Menino em frente a um microfone gritando.

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Nos próximos parágrafos, você vai ficar por dentro de quais são os melhores modelos de microfone disponíveis no mercado. Aqui você vai saber quais são as diferenças entre os produtos para fazer a melhor compra.

Houve um tempo em que o microfone era um equipamento utilizado apenas por profissionais da área de comunicação ou então da música. Quem não fosse cantor, ou então um apresentador de rádio ou TV, dificilmente precisaria de um.

Só que as coisas mudaram e muito nos últimos tempos. Com o avanço e a popularização da internet, cada vez mais gente pode se comunicar e transmitir conteúdo de áudio e vídeo.

Então, se você está em busca do melhor microfone para comprar, continue lendo para saber suas vantagens, preços e critérios que qualificam o produto ideal.

Primeiro, o mais importante

  • Um microfone pode ser unidirecional, bidirecional e omnidirecional. Cada um deles é mais adequado para um tipo de uso.
  • Outra classificação importante dos microfones é quanto à sensibilidade de captação: dinâmico ou capacitador.
  • Os preços podem variar muito. Para essa seleção, escolhemos produtos que proporcionam uma boa captação e podem ser usados tanto por profissionais como por amadores. O valor varia entre R$ 40 e R$ 300.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 6 melhores microfones

Um “simples” microfone pode melhorar a qualidade de vídeos de todos os tipos. E para que você tenha esse benefício, listamos os melhores do mercado para que você possa escolher aquele que mais atenda suas necessidades e que caiba no seu bolso.

1º – Microfone Sony Ecm-cs3

O microfone da Sony é discreto e pequeno. Trata-se de um modelo omnidirecional. Isso significa que ele é capaz de captar o som emitido em todas as direções. Dessa forma, são captadas vozes vindas de qualquer ângulo.

Esse equipamento conta com um clip rotativo. Ele fica praticamente imperceptível quando preso em cabos de fone ou roupas. Entre as possibilidades de uso estão: chamadas do tipo VoIP, jogos online, entrevistas, reuniões e palestras.

2º – Microfone Condensador Profissional

Este microfone tem ampla resposta de frequência e alta potência. Por ser do tipo condensador, é mais recomendado para gravações em ambientes internos, pois é muito sensível e capta todos os tipos de áudio.

O som gravado é alto, vibrante e claro. O equipamento é portátil e pode ser transportado de forma fácil. Tem plug de entrada de 3,5 mm. Por ser mais voltado a produções profissionais, não funciona com celular e tablets.

3º – Microfone de Lapela

Uma das principais características deste microfone de lapela da Audio-Technica é sua alta compatibilidade. Ele é voltado para o uso com smartphones e câmeras.

O microfone vem com um adaptador de telefones que é reconhecido tanto por dispositivos Android quanto por Iphones. Esse produto possui um condensador omnidirecional que traz como resultado uma precisa reprodução de voz.

Review em Vídeo

4º – Microfone Dinâmico Akg

Esse microfone é do tipo dinâmico, ou seja, são menos sensíveis e mais resistentes. São voltados principalmente para uso musical. Possui padrão polar cardióide, que faz captação pela parte da frente e reduz barulhos indesejados e microfonias.

O microfone da Akg conta com bastão de metal e conector XLR banhado a ouro. Essa característica possibilita uma maior durabilidade e resistência a corrosões.

5º – Microfone Mini Stéreo

Esse modelo é compatível com diversos dispositivos de gravação digital, como celulares Android e Iphone. Tem um modelo de plug direto que não exige qualquer cabo de alimentação ou bateria adicional.

O equipamento é do tipo condensador unidirecional, ou seja, o som que está a frente do microfone será captado sem ruídos. O microfone é compacto e leve. Pesa apenas 10 gramas.

6º – Microfone profissional de estúdio

Este modelo de microfone da Novik tem como diferencial sua conexão USB. Com ela, a configuração é rápida e simples em diversos dispositivos que possuam sistema operacional Windows, OSX, Linux e Mac.

É indicado para ser usado em estúdios profissionais e também para profissionalizar a gravação do áudio em plataformas como Youtube, Facebook ou Vimeo.

O microfone foi projetado para uso em diversas situações em que se quer um áudio com captação clara e baixa distorção. Esse produto acompanha um tripé para uso em cima da mesa.

Guia de Compra

Você viu acima os melhores modelos de microfone no mercado, e de variados tipos. E pode ter surgido a dúvida sobre qual deles é o ideal para você. Nós vamos te ajudar a encontrar essa resposta ao longo desse Guia de Compra.

Para isso, basta seguir conosco. O artigo está recheado de informações indispensáveis.

Menina cantando com microfone na mão e fones de ouvido.

Microfones podem ser usados para vários usos diferentes. (Fonte: PublicDomainPictures / Pixabay)

Por que comprar um microfone?

A produção de áudio e vídeo na internet tem aumentado de forma impressionante nos últimos tempos. Uma pesquisa feita pelo Google mostrou que no Brasil o consumo de vídeo cresceu 90% em 3 anos.

Grande parte desse conteúdo é produzida por pessoas comuns, que não são necessariamente profissionais da área de comunicação. Alguns canais de vídeo no Youtube, por exemplo, têm milhões de seguidores.

Um dado divulgado recentemente aponta que, em um único dia, mais de 1 bilhão de horas de vídeo são assistidas no Youtube. Para uma única pessoa assistir a tudo isso, seriam necessários pelo menos 100 mil anos.

Para fazer um vídeo que bombe nas redes, não basta apenas ter boas imagens, com alta definição. Também é importante que o som seja qualidade. É que um áudio ruim pode atrapalhar todo o conteúdo que foi produzido.

Quem é que aguenta ficar assistindo algo que tem muito chiado ou então um som incompreensível? Para melhorar esse aspecto dos vídeos, uma solução é ter um microfone adequado.

Microfones funcionam captando o som e o transformando em um sinal elétrico, que na sequência é processado e amplificado.

Muita gente pode até achar que ter um equipamento desses é desnecessário. Afinal, as câmeras e até mesmo os celulares já possuem um microfone integrado que é capaz de gravar os sons.

Só quem pensa isso está cometendo um grande erro. Um vídeo com áudio ruim pode afugentar os espectadores e acabar com as chances do seu conteúdo ser visto. Investir em um microfone pode valer a pena.

Qual a importância do som em vídeos e músicas?

O som tem papel fundamental nos vídeos que assistimos e mais ainda nas músicas que escutamos. Caso o som seja ruim, certamente o espectador não vai chegar até o fim da mídia, mesmo que a imagem esteja com qualidade no caso dos vídeos.

Isso porque os ouvidos do ser humano são seletivos e bastante sensíveis. Assim, qualquer barulho que não faça parte do conteúdo do seu vídeo ou música, vai atrapalhar, seja ele um chiado, um baixo volume ou algum outro ruído.

foco

Você sabia que, de acordo com cientistas sociais, ruído é qualquer elemento que atrapalha o processo de comunicação, ou seja, que interfere na transmissão de uma mensagem entre um emissor e receptor? Os microfones podem ajudar a eliminar os ruídos físicos, como chiados, zumbidos e interferências.

Para evitar perder a atenção de quem está assistindo, é fundamental evitar esses sons que incomodam. Por isso um microfone pode trazer tantas vantagens para quem pretende fazer qualquer tipo de vídeo.

Câmeras e celulares contam com microfones em seus próprios sistemas, mas como são equipamentos simples, muitas vezes não são capazes de atender a todas as necessidades.

Com isso, percebemos que um microfone pode ser bastante vantajoso, pois reproduz com mais qualidade o áudio captado e pode deixar suas produções mais profissionais.

Microfone antigo em detalhe, com rádio ao fundo.

O microfone foi inventado em 4 de março de 1877 pelo alemão Emilie Berninder. (Fonte: Gratisography / Pexels)

Quais os diferentes tipos de captação de um microfone?

Nem todos os microfones são iguais. Eles têm diferenças bem importantes e que vão fazer a diferença na hora em que você for usá-los.

Uma das características que diferencia um microfone do outro é a forma como ele consegue captar os sons que estão ao seu redor. Em outras palavras, é em qual direção o produto pode ou não gravar o áudio.

Um microfone, em geral, pode ser unidirecional, bidirecional ou omnidirecional. Vamos explicar cada um deles.

  • Microfone unidirecional: Como o nome diz, é capaz de gravar o som que vem de apenas uma direção, em geral, da frente. Ele não grava som ambiente. Eles podem ser subdivididos ainda em cardióides, supercardióides e hipercardióides. Cada um deles tem um nível de sensibilidade maior ao som.
  • Microfone bidirecional: Conseguem captar sons que vêm pela frente e também pela parte de trás, deixando os sons laterais de fora. O uso é útil principalmente quando se quer gravar duas pessoas conversando.
  • Microfone omnidirecional: São capazes de fazer a captação do áudio em 360 graus. Todos os sons que estiverem ao redor podem ser gravados. O uso se dá principalmente em shows e apresentações artísticas.
foco

Você sabia que o microfone foi criado em 4 de março de 1877?

O alemão naturalizado americano, Emilie Berninder foi o responsável. Alexandre Graham Bell se impressionou com a invenção e comprou a patente.

Na sequência, Graham Bell adaptou o equipamento e o tornou funcional. O microfone acabou servindo como base para a invenção do telefone, do rádio e da TV.

O que é a sensibilidade de captação do microfone?

Além do tipo de captação, os microfones têm sensibilidades de captação diferenciadas. Alguns são mais “duros”, outros mais “macios”. Eles podem ser divididos em dinâmicos ou condensadores.

O tipo dinâmico é considerado duro e, portanto, menos sensível. Com ele, é possível captar sons muito graves ou muito altos. Em geral, captam o áudio mais próximo e excluem aqueles que estão mais distantes.

Esse tipo é também mais resistente a quedas e é bastante versátil. Uma desvantagem é o menor nível de detalhamento do áudio gravado.

Já o tipo condensador mostra mais detalhes do som, é considerado macio. A captação é considerada, portanto, mais sensível. Eles são mais caros e não tão resistentes como o outro tipo. Compare os dois modelos:

Microfone Dinâmico Microfone Condensador
Resistência Mais resistentes a impactos Menos resistentes a impactos, mais frágeis
Detalhe de som Mais resistente a impactos Menos resistente a impactos
Vantagem Mais adaptáveis a variações de som Áudio mais limpo
Custo Preços mais caros Preços mais baixos
Indicação Voltado a gravações externas e internas voltado a gravações internas

Quanto custa?

Microfones são equipamentos que podem ser inseridos em diversas faixas de preço. Há modelos de microfones que podem ultrapassar os R$ 10.000. Mas esses são voltados para uso exclusivamente profissional.

Nesse artigo, você microfones que variam entre R$ 40 e R$ 300. Nessa faixa, é possível ter produtos de qualidade, que permitem uma boa captação de áudio tanto para uso doméstico quanto para uso profissional.

Onde comprar?

Microfone é um tipo de produto que pode ser encontrado principalmente em lojas voltadas para produtos de áudio e vídeo. Na internet, você vai encontrar mais opções. O produto está disponível nas principais lojas de varejo como Amazon, Americanas, Carrefour e Submarino.

Microfone em detalhe, fundo desfocado.

Microfones podem ser unidirecionais, bidirecionais ou omnidirecionais. (Fonte: Rafabendo / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de microfone

Já decidiu que precisa de um microfone? Então chegou a hora de analisar todos os detalhes antes de efetuar sua compra. Desse jeito, você faz o melhor uso do seu dinheiro.

Quando você for escolher qual microfone vai levar para casa, leve em conta os seguintes pontos:

  • Uso
  • Compatibilidade com outros equipamentos
  • Frequência
  • Mobilidade

Vamos falar um pouco de cada um deles na sequência.

Uso

Cada microfone tem uma característica diferente. Como já falamos, o tipo de captação e também a sensibilidade variam de modelo para modelo. Dessa forma, para que você compre o produto que vai se adequar as suas necessidades, é fundamental ter bem claro o que se pretende fazer com o microfone.

O microfone ideal vai depender de qual será o uso principal. Para cada necessidade, um microfone é o mais indicado.

Caso você vá fazer uma gravação em ambiente externo ou em ocasiões em que há bastante ruído, um microfone de lapela pode ser o ideal.

Como esse tipo de microfone fica mais próximo da boca de quem está falando, o aparelho capta principalmente a voz e pouco do som ambiente. Esse tipo de aparelho pode ter fio ou não. Microfones de lapela são pequenos e discretos.

Já um microfone direcional tradicional, sem ser de lapela, capta som somente na direção para qual está sendo apontado. Ele é usado em diversos tipos de gravação, tanto com suporte quanto com alguém o manuseando.

Microfone com suporte ao lado de um notebook.

Microfone adequado pode melhorar a qualidades dos produtos audiovisuais. (Fonte: samer daboul / Pexels)

Esse tipo de microfone pode ser usado tanto para gravações internas como externas. Nas duas ocasiões, sons próximos e distantes poderão ser captados.

Os microfones condensadores, por último, são voltados ao uso interno em ambientes mais parecidos possível com um estúdio. Isso porque eles são bastante sensíveis e tem capacidade de captação.

Também exige o uso de um tipo de alimentação conhecido como Phantom Power. Trata-se uma caixa de som ou equipamento do tipo que alimenta o microfone com voltagem adequada.

Nesses casos, o microfone deve ser conectado antes da fonte de energia ser ligada para evitar que algum aparelho queime.

Compatibilidade com outros equipamentos

Hoje em dia, qualquer um pode ser um produtor de vídeo. As câmeras ficaram mais baratas e os smartphones têm cada vez mais recursos. Quem quer melhorar a qualidade do áudio dos vídeos com um microfone, deve ficar atento se o modelo escolhido é compatível com seus outros equipamentos.

É que nem todos eles, por exemplo, são capazes de se conectar um telefone. Alguns só possuem conexão própria para microfone, como p2 ou p10. Uma forma de evitar esse problema é contar com a ajuda de um adaptador desse tipo de porta.

Outra alternativa é optar por um microfone com entrada USB. Esse é um bom tipo de solução principalmente para quem grava vídeos na frente de um computador. É o caso de muitos vloggers e youtubers.

Frequência

Nesse caso, mais uma vez, é fundamental que você saiba qual será o uso do microfone. Avalie se a frequência que o equipamento capta é a recomendada. Isso ocorre porque um microfone não precisa ser capaz de captar todas as frequências ouvidas pelo ser humano.

Quem estiver procurando um produto que capte os sons emitidos por instrumentos musicais, por exemplo, deve pesquisar sobre a que frequência o som é emitido. Como os instrumentos musicais têm frequências já definidas, o microfone usado para gravar deve ser capaz de captar essas frequências sonoras.

O bumbo de bateria não apresenta frequências agudas, portanto, temos que usar um microfone que tenha boa resposta de sons graves, por exemplo.

Mobilidade

Especialmente falando dos microfones tradicionais, aqueles usados no palco, os microfones podem ter fio, e assim serem ligados diretamente no aparelho como uma caixa de som ou mesa, ou ainda sem fio.

O microfone sem fio possui uma bateria, mas oferece uma maior liberdade de se movimentar. Ele transforma o som captado em sinal elétrico. Já o microfone com fio, oferece um controle maior de som. Sem contar que geralmente são as versões mais baratas.

Ambos apresentam vantagens e desvantagens, coloque na ponta do lápis e avalie isso antes de escolher o seu.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Os redatores do portal REVIEWBOX pesquisam e escrevem artigos informativos de alta qualidade sobre os mais variados produtos e assuntos.