Notebook e servidor NAS.
Ultima atualização: 19 de maio de 2021

Como escolhemos

9Produtos analisados

29Horas investidas

4Estudos avaliados

75Comentários coletados

NAS é um servidor que é usado para o armazenamento e compartilhamento de dados e informações entre uma rede de computadores. Ele pode ser usado tanto no local de trabalho quanto em casa. Mas você sabe identificar o melhor NAS servidor?

No artigo de hoje nós vamos mostrar como fazer isso e apresentar as várias aplicações que o NAS pode ter, seja para realizar backup de dados, funcionar como um servidor de arquivos, nuvem privada ou replicação remota.




Primeiro, o mais importante

  • O NAS funciona como um banco de dados que pode ser acessado de maneira remota por quem faz parte de uma mesma redes de computadores;
  • Esse servidor é útil para o gerenciamento de informações de pequenas empresas, mas também pode ser funcional na sua casa.
  • Para escolher o melhor modelo, você terá que verificar alguns componentes desse dispositivo como o tempo de processamento e as conexões disponíveis.

Melhores NAS: nossas recomendações

Na dúvida sobre qual NAS servidor você deve comprar? Não se preocupe, porque nós fizemos uma seleção com os melhores modelos. Confira:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre o NAS

Antes de você comprar o melhor NAS vale conhecer um pouco sobre o que esse servidor é capaz de fazer. Para isso, nós criamos um Guia de Compra com perguntas e respostas que vão acabar com as suas dúvidas.

Duas pessoas trabalhando com notebooks.

Com um servidor centralizando todas as informações, o trabalho é otimizado. (Fonte: Scott Graham/ Unsplash)

NAS servidor: O que é e para que serve?

NAS é a sigla de Network Attached Storage ou, em tradução livre, "armazenamento conectado à rede".

Também chamado de storage NAS, ele um dispositivo que serve para guardar, organizar, centralizar, fazer backup e compartilhar arquivos de diversos computadores por meio de uma rede local.

Arte sobre notebook e mão acionando a tela.

O NAS permite o compartilhamento de dados e arquivos. (Fonte: Buffik/ Pixabay)

Além disso, por conta das várias configurações, dependendo do modelo também é possível acessar o NAS remotamente, o que confere acesso a um maior número de pessoas e de qualquer lugar.

No entanto, dependendo do tipo do dispositivo, o NAS também pode funcionar de outras formas como, por exemplo, um servidor de nuvem de datacenters ou um banco de dados.

Quem precisa de um NAS?

O NAS é um servidor recomendado tanto para pequenas e médias empresas quanto para redes domésticas.

Isso porque ele é ideal para que qualquer pessoa, mesmo sem conhecimento técnico, possa administrar dados armazenados de vários computadores simultaneamente.

Para que todos os computadores, seja da empresa ou de casa, tenham acesso aos arquivos, o servidor NAS precisa estar conectado à rede, o que pode ser feito por meio de um roteador ou um switch. Por isso ele também é fácil de instalar.

Mas para você entender na prática a diferença dos tipos de NAS usados em ambiente de trabalho e o dispositivo utilizado em residências, confira uma breve explicação de cada a seguir:

NAS para redes domésticas

Com o NAS doméstico, você pode guardar músicas, filmes, fotos e vídeos digitais de todos os dispositivos da sua casa em um úncio lugar. É uma forma eficaz de garantir acesso dos arquivos a todos os moradores sem precisar se conectar a um computador específico, por exemplo.

E, o melhor: isso é possível de se feito de qualquer lugar e de qualquer aparelho como Smart TVs, tablets e smartphones.

NAS para pequenas e médias empresas

Toda empresa precisa de um sistema de armazenamento em rede que seja capaz de centralizar e organizar as informações corporativas.

Além disso, o sistema também precisa ser eficiente para fazer um backup de dados e permitir que todos os arquivos sejas acessados de maneira remota e com a máxima segurança.

Para realizar todas essas ações, o NAS é o dispositivo ideal. Mas no caso do servidor utilizado em empresas é preciso que ele tenha recursos de nuvem e  garanta que os funcionários também possam fazer upload e download das informações ali contidas.

Como manter a segurança das informações no Nas?

Como você vai reunir no NAS informações e dados de diferentes computadores, e vai permitir que várias pessoas possam acessá-los, é fundamental que exista um rigoroso sitema de segurança envolvido.

Isso é importante tanto para poder manter alguns dados em sigilo, quanto para garantir que as informações e arquivos ali armazenadas não sejam deletadas nem perdidas.

Sendo assim, você deve sempre comprar o NAS que ofereça o máximo de recursos de segurança como, por exemplo:

  • Criptografia de arquivos;
  • Controle de acesso à pastas e arquivos;
  • Autenticação por senhas;
  • Criação de VPN (Virtual Private Networking)

Além de proteger o acesso e manutenção de dados no NAS, também vale investir em um sistema de proteção contra o roubo do próprio dispositivo. Para tanto, existem modelos de NAS que têm conectores para que o servidor seja fixado na parede ou na mesa.

Quais os benefícios de um NAS?

Até aqui já deu para ter uma noção dos principais benefícios de se ter um servidor NAS, seja no ambiente corporativo, seja em casa.

Afinal, com ele é possível centralizar todo tipo de informação, arquivos e dados que estejam em diferente computadores.

Mais do que isso, uma das maiores vantagens do NAS é contar com a possibilidade de acessar tudo isso de qualquer lugar, bastando apenas um smartphone e o acesso a internet.

Servidor.

Dependendo do NAS é pssível acessar tudo pela nuvem também. (Fonte: ColossusCloud/ Pixabay)

Outro ponto positivo desse tipo de servidor é que ele garante um backup eficente e seguro das informações e pode ser usado tanto em empresas quanto em residências.

No entanto, também existem alguns pontos negativos quando tratamos de um servidor NAS. A verdade é que, quando ocorre um grande número de acessos simultâneos, o servidor pode atingir a capacidade máxima de conexões.

O resultado disso será uma maior lentidão para processar os dados ou mesmo o impedimento dessa ação. Para resumir, a seguir nós mostramos as vantagens e desvantagens do NAS:

Vantagens
  • Guarda, centraliza e organiza dados, informações e arquivos de uma rede de computadores
  • Faz backup
  • Fácil acesso por meio da rede
  • Acesso remoto
  • Pode ser usado no ambiente corporativo ou em casa
Desvantagens
  • Preço alto
  • Muitos acessos podem causar lentidão

Critérios de compra: O levar em conta ao comparar os tipos de NAS

Independentemente de você precisar de um servidor NAS para a sua empresa ou a sua casa, é preciso identificar qual será o mais efciente. Por isso, é fundamental analisar algumas características que diferenciam um modelo de outro. Nós listamos as mais importantes:

Conexões

O NAS pode ter uma ou mais portas Ethernet para conexão com a rede local. Os modelos com mais portas, garantem uma maior performance e segurança na transmissão e recepção de dados.

Por isso, para sua casa, a conexão única será o sufiente. Mas, para o local de trabalho, pode ser mais produtivo ter um NAS com mais portas LAN.

Tempo de processamento

Como vimos, quando muitas pessoas acessam ao mesmo tempo os dados do NAS, o dispositivo pode acabar falhando ou trabalhando de maneira mais lenta.

Por isso, é importante considerar o tempo de transferência de informações do servidor. Por exemplo, se você precisa de mais agilidade, o melhor é comprar um NAS que apresente uma maior quantidade de IOPS, que é o que determina a quantidade de informações processadas por segundo.

Capacidade de armazenamento

Outro fator crucial na escolha do melhor servidor NAS é o espaço para armazenar e compartilhar os arquivos e dados. Hoje existem opções com diferentes espaços internos. Escolha de acordo com sua necessidade.

Além disso, existem modelos de NAS com sistema híbridos de armazemnamentos com memórias SSD, discos profissionais (SAS) e comuns (SATA). Essa é uma boa opção para quem precisa otimizar a capacidade de armazenamento interno.

Software de backup

Ao comprar o NAS, observe também qual é o pacote de software dele. O mais recomendável é que o pacote tenha softwares de backup.

Esses software possui ferramentas que aumentam a segurança dos seus dados como, por exemplo:

  • Backup automático;
  • Backup híbrido, tanto físico quanto na nuvem;
  • Sistema de recuperação e restauração;
  • Replicação de dados em tempo real.

Acesso Remoto e nuvens pessoais

Como vimos, alguns modelos de NAS oferecem sistemas de acesso remoto e outros podem gauardar os dados em nuvens pessoais.

Esse é um recurso interessante para não limitar o acesso das informações apenas através da rede local e otimizar a segurança.

Resumo

O NAS é um dispositivo que guarda, centraliza e compartilha informações de diversos computadores. Com isso, várias pessoas podem acessar os dados ao mesmo tempo e com segurança.

Assim, o NAS é funcional tanto no ambiente corporativo quanto em residências. Mas para escolher o melhor, deve-se levar em conta a quantidade de conexões, o tempo de processamento, a memória e se há software de backup.

(Fonte da imagem destacada: Alex Cheung/ Unsplash)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas