Caixa com suplementos de vitamina B3.
Ultima atualização: 28 de junho de 2020

Como escolhemos

17Produtos analisados

24Horas investidas

8Estudos avaliados

85Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você está em busca de suplementação da vitamina B3, veio ao lugar certo. No artigo de hoje, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre a niacina.

Vitamina do complexo B que atua na produção energética do organismo e traz inúmeros benefícios à saúde, a niacina pode ser encontrada nos alimentos mas, em alguns casos, pode ser necessário suplementar. A seguir, vamos mostrar como escolher o melhor suplemento de B3.




Primeiro, o mais importante

  • A niacina é uma vitamina do complexo B que ajuda a prevenir e tratar a pelagra, além de baixar os triglicerídeos e proporcionar outros benefícios ao organismo.
  • Se você tiver deficiência de niacina, um médico deverá recomendar que você inicie a ingestão de suplementos de vitamina B3.
  • Para comprar o melhor suplemento de niacina você vai precisar levar em conta a fórmula do produto, a dose e a quantidade que vem no frasco.

Você também pode gostar:

Melhores suplementos de niacina: Nossas recomendações

A niacina com maior dosagem

A vitamina B3 Niacina da Life Extension vem em um frasco com 100 cápsulas. A recomendação é de ingestão de uma cápsula ao dia. cada uma contém a dosagem de 500 mg de niacina, o que representa 3125% das necessidades diárias recomendadas.

A melhor niacina com baixa dose

Com 60 comprimidos na embalagem, o suplemento de niacina da Vital Natus possui, em cada cápsula, 16 mg da vitamina B3. A fabricante alerta para que não seja consumida mais do que um comprimido ao dia.

A melhor opção para dose moderada

A niacina da Semprebom vem com 60 cápsulas na embalagem. Cada comprimido desse suplemento possui 240 mg de vitamina B3, o que representa 100 % da IDR. Por isso, a recomendação é de ingerir uma cápsula ao dia.

Guia de Compra

Antes de comprar um suplemento como o de niacina, é fundamental entender como a vitamina age em nosso organismo. Além disso, é preciso, junto com a orientação do seu médico, analisar qual a dosagem ideal a ser suplementada.

Nesse Guia de Compra, vamos ajudar você a tirar essas e outras dúvidas, para que possa comprar o melhor suplemento de niacina, de acordo com suas necessidades nutricionais.

Mulher ingerindo suplemento com copo de água.

O suplemento de niacina pode trazer inúmeros benefícios, mas deve ser consumido sob orientação médica.(Fonte: puhhha/ 123rf.com)

O que é niacina?

A niacina, ou vitamina B3, compõe o grupo de vitaminas do complexo B. Trata-se de uma vitamina hidrossolúvel, ou seja, que é solúvel em água.

Essencial para a nossa saúde, a niacina desempenha várias funções no nosso organismo como melhorar a circulação sanguínea, aliviar a enxaqueca, baixar o colesterol e atuar no controle da diabetes.

Frasco com cápsulas de vitamina B.

A niacina, ou vitamina B3, faz parte do complexo B.(Fonte: MasterTux/ Pixabay.com )

A absorção dessa vitamina ocorre no intestino delgado, e o seu excesso é eliminado pela urina. De modo geral, a niacina é consumida por meio da ingestão dos mais variados alimentos.

No entanto, o uso de suplementos da vitamina B3 pode ser necessário e recomendado em situações de carência do nutriente.

Niacina: Para que serve?

Assim como outras vitaminas do complexo B, a niacina tem muitos benefícios em nosso organismo e para a nossa saúde.

Por exemplo, a niacina pode atuar para a redução dos níveis de colesterol do organismo e para a produção de insulina. Além disso, de acordo com os especialistas, a niacina é benéfica para reduzir os sintomas da artrite e ainda previne doenças como catarata, aterosclerose e Alzheimer.

Outro benefício da vitamina B3 em nosso organismo, é que ela é boa a saúde do sistema nervoso e torna a digestão dos alimentos no estômago mais eficaz.

Mas as vantagens da vitamina B3 não param por aí. Listamos a seguir, outras funções da niacina na nossa saúde. Veja:

  • Ajuda a remover substâncias químicas tóxicas do nosso corpo;
  • Participa do processo de digestão e absorção de carboidratos, gorduras e proteínas;
  • Atua na produção de energia a partir da ingestão de alimentos;
  • Participa da produção de hormônios sexuais e relacionados ao estresse;
  • Auxilia na manutenção de uma pele saudável;
  • Contribui para o bom funcionamento dos sistemas cardiovascular e nervoso.

Quais alimentos são fonte de niacina?

Como vimos, a niacina pode ser encontrada tanto em alimentos como em suplementos alimentares. Mas o fato é que a vitamina B3 é abundante na natureza e pode, facilmente, ser encontrada em alimentos de origem animal e vegetal.

De modo geral, os alimentos ricos em niacina são: Fígado, peixes, cereais, sementes e oleaginosas, vegetais e frutas.

Alimentos como maçã, laranja, kiwi, brócolis e uma placa com B3 escrito.

Uma grande variedade de alimentos de origem animal e vegetal são ricos em niacina. (Fonte: ratmaner/ 123rf.com)

No entanto, os especialistas alertam que, quando cozidos, os alimentos ricos em niacina podem perder parte da vitamina B3 durante o processo de cozimento já que, como vimos, a niacina é hidrossolúvel.

De todo modo, para você entender o nível de niacina presente nesses alimentos, criamos a tabela a seguir que mostra a quantidade de vitamina B3 contida em cada 100 g de alimento:

Alimentos (100 g) Quantidade de Niacina
Fígado grelhado 11,92 mg
Amendoim 10,18 mg
Frango cozido 7,6 mg
Atum em conserva 3,17 mg
Semente de gergelim 5,92 mg
Salmão cozido 5,35 mg
Extrato de tomate 2,42 mg

Qual a quantidade de niacina que devo ingerir?

A quantidade de vitamina B3 a ser consumida diariamente varia conforme a idade da pessoa.

Mas também é importante analisar junto com o seu médico se existe de fato a necessidade de suplementação ou deficiência da niacina em seu organismo.

Apenas após essa análise o médico poderá recomendar com maior precisão a dosagem de niacina ideal para você consumir.

Mas, a título de conhecimento, listamos a seguir a dosagem aproximada e diária que é recomendada pelos especialistas de acordo com a faixa etária:

  • Bebês de 0 a 6 meses de idade: 2 mg;
  • Bebês de 7 a 12 meses de idade: 4 mg;
  • Bebês de 1 a 3 anos de idade: 6 mg;
  • Crianças de 4 a 8 anos de idade: 8 mg;
  • Crianças de 9 a 13 anos de idade: 12 mg;
  • Homens a partir de 14 anos de idade: 16 mg;
  • Mulheres a partir dos 14 anos de idade: 18 mg;
  • Grávidas: 18 mg;
  • Lactantes: 17 mg.

Quando usar o suplemento de niacina?

Como vimos, o mais recomendado é consultar o seu médico antes de iniciar a suplementação com a niacina.

Isso porque o uso de suplementos só deve ser feito por indicação de um especialista e após a realização de exame de sangue.

foco

Você sabia que a forma fisiologicamente ativa da niacina, chamada de nicotinamida, é uma vitamina essencial do complexo B, que atua como uma barreira de proteção na pele?

A nicotinamida reduz o ressecamento da pele e melhora a sua textura. Além disso, essa substância possui ação anti-inflamatória, regula a produção das glândulas sebáceas e evita a inflamação cutânea. Daí a nicotinamida ser indicada no combate à acne.

Se for detectado a deficiência de vitamina B3 em seu organismo, o mais provável é que você realize a suplementação.

Até porque a deficiência severa de niacina causa uma doença chamada pelagra, que provoca distúrbios em várias partes do corpo como dermatite, diarreia e demência. Outros sintomas da pelagra são:

  • Alterações digestivas: Vômitos, diarreia, prisão de ventre, baixa produção de ácido clorídrico e língua inchada;
  • Distúrbios neurológicos: Confusão mental e desorientação, psicose, delírio e demência, depressão, tremores, dor de cabeça e perda de memória;
  • Alterações na pele: descamação, pigmentação escurecida nas pernas e braços, pele craquelada e dermatite.

Além disso, é possível que a deficiência de niacina cause outros sintomas que podem estar relacionados à inflamações e erupções na pele, além de cirrose e diabetes.

Quais os efeitos colaterais da niacina?

Ainda que a niacina seja necessária e benéfica para o nosso organismo, e que a sua deficiência possa causar graves problemas de saúde, o fato é que o seu consumo em excesso também não é recomendado.

O consumo de niacina por meio de suplementos alimentares pode causar efeitos colaterais.

Isso porque o consumo de niacina por meio de suplementos alimentares pode causar efeitos colaterais.

Os principais efeitos colaterais da suplementação de vitamina B3 incluem coceira e sensação de queimação na pele, vermelhidão e náuseas.

Além disso, mesmo que não haja contraindicações para a suplementação da niacina, o fato é que o seu consumo pode provocar um aumento de reações adversas se administrado com remédios para baixar o colesterol como, por exemplo, a lovastatina, pravastatina e sinvastatina.

Quanto custa e onde comprar niacina?

O preço de suplementos de niacina variam bastante dependendo da marca fabricante, da formulação e, é claro, da quantidade de comprimidos que vem na embalagem. Por isso, de modo geral, você vai encontrar a niacina à venda custando entre R$ 20 e R$ 200.

Para comprar, as opções são muitas. Você pode optar por comprar a niacina em farmácias, lojas de departamentos e em hipermercados como, por exemplo, Lojas Americanas e Extra.

Ainda assim, se quiser o conforto de comprar sem sair de casa e uma maior variedade de marcas e formulações para escolher, recomendamos que compre a vitamina B3 pela internet, em lojas como a Amazon Brasil.

Critérios de Compra: Como avaliar os suplementos de niacina

Quando você tiver certeza de que precisa fazer a suplementação da niacina é hora de partir para a escolha do melhor produto.

Como você vai encontrar uma grande variedade à venda, recomendamos que você compare os seguintes critérios que diferenciam um suplemento de B3 de outro. São eles:

A partir daqui, você confere a melhor forma de levar em consideração cada um desses aspectos.

Isolada ou complexo B

O primeiro fator que você deve observar na hora de escolher o melhor suplemento de niacina é a sua formulação.

Isso porque você vai encontrar suplementos que contém a vitamina B3 em sua forma pura, ou juntamente com outras vitaminas do complexo B e até mesmo em conjunto com outras substâncias.

Por exemplo, é muito comum encontrar suplemento de vanádio, cromo e niacina combinados. Outra opção, seria a combinação de selênio, silício, vitamina K2 e vitamina B3.

De modo geral, quem sofre de deficiência severa costuma dar preferência ao suplemento cuja formulação contém apenas a niacina em sua forma concentrada e dosagem maior.

Cápsula ou líquida

Em seguida, é importante levar em conta a forma de consumo do suplemento da niacina. Aqui a escolha é bem pessoal e vai depender das suas necessidades.

Nesse caso, você vai encontrar a vitamina B3 em forma de cápsulas ou ainda na sua forma líquida.

A cápsula costuma ser mais prática para ser consumida quando e onde você estiver. No entanto, a niacina líquida é mais apropriada para quem dificuldade de absorção e deglutição.

Quantidade e dose

Outro critério que merece sua atenção na hora de comprar o seu suplemento de niacina é a quantidade de vitamina B3 que vem no frasco e a dose diária recomendada pelo fabricante, juntamente com a dosagem da vitamina em cada dose.

Você vai encontrar frascos que contém entre 60 e 120 comprimidos. Com relação à dose, a variação vai depender do tipo de suplemento que você escolher.

As opções que contam apenas com a niacina em sua composição costumam ter uma dose da vitamina B3 mais alta, em torno de 500 mg. No caso dos polivitamínicos, a dose de niacina costuma ser de 16 mg em cada cápsula.

Kits e validade

Por fim, leve em consideração também que, não raro, você terá a opção de comprar mais de um frasco do suplemento de niacina.

Principalmente em lojas da internet, existem muitas promoções nas quais você acaba pagando um preço mais em conta se comprar mais de um suplemento de niacina de uma vez só.

Mas, nesse caso, também é fundamental ficar atento à data de validade dos suplementos. Afinal, de nada adiante economizar e acabar não conseguindo consumir todo o suplemento dentro do prazo de validade.

(Fonte da imagem destacada: Aleksandra Gigowska/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.