fino.

Fonte de energia

Analise também a forma de funcionamento da lixadeira de parede, que pode ser por meio da energia elétrica ou bateria.

Como vimos, se a máquina funcionar com energia elétrica, você precisa se certificar de que haverá uma tomada por perto. Caso contrário, precisará contar com uma extensão.

Além disso, não deixe de escolher corretamente a voltagem da lixadeira. Afinal, utilizar o equipamento em local com voltagem diferente pode danificar a máquina e provocar acidentes. Na dúvida, sempre opte pela lixadeira bivolt.

Ergonomia

Não pense que o conforto na hora de usar a lixadeira de parede é algo de menor importância. Lembre-se que, muito provavelmente, você passará algumas horas lixando paredes e tetos.

Por isso, é fundamental que você verifique se o modelo escolhido possui os componentes que irão garantir uma melhor ergonomia, com conforto na empunhadura e sem trepidações. Veja alguns deles:

  • Sistema de molas;
  • Cabo emborrachado;
  • Gatilho deslizante no punho;
  • Alça dobrável;
  • Mangueira macia.

Recursos extras

Outro fator importante que você deve prestar atenção se refere aos outros recursos que podem vir na lixadeira de parede.

Os melhores modelos, por exemplo, contam com um sistema de auto-sucção para retirar a poeira da superfície, um saco recolhedor de pó e luzes de LED para clarear a área de trabalho quando o ambiente estiver escuro ou até mesmo para trabalhos feitos à noite que precisam de iluminação extra.

Acessórios

Na hora de comprar a melhor lixadeira de parede, é importante observar que, na maioria das vezes, essa ferramenta poderá vir acompanhada de vários acessórios.

A maioria deles é útil para facilitar o manuseio e aprimorar o acabamento do serviço. Os mais comuns são:

  • Adaptadores de diâmetros diferentes;
  • Mangueira flexível para aspirador;
  • Par de escovas de carvão;
  • Chave Allen;
  • Lixas de gramaturas variadas.

Resumo

Antes de pintar paredes e tetos, é preciso garantir um bom nivelamento da superfície para que o acabamento fique perfeito. Ainda que esse trabalho possa ser feito manualmente, é com a lixadeira de parede que ele é realizado de forma mais eficiente e rápida.

Mas para escolher a melhor lixadeira é preciso dedicar tempo para analisar alguns componentes que variam entre um modelo e outro. Existem três tipos de lixadeiras de parede e, entre elas, são muitas as variações de potência, diâmetro e gramatura de discos de lixa, velocidade de funcionamento, recursos extras e acessórios.

(Fonte da imagem destacada: 125519609/ 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas