Imagem mostra em close botões de uma mesa de som.

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você trabalha com áudio, bandas ou eventos musicais ao vivo, ter o melhor equipamento para mixar e gravar todas as fontes de som é fundamental! Por isso, nós te afirmamos que não existe nenhuma dúvida: a mesa de som Yamaha é imbatível na categoria.

Por estar presente no mercado desde o século XIX e ser uma das mais tradicionais fabricantes da área de acessórios para música e áudio, a Yamaha tem o domínio de tudo o que é necessário para lançar bons produtos. Isso também vale quando falamos de mesas de som. Vamos conhecer os modelos da marca e tudo que eles oferecem?

Primeiro, o mais importante

  • As mesas de som Yamaha trazem consigo o nome de uma marca que é estabelecida no mundo dos equipamentos do áudio e traz segurança e qualidade a seus usuários.
  • Dentre as linhas de mesas de som Yamaha, há algumas muito profissionais, outras mais voltadas a iniciantes, algumas analógicas e outras digitais, algumas para estúdio e outras portáteis.
  • A Yamaha também se destaca por suas mesas serem de uso intuitivo, facilitando a vida dos operadores.

Você também pode gostar:

As melhores mesas de som Yamaha: Nossas recomendações

A Yamaha oferece diferentes linhas e tipos de mesas de som. Fizemos nossa lista tentando dar bastante variedade nas opções! Confira:

Para profissionais exigentes

Para profissionais exigentes, recomendamos a mesa de som TF1 da Yamaha. Ela conta com nada menos do que 40 canais, sendo que pode gravar até 34 deles simultaneamente. A linha TF conta com a operação TouchFlow, uma novidade que visa aumentar o conforto na interface do console. As dimensões são 510 x 225 x 599 mm.

A mesa de com Yamaha intermediária

A MGP é a principal linha de mesas de som analógicas da Yamaha. Esse modelo conta com 24 canais, 16 entradas de microfone com Phantom Power e 2 saídas matrix. Os amplificadores do tipo D-PRE são o grande diferencial, oferecendo tons ricos e suaves que não são encontrados em nenhum produto das concorrentes.

Melhor custo-benefício

Para quem precisa viajar constantemente com sua mesa de som, a linha EMX é a solução. São os modelos mais portáteis da Yamaha, aliando facilidade de transporte com robustez e qualidade de materiais. O EMX7 tem 12 canais, equalizador de três bandas e amplificador de alta eficiência. Tudo isso pesando apenas 10,5 kg.

Guia de Compra

Afinal, por que a Yamaha tem as melhores mesas de som? Quais as diferenças entre as linhas? Como saber qual o modelo que você precisa? Falaremos sobre tudo isso no nosso Guia de Compra!

Imagem mostra um homem mexendo em uma mesa de som.

A Yamaha tem ampla tradição no mercado de instrumentos musicais. (Fonte: dolgachov / 123rf)

Para que serve uma mesa de som Yamaha?

A mesa de som é um acessório fundamental quando há necessidade de gravar, coordenar ou misturar diversas fontes de som. É o que acontece, por exemplo, com bandas.

A mesa de som Yamaha tem a função de fazer os ajustes necessários para que tudo saia conforme planejado em uma apresentação ou gravação.

Imagine que a guitarra, a bateria, o baixo e os microfones estejam todos no mesmo volume durante um show. O efeito não será o ideal, não é mesmo? A mesa de som Yamaha tem a função de fazer os ajustes necessários para que tudo fique saia conforme planejado em uma gravação ou apresentação.

Através dos ajustes de volume, dos efeitos, dos equalizadores e das outras funcionalidades da mesa de som, um bom operador consegue as melhores características possíveis para o áudio!

foco

Você sabia? Apesar de fabricar também motocicletas, é na música que a Yamaha teve suas origens.

Os pianos e órgãos foram as primeiras coisas fabricadas pela empresa, em 1887. 85 anos depois, em 1972, ela lançou sua primeira mesa de som.

Quais as vantagens da mesa de som Yamaha em relação às outras marcas?

A tradição da Yamaha no mundo dos equipamentos de áudio já é suficiente para garantir a sua tranquilidade ao escolher a marca. E o melhor é que existem modelos para todos os bolsos e categorias de profissionais.

É uma marca que se destaca pela qualidade do design de seus aparelhos e por sempre investir em novas tecnologias. As inovações a cada novo modelo lançado são claras, facilitando mais e mais a vida dos técnicos de áudio.

Ainda podemos destacar que a Yamaha preza por ter mesas de som que são fáceis de usar. Comparadas com outras marcas, são bastante intuitivas. Isso ajuda usuários que estão começando nesse mercado.

A qualidade dos produtos em si é irrepreensível. A única desvantagem que você pode encontrar em mesas de som Yamaha é que os preços costumam ser maior que os praticados pelas concorrentes.

Confira as vantagens e desvantagens da mesa de som Yamaha na tabela abaixo:

Vantagens
  • Marca tradicional e respeitada no mercado de áudio
  • Novos modelos sempre com tecnologia inovadora
  • Marca se preocupa com fazer mesas de som de uso intuitivo, ajudando a profissionais e iniciantes
Desvantagens
  • Preços costumam ser maiores que os praticados pela concorrência

Quais as linhas de mesa de som da Yamaha?

Entre mesas analógicas e digitais, para profissionais e iniciantes, a Yamaha possui várias linhas de mesas de som. Vamos falar sobre as principais?

  • Linha Rivage PM: É a mais moderna linha digital da Yamaha. Na verdade, possui também um pré-amplificador híbrido, com uma seção analógica. Devido ao preço e às características de uso, é destinada a grandes estúdios e profissionais já consagrados.
  • Linha CL: Mesas de som digitais de alto nível de aperfeiçoamento, foi desenvolvida para uso em situações ao vivo. Permitem controle remoto e edição computadorizada, via computador ou iPad. É feita para profissionais e vendida sob encomenda.
  • Linha TF: Dentre as digitais, é a mais acessível para o público em geral. O nome vem de “TouchFlow”, um sistema desenvolvido para melhorias na operação da mesa. Pode ser usada tanto por engenheiros de som consagrados, como por iniciantes.
  • Linha MGP: É uma linha analógica extremamente versátil, que pode ser usada tanto de forma fixa em estúdio até em situações que precisam de portabilidade. Consegue atingir o máximo da modulação sonora e da equalização analógica. Pode ser usada por profissionais e iniciantes.
  • Linha EMX: Essa é a linha da Yamaha desenvolvida para quem precisa de portabilidade. Também é a mais simples, servindo como porta de entrada. Tem um bom uso de efeitos e equalizadores.

Comparamos os modelos na tabela abaixo:

Rivage PM CL TF MGP EMX
Quantidade de canais 120 a 144 48 a 72 40 a 48 24 a 32 8 a 12
Analógica ou digital Digital com algumas características analógicas Digital Digital Analógica Analógica
Faixa de preço Muito alta Muito alta Média a alta Média a alta Baixa a média
Recomendada para Profissionais estabelecidos e grandes estúdios Profissionais estabelecidos e grandes estúdios Iniciantes a profissionais estabelecidos Iniciantes a profissionais estabelecidos Pessoas que precisam de portabilidade com a mesa de som e profissionais de pequenos eventos

Para conhecer mais a linha EMX, a mais acessível de todas, selecionamos esse vídeo de apresentação da própria Yamaha:

Quanto custa e onde comprar uma mesa de som Yamaha?

O valor das mesas de som Yamaha varia muito. Nas linhas de topo, como a Rivage PM e a CL, ele passa das centenas de milhares de reais. Porém, você pode encontrar boas TF, MGP ou EMX por algo entre R$ 3.000 e R$ 10.000.

Lojas especializadas em instrumentos musicais e estúdios de som podem ser bons lugares para adquirir a sua mesa, mas recomendamos a compra pela internet. A Amazon brasileira é a melhor opção, seguida por Amazon internacional e Mercado Livre.

Critérios de Compra: O que considerar ao escolher a sua mesa de som Yamaha

É hora de falarmos de algumas questões técnicas! Você já deve saber qual mesa deseja comprar, mas ainda pode ter algumas dúvidas sobre certas especificações.

Não se preocupe! Selecionamos alguns critérios para maiores explicações. São eles:

  • Quantidade de canais
  • Efeitos e equalizadores
  • Tamanho

Abaixo, você descobre um pouco mais sobre esses três quesitos.

Quantidade de canais

Quantos aparelhos ou instrumentos você imagina que precisará ligar na sua mesa de som Yamaha?

É essa a importância da quantidade de canais. Existem os de entrada, que recebem o sinal de instrumentos musicais ou outros aparelhos e os gravam ou mixam, e os de saída, que levam esses sinais para computadores ou amplificadores.

Normalmente, não é necessário um número exagerado de canais, mas você precisa conhecer suas necessidades.

Efeitos e equalizadores

Um bom técnico de som sabe que não basta gravar, é preciso também tornar a qualidade do áudio a melhor possível. E nessa hora, contar com uma mesa que seja capaz de gerar bons efeitos e produzir equalização de alto nível é importante.

Preste atenção nas tecnologias e nas especificações de efeitos e equalizadores da mesa escolhida. Isso pode ser fundamental para que o seu produto final seja aprazível aos ouvidos!

Imagem mostra em close uma mesa de som.

Procure por mesas ricas em funções e possibilidades de efeitos. (Fonte: Ann H / Pexels)

Tamanho

Algumas mesas de som são desenhadas para ficarem em estúdio ou fixas em um lugar específico, outras são portáteis, podendo ser transportadas pelo profissional a eventos, turnês ou outros lugares nos quais seja preciso fazer uma gravação.

A linha mais portátil da Yamaha é a EMX.

Caso você precise levar a sua mesa a diversos lugares, é um modelo dessa linha que deve escolher. Além de serem de tamanho compacto, facilitando o transporte, também são mais robustos, aumentando a durabilidade.

(Fonte da imagem destacada: Timeface / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.