Quem é fotógrafo ou admirador da fotografia sabe que existem diversos equipamentos que podem melhorar a qualidade das fotos. Um exemplo é o monopé, produto que falaremos hoje aqui no ReviewBox Brasil, seja muito bem-vindo!

Mais portátil do que o tripé, o monopé também atua dando uma maior estabilidade para a câmera e consegue auxiliar o profissional ou até mesmo quem tem a fotografia como um hobby a ter fotos sem tremores ou borrões.

E se você está em dúvidas se um desses é ideal para a sua necessidade, saiba que nesse texto reunimos tudo o que há de mais importante sobre ele para que ao final da leitura você saiba exatamente qual é o melhor para a sua necessidade, então vamos lá?

Primeiro, o mais importante

  • Existem modelos de monopé simples, voltado para o uso de amadores, e os profissionais.
  • Esse produto é muito leve e fácil de ser levado para todos os lugares.
  • O monopé dá uma melhor estabilidade para o fotógrafo e há opções que custam a partir de R$ 20.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de monopé

O monopé pode ser muito útil para melhorar as fotos, porém como esse é um investimento deve-se fazer uma escolha acertada e é para te mostrar os melhores modelos do mercado que preparamos esse Ranking com as melhores opções, confira:

1º – Monopé Weifeng WT-1003

Construído em alumínio e plástico, esse monopé tem uma altura máxima de 1,70 metros e mínima de 54 centímetros. Ele conta com empunhadura de espuma emborrachada, que garante maior aderência durante o manuseio, e acompanha um cordão de proteção no topo.

O produto suporta até 3 kg e tem um pé com duas pontas, sendo que a principal é uma ponteira em metal, indicada para o uso na grama. A outra é emborrachada, tendo ótima aderência em pisos retos e sólidos.

2º – Monopé Benro A38FDS2 com Cabeça Hidráulica

Essa outra opção de monopé conta com uma cabeça semi hidráulica, que auxilia no manuseio da câmera, e atinge 1,63 metros aberto e 63 centímetros fechado. Suporta um peso máximo de 2,5 kg.

Ele possui pé de galinha, acompanha um mecanismo de bloqueio da articulação, tendo a sua parte superior feita com espuma macia e uma alça. É composto por uma manopla, um engate para a câmera e um estojo para transporte.

3º – Monopé Manfrotto Mvmxpro500 Com Cabeça Hidráulica

Possuindo 4 seções, uma altura máxima de 2,03 metros e mínima de 78 centímetros, esse modelo de monopé da Mafrotto acompanha uma cabeça hidráulica com trava lateral fluída, que dá um maior conforto e estabilidade para gravações e fotos.

Ele tem ainda travamento do pé-de-galinha, suporta uma carga máxima de 5kg e possui um contrapeso com mola pré-configurado e integrado de 2,4Kg. Além disso, conta com uma faixa de inclinação de – 70° a + 90°e oferece rotação panorâmica de 360°.

4º – Monopé Manfrotto 685B NeoTec Pro Photo

Esse modelo no monopé tem como diferencial o mecanismo NeoTec de abertura e fechamento rápidos. Para abri-lo basta pressioná-lo para baixo, que ele se fixa automaticamente em qualquer posição, e para fechá-lo é somente necessário ativar a alavanca que a manopla de pegadura é rebaixada.

Ele é fabricado em liga de alumínio e conta com pedal de borracha. Consegue suportar uma carga de até 8 kg e possui altura máxima de 1,70 metros e mínima de 74,5 centímetros. Além disso, tem um pé com copo de sucção, que garante uma maior aderência as superfícies.

Guia de Compra

Para qualquer pessoa que deseja tirar uma foto é essencial ter estabilidade para que o resultado final seja bonito e de qualidade. Com o monopé isso é possível, sendo esse um produto muito eficiente e fácil de ser transportado.

E ele pode ser a solução dos seus problemas e para te mostrar tudo sobre esse produto criamos esse guia de compra repleto de informações muito importantes. Para saber tudo basta ler até o final.

Na foto um fotógrafo com uma câmera colocada em um monopé.

O monopé pode ser utilizado tanto com câmeras profissionais quanto com celulares. (Fonte: Nur Andi Ravsanjani Gusma / Pexels)

O que é um monopé?

Também chamado de monopod, o monopé é uma ferramenta que busca dar maior estabilidade ao fotógrafo, evitando que as fotos fiquem tremidas ou borradas. Ele tem um funcionamento muito parecido com o de um tripé, com a diferença de possuir apenas uma estrutura de apoio.

Existem diversos modelos de monopé, desde os mais simples, que podem ser usados com celulares, até os profissionais que atingem alturas mais altas e são mais precisos.

Quais as vantagens e desvantagens do monopé?

O monopé alia uma série de vantagens e, por isso, tem uma ampla utilização não somente por fotógrafos profissionais como também por pessoas que possuem esse hobby.

Evita borrões e trepidações na câmera, e também alivia o peso a ser carregado pelo fotógrafo.

Além de evitar borrões e trepidações na câmera, ele também alivia o peso a ser carregado pelo fotógrafo. É muito portátil, sendo fácil de instalar e levar para diversos lugares, graças ao seu peso e pequena largura.

Para eventos sociais ele também é muito positivo justamente por esse tamanho menor, já que assim não atrapalha nem chama atenção no espaço. Outro ponto positivo é que essa ferramenta consegue se ajustar a diversos tamanhos de câmeras, inclusive celulares, podendo ser amplamente utilizada.

Vale destacar que existem também opções com diversas opções de alturas e com acessórios adicionais como o pé de galinha, que permite tirar fotos em diferentes ângulos.

A desvantagem do monopé é que ele é um pouco menos estável que o tripé e os modelos mais simples requerem uma maior ação do fotógrafo para conseguir ângulos e ajustes diferentes.

Vantagens
  • É leve e muito portátil
  • Alivia o peso da câmera para o fotógrafo
  • Consegue de adaptar a diferentes tamanhos de câmera
  • Não atrapalha ou chama atenção nos ambientes
  • Evita borrões e trepidações nas fotos
Desvantagens
  • É um pouco menos estável que o tripé
  • Modelos simples são mais difíceis de tirar fotos em diferentes ângulos

Monopé ou tripé: Qual escolher?

Muitos fotógrafos se veem na dúvida sobre escolher um monopé ou um tripé e vale saber que cada um deles possui suas características próprias e melhores maneiras de serem utilizados.

Como o próprio nome já diz, o tripé possui três pés e é proporciona a câmera uma excelente estabilidade. Ele é muito indicado para ocasiões onde não é necessária tanta mobilidade como na gravação de vídeos e tem como ponto negativo o fato de ser mais pesado e precisar de um espaço maior para ser instalado.

Já o monopé conta com apenas um pé e graças a isso se torna uma ferramenta leve e muito fácil de ser instalada e transportada. Outro ponto positivo é que mesmo que ele possua uma estabilidade um pouco menor do que o tripé consegue garantir fotos sem borrões.

Monopé Tripé
Tamanho e formato Possui apenas um pé, é fino e está disponível em diversas alturas Tem três pés, é mais largo e está disponível em diversas alturas
Para quê é indicado Ocasiões onde é necessária mobilidade e um acessório menor Fotos e filmagens onde não é necessário mudar muito a câmera de lugar
Peso É leve Pesa mais
Diferenciais É portátil, diminui o peso para o fotógrafo e ajuda a estabilizar a câmera Confere grande estabilidade e diminui o peso da câmera para o fotógrafo

Quanto custa um monopé?

O valor de um monopé depende de uma série de fatores como a sua altura e o material em que ele é produzido. Dessa forma, os modelos que são mais simples e voltados para um uso mais amador custam entre R$ 20 e R$ 60 em média.

Já os monopés profissionais tem um preço mais elevado e seu valor mínimo é por volta de R$ 90, podendo facilmente chegar aos mais de R$ 2 mil.

Onde comprar um monopé?

Lojas que tem produtos para fotografia e de acessórios para celulares são bons lugares para encontrar monopés à venda. Nelas é possível testar o produto e verificar se ele atende às suas necessidades.

Porém, na internet é onde se encontra uma maior variedade de opções. Sem falar que nela é também muito simples de achar aquele modelo específico que você esteja procurando. Com isso, alguns sites onde há esse produto são:

  • Amazon
  • Mercado Livre
  • Americanas
  • Tudo para foto
Na foto um monopé preto em cima de um piso de madeira.

Em lojas de acessórios de celulares é fácil de encontrar monopés. (Fonte: eydreeyawn / Pixabay)

Critérios de Compra: Fatores para comparar as opções de monopé

Agora que você já entendeu tudo sobre o monopé chegou o momento de te ajudarmos a escolher o ideal e para isso deve-se levar em consideração alguns fatores, tal como:

  • Comprimento
  • Peso
  • Compatibilidade
  • Tipo de cabeça
  • Pés

Abaixo você encontra uma explicação detalhada sobre cada um deles.

Comprimento

O primeiro passo para escolher um monopé é determinando qual comprimento máximo e mínimo ele deve ter para te atender.

Com isso, vale saber que tem opções que não chegam a 1 metro, sendo essas as que são usadas com celulares, e outras que passam dos 2 metros. Inclusive, existem modelos no qual é possível optar por até 4 alturas durante a utilização.

Então, sempre analise a sua altura, visto que você será responsável por utilizar a câmera que está no monopé, e também quais locais você gosta de fotografar e que altura média eles exigem.

Na foto um monopé com um celular com a câmera virada para uma sala de aula.

É essencial escolher um monopé que tenha uma altura máxima e mínima adequada para a sua utilização. (Fonte: THANANIT SUNTIVIRIYANON / 123RF)

Peso

Com relação ao peso é importante pensar não somente sobre o do monopé, mas também o máximo que ele suporta.

Quem tem a pretensão de utilizar esse produto em lugares diferentes deve optar por um modelo que seja leve e feito em um material resistente, até porque quase sempre ele estará com a câmera e a soma dos dois não deve ser muito alta para não prejudicar o fotógrafo.

Já com relação ao peso que o próprio monopé suporta isso é importante também para que ele funcione da maneira correta. Logo se você utiliza câmeras e lentes muito pesadas deve-se levar esse ponto em consideração.

Compatibilidade

Outra questão importante é analisar a compatibilidade do encaixe do monopé com o seu celular ou câmera. Isso é essencial porque de nada adianta ter uma ferramenta que não é compatível com o produto que você utiliza.

Os que são feitos para o uso com celulares têm especificada a abertura mínima e máxima do suporte e os que são profissionais normalmente usam a medida em polegadas, sendo que muitos aceitam câmeras de ¼”.

Na foto um celular conectado a um monopé com a tela mostrando uma praia.

Antes de comprar qualquer monopé é necessário checar se ele é compatível com o seu celular ou câmera. (Fonte: Foundry / Pixabay)

Tipo de cabeça

A grande maioria dos monopés é fabricada com dois tipos de cabeça a do tipo ball head, muito comum nos modelos para celulares, e a cabeça hidráulica ou fluid head.

A ball head consegue se mover em 360º e fica estabilizada em uma série de posições. Já a fluid head é muito encontrada em monopés profissionais e consegue proporcionar movimentos mais estáveis e fluídos, sendo excelente para gravações de vídeos.

Pés

Outro ponto que deve ser analisado sobre o monopé é o seu pé e vale saber que existem muitos modelos no qual não é possível fixar o produto no chão, assim a sua utilização é apenas o segurando com as mãos.

Caso o desejo seja por deixá-lo mais fixo vale optar pelos que possuem pés chamados de galinha, que são feitos exatamente para fixação no chão.

(Fonte da imagem destacada: lightfieldstudios / 123rf)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
23 Voto(s), Média: 4,04 de 5
Loading...