Móbile de bichinhos coloridos sobre berço.

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar de um item que vai além da decoração do bercinho do bebê: o móbile.

Acessório que completa o enxoval, o móbile é um item que auxilia no desenvolvimento do seu bebê. Desde os primeiros dias, o móbile infantil estimula a visão, audição e tato da criança.

Não à toa, hoje em dia, a variedade de móbiles é grande e diversificada. Mas nem todos os modelos são seguros e funcionais. Por isso, vamos mostrar aqui o que você deve levar em conta para comprar o móbile ideal para o seu bebê.




Primeiro, o mais importante

  • O móbile é um produto importante para o desenvolvimento do bebê desde os primeiros meses de vida.
  • Ideal para estimular a visão, audição e habilidade motoras, atualmente existem modelos que vão do simples ao mais tecnológico.
  • Neste artigo, você vai descobrir como garantir a segurança e o desenvolvimento do seu bebê ao escolher o móbile ideal.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 7 melhores modelos de móbile

Mais do que um enfeite, o móbile precisa ser seguro e funcional para o desenvolvimento cognitivo dos bebês. Os fabricantes sabem disso e investiram em tecnologia e designers inovadores. Por isso, a seguir nós vamos lhe apresentar os melhores modelos de móbile disponíveis hoje em dia no mercado.

1º – Móbile Tiny Love Noite Estrelada

O Noite Estrelada da Tiny Love é um móbile 3 em 1: funciona como móbile musical para berço, projetor de teto e também abajur.

Este modelo conta com três categorias musicais diferentes, com nove músicas relaxantes que tocam por até 30 minutos. Além disso, esse móbile é feito em plástico e é ajustável.

2º – Móbile Chicco Next2dreams

O Next2dreams da Chicco é um móbile que reproduz 20 minutos de músicas clássicas de Chopin, Schumann e Offenbach, além de ruídos brancos, que ajudam o bebê a dormir.

Além disso, esse modelo possui luz noturna suave, pelúcias penduradas e painel eletrônico removível.

3º – Móbile Fisher-Price Jonathan Adler (US)

No products found.

O Jonathan Adler da Fisher-Price é um móbile ajustável para o crescimento do bebê. Esse modelo funciona com luz noturna, que desliga depois de 15 minutos, e com música que dura 30 minutos.

Também é possível usar apenas o projetor que reproduz imagens no teto. Além disso, esse móbile é acionado por controle remoto e os bichinhos de pelúcia giram.

4º – Móbiel Tiny Love Dual Motion


PROMOÇÃO

AffiliateLink


Tiny Love Mobile Dual Motion

O Dual Motion da Tiny Love é um móbile que possui três bichinhos de tecido coloridos e reproduz 15 melodias diferentes por até 40 minutos contínuos, além de ruído branco. Além disso, esse modelo conta com luz noturna.

Esse móbile também é ajustável para quando o bebê cresce, já que pode ser removido restando a caixa de música que funciona como um piano de brinquedo.

5º – Móbile Tik Tak Design Co. (US)

No products found.

Feito à mão feita na Nova Zelândia, o móbile Tik Tak Design Co. é superleve e possui bolas e estrelas feitas com feltro, penduradas em um arco de madeira natural.

As bolas pretas, brancas e cinza, que podem ser movimentadas, são ideais para estimular a visão e o tato nos primeiros meses de vida. Além disso, esse móbile, que é preso no teto, pode ter a altura ajustada.

6º – Móbile Fisher-Price Ursinhos Fofinhos

O móbile ursinhos Fofinhos é 3 em 1: funciona como móbile de berço, de carrinho e se converte em projetor de mesa musical. Com três ursinhos macios de cores suaves, esse modelo projeta luzes estreladas no teto e nas paredes.

Além disso, funciona com controle remoto e possui três modos de áudio com até 30 minutos de músicas de ninar, ruído brando e sons da natureza.

7º – Móbile Tiny Love Classic Into The Forest (US)

No products found.

O Love Classic Into the Forest é um móbile que tem espirais em preto e branco além de ursinhos coloridos. Esse modelo conta com 20 minutos de música clássica contínua e luz noturna.

Além disso, esse móbile se transforma em uma caixa de música autônoma e removível, ideal para os bebês maiores brincarem. É possível controlar a intensidade dos movimentos e da música.

Guia de Compra

O móbile é um acessório de dupla função: enfeita e promove o desenvolvimento do bebê. Mas com tantos modelos e tecnologias diferentes é preciso que você saiba como escolher o mais seguro e funcional.

Para ajudar você nessa empreitada, criamos este Guia de Compra. Aqui vamos lhe mostrar tudo o que você precisa saber sobre o móbile e o que observar antes de adquirir o melhor para o seu bebê.

Bebê deitado com móbile colorido sobre ele.

O móbile é mais do que um lindo enfeite, ele ajuda no desenvolvimento do seu bebê. (Fonte: Natallia Khlapushyna / 123RF)

O que é um móbile?

O móbile é um acessório interativo e decorativo. Com diversas temáticas – dos dinossauros às princesas, até os modelos mais abstratos – o móbile é formado por uma haste vertical, uma cúpula e peças móveis penduradas em círculo.

Preso ao berço, carrinho ou em outros produtos para bebês, o móbile gira, seja movimentado pelo vento, toque ou eletronicamente. E, assim, distraem os bebês, estimulando-os a reconhecer formas, cores, sons e movimentos.

Com o tempo, este acessório evoluiu muito, especialmente depois de comprovada sua função de auxiliar no desenvolvimento das crianças. Com a tecnologia, esse produto ficou ainda mais eficiente e prático já que inclui sons, músicas, luzes e projeção de imagens.

Berço de madeira com móbile colorido preso na lateral.

O móbile pode ser simples ou tecnológico. (Fonte: Cosmin-Constantin Sava / 123RF)

Após nove meses na barriga da mamãe, o bebê quer conhecer o mundo. Ver, ouvir, tocar e sentir o que está a sua volta. Assim, os recém-nascidos respondem aos estímulos que recebem.

Para contribuir nesse processo, os móbiles são muito recomendados. O fato é que esse é o primeiro brinquedo do seu bebê.

Deitado no berço, a criança interage aos estímulos do móbile com os olhos, a cabeça, pescoço e braços. Por isso, o grande objetivo do móbile é estimular os sentidos, a concentração, a curiosidade, além de ajudar a acalmar o bebê.

Mas, em meio a tantas opções de modelo, é precisa saber que nem todos os móbiles são seguros, efetivos e indicados para todas as fases do bebê.

Qual o móbile ideal para cada faixa etária do bebê?

Com o passar dos meses, a visão de um bebê vai se desenvolvendo e as variáveis de nitidez, contraste e percepção de cores vão se aprimorando. Por isso, ao escolher um móbile para recém-nascido, você deve dá preferência a peças com contornos pronunciados e forte contraste claro-escuro.

À medida que os meses vão passando há um progresso na percepção das cores, contraste e nitidez. As imagens já não são tão desfocadas. Hora de inserir um móbile com cores vivas e mais contrastantes também.

Em seguida, a criança começa a reagir à estimulação motora, primeiro seguida pelos olhos e depois com os braços. Por isso, um móbile com movimento é ideal para o bebê elevar os braços, buscar a coordenação e o movimento.

Assim, o móbile certo para cada fase da criança, evita que o bebê seja sobrecarregado ou estressado com os estímulos errados. Os especialistas afirmam que, até os cinco meses não é bom estimular demais os bebês. Por isso, priorize móbiles de movimentos leves, cores suaves e sons relaxantes.

Para ajudar você, reunimos recomendações de especialistas sobre quando inserir o móbile na rotina dos bebês e qual o melhor para cada fase da criança.

  • 2 a 4 semanas: Nessa fase, os olhos do recém-nascido que ainda estão se adaptando ao mundo fora do útero. Por isso, recomenda-se o móbile mais simples, sem luz e sem música, de preferência com cores em preto e branco e figuras planas, que proporcionam contraste.
  • 5 a 8 semanas: Aqui, você já pode introduzir um móbile cujas peças tenha as cores primárias e um aspecto tridimensional, além de movimento e sons discretos.
  • 8 a 10 semanas: Nessa faixa etária, o móbile pode conter uma gradação sutil de uma mesma cor, peças com profundidade e em diferentes alturas, estimulando o refinamento dos sentidos.
  • 10 a 12 semanas: A partir dessa fase, o móbile pode ser mais elaborado, com movimentos diferentes e intrigantes, porém ainda suaves, com músicas relaxantes, luzes e imagens aconchegantes.
  • 12 a 20 semanas: Com 3 meses de vida, o bebê enxerga melhor e mais colorido e, por isso, os pais podem estimular a visão com móbiles de cores fortes e vibrantes.
    Neste período, também é importante que o acessório tenha movimento, pois é a fase em que o bebê mexe muito com as mãos, os pés e tenta alcançar objetos.
    A partir dos quatro meses, você já pode deixar seu bebê tocar nos penduricalhos do móbile. Mas tome cuidado com os materiais escolhidos e evite peças pequenas.
  • 20 a 32 semanas: Com 5 meses, a visão do seu bebê estará mais desenvolvida e você pode escolher um modelo mais colorido, com música e luzes. Mas é também neste momento que os pais devem se preocupar com a distância entre o móbile e a criança.
    O mínimo recomendável é de 50 centímetros para que o bebê não se machuque puxando o móbile, que pode cair, nem o usá-lo para se levantar.

Quando retirar o móbile do berço?

É importante perceber o momento de retirar o móbile do berço. Quando o seu bebê estiver alcançando os bichinhos pendurados, a ponto de puxá-los, é sinal de que deve retirar o acessório, por uma questão de segurança.

Esse momento pode variar de criança para criança, mas em geral, ocorre a partir de 32 semanas. Ou seja, do oitavo mês em diante, quando a criança consegue alcançar o enfeite, existem dois riscos: de o móbile cair em cima do bebê ou de ele se pendurar e cair para fora do berço.

Bebê sentado no chão brincando com móbile.

O móbile pode ser reaproveitado como brinquedo mais tarde acompanhando o crescimento do bebê. (Fonte: Amazon)

Além disso, quando o bebê começa a engatinhar ou dar os primeiros passos, outros estímulos se tornam mais atrativos e é quando, em geral, o móbile deixa de ser algo interessante.

Alguns modelos de móbile eletrônico, porém, tem a opção de retirar os bichinhos da haste e usar somente a parte musical, por exemplo. Dessa forma, você retira uma parte do móbile, mas a outra é aproveitada por mais tempo.

Quais cuidados você deve ter com o móbile?

De forma geral, você precisa ter atenção redobrada com dois aspectos do móbile: a segurança para o bebê e a forma de instalação. O ideal é colocar o móbile a 50 cm do bebê. E, conforme o bebê for crescendo, você precisa aumentar a distância entre o móbile e a criança, por questões de segurança.

Além disso, o móbile deve estar no campo visual do bebê. Ou seja, assegure-se de que o acessório esteja direcionado entre 30 a 45 graus da linha de visão vertical da criança.

O mais importante é que a criança não deve olhar direto para o teto. De acordo com especialistas, olhar para cima – totalmente na vertical – dificulta a lubrificação dos olhos e força a cabeça do bebê.

Móbile no berço pequeno.

É preciso assegurar que o móbile está bem instalado e na posição certa para a visão do bebê. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

Com relação à instalação, repare que a base do móbile que é presa ao berço ou à parede precisa ser resistente, leve e bem fixada. O objetivo é evitar que o móbile caia e atinja a criança.

Além disso, dispense enfeites pontiagudos que também podem machucar o bebê e peças muito pequenas, como olhos de bonecos e botões. Esses objetos podem se desprender e serem engolidas pela criança.

Enfeites com enchimentos fáceis de retirar também oferecerem risco e devem ser evitados. Lembre-se ainda de sempre ajustar a altura e a proximidade do móbile com o bebê conforme o crescimento da criança. Os modelos mais modernos permitem esse ajuste de forma prática.

Onde você pode colocar o móbile?

É importante que você saiba que o móbile pode ser instalado em vários locais e não apenas no berço. É claro que isso vai depender do modelo que você escolher e também da decoração que deseja criar no ambiente.

Mas, em geral, o móbile pode ser colocado no teto, na parede e até no mosquiteiro do berço. O que importa aqui é que o móbile escolhido seja instalado de forma segura e firme para evitar acidentes.

Confira a seguir como funciona a instalação do móbile em diferentes locais do quartinho do bebê:

  • Pendurar no teto: Para instalar o móbile no teto é preciso garantir que o acessório está bem firme para que não caia sobre o bebê. Em geral, esse tipo de móbile é preso com fio de náilon e pode ser ajustável.
  • Mosquiteiro de berço: Você também pode pendurar o móbile no mosquiteiro do berço. Mas, aqui, o móbile tem que ser bem leve para não criar peso sobre o tecido.
  • Esquadro de madeira ou metal: Outra possibilidade é pendurar o móbile com a ajuda de um esquadro preso na parede, ou também comprar uma mão-francesa.
  • Braço do berço: Prender o móbile na lateral do berço é a forma mais utilizada, prática e segura presente na maioria das opções.

Quais os tipos de móbiles existentes no mercado?

O móbile para berço não é o único que existe. É importante que você saiba que existem outros tipos desses acessórios tão funcionais quanto. Hoje em dia, é possível encontrar móbiles exclusivos para carrinhos, outros que já vem acoplados ao tapetinho, trocador ou cadeira de descanso do bebê.

Em geral, porém, todos os tipos de móbile têm a mesma função. O grande diferencial entre eles é a praticidade. O móbile de carrinho, por exemplo, é portátil e pode ser colocado em outros locais também, como no bebê conforto, cadeiras, moisés e etc.

Muitas mamães e papais preferem esse tipo de móbile para deixar o berço livre de distrações para que a criança associe o local à hora do sono.

Imagem de mãe puxando carrinho com seu bebê, que está brincando com móbile.

O móbile de carrinho é portátil e pode ser levado para onde os papais quiserem.
(Fonte: anzebizjan / 123RF)

Já o mobile que vem fixo no tapete ou cadeira de descanso é outra opção para quando o bebê não estiver no berço. Ainda assim, vale lembrar que, hoje em dia, existem opções de móbile com múltiplas funções.

Ou seja, você pode optar por um móbile que sirva tanto para o berço, quanto para o carrinho e outros locais onde o bebê costuma ficar. Mais à frente neste artigo, vamos falar em detalhes sobre os fatores que diferenciam um modelo de móbile de outro.

Como aumentar o aprendizado da criança com a ajuda do móbile?

Como já vimos, o móbile é uma ótima ferramenta de auxílio no desenvolvimento do seu bebê, por conta das peças coloridas, que se movimentam, além de sons e imagens.

Mas, ainda assim, é possível otimizar a função do móbile tornando esse objeto ainda mais eficaz no aprendizado do seu filho. A seguir, você confere algumas dicas de como aumentar o poder do móbile:

  • Mude o mobile de posição: Varie entre o berço, o teto e a parede, estimulando o movimento e percepção dos olhinhos da criança.
  • Alterne os estímulos: Varie entre os estímulos auditivos, visuais e táteis.
  • Estimule a interação da criança: Pegar os objetos com a presença de um adulto atento por perto pode ser muito proveitoso.
  • Use móbiles em outros ambientes que não sejam só o berço, como no carrinho, tapetinho, cadeira de descanso e outros.

Quais as vantagens e desvantagens do móbile?

Até aqui você já viu que o móbile tem grandes vantagens. E nunca é demais reforçar que, a principal delas é que o móbile ajuda no desenvolvimento do bebê.

Por conta da variedade de formas, cores, movimentos e tecnologias, outra vantagem do móbile é que ele aguça os sentidos visuais, táteis e auditivos, a percepção de espaço, de profundidade e de causa e efeito.

O fato é que já nas primeiras semanas de vida, o móbile permite ao bebê praticar a concentração, o foco visual e acompanhar movimentos suaves. Com isso, o móbile também tem função de relaxar o bebê, especialmente quando utilizado com músicas suaves.

Estudos comprovam que a criança que é estimulada ludicamente dessa forma, terá um desenvolvimento cognitivo e social muito mais eficaz do que crianças que não vivenciam momentos de interação e aprendizagem.

Imagem de móbile colorido de animais.

O móbile é funcional, prático e versátil. (Fonte: alexandersafonov / 123RF)

Além disso, outra vantagem do móbile é que este é um objeto que compõe a decoração do quartinho do bebê. Mais do que isso, o móbile é versátil e pode ser utilizado em outros acessórios além do berço.

Por outro lado, também existem algumas desvantagens em relação ao móbile. A principal delas é que nem todos são seguros, especialmente os que contém peças que podem se desprender ou os que não tem um encaixe ou instalação firme o suficiente.

Além disso, os modelos de móbile mais modernos e tecnológicos podem sair muito caro. A seguir, você confere as principais vantagens e desvantagens do móbile infantil:

Vantagens
  • Estimula a visão, audição e tato
  • Estimula coordenação motora e concentração
  • Desenvolve noção de espaço, causa e efeito
  • Promove o relaxamento
  • Versatilidade
Desvantagens
  • Nem todos são seguros
  • Os mais tecnológicos são muito caros

Quanto custa?

O móbile é um acessório que tem uma variação grande de preço. Isso se deve ao material utilizado na fabricação, a tecnologia aplicada e as suas funcionalidades.

Sendo assim, você vai encontrar móbiles custando entre R$ 40 a R$ 700. É claro que você não precisa comprar o mais caro de todos.

Mas é preciso atenção redobrada com os móbiles muito baratos que podem não ter a qualidade necessária para garantir a proteção do seu bebê.

Onde comprar?

Você vai encontrar móbiles à venda em lojas de enxoval e de brinquedos, além de lojas de departamento e hipermercados como Ponto Frio, Lojas Americanas e Extras.

Ainda assim, nossa recomendação é que você adquira esse produto em lojas online como a Amazon e Amazon Brasil. Dessa forma, você certamente terá opções mais vantajosas para escolher além, é claro, de realizar a compra do conforto da sua casa.

Critérios de compra: Fatores a considerar antes de comprar o móbile

Agora que você já conhece a importância do móbile e como utilizá-lo de maneira segura e eficaz, chegou a hora de entender quais são os fatores que diferenciam um modelo de outro.

Com essas informações em mãos, você poderá escolher a melhor opção para a segurança e o desenvolvimento do seu bebê. Por isso, abaixo nós listamos os principais fatores que você deve levar em conta ao escolher o móbile infantil.

  • Material de fabricação
  • Funcionalidade
  • Som
  • Imagem
  • Cores

A seguir, nós vamos explicar em detalhes cada um desses fatores para que você possa escolher o móbile ideal.

Material de fabricação

O material de fabricação é um fator essencial a ser considerado antes de comprar o móbile infantil. O ideal é que você opte pelo móbile feito em plástico atóxico e com peças de pelúcia ou tecido antialérgico.

Mas você também vai encontrar modelos de móbile fabricados com madeira, feltro e até papel, ou uma combinação de diferentes materiais. Lembre-se, no entanto, de que esse acessório precisa ser resistente, mas ao mesmo tempo leve.

Móbile em berço com animais.

Opte por um móbile resistente, leve e fácil de limpar. (Fonte: andreapassaro / Pixabay)

O fato é que o simples toque das mãozinhas da criança faz com que o móbile faça movimentos suaves, auxiliando não só no desenvolvimento dos olhinhos, como também na percepção tátil.

Os móbiles de madeira maciça, por serem muito pesados, e por isso devem ser evitados. A higiene é outro quesito que merece atenção. O móbile deve ser fácil de limpar. O móbile feito em tecido é, em geral, bem delicado, mas exige limpeza periódica, por exemplo.

Por isso, se possível, prefira os modelos fabricados com tecido lavável e borracha maleável, que são as opções mais práticas na hora da higienização.

Funcionalidade

Ao escolher o móbile é importante que você observe as funções oferecidas pelo produto. Hoje em dia existem diversas opções de móbile: simples, musical e visual.

O móbile simples é aquele que contém apenas as peças, que podem ser bolas, estrelas, bichinhos, entre outros. Sua função é despertar a visão, a curiosidade e atenção.

Já com o móbile musical, é possível transformar o aparelho em dois: retira-se a haste com as peças e a caixa de música pode ser utilizada como brinquedo para criança.

O móbile musical e visual é aquele que inclui ainda um projetor de imagens e luzes com o objetivo de atrair ainda mais a atenção do bebê e promover o relaxamento.

Além disso, alguns modelos são portáteis, para que você use o móbile preso no berço ou no carrinho. A seguir, você confere as diferenças entres os tipos de móbile de acordo com sua funcionalidade:

Simples Musical Musical e Visual
Funcionamento Peças coloridas que giram Peças giram ao mesmo tempo em que a música toca Peças giram, toca música e projeta luz ou imagens
Tecnologia Manual ou de corda Botões ou controle remoto Botões ou controle remoto
Versatilidade Apenas móbile Móbile e/ou caixa de música Móbile, caixa de música e/ou projetor

Som

Se você escolher um móbile que tenha reprodução de sons, é preciso que você leve em conta os tipos de músicas. Você só precisa saber escolher o som certo para o seu objetivo. Por isso, opte por um móbile que tenha sons tranquilos e de diferentes tons.

Em geral, os modelos de móbile oferecem de três a até 20 tipos de sons e músicas diferentes, entre músicas clássicas, sons da natureza e ruídos relaxantes.

Além disso, existem alguns modelos que reproduzem os sons por até 40 minutos ininterruptamente. Sem contar que você pode optar pelo móbile que tem função de parar o som automaticamente ou manualmente.

Imagem

É importante também que você leve em conta o tipo de imagem reproduzida pelo móbile e o número de variações. Em geral, você irá encontrar o móbile com um a até três tipos de reproduções diferentes.

Alguns modelos, inclusive, tem a opção de parar a reprodução da imagem automaticamente após 15 minutos. Assim, você vai encontrar modelos que reproduzem apenas luzes noturnas, outros que exibem imagens mais elaboradas, de estrelas e animais, e versões que possuem as duas opções combinadas.

Móbile com projetor de estrelas no berço em quarto de bebê à noite.

O móbile que projeta luzes e imagens ajuda o bebê a relaxar e dormir. (Fonte: Bastien Jaillot / Unsplash)

Observe também que alguns modelos de móbile projetam as imagens apenas no teto, enquanto outros também reproduzem nas paredes.

Além disso, é importante garantir que o móbile oferece a função de regular e selecionar o tipo de luz ou imagem de acordo com o objetivo: seja para manter o bebê calmo, concentrado ou em alerta.

Cores

Como vimos, para cada fase do bebê é recomendável um tipo de cor, mais forte ou mais suave, de acordo com a capacidade visual da criança.

Hoje em dia, você pode encontrar uma variedade muito grande de cores nos móbiles. A recomendação é que, até os primeiros 5 meses de vida, você evite cores muito fortes e variadas.

Cores muito gritantes podem ter o efeito contrário e acabar deixando o seu bebê muito agitado. Por isso, se você for colocar o móbile no berço opte sempre por cores neutras. Deixe as cores mais vivas para o momento de brincadeiras.

(Fonte da imagem destacada: costin79 / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.