Processador Intel Core i9.
Ultima atualização: 7 de maio de 2021

Como escolhemos

11Produtos analisados

37Horas investidas

7Estudos avaliados

90Comentários coletados

Saber escolher o melhor processador para notebook é o passo mais importante na hora de comprar um laptop. Mas, se você já tentou entender sobre esse mecanismo certamente se deparou com inúmeros termos técnicos. No artigo de hoje nós vamos esclarecer todos para você.

Além disso, aqui você vai descobrir qual é o melhor processador de acordo com o uso que você faz do notebook, como escolher entre as duas fabricantes dominantes do mercado e comparar características como a memória cachê, o número de núcleos e a velocidade do processador.




Primeiro, o mais importante

  • O processador é uma das partes mais importantes em um notebook. Não à toa ele é chamado de cérebro do computador.
  • Por isso, quanto mais poderoso for o processador do notebook, mais rápido a sua máquina vai realizar as tarefas.
  • Para identificar o melhor tipo de processador em um notebook é preciso considerar componentes que interferem na sua velocidade e desempenho.

Melhores processadores para notebook: nossas recomendações

São muitos os componentes de um notebook que precisam ser analisados antes de você escolher o ideal. Mas o processador é, sem dúvidas, o mais importante. Como existem vários tipos de processadores, nós selecionamos as máquinas com os mais populares. Veja:

Guia de compra: Tudo sobre os melhores processadores para notebooks

Para escolher o melhor processador, você precisa, primeiro, entender o que é e como funciona esse componente. Mais do que isso, é preciso conhecer as diferenças entre os tipos de processadores disponíveis nos notebooks. No Guia de Compra a seguir, você vai descobrir isso e muito mais.

Homem trabalhando no notebook.

Para quem trabalha com programas robustos no notebook, o processador precisa ser o melhor possível. (Fonte: Pexels/Pixabay)

Por que o seu notebook deve ter um bom processador?

O processador é considerado o cérebro da máquina porque suas características influenciam diretamente na velocidade e eficiência com que os programas vão rodar na máquina.

Ou seja, quanto melhor for o processador, melhor será o desempenho do notebook. Mas o que define um bom processador? Isso vai depender de alguns fatores técnicos, como o número de núcleos e o tamanho da memória cachê, por exemplo.

Notebook com equipamento de edição de áudio.

É o processador que determina a eficiência com que o notebook realiza as tarefas.(Fonte: StockSnap/ Pixabay)

Mas um bom processador também vai ser definido com base no uso que você faz do notebook. Por exemplo, se você realizar apenas tarefas básicas, como acessar programas de texto e navegar na internet, um processador básico vai ser o suficiente.

Agora, se você trabalha com programas pesados, e que demandam mais da máquina, é preciso escolher o melhor processador para evitar travamentos e lentidão.

Qual a diferença entre os processadores de notebook Intel e AMD?

A Intel e a AMD são, hoje, as principais fabricantes de processadores para computadores e notebooks.

A Intel é a que ainda domina o mercado de processadores para notebook, com mais opções em diversos tipos de laptos. Mas a AMD vem ganhando espaço, principalmente pelos preços mais competitivos.

A Intel oferece as linhas de processadores Core, Pentium e Celeron. Notebooks equipados com Celeron e Pentium são as versões mais simples e baratas.

Processador AMD Ryzen.

O processador da AMD costuma ser mais barato do que o Intel Core. (Fonte: cebbi/ Pixabay)

Já a linha Intel Core é a que tem os melhores processadores para notebook da fabricante com os chips i3, i5, i7 e i9. E para competir com eles, a AMD lançou a linha de processadors Ryzen para notebooks.

A diferença básica entre as duas marcas ainda se concentra no preço, que é mais em conta no caso do Ryzen. Por outro lado, o processador da AMD é mais raro, estando presente apenas em duas ou três marcas de notebooks.

Processadores Ryzen da AMD para notebooks: Quais são eles?

Os chips Ryzen são divididos nas categorias U, que determinam mais eficiência energética, e H, que envolve os notebooks de alto desempenho. Sabendo disso, conheça os três atuais processadores de notebook da AMD:

  • Ryzen 3: É o mais simples e barato. Por isso, é ideal e eficiente para quem precisa de um notebook para estudar ou trabalhar com textos e planilhas;
  • Ryzen 5: Esse processador tem um ótimo custo-benefício porque conta com placas de vídeo integradas da série Vega, que garantem mais desempenho gráfico e permite rodar programas mais pesados;
  • Ryzen 7: Os notebook equipados com o processador AMD Ryzen 7 são indicados para usuários que precisam de um desempenho acima da média para trabalhar com programas robustos ou jogar em alta qualidade.

Processadores i3, i5, i7 e i9: Qual a diferença entre eles?

Os processadores da Intel são aqueles presentes na maioria dos modelos de notebooks à venda no mercado. Por isso, é muito provável que você já conheça alguns deles que são: i3, i5, i7 e i9.

Assim como a AMD, o Intel Core é dividido nas categorias U e H. Enquanto os chips com a letra U designam que o notebook é para uso de programas básicos, as máquinas da categoria H são recomendados para quem precisa de alto desempenho, especialmente os notebooks gamers.

Dito isso, convidamos você a entender de uma vez por todas a diferença entre os processadores da linha Intel Core:

Core i3 Core i5 Core i7 Core i9
Tipo de notebook De entrada Intermediário Avançado Top de linha
Recomendado para Navegar na internet, estudar e trabalhar com programas leves Executar múltiplas tarefas Rodar alguns jogos e programas pesados Jogar videogame

Posso trocar o processador do notebook?

A troca de processadores em notebooks até pode ser possível, mas não é uma ação que seja recomendada. Primeiro porque, na maioria das vezes, não há compatibilidade com a placa mãe, já que cada fabricante trabalha com um modelo específico.

Segundo, porque alguns processadores de notebook são soldados na placa-mãe, o que torna impossível efetuar o upgrade do processador.

Critérios de compra: Como analisar os diferentes processadores para notebook

A partir daqui, nós vamos mostrar como você pode comparar os aspectos mais importantes de um processador para notebook. Veja quais são eles:

Bits

Os processadores para notebook podem ter 32 ou 64 bits. Os bits são a quantidade de dados e instruções que o processador consegue trabalhar a cada vez.

Assim, sempre que possível, escolha a versão de 64 bits, que permite ao processador trabalhar com uma quantidade maior de dados por vez, além de suportar mais memória RAM.

Núcleos

A quantidade de núcleos influência na capacidade do processador em desempenhar multitarefas. Com isso, quanto maior for o número de núcleos, maior é a capacidade da máquina em lidar com vários programas abertos ao mesmo tempo.

De modo geral, o melhor processador para notebook terá entre dois e quatro núcleos, que são, respectivamente, o dual-core e o quad-core.

Processadores com mais de quatro núcleos serão úteis apenas para alguns programas de editores de imagem e vídeo.

Velocidade

Além da quantidade de núcleos, outro fator que você deve analisar para escolher o melhor processador para notebook é a velocidade.

Medida em megahertz ou gigahertz, quanto maior for a velocidade do processador, mais rápido e potente ele será.

Memória cache

A memória cache é um espaço de armazenamento de dados que fica no próprio processador. Nela, o processador pode gravar dados que precisam ser acessados com mais frequência.

A memória cache costuma ser dividida em até três níveis: L1, L2 e L3. E o tamanho pode variar entre 64 KB e 8 MB.

Geração

Outro critério que você deve comparar quando for comprar o notebook com o melhor processador é a geração. A geração de um processador define a idade do componente.

Os processadores para notebook Intel Core i3, i5 e i7 já chegaram à 11ª geração.

Por exemplo, os processadores para notebook Intel Core i3, i5 e i7 já chegaram à 11ª geração, enquanto que os chips Ryzen 3, 5 e 7 ainda estão na quinta geração.

Para identificar a geração do processador do notebook verifique os dígitos que vem antes dos três últimos números que identificam o modelo. Por exemplo, no notebook i5 10310U, o número 10 indica que o chip é de 10ª geração.

O mesmo vale para o processador da AMD. No caso do Ryzen 5 3600U, é o numeral 3 que indica a terceira geração.

Resumo

Para saber qual é o melhor processador para notebook, você deve considerar qual uso fará da máquina. Se você vai realizar tarefas básicas, como navegar na internet e trabalhar com editor de texto, um processador com dois núcleos, uma pequena memória cachê e uma geração mais antiga serão suficientes.

No entanto, se a ideia é usar programas mais robustos, o processador precisará de mais núcleos, memória cache maior e uma alta velocidade.

Feito isso, você terá que decidir entre os processadores da Intel, que estão disponíveis em mais modelos de notebooks, mas também são mais caros, e os processadores AMD, que são mais restritos, só que mais em conta.

(Fonte da imagem destacada: Christian Wiediger/ Unsplash)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas