Imagem de moedor de café manual com grãos espalhados
Ultima atualização: 7 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

14Horas investidas

3Estudos avaliados

48Comentários coletados

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Você já pensou que é possível obter uma experiência diferenciada ao possuir seu próprio moedor de café manual em casa?

Não há como negar, o brasileiro é um apaixonado por esse que é um dos produtos mais vendidos e consumidos no mundo. E, para saborear um cafezinho especial, confira essa análise que pode mudar seu paladar.




Primeiro, o mais importante

  • Muitos moedores de café manuais ainda possuem um estilo mais rústico, mas é possível encontrar modelos que combinem com cozinhas mais modernas.
  • Dê preferência para modelos com lâminas ou mós de cerâmica, já que as de metal esquentam durante a moagem e podem alterar o sabor do café.
  • Apesar de serem manuais, não é preciso muito esforço para realizar a moagem e você pode controlar mais facilmente a granulação e homogeneidade do café.

Você também pode gostar:

Os melhores moedores de café manuais: Nossas indicações

Fazer um bom café é uma verdadeira arte, mas não é preciso anos de estudo para obter ótimos resultados em casa. Um bom equipamento ajuda bastante. Veja aqui alguns modelos de moedores que separamos para você.

O modelo ideal para cozinhas modernas

Fácil de usar e confeccionado em aço inoxidável, que dá mais beleza e durabilidade ao produto, esse moedor é completamente desmontável, o que facilita bastante a limpeza, além de ser completamente regulável para moer tanto grãos mais finos quanto os mais grossos.

Nossa recomendação para cafés do tipo Premium

O modelo da Hario possui lâminas de cerâmica que ajudam a manter a qualidade da torra do café intacta durante todo o processo de moagem. Compacto, ele conta com um recipiente com capacidade para 24 gramas.

Uma ótima opção para os entusiastas

Profissional, esse moedor é confeccionado com lâminas de cerâmica de excelente qualidade e um recipiente de vidro que facilita a visualização da granulação do café. Seu mecanismo foi desenvolvido para evitar pedaços grandes, tornando o processo mais rápido e prático.

Guia de compra

Existem ótimos bons motivos para alguns produtos perdurarem por séculos com apenas pequenas adaptações, e esse é o caso do moedor de café manual.

Além de serem charmosos, o grande atrativo aqui é tomar um café fresquinho, moído na hora. Dê uma olhadinha em nosso guia de compras para entender um pouco mais sobre eles.

Imagem de pessoa segurando uma caneca de café com um moedor manual ao fundo

Não é preciso mais do que alguns minutos para saborear um café moído na hora. (Fonte: Tom Swinnen/ Pexels.com)

A moagem afeta o sabor do café?

Sim, mas você deve levar em consideração que o moedor manual não faz milagres, o sabor ainda vai depender muito do tipo de grão e do tipo de torra.

Os moedores manuais se destacam por permitirem que você controle a textura e granulação do café. E se contar com lâminas ou mós de cerâmica, que não esquentam, o processo não interfere no sabor.

No fim das contas, o resultado que você perceberá na xícara também pode depender do tipo de cafeteira e preparo, mas seguindo todo o ritual com cuidado, você obterá cafés muito melhores, mais encorpados e saborosos.

Quais as vantagens e desvantagens dos moedores de café manual?

Se você chegou até aqui já deve ter percebido inúmeros benefícios de um moedor de café manual. Afinal, eles são leves e fáceis de lavar, com vários modelos completamente desmontáveis.

Eles permitem uma moagem mais homogênea, com diferentes regulagens de granulometria, ajudando a preservar todas as características do grão.

A maior desvantagem é o fato deles precisarem de esforço físico mesmo para obter pequenas quantidades de café.

E em modelos com lâmina de metal pode haver alteração de sabor, já que elas podem acabar aquecendo com o atrito.

Vantagens
  • Eles são leves e fáceis de limpar
  • Permitem uma moagem mais homogênea
  • Diferentes regulagens de granulometria
  • Ajudam a preservar todas as características do grão
Desvantagens
  • Requer esforço físico
  • Lâminas de metal podem afetar o sabor

Quais os tipos de moedor de café manual?

Existem duas categorias principais de moedores manuais de café. Os mais comuns são os caseiros, desses que você usa em casa, ideais para pequenas quantidades.

O fato de serem portáteis os tornam perfeitos para levar com você em uma viagem, por exemplo, para que você tenha uma experiência de altíssima qualidade onde quer que esteja.

Outro atrativo é o preço, já que eles estão entre os modelos mais baratos do mercado.

Já os profissionais são perfeitos para cafeterias gourmets, já que eles são capazes de moer uma quantidade maior de café.

O preço pode variar bastante de acordo com o tamanho, mas é bom preparar o bolso, já que eles possuem preços mais elevados.

Caseiro Profissional
Indicação de uso Ideias para o preparo de pequenas quantidades Perfeitos para cafeterias gourmet
Benefícios Portáteis, eles podem ser levados em viagens Moem uma maior quantidade de café
Preço São os mais baratos do mercado Possuem preços mais elevados

Vale a pena investir em um moedor de café manual?

Ao levar em consideração que o grande concorrente dos modelos manuais são os elétricos, você pode pensar que o esforço não vale tanto a pena. Mas, pode acreditar, faz diferença.

Você já viu como a qualidade do café é afetada por uma série de fatores, do tipo de grão a cada etapa do processo pelo qual ele vai passar até chegar em sua xícara.

E, vamos combinar, os moedores manuais são muito mais charmosos e vão se destacar no seu cantinho de café. Veja abaixo alguns exemplos de cafeteiras que vão ajudar a transformar sua experiência em uma verdadeira degustação.

Critérios de compra: O que analisar antes de comprar um moedor manual de café

Nós vivemos em um país que está entre um dos maiores produtores e exportadores de café, com grãos de altíssima qualidade. Infelizmente, não faz muito tempo que se tornou possível obter produtos de qualidade no mercado interno.

E para aproveitar essa onda de cafés Premium, é essencial elevar ao máximo e transformar o hábito em um ritual com ajuda dos utensílios certos. Dê uma olhadinha nos tópicos abaixo e você estará mais do que pronto para escolher um bom moedor manual.

Tipos de mós

A maioria dos especialistas não recomenda a utilização de lâminas, já que ela prejudica a granulação do café, e como mencionamos, também pode causar alterações no sabor.

Então, a melhor opção é optar por modelos com mós de cerâmica. A mais comum nos modelos de uso doméstico são as cônicas, formadas por uma peça interna e outra externa.

Nesses modelos os grãos são depositados no espaço entre elas, o que permite regular com mais facilidade o nível de granulometria que você deseja.

Já nos sistemas com mós planas, os grãos são triturados entre peças dentadas, proporcionando um pó mais homogêneo.

Imagem do interior de um moedor de café manual com grãos

Lâminas de boa qualidade também facilitam o processo de moagem. (Fonte: tookapic/ Pixabay.com)

Dimensões

É possível encontrar moedores de café de todos os tamanhos. Os de uso doméstico costumam ser menores, mais leves e compactos, permitindo que sejam até mesmo exibidos como peça de decoração.

Os modelos profissionais são um pouco maiores, permitindo que você consiga moer uma quantidade maior de grãos de uma só vez.

Tudo aqui depende de praticidade e encontrar um moedor que satisfaça suas necessidades. Caso você não consiga passar o dia sem tomar várias xícaras de café, vale a pena investir um pouco mais.

Agora, se você procura um moedor apenas para ocasiões especiais, um menor vai atender muito bem as suas expectativas.

foco

Você sabia que cerca de 25% do café consumido no mundo é produzido no Brasil?

Capacidade do recipiente

A maioria dos modelos possui coletores que variam de 30 a 70 gramas.

De plástico, acrílico ou vidro, é nesse recipiente que o café moído é armazenado antes que você o leve para a sua cafeteira.

Para que sejam viáveis para o uso doméstico, a maioria dos modelos possui coletores que variam de 30 a 70 gramas. Nos profissionais, esses números sobem um pouco.

E, há uma explicação para isso. Como a ideia é saborear um café bem fresquinho e moído na hora, não faz muito sentido moer grandes quantidades para consumir depois, já que isso também pode acabar afetando o sabor.

Design e estilo

Do mesmo jeito que acontece com cafeteiras e outros utensílios voltados para o preparo do café, não basta que eles sejam eficientes, as marcas também investem em designs e estilos que façam seus modelos de destacarem.

E, felizmente, é possível encontrar uma grande variedade, desde os mais rústicos confeccionados em madeira e com manivelas de ferro fundido até os mais modernos, com linhas mais clean e materiais mais modernos, como plástico e vidro.

Vale a pena dar uma pesquisada e escolher o moedor eficiente, mas que também combine com seu estilo.

Imagem de dois moedores de café rústicos feitos de madeira

Os moedores de café feitos de madeira combinam muito bem com cozinhas mais rústicas. (Fonte: ArmbrustAnna/ Pixabay.com)

Versatilidade

Em um mundo onde praticamente tudo é elétrico ou eletrônico, pode parecer um anacronismo pensar que os moedores manuais são versáteis, mas é verdade.

Para muitos apaixonados, preparar o café é um verdadeiro ritual. E, com modelos pequenos e desmontáveis, você pode levá-lo com você para suas viagens, para o trabalho ou para aquela festa em que você quer impressionar seus amigos.

Mesmo exigindo um pequeno esforço, o experiência que você terá ao saborear uma xícara de café fresquinho, moído na hora, pode fazer toda a diferença.

(Fonte da imagem destacada: Stefan Lehner/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em nós?

Helena Sartori Cozinheira Profissional
Helena AINDA não participou do MasterChef, mas tem certeza que sua hora vai chegar. Cozinheira desde os 17 anos, quando ajudava no restaurante de sua tia, ela sabe de cor e salteado quais são os utensílios e ingredientes necessários para preparar cada uma das receitas especiais de seu livro. No ReviewBox, compartilha esse conhecimento com o público.
Redatora e psicóloga, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.