Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! No artigo de hoje vamos falar sobre mesa de som. Vamos listar as melhores do mercado atualmente para você, te explicar um pouco melhor sobre elas e te contar o que você precisa considerar na hora de comprar a sua.

A mesa de som (ou mixer) é um centro operacional de áudio. Ele recebe as diversas fontes sonoras como o som do microfone e de cada instrumento musical, que podem ser separadas, misturadas ou sofrer alterações de processamento.

Para quem está iniciando, o mixer pode assustar num primeiro momento por conta de todos os botões coloridos, displays, LEDs e dezenas de entradas e saídas. Mas nós simplificaremos tudo pra você.

Primeiro, o mais importante

  • Para se alcançar um ótimo resultado, é preciso aprender cada vez mais a usar todas as funcionalidades existentes, mas isso é completamente alcançável.
  • A primeira coisa a ser considerada antes de comprar uma mesa de som é quantos canais você precisará para gravar. Serão gravados apenas voz e violão, um microfone ou terão outros instrumentos?
  • Os preços de uma mesa de som podem variar muito, e as recomendáveis partem dos R$300 podendo custar acima dos R$3.000, dependendo do contexto em que será usada.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 5 melhores modelos de mesa de som

Precisando de uma mesa de som para equalizar as batidas e fazer uma festa sensacional? Aqui estão alguns dos melhores modelos do mercado. Com certeza você vai encontrar um que se encaixe em suas necessidades.

1º – Mesa de som Behringer Xenyx 802

A mesa de som Behringer Xenyx 802 possui quatro canais de entrada, sendo esses dois monos e dois estéreos, e um envio auxiliar pós-fader em cada canal. Ideal tanto para estúdio ou live, com este mixer você pode controlar todos os seus canais de áudio facilmente.

Para as fontes de entrada, ela possui dois pré-amplificadores de microfone Xenyx, dois canais estéreos de entrada duplas de ¼” e entradas e saídas de CD/fita com conexões RCA.

As saídas estão de ¼” estão prontas para mandar a mixagem aos monitores do sistema e estúdio. A mesa de som perfeita se você precisa de uma maneira fácil e eficiente de mixar o seu som!

2º – Mesa de som Ciclotron Wattsom AMBW 12

Uma mesa de som compacta e econômica, a AMBW 12 conta com entradas balanceadas e saída stereo master balanceada e flutuante.

O mixer ainda conta com entrada USB, controle remoto, entrada para pen drive ou micro cartão SD ou SDHC através de adaptador USB. Ela ainda dispõe de seleção por folders (pasta), processador de efeitos digital e 15 presets para microfone.

3º – Mesa de som Behringer Xenyx X2222 USB

A Behringer Xenyx X2222 USB com seus 22 canais, 8 saídas mono e 4 estéreo, livre de ruídos, resposta rápida superior e baixo consumo de energia, foi desenvolvida para performar bem em apresentações ao vivo e também te dar todas as ferramentas necessárias para você fazer gravações com uma sonoridade incrível de altíssima qualidade.

Oferecendo muita modernidade na questão da conectividade a computadores pessoais, suas interfaces de áudio/USB são embutidas e livres de qualquer inconveniente.

Ela também possui pré-amplificadores para microfones Xenyx, compressores de único potenciômetro para estúdio (em todos os canais mono) e software de gravação e edição. Com a série de mixers USB você pode construir sua própria carreira musical!

4º – Mesa de som JBL Proaudio SX 1202FX

Esta mesa de som da JBL, a queridinha das caixas de som portáteis, é a Proaudio SX 1202FX.

Com 16 canais, mixer de áudio estéreo e múltiplas conexões, possui ainda USB para player de mídia, controles de volume independentes, além de permitir combinar fontes de som de maneira a somá-las em um único sinal de saída.

5º – Mesa de som Ciclotron 4508

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Compacta e multifunção, esta mesa de som para P.A., monitor e gravação possui 32 canais de entrada, 4 canais submasters e 8 canais auxiliares.

Possui entrada USB para pen drive ou micro cartão SD ou SDHC, dois processadores de efeitos digitais para microfones, equalizador gráfico Stereo Master de 9 bandas, Sweep nos equalizadores dos canais de entrada mono, fonte de alimentação chaveada, Phantom Power e mais.

Com 28 canais balanceados de entrada mono (1 a 28), sendo que os canais de 5 a 28 fazem parte do Phantom Power Group e os canais de 1 a 4 não. É um equipamento profissional da mais alta qualidade, com tecnologia e recursos técnicos de última geração e super confiáveis.

Guia de Compra

Juntar todas as batidas, mixá-las, sincronizá-las, tornar tudo um só som, agradável para quem estiver no show ou na festa. Essa é a função da mesa de som, e se você está precisando de uma para comandar seus eventos, esse Guia de Compra vai responder perguntar que vão lhe ajudar a escolher o melhor modelo. Vamos nessa?

multidão curtindo show de música

Com uma mesa de som de qualidade e bem utilizada, seu público vai amar suas festas. (Fonte: Free-Photos / Pixabay)

O que é uma mesa de som e quais suas vantagens?

A mesa de som, chamada também de mixer ou console de áudio, é feita para captar todos os sinais de áudio que ela recebe e misturar tudo em uma coisa só. Mesmo sendo uma mesa digital, analógica, amplificada ou de som virtual, a função continua sendo a mesma: misturar todos os sons recebidos por ela.

A vantagem de uma mesa de som é poder tocar e gravar diversos tipos de sinais sonoros diferentes (como um microfone, um violão, uma guitarra, uma bateria, e por aí vai), tratando esses sons da maneira como você preferir – podendo processá-los de maneira individualizada – e mixá-los em um produto apenas.

Mesa de som analógica ou digital?

Os padrões mais comuns que se utilizam do ajuste da mesa são o nível (volume), o ganho (quantidade de amplificação), a equalização (grave, médio e agudo) e os efeitos (como o reverb).

Existe também a velha questão: analógico ou digital, qual é a melhor opção? Quando se trata desse assunto, raramente consegue-se chegar à uma resposta ou outra. Mas logo abaixo você pode ver as principais diferenças entre as duas e escolher a que mais se adapte às suas necessidades:

Analógica Digital
Voltagem Aceita a voltagem direto de um microfone ou caixa de entrada direta Faz a conversão da voltagem em um sinal digital
Controle Permite ter o controle nas mãos onde cada controlado afeta um parâmetro em particular Armazena fotografias da configuração do estado da mesa para um fácil recall
Efeitos Pode ter equalizadores dedicados e compressão embutida Variedade de efeitos incluídos no software
Tamanho Geralmente maiores pois têm faders dedicados, entradas e equalizadores para cada canal Compactas, pois são capazes de utilizar um conjunto de controles para vários canais
Som Som incorporado e definido Som tratado sob forma de bits

São diferentes funcionalidades com o mesmo objetivo. A principal diferença é que a mesa de som analógica possui uma voltagem direcionada por meio do seu circuito, e a mesa de som digital possui informações digitais do áudio.

O mixer analógico evoluiu, tornando algumas instalações mais práticas, convertendo as ondas puras em sinais digitais e criando assim um formato de mixer mais moderno.

Para que serve cada botão?

Outras funcionalidades que a mesa de som possui são todos aqueles botões que nos deparamos logo de cara e podem muito bem assustar à primeira vista. Mas não tema: vamos esclarecer o que são e pra que servem!

Close de uma mesa de som e seus controles.

Para um excelente resultado é necessário aprender a usar, cada vez mais, todas as funcionalidades existentes. (Fonte: Pexels / Pixabay)

Entradas

Os canais da mesa possuem duas possibilidades de conexão para cada um deles: uma com conector XLR para microfones, e outra com conector P10.

As entradas de microfone especificamente já vêm com pré-amplificador porque o sinal de áudio jogado é muito baixo, precisando um aumento até atingir um nível audível na mesa de som.

Channel strip

O channel strip é todo o caminho que um sinal de áudio percorre em um canal da mesa de som.

Durante esse caminho o sinal pode passar por diversos tipos de processamentos, como compressor, equalizador e mais. Abaixo você verá os controles que encontrará no channel strip.

Controle de ganho

Controla o quanto do sinal de áudio será pré-amplificado, podendo fazer a mesa ganhar mais ou menos desse sinal.

Equalizador

O sinal de áudio, que já passou pelo controle de ganho, dessa vez poderá ser modificado geralmente em três bandas diferentes: agudos, médios e graves, sendo um botão dedicado para cada um.

Cada botão desses determina o aumento ou a diminuição nessas determinadas faixas de frequências.

Filtro de high-pass ou botão de low cut

Feito para abrandar as frequências sub graves, é o ideal para evitar eliminar interferências graves na gravação, como barulhos de pisadas, batidas acidentais em pedestais de microfone e mais.

Loop de efeito ou FX Send

Controla o quanto de sinal de áudio vai ser enviado para a saída FX Send da mesa de som e para fora, geralmente para algum dispositivo processador de efeitos externo, onde é processado e volta para a mesa por outro canal através de uma entrada FX Return.

Inserção de efeito ou Insert

Não se faz presente em todas as mesas, mas muitas possuem uma conexão Insert em cada canal. Ele é uma conexão de duas vias estéreo, feita com cabos Y, onde por uma via também sai o áudio para o processador de efeitos e depois retorna através da segunda via.

Panorama ou Pan

Aqui é onde você direciona o áudio para o canal esquerdo ou direito da mesa, correspondendo também ao palco sonoro, onde você tem a possibilidade de trabalhar o estéreo do áudio. Com eles você pode trabalhar os instrumentos musicais para que sejam audíveis em determinados lados da música.

Volume

Neste controle em particular é regulado a quantidade de sinal que já foi processado por aquele channel strip que será dirigido para a saída principal ou Main Out. É nela que todos os canais da mesa já processados são misturados em um produto só.

Saída principal, saída Master ou Main Out

É este controle que joga o som da mesa para os conectores de saída, que por sua vez são conectados aos amplificadores de som ou caixas de som amplificadas.

Quanto custa?

Os fatores que mais influenciam a custo de mesas de som são a escolha do tipo – será digital ou analógica? -, e a quantidade de canais que você julga ser necessário.

Mesas de som custam de R$300 reais (analógicas com menos canais) a R$1.500 (analógicas e digitais com mais canais). Mesas profissionais, com grande quantidade de canais e funcionalidades, custam bem mais do que isso.

Onde comprar?

Você pode comprar mesa de som online através de sites como a Amazon brasileira e marketplaces como o eBay, as Americanas e o Mercado Livre.

Uma excelente ideia é usar comparadores de preços e ficar sempre de olho nas reviews dos usuários.

Existe também a opção de adquiri-la fisicamente em lojas como a Multisom, Magazine Luiza e no Extra, apesar de geralmente não haver muitos modelos disponíveis nessas lojas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de mesa de som

Aqui vamos lhe mostrar quais os critérios que você deve ter em mente quando chegar a hora de escolher a sua mesa de som. Com as dicas abaixo, será muito mais fácil decidir pela opção que se encaixa melhor em seus gostos e necessidades. Os fatores são:

  • Tipos de mesa de som
  • Marca
  • Canais
  • Efeitos
  • Subgrupos
  • Equalizadores
  • Phantom Power
  • Fones de ouvido

Tipos de mesa de som

Nos dias de hoje os consoles digitais evoluíram muito e surpreendem cada vez mais músicos e produtores, até mesmo os conservadores. Nos anos 90 as diferenças entre os tipos de mesa de som eram enormes, sendo a qualidade do som da clássica mesa analógica muito superior às mais modernas.

Mesa de som analógica

Presente em peso em estúdios profissionais ao redor do globo, a analógica pede por músicos melhores já que não é possível deixar tudo nas mãos do computador.

Muitos consumidores optam pela qualidade do som quente, natural e robusto que a mesa de som analógica te proporciona já que curtem controlar tudo com botões que regulam a intensidade do som.

Vantagens
  • Som robusto, quente e puro pela gravação em fita
  • Filtros analógicos são mais naturais que digitais, que precisam de diversos plugins para alcançar o som desejado
Desvantagens
  • Não aceita plugins para melhorar o som, o que na digital é oferecido
  • Não soa igual uma digital que apresenta efeitos bem parecidos em seus equalizadores

Mesa de som digital

A mesa de som digital, como já falamos aqui anteriormente, foi um grande passo tecnológico em questão de produção de áudio. O formato dela é mutável, e basta apenas o toque de um botão para você reconfigurar toda a mixagem.

Ela também é mais dinâmica e funcional já que é facilmente conectável a computadores e tablets, modelando e recriando com fidelidade sons naturais em digitais.

Vantagens
  • Práticas e compactas pois usam o mesmo conjunto de controles para vários canais
  • Possuem interface de áudio, facilitando a mixagem do som no computador
Desvantagens
  • O som não é tão natural e orgânico como das analógicas
  • É preciso uma interface com entrada ótica para receber o sinal da mesa, já que a saída dela é digital

Marca

Uma outra característica importante a ser observada quando o assunto é mesa de som, além do seu tipo, é a marca. Isso faz muita diferença já que as variações de marca para marca são bem significativas, então é preciso estar atento.

Marcas como Behringer, Wattsom, Mackie e Yamaha são garantias de som profissional e de alta qualidade.

Canais

Como dito anteriormente, um dos grandes critérios de compra de uma mesa de som é qual a sua necessidade mediante a compra. Você quer gravar sua banda? Controlar o som da igreja? Está montando um home studio?

O importante é pensar em quantos instrumentos e/ou microfones estão em jogo. Conte quantos sinais de áudio diferentes a mesa precisará dar entrada e escolha a quantidade de canais que sua mesa deverá ter a partir daí.

Mas fique atento: é sempre bom que exista uma folga para qualquer necessidade adicional. Então a conta é essa: se você possui uma banda e usa cinco microfones para gravar ou amplificar a bateria, dois para duas guitarras, outro para um baixo e dois outros para vocal e backing-vocal, já serão dez num total.

O ideal é comprar uma mesa de 12 canais para que você atenda suas necessidades e ainda sobre para algo adicional que surgir. A quantidade de canais que uma mesa de som possui também é um fator determinante de custo da mesa.

Efeitos

Efeitos, loops de efeitos ou “FX Sends” é a funcionalidade que te permite compartilhar o mesmo efeito para todos os canais (sinais de áudio diferentes recebidos) da mesa.

O som transformado fica navegando entre a mesa de som e o periférico, que pode ser um reverb. Então você gira o botão de acordo com o quanto quer afetar aquele canal com o efeito.

Essencial para quem grava voz, pois é necessário que o vocalista ouça a si mesmo e de maneira boa e clara. Por isso é ideal o controle completo do volume dos outros instrumentos e tudo fica ainda melhor possuindo um reverb.

Subgrupos

Super recomendados para os que possuem um home studio, os subgrupos são uma maneira de separar os canais da mesa… em subgrupos!

Com eles você pode formar grupos de canais à sua escolha e decidir o que fazer com eles. Como cada subgrupo tem o seu master, você não precisa editar um por vez.

Equalizadores

Com os equalizadores o sinal de áudio do canal pode ser transformado em bandas como agudos, médios e graves, então a mesa possui os botões que vão regular o ganho ou a atenuação em determinadas faixas de frequência.

Hoje, com a existência dos home studios e as gravações em HD eles deixaram de ser essenciais pois qualquer software de gravação pro vem com um equalizador.

Mas ainda assim existem situações em que ele ainda pode ser muito útil, como para cortar um subgrave indesejado ou ajustar alguma outra frequência. Ideal para quem grava bateria e gravações de outros instrumentos fora a guitarra, que geralmente já entra processada.

Phantom Power

O Phantom Power é o tipo de alimentação necessária para microfones condensadores.

Indicamos para todos aqueles que desejam gravar, no mínimo, profissionalmente, já que em gravações como essa microfones condensadores acabam se tornando indispensáveis.

Se por acaso você estiver de olho em alguma mesa que não possua Phantom Power, você ainda pode utilizar-se de um pré-amplificador já que a maioria deles possui esse tipo de alimentação.

Fones de ouvido

Mesmo que pareça supérfluo a iniciantes, um bom fone de ouvido é essencial para analisar e monitorar sem a interferência do som do ambiente. Considerados itens indispensáveis, não esqueça de observar isso em sua compra.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos / Pixabay)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
21 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX