Imagem mostra uma cena do filme "Onde os Fracos não têm Vez".
Ultima atualização: 29 de abril de 2021

Seja muito bem-vindo! Se você é fã de um dos mais tradicionais gêneros do cinema ou quer começar a conhecê-lo com mais afinco, chegou ao artigo ideal! Falaremos a seguir sobre como assistir aos melhores filmes de faroeste!

O faroeste, também chamado de western pelos cinéfilos ou pelo apelido popular de bang-bang, marcou época entre as décadas de 1930 e 1960. A seguir, traremos informações sobre clássicos e releituras modernas.




Primeiro, o mais importante

  • Os filmes de faroeste possuem características muito definidas. Acontecem no chamado “velho oeste” e reúnem personagens como cowboys, índios, caçadores de recompensas e assassinos impiedosos.
  • A Netflix e a Amazon Prime oferecem em seus catálogos uma quantidade satisfatória de faroestes modernos e até de clássicos mais conceituados.
  • Para quem deseja conhecer o gênero e seus clássicos como mais afinco, as mídias físicas podem ser a melhor opção. Existem grandes faroestes em DVD e Blu-ray.

O que você precisa saber sobre os melhores filmes de faroeste

Você sabe o que te aguarda ao dar play em um faroeste? Vamos começar o artigo com algumas das informações mais importantes sobre o gênero!

Imagem mostra uma cena do filme "Os Imperdoáveis".

"Os Imperdoáveis" (1992), de Clint Eastwood. (Fonte: El Universal.com)

O que configura um faroeste?

Os faroestes são filmes ambientados no chamado “velho oeste”, o selvagem lado oeste dos Estados Unidos entre o final do século XVIII e o início do XX. São histórias que normalmente envolvem crimes e têm mocinhos e bandidos.

Além da ambientação, há várias outras características marcantes: Cowboys, tiroteios, a trilha sonora, as vestimentas, os saloons, os conflitos com índios, os caçadores de recompensas, os longos trajetos a cavalo.

Por muitos e muitos anos, o faroeste foi um gênero cinematográfico consagrado e dominante. Após começar a cair em ostracismo, no início dos anos 1970, voltou pouco a pouco a ganhar releituras e versões modernas.

Você sabia que os italianos também fizeram vários faroestes, alguns deles muito bons, e que o gênero ficou conhecido como “western spaghetti”?

Vale a pena assistir a faroestes?

Tudo depende do seu gosto pessoal. Se você busca conhecer mais sobre cinema, assistir aos grandes clássicos e entender bases estéticas e narrativas dessa arte, os melhores filmes de faroeste são indispensáveis.

Faroestes, porém, também podem ser muito divertidos. As tramas não são lentas ou existencialistas, com as aventuras e perseguições muitas vezes dando o tom.

Só não vale a pena assistir a faroestes se você não tem paciência para filmes mais antigos ou que não possuem uma ação frenética, como acontece com boa parte dos blockbusters atuais. Caso contrário, dê uma chance ao gênero!

Veja uma tabela de vantagens e desvantagens de assistir a faroestes:

Vantagens
  • Muitos dos clássicos do cinema são faroestes
  • É possível compreender a história do cinema assistindo a faroestes
  • Há filmes de extrema qualidade
  • Não são lentos ou parados
  • Possuem histórias divertidas e atraentes
Desvantagens
  • Não há a ação frenética dos blockbusters atuais
  • Muitos dos filmes mais importantes são antigos

Os melhores filmes de faroeste na Netflix e Amazon Prime

A Netflix e a Amazon Prime não contam com muitos clássicos do faroeste, mas são boas opções para você que deseja se familiarizar com o gênero a partir de produções mais novas e ainda de qualidade. Confira algumas dicas:

Imagem mostra uma cena do filme “Django Livre”.

"Django Livre" (2012), de Quentin Tarantino. (Fonte: noescinetodoloquereluce.com)

Django Livre (2012)

Quentin Tarantino, um dos mais consagrados cineastas da atualidade, fez em “Django Livre” a sua própria releitura do faroeste. Ele usou suas referências e memórias de cinéfilo para produzir um moderno e excelente exemplar do gênero.

Relatos do Mundo (2020)

Um dos mais recentes lançamentos do gênero, “Relatos do Mundo” tem Tom Hanks como protagonista e foi indicado para quatro Oscars. Revisita uma das mais tradicionais tramas do faroeste, com um veterano que protege uma criança.

Três Homens em Conflito (1966)

Disponível na Amazon Prime, “Três Homens em Conflito” é um dos mais famosos representantes do “western spaghetti”. Com sua trama envolvente e sua trilha sonora icônica, composta por Ennio Morricone, é uma obra imperdível de Sergio Leone.

Os melhores filmes de faroeste em mídia física

Quem coleciona mídias físicas como DVDs e Blu-rays tem uma gama muito maior de filmes de faroeste à disposição. Selecionamos algumas edições que deixam os cinéfilos babando:

Era uma Vez no Oeste (1968)

O maior dos “western spaghetti”, “Era uma Vez no Oeste” é uma das obras-primas do grande cineasta italiano Sergio Leone. Ele criou uma verdadeira dança da morte, uma homenagem ao gênero faroeste que figura na lista dos melhores filmes de todos os tempos.

Rastros de Ódio (1956)

Quem é fã de cinema ou deseja mergulhar de cabeça nos faroestes clássicos precisa conhecer “Rastros de Ódio”, uma das principais obras do cineasta John Ford. Com John Wayne de protagonista, é um filme que repensa as relações entre brancos e indígenas no velho oeste.

Os Imperdoáveis (1992)

Após anos de ostracismo do faroeste, um de seus principais nomes, Clint Eastwood, decidiu reviver o gênero. O resultado foi “Os Imperdoáveis”, um clássico instantâneo e vencedor do Oscar de Melhor Filme.

Onde os Fracos não têm Vez (2007)

“Onde os Fracos não têm Vez” é mais um vencedor do Oscar de Melhor Filme. A obra dos irmãos Coen traz o faroeste e suas características para os tempos atuais, uma vez que é situado na década de 1980. É uma excelente opção para quem quer se iniciar no gênero. Também disponível na Amazon Prime.

Resumo

O faroeste é um dos gêneros mais tradicionais do cinema e produziu vários clássicos. Apesar de ter ficado esquecido por algumas décadas, foi revivido e hoje volta a gerar grandes filmes.

É possível encontrar faroestes modernos na Netflix ou na Amazon Prime e clássicos mais antigos em mídias físicas. Obras como “Django Livre” e “Onde os Fracos não têm Vez” fizeram sucesso recentemente e podem te introduzir ao gênero.

(Fonte da imagem destacada: cinefilosoficial.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas