Imagem capturada de cima do uso de um Macbook e uma mesa digitalizadora.
Ultima atualização: 28 de março de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

20Horas investidas

6Estudos avaliados

66Comentários coletados

Olá! Você está na ReviewBox Brasil e hoje nós vamos falar sobre mesa digitalizadora. Você sabe quais modelos poderá comprar sem erro? Ao longo desse guia queremos te ajudar com essa missão, garantindo sua satisfação com o produto.

A mesa digitalizadora, chamada também de mesa gráfica ou tablet, é como se fosse uma prancheta digital usada junto à uma caneta para substituir o mouse do computador em diversos trabalhos.

Mas não tema! Neste artigo iremos te ensinar tudo o que você precisa saber sobre essas mesas, como as vantagens, desvantagens, características e fatores de compra a serem observados. Vamos nessa?




Primeiro, o mais importante

  • Independente do seu nível de conhecimento de uso de uma mesa digitalizadora, sendo ele iniciante, intermediário ou profissional, existe uma mesa com as funcionalidades que você precisa e excelente custo benefício esperando por você.
  • Os preços podem variar de R$150 a R$2.000, isso de acordo com o tamanho e quantidade de recursos. Porém, as mais sofisticadas e profissionais podem ir dos R$4.000 a mais de R$20.000.
  • Uma mesa digitalizadora irá te dar maior controle e agilidade em seu fluxo de trabalho, além de interferir drasticamente no resultado final dos seus desenhos, pinturas, ilustrações ou manipulação de imagens.

Você também pode gostar:

Melhores mesas digitalizadoras: Nossas favoritas

A mesa digitalizadora mais aclamada

Extremamente bem avaliada pelos usuários na internet, a mesa digitalizadora Wacom One CTL472 com certeza está entre as melhores opções do mercado. Um dos destaques é seu tamanho, que ocupa pouco espaço em sua mesa de trabalho, mas ao mesmo tempo é suficiente para realizar as tarefas. Além disso, com o One by Wacom, a utilização do modelo se torna muito mais fácil. A tecnologia avançada traz muito controle e precisão à caneta.

Excelente mesa digitalizadora com Bluetooth

A Wacom Intuos criativa é outra mesa muito bem avaliada no mercado. Sua caneta é sensível à pressão de 4K, e a tela é fina e leve, para ser transportada facilmente. Tanto destros quanto canhotos podem utilizar o modelo, que é ao mesmo tempo prático e confortável. É compatível com computadores PC e Mac.

Ótima opção da Huion

Compatível com Windows e Mac, a mesa Inspiroy, da Huion, também é uma excelente opção. Com este modelo, é possível desenhar, pintar ou esboçar suavemente com precisão. O design compacto faz com que este modelo seja muito fácil de transportar. Esta mesa também é indicada para fazer cortes à mão. Já a interface micro USB auxiliar nas transmissão de dados rápida e eficaz.

Guia de Compra

Não importa se você quer uma mesa digitalizadora para trabalhar, ou se simplesmente é um apaixonado por desenho, existe a mesa gráfica certa para você. As opções são tantas que pode mesmo ser uma tarefa difícil compra uma sem ajuda.

Por isso fizemos esse guia. Dessa forma, ao fim desse artigo, você saberá escolher a melhor para sua necessidade.

O que é uma mesa digitalizadora e quais suas vantagens?

A mesa digitalizadora, também chamada de mesa gráfica ou tablet gráfico, é um equipamento eletrônico plano em formato de prancheta, utilizada junto à uma caneta também eletrônica que substitui o mouse em diversas atividades.

As canetas são utilizadas para desenhar, pintar ou ilustrar uma imagem sobre a superfície da mesma, sendo o desenho instantaneamente revelado na tela do computador e no programa que você estiver usando.

Com a manipulação da caneta do mesmo jeito que é feito com uma caneta normal, a mesa digitalizadora proporciona ao seu usuário um controle muito maior sobre o resultado, já que com ela você pode fazer coisas que o mouse não consegue.

Imagem de uma mesa digitalizadora com a caneta em cima ao lado de um Macbook.

A mesa digitalizadora é um equipamento eletrônico plano em formato de prancheta utilizada junto à uma caneta também eletrônica. (Fonte: PIX1861 / Pixabay)

As mesas digitalizadoras não se limitam apenas aos modelos que utilizam canetas, existem também as que você usa com o toque das mãos e dedos, e as que funcionam como tela de pintura interativa com monitor em conjunto.

Algumas dessas atividades consistem no tratamento de imagens, criação gráfica, ilustração e mais. Com ela você não desenha diretamente na mesa digitalizadora, pois ela é uma extensão de softwares gráficos como o Photoshop ou Illustrator.

A mesa digitalizadora é um instrumento muito útil, e se você trabalha com tratamento de imagens no Lightroom e no Photoshop o uso dela se torna praticamente fundamental.

Uma outra atividade se beneficia muito da mesa: o design. Muitos designers, principalmente os novatos de profissão, não sabem o que é uma mesa gráfica, e os que já sabem podem não compreender bem qual a sua finalidade.

Já os designers que entendem o que é uma mesa gráfica, podem não conseguir se decidir por uma que melhor se adequa às suas necessidades e objetivos de trabalho. O importante é entender que ela pode ser a grande amiga desse profissional.

Mas, com toda a certeza, a mesa digitalizadora não serve apenas para ele. Qualquer profissional criativo pode melhorar seu trabalho com seu uso.

E ao contrário do que se pensa, ela não serve somente para os que sabem desenhar. Projetistas, por exemplo, possuem maior rapidez nos comandos e conforto, já que não cansam o braço trabalhando muitas horas na frente do computador.

Imagem de uma mesa de trabalho com a mesa gráfica instalada.

Qualquer profissional minimamente criativo pode melhorar seu trabalho com o uso de uma mesa digitalizadora. (Fonte: stux / Pixabay)

Já para os ilustradores e pintores digitais, a mesa digitalizadora é obrigatória, pois é a interação com o computador que mais se assemelha ao ato de desenhar ou pintar.

Tratamento de imagens, recortes metódicos, edições específicas, pinturas digitais e outras várias atividades ficam mais fáceis de se praticar usando uma mesa digitalizadora.

Dentre fãs do equipamento estão designers gráficos, diretores de arte, fotógrafos, ilustradores e animadores, e os principais softwares usados em cada área são compatíveis com seus modelos específicos de mesa digitalizadora.

Além de falar um pouco sobre para quem ela pode ser destinada, vamos listar algumas vantagens e desvantagens de possuir uma mesa digitalizadora à mão logo abaixo:

Vantagens
  • Conforto para a sua mão, já que diferente do mouse ela é menos cansativa
  • Produtividade já que tudo fica muito mais ágil com a caneta
  • Precisão em diversas atividades que podem ser feitas à mão livre
Desvantagens
  • É um equipamento que as profissionais podem possuir um alto custo
  • Mesas digitalizadoras grandes podem ocupar muito espaço na mesa
  • Falta de coordenação do movimento da mão com a ação na tela no começo do uso

Falando em conforto, além de facilitar muito o trabalho, ela pode inclusive solucionar um problema do criativo que sofre de problemas com LER (Lesão por Esforço Repetitivo) causados pelo uso exagerado do mouse.

Seja como for, com a mesa digitalizadora você pode melhorar mais ainda o seu fluxo de trabalho, seja você um ilustrador, designer gráfico ou profissional de área criativa. Uma mesa digitalizadora, além do aumento da qualidade do trabalho, irá te ajudar a ganhar muito mais tempo de produção e controle sobre o resultado final do mesmo.

As diferenças que existem entre um trabalho artístico com o mouse, com o dedo e com uma caneta digital são discrepantes.

Mesa digitalizadora amadora ou profissional?

Quando o assunto é mesas digitalizadoras, você pode escolher entre duas categorias de mesas: as amadoras e as profissionais. Mas isso não quer dizer que você precisa optar por uma profissional só porque ela foi intitulada “profissional”.

Estas categorias servem mais para apontar a quantidade de funcionalidades e o tamanho das mesas digitalizadoras.

Por isso, o ideal é que você antes de optar por uma mesa digitalizadora em específico, considere o tamanho e a quantidade de recursos que você precisa dentre todos os disponíveis.

Antes de tomar uma decisão, analise o tipo de mesa que irá te satisfazer melhor. Avalie o que é mais importante para você além do tamanho e funcionalidades, como os recursos da caneta, a compatibilidade e o suporte do fabricante. Essa é a principal diferença entre elas.

O orçamento disponível para a compra da sua também deve ser levado em conta. Faça as contas do quanto pode investir nela e o retorno que você espera obter com a compra deste equipamento.

É interessante, caso você esteja planejando adquirir uma mesa digitalizadora de uma marca específica, confirmar se ela possui um suporte técnico no Brasil para que você não fique na mão caso ocorra algum problema.

Comprar uma mesa digitalizadora não te fará um melhor desenhista, mas é um ótimo incentivo para começar a aprender. Eventualmente quando você se acostumar a usá-la, será muito difícil voltar ao mouse para certas atividades.

Uma dica importante também é ter sempre atualizadas as versões dos drivers da mesa, que são sempre disponibilizadas nos sites oficiais das marcas. Confira as principais características das 2 categorias:

Mesa digitalizadora amadora Mesa digitalizadora profissional
Ideal para Para iniciantes, aficionados por desenho ou até mesmo estagiários Profissionais experientes da área
Recursos Oferecem recursos básicos, mas em geral suficientes para um ótimo desempenho São mais completas e têm mais funcionalidades
Preço Mais acessíveis Custam caro

Quanto custa?

Atualmente no mercado existem muitos modelos, de tamanhos e preços variados. As duas principais características determinantes de preço numa mesa digitalizadora é seu tamanho e sua variedade de recursos.

O fato de que marcas desconhecidas com preços muito abaixo da média terão qualidade inferior será sempre uma máxima, e isso também vale para mesa digitalizadoras. Você pode se deparar com acabamento do produto e precisão ruins.

Uma mesa digitalizadora profissional pode custar caro, e para quem está começando e não possui o investimento necessário para dar em um equipamento mais robusto e moderno, pode sem dúvidas optar por uma mesa mais barata.

Ela realizará aproximadamente o mesmo trabalho, e é possível observar uma qualidade de trabalho tão boa quanto nos trabalhos feitos em modelos profissionais e muito mais caros.

Uma mesa digitalizadora pode custar de R$250, como as de nível iniciante, a mais de R$25.000, como as profissionais. Além das iniciantes e profissionais, existem também muitas mesas digitalizadoras de nível intermediário.

Você com certeza encontrará um modelo com excelente custo-benefício que se adeque às suas necessidades, tanto em lojas físicas perto de você quanto online, lembrando-se de consultar comparadores de preços nesse caso.

Onde comprar?

Você pode adquirir a sua mesa digitalizadora em uma loja de eletrônicos mais completa e que ofereça uma maior variedade de produtos da sua cidade.

Existem mais algumas opções para você realizar sua compra fisicamente, como em lojas de departamentos como a Americanas, o Extra, as Casas Bahia e o Ponto Frio. Você pode encontrar até em supermercados como o Carrefour.

Já se você não quiser se deslocar e preferir comprar do conforto da sua casa, com o tempo que você precisar para pesquisar e comparar preços, pode encontrar uma mesa digitalizadora nos sites das lojas de departamento que já citamos, por exemplo.

Além disso, marketplaces como Amazon, Mercado Livre e o eBay também possuem este tipo de produto.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos da mesa digitalizadora

Agora vamos repassar, um a um, os principais e mais importantes critérios que você deve observar antes de adquirir a sua mesa digitalizadora. Atente-se à estas características e você com certeza estará no caminho para uma compra segura e satisfatória. São elas:

  • Nível de conhecimento
  • Finalidade
  • Tamanho e Resolução
  • Nível de pressão

Nível de conhecimento

Se você é um iniciante na arte e está aprendendo a desenhar e pintar, uma mesa simples apenas com a funcionalidade da caneta pode ser o suficiente.

Isso não quer dizer que por possuir apenas uma funcionalidade ela é ruim, muito pelo contrário: mesas digitalizadoras iniciantes apenas com a função caneta podem entregar os mais diversos níveis de pressão e botões personalizáveis.

Nesse nível de aprendizado você pode encontrar diversos modelos com excelente custo-benefício.

Já para os que já entendem um pouco mais, mesas digitalizadoras de nível intermediário com mais funcionalidades é uma boa pedida. Elas podem possuir o touch que permitem ampliar, rotacionar ou mudar o enquadramento da tela.

Imagem de pessoa trabalhando manipulação de imagem com a mesa digitalizadora.

Para os profissionais de plantão, as funcionalidades e vantagens podem ser muitas. (Fonte: Negative Space / Pexels)

O preço pode acabar dobrando ao investir numa mesa maior e com algumas funcionalidades além, mas se você precisa usá-la para o trabalho e é possível algum retorno financeiro, pode mesmo valer a pena investir.

Além da função de touch, atalhos podem vir em conjunto e mudam de acordo com a sua preferência. Existem usuários que preferem utilizar os atalhos da mesa e a função touch, mas existem aqueles que preferem usar somente a caneta e os atalhos do teclado.

Para os profissionais de plantão, as funcionalidades e vantagens podem ser muitas. Com essas mesas digitalizadoras ou displays interativos você pode expressar seu traço com variações ainda mais sutis.

Com algumas delas você pode trabalhar com as duas mãos, desenhando e pintando com a caneta e utilizando os botões de suporte na outra, como o aplicando zoom, deslocando e girando a tela.

Você também pode configurar atalhos convenientes das ferramentas que você utiliza em excesso todos os dias, como o Photoshop, Illustrator ou qualquer outro software. Além disso, nas mesas digitalizadoras profissionais a resolução da tela também costuma ser maior e de altíssima qualidade.

Finalidade

Para quem é do desenho, ilustração e pintura digital, uma mesa digitalizadora acaba se tornando item essencial, pois é praticamente a versão digital do papel e pincel, ou do ato de desenhar e pintar.

Para essa finalidade você precisa de uma tela de acordo com o tamanho do seu monitor, com uma boa resolução, interatividade e canetas com excelente sensibilidade de pressão.

Para os que trabalham com manipulação, tratamento e edição de imagens, uma mesa digitalizadora os proporciona mais eficiência e naturalidade em máscaras, retoques e pinturas.

Uma caneta com bastante sensibilidade de pressão poderá se beneficiar muito das mais diversas tarefas mais comuns do Adobe Photoshop e Illustrator.

Para a entrega de trabalhos em prazos apertados de um designer gráfico, por exemplo, precisão e controle do começo até a entrega final é uma das grandes vantagens de adquirir sua mesa digitalizadora nesse caso.

Um fluxo de trabalho eficiente e simplificado, junto à uma mesa digitalizadora sensível à pressão farão com que tudo fique muito fluido, natural e preciso.

Algo muito importante, que no final acaba distinguindo qual modelo entre níveis iniciantes, intermediários e profissionais você deverá adquirir, é o software que vêm compatíveis com a sua finalidade de trabalho.

Imagem de um homem com uma fotografia impressa na mão em frente à sua estação de trabalho.

Para os que trabalham com manipulação, tratamento e edição de imagens, uma mesa digitalizadora os proporciona mais eficiência e naturalidade. (Fonte: rwapixel.com / Pexels)

Tamanho e Resolução

O tamanho da tela, como a dica geral manda, é uma compatível com o tamanho do seu monitor. Mas, se a finalidade da sua mesa digitalizadora será o tratamento de imagens, provável que deva ser a pequena, pois você pode acabar perdendo produtividade devido a um exagero de tamanho.

Médios ou pequenos portes de mesas são o ideal para estudantes, entusiastas ou para os que precisam fazer trabalhos ou retoques mais simples.

Quando o assunto é resolução, elas normalmente ficam entre 1.000 e 5.000 LPIs (lines per inches, ou linhas por polegadas), mas prefira mesas digitalizadoras com pelo menos 2.048 LPIs.

Imagem de uma mesa digitalizadora com sua caneta em cima e um bloco de notas ao lado.

Seja o trabalho amador ou profissional, o interessante é optar pela melhor mesa gráfica de acordo com a finalidade, nível de conhecimento e tamanho. (Fonte: 2102003 / Pixabay)

Nível de pressão

Os níveis de pressão são as medidas de sensibilidade da mesa ao registrar os níveis de força usados na caneta. Essa sensibilidade determina se a caneta é próxima de um pincel de verdade.

Modelos mais acessíveis possuem por volta dos 512 níveis, e alguns mais caros possuem por volta dos 1.024 níveis. Isso indica se você vai precisar, ou não, pressionar a caneta com mais força.

Seja o trabalho amador ou profissional, o interessante é optar pela melhor mesa gráfica de acordo com a finalidade, nível de conhecimento e tamanho. A ideal para você é aquela que seja eficiente e que você consiga manusear, além da melhor opção para o seu bolso.

(Fonte da imagem destacada: lukasbieri / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Gabriel Fernandes Analista de Rede
Entender cada detalhe do funcionamento dos computadores e da internet e utilizar esse conhecimento para tornar o dia a dia mais prático para si e seus cliente é o grande objetivo de Gabriel. Analista de rede, divide seu tempo entre o trabalho fixo e a pesquisa e redação de artigos online sobre o que há de mais inovador no universo da informática.