Dois aviões voando.
Ultima atualização: 1 de dezembro de 2019

Como escolhemos

8Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

55Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você sempre se pergunta como os seus amigos conseguem viajar pagando menos ou como ter acesso a tantos descontos em passagens de avião e em outros produtos e serviços, você veio ao local certo. Hoje vamos desvendar o universo das milhas aéreas.

O programa de milhagem é de fato uma forma supereficiente para conseguir passagens aéreas pagando pouco ou quase nada. E, em alguns casos, ainda é possível ter benefícios em outros tipos de serviços. A seguir, vamos mostrar para você como escolher o melhor programa para acumular milhas aéreas.




Primeiro, o mais importante

  • Existem diversas formas de acumular milhas aéreas, seja por meio de programas de companhias aéreas, seja realizando compras com o seu cartão de crédito.
  • Mas se você quer tirar o máximo de vantagem, vale analisar qual o melhor programa de fidelização antes de se associar.
  • Cada programa de milhas aéreas tem características que podem fazer a diferença no seu dia a dia.

Você também pode gostar:

Melhores milhas aéreas: O programa ideal para cada ocasião

O programa com maior opções de voos internacionais

Com o programa Multiplus da Latam você acumula milhas aéreas conforme o valor gasto com a passagem e pode usar em voos para Europa, Estados Unidos, América do Sul e África do Sul. Além disso, o Multiplus também conta com parcerias com operadoras de cartões de crédito de vários bancos, lojas de departamento que fazem vendas online, sites de viagens e etc.

O ideal para quem quer versatilidade

O Smiles é o programa de milhas aéreas da GOL. Quando você voa dentro do Brasil, você acumula entre 1 e 3 milhas a cada R$ 1 gasto com a passagem; para voos internacionais, o acúmulo é de 1.000 milhas por trecho para América do Sul, 3.000 milhas para América Central ou Caribe e 5.000 para América do Norte. Além do resgate de passagens, você terá benefícios com outros produtos e serviços.

A melhor opção para quem viaja pelo Brasil

O programa de vantagens TudoAzul da cia aérea Azul permite que você acumule entre 1 e 6 pontos a cada R$ 1 gasto com passagens. Com o acúmulo de milhas aéreas, você pode resgatar passagens na Azul para mais de 100 destinos no Brasil. Além disso, o programa garante vantagens com operadoras e bancos de cartão de crédito, lojas online, sites de viagens, entre outros.

Guia de Inscrição: Tudo o que você precisa saber sobre milhas aéreas

Acumular milhas aéreas e trocar por passagens de avião. É o que todo mundo quer, certo? Mas você sabe como isso acontece, quais são as contrapartidas e o que está por trás desse processo?

Para você que ainda tem dúvidas sobre o universo das milhas aéreas, nós criamos esse Guia de Compra. A partir daqui você vai encontrar as principais informações sobre esse tipo de programa.

Pessoa sentada na sala de embarque de aeroporto.

As milhas aéreas podem ser usadas para voar mais e com mais conforto. (Fonte: VanveenJF/Unsplash.com)

Milhas aéreas: O que são e como funcionam?

As milhas aéreas são pontos que você acumula a cada vez que viaja em uma companhia área. Funciona assim: Cada cia aérea conta com programas de fidelização, em que o participante acumula milhas (pontos ou créditos) cada vez que viaja em um voo da empresa.

Para tanto, basta que você se associe ao programe e sempre informe o seu número de cadastro quando fizer o check-in.

E o que está por traz desse benefício? É simples. As empresas tem esse tipo de programa para manter a sua fidelidade a ela. Ou seja, oferecer milhas aéreas é uma estratégia das companhias aéreas para fazer com que você continue comprando e utilizando os serviços dela e não da concorrência.

Visão interna de um avião com passageiros.

Milhas aéreas são pontos acumulados que podem ser usados para comprar passagens e outros produtos e serviços. (Fonte: ty_yang/Pixabay.com)

Não à toa, hoje em dia todas as companhias aéreas contam com programas de acúmulo de milhas aéreas. E o bom é que você não precisa se esforçar para ter esses benefícios. O segredo é saber como e onde pesquisar, e se organizar.

Como acumular milhas aéreas?

Com a popularização desse tipo de programa, hoje em dia existem outras formas de acumular as milhas aéreas que não apenas comprando uma passagem e voando.

Para você entender como esse processo é simples e fácil, reunimos a seguir uma lista que mostrar as principais maneiras de acumular milhas aéreas. Veja:

  • Voando: Quando você está cadastrado no programa de fidelização da cia aérea, quanto mais você viaja pela companhia, mais milhas você vai acumular. Mas a quantidade de pontos adquiridos varia de acordo com a tarifa da passagem.
  • Redes parceiras: Muitas empresas criaram clubes de vantagens que, a cada compra, oferece pontos. Esses pontos também podem ser trocados por passagens aéreas de cias parceiras e por produtos em farmácias, lojas virtuais, entre outros.
  • Clube de milhas: Atualmente as companhias aéreas possuem também o clube de milhas. Nele você paga uma mensalidade que dá direito a uma determinada quantidade de pontos ou milhas a cada mês.
  • Cartão de crédito: Uma das maneiras mais fáceis de acumular milhas aéreas é utilizando o seu cartão de crédito. Os pontos acumulados a cada compra podem, depois, ser transferidos para a conta do programa de fidelidade da cia aérea de sua escolha.

O que fazer com as milhas aéreas?

Não raro as pessoas acumulam muitas milhas aéreas, mas não sabem o que fazer com elas. O resultado é que essas milhas acabam expirando, e os benefícios e vantagens não são aproveitados.

E ainda que a opção mais óbvia seja utilizar as milhas aéreas para trocar por passagens de avião, você verá a seguir que existem muitas outras possibilidades de utilizar esses pontos acumulados. Veja:

  • Benefícios nos voos: Dependendo da quantidade de milhas aéreas que você tiver você pode trocar sua passagem da classe econômica para voar na primeira classe do avião. Além disso, é possível usar as milhas para ter acesso à sala vip ou escolher um assento com mais espaço no voo.
  • Fazer mais viagens: Como vimos, é possível usar as milhas aéreas na troca por uma passagem aérea ou no pagamento de uma parte do bilhete, caso a pontuação não seja suficiente.
  • Hospedagem: Sim, hotéis credenciados nos programas de milhagem também aceitam milhas aéreas como forma de pagamento das diárias.
  • Estacionamento e táxis: Você também pode usar suas milhas aéreas para pagar o estacionamento de aeroportos ou até mesmo corridas de táxi, contanto que eles sejam conveniados do seu programa de milhagem.
  • Vender: As milhas aéreas também podem ser vendidas. Para tanto, procure empresas sérias e com recomendação de outros usuários.

Como usar as milhas aéreas para comprar passagens de avião?

Isso vai depender da forma como você acumulou os pontos. Por exemplo, se os pontos estão em seu cartão de crédito você precisará de planejamento prévio, já que será preciso transferir os pontos para a companhia aérea.

E o fato é que essa transferência de milhas do seu banco para a cia aérea, que pode ser feita pela internet ou por telefone, pode levar até uma semana para ser concluída. Por isso, organize-se.

Mulher em pé olhando monitor com voos no aeroporto.

É simples trocar as milhas aéreas por passagens, mas é preciso planejamento. (Fonte: JESHOOTS-com/Pixabay.com )

Se as milhas aéreas foram acumuladas em um programa de fidelidade de uma empresa aérea, basta entrar no site da companhia, pesquisar pelos bilhetes e efetuar a “compra” utilizando as milhas.

Caso o seu saldo de milhas aéreas não seja suficiente, a maior parte dos programas permite que você pague uma parte do valor em dinheiro.

foco

Você sabia que é possível resgatar milhas aéreas de voos antigos?

Caso você tenha viajado de avião, mas tenha esquecido de creditar suas milhas, você pode pedir o resgate.

Mas fique atento pois o prazo para fazer esse pedido varia de acordo com a empresa. Em geral, você pode pedir as milhas aéreas retroativas entre 5 e 6 meses após o voo.

É possível transferir as milhas aéreas de um programa para outro?

Infelizmente, não. Ainda não é possível transferir as suas milhas aéreas de um programa de milhagem para outro.

Por outro lado, se você acumula milhas aéreas em uma determinada cia aérea, você poderá emitir passagens de outras companhias que tenham acordo com ela. Para tanto, basta usar o atendimento telefônico ou o site do seu programa de milhagens.

Quais as vantagens e desvantagens das milhas aéreas?

É inegável que as milhas aéreas são vantajosas. Afinal, você não precisa mudar em nada a sua rotina para acumular esses pontos e depois desfrutar dos benefícios.

Você tem a possibilidade de acumular milhas aéreas sem esforço.

O fato é que, seja ao comprar produtos utilizando o seu cartão de crédito, seja comprando passagens aéreas, você tem a possibilidade de acumular milhas aéreas sem esforço. Ao acumular a quantidade necessária, basta trocá-las, seja por outras passagens, seja por serviço, vantagens e produtos.

Mas, ainda assim, existem desvantagens quando tratamos de milhas aéreas. Uma delas é que podem ocorrer mudanças nas regras dos programas, o que pode alterar a forma de acumular milhas e de trocá-las por passagens e produtos.

Além disso, é preciso lembrar que as milhas aéreas trocadas só cobrem o valor da passagem aérea, restando ainda o pagamento de impostos e taxas. A seguir, você confere as principais vantagens e desvantagens das milhas aéreas:

Vantagens
  • Acúmulo é simples e fácil
  • Resulta em vantagens e benefícios
  • Podem ser trocadas por passagens, produtos e serviços
Desvantagens
  • Regras dos programas podem mudar
  • Não é possível transferir de um programa para outro
  • Na troca por passagem ainda é preciso pagar impostos e taxas

Como se inscrever no programa de milhas aéreas?

Para se inscrever no programa de milhagem, basta que você faça um cadastro no site da companhia aérea que você escolher.

Na maioria dos casos, um número de usuário é gerado no fim do registro. Com esse número, você poderá acompanhar o acúmulo de milhas aéreas e também utilizá-lo na troca por passagens.

Lembre-se de que é preciso apresentar o número de usuário toda vez que você reservar um voo e ao fazer o check-in, para que as milhas aéreas sejam computadas pelo sistema.

E no caso do cartão de crédito? Bem, nesse caso, é preciso que você verifique com o seu banco se o seu cartão dá direito ao acúmulo de pontos. Alguns já convertem as compras diretamente em pontos.

Critérios de Cadastro: O que analisar ao escolher o programa de milhas aéreas

Agora que você já tem uma noção geral sobre como funcionam as milhas aéreas, é hora de escolher o melhor programa de milhagem. Para tanto, é importante que você saiba o que diferencia um programa de outro.

Para lhe ajudar nesse processo, nós listamos abaixo os principais fatores que você deve analisar:

A seguir, vamos explicar cada um desses tópicos.

Valor das milhas

Cada programa de acúmulo de milhas aéreas confere valores diferentes aos pontos acumulados.

Em geral, a quantidade de milhas aéreas acumulada em cada voo varia de acordo com diversos fatores, como distância voada, valor da tarifa e classe da cabine.

Além disso, observe que cada cartão pode exigir um mínimo de pontos para que a conversão em milhas aéreas seja realizada. Alguns bancos pedem o mínimo de, por exemplo, 15 mil pontos para que você possa converter em milhas aéreas.

Homem sentado dentro do avião.

Cada empresa confere um valor às milhas aéreas acumuladas. (Fonte: RyanMcGuire/ Pixabay.com)

E, ainda que a o valor de milhas aéreas varie de um programa para outros, de modo geral, o acúmulo de 10 mil pontos garante uma passagem em território nacional. Na América do Sul, por exemplo, são necessários cerca de 40 mil milhas aéreas para garantir um ou mais trechos.

Validade

Como vimos, as milhas aéreas podem expirar. Por isso, antes de se cadastrar em um programa de milhagem, cheque a validade desses pontos.

Ainda que cada empresa defina seu próprio prazo, geralmente as milhas aéreas expiram após um ano. No caso dos pontos gerados pelos cartões de crédito, a validade pode ser de 1 a 4 anos.

Viagem internacional

Observe também se o programa de milhagem cobre as rotas que você mais precisa fazer.

Por exemplo, se você viaja muito para o exterior, o ideal é que a companhia permita que você use as milhas aéreas para trocar por voos internacionais. Fique atento, pois algumas empresas focam apenas em voos nacionais.

Parcerias

Outro fator que você deve considerar é a rede de parceiros do programa de milhagem.

Opte pelo programa de milhas aéreas que tenha parcerias com as empresas com as quais você tenha alguma afinidade e relação de consumo, sejam elas outras companhias aéreas, lojas virtuais, rede de farmácias, postos de gasolina e etc.

Opções de resgate

Você deve considerar os programas que ofereçam as melhores opções de resgate de passagens aéreas ou de produtos e serviços do seu interesse. Para tirar essa dúvida, você pode pesquisar o custo de resgate de milhas aéreas no site dos programas de fidelidade.

Resumo

As milhas aéreas são pontos que você acumula ao viajar de avião ou ao comprar com cartão de crédito, por exemplo.

As milhas acumuladas podem ser trocadas por passagens aéreas, benefícios durante os voos e ainda por outros produtos e serviços que estejam vinculados ao programa de milhagem.

A maioria das cias aéreas oferece programas de milhagem. Mas, para escolher o melhor, você deve analisar qual oferece mais vantagens de acordo com o seu estilo de vida, além do valor das milhas e sua validade.

(Fonte da imagem destacada: ThePixelman/Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.