Imagem de um notebook.
Ultima atualização: 30 de junho de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

19Horas investidas

5Estudos avaliados

85Comentários coletados

O sistema operacional Linux e suas distribuições têm conquistado bastante espaço no mercado e muitas pessoas têm optado por comprar um notebook Linux.

Embora seja um bom momento para trocar o Windows pelo Linux, muitas pessoas não sabem o que esperar deste sistema operacional. Pensando nisso, reunimos todas as informações que você precisa saber antes de comprar um notebook Linux.




Primeiro, o mais importante

  • Comprar um notebook Linux garante até R$200 de desconto – em comparação com um mesmo modelo com sistema Windows.
  • É possível utilizar Windows 10 e Linux simultaneamente. Mas caso você precise utilizar o suporte técnico do produto, será necessário reinstalar o sistema operacional de fábrica.
  • É importante mencionar que a maioria das distribuições Linux acompanha um pacote de programas básicos, mas esse sistema não roda programas populares como os do Pacote Office ou Adobe.

Você também pode gostar:

Os melhores notebooks Linux: Nossas recomendações

Procura recomendações de modelos de notebook com sistema Linux? Listamos as melhores a venda, junto a uma breve descrição das especificações técnicas desses modelos e um link para compra. Conheça:

O melhor notebook Linux para funções básicas

O notebook IdeaPad 330 da Lenovo é ideal para o usuário básico, pois carrega processador Intel Core i3, 4GB de memória RAM, 1TB de armazenamento e sistema operacional Linux Satux. A tela possui resolução FHD e 15.6 polegadas.

O melhor notebook Linux para estudar

O notebook Acer Aspire 3 conta com processador Intel Core i3, 4GB de memória RAM, 1TB de armazenamento e sistema operacional Linux Endless OS. A plataforma é tão simples de navegar quanto um smartphone.

Um notebook Linux multifuncional

O notebook Dell Inspiron possui processador Intel Core i3, 4GB de memória RAM, 1TB de armazenamento e sistema operacional Linux Ubuntu. O computador possui tela LED de 15.6 polegadas e resolução HD.

Uma opção para trabalhar

Precisa de um notebook Linux com configurações mais robustas? Invista nessa versão do notebook Dell Inspiron, que conta com processador Intel Core i5, 8GB de memória RAM, 1TB de armazenamento e sistema operacional Linux Ubuntu.

Guia de Compra

Chegou o momento de falarmos sobre o notebook Linux, termo empregado para se referir ao sistema operacional de código aberto simbolizado pelo simpático Pinguim.

Caso você esteja se perguntando se vale a pena comprar um equipamento com esse sistema operacional, esse Guia de Compra vai ajudá-lo pois reunimos todas as informações relevantes sobre o assunto.

Imagem de um notebook.

Você encontra diversas versões do sistema operacional Linux. (Fonte: Dan Nelson/ Unsplash.com)

Notebook com sistema Linux é bom?

Está procurando uma alternativa ao sistema operacional Windows? Então você deveria considerar a compra de um notebook Linux. Esses sistema operacional possui código aberto e personalizável (Kernel Linux).

Entre os principais diferenciais do Linux é que esse sistema operacional é gratuito assim como a maioria dos programas. Além disso, é bastante seguro, então não se preocupe com vírus.

Ao comprar um notebook Linux você pode escolher uma das inúmeras interfaces disponíveis. Você encontra versões próprias para uso pessoal, profissional ou empresarial.

O sistema operacional Linux também é uma excelente alternativa para dar uma sobrevida aos computadores mais antigos – você encontra algumas opções bastante leves.

Mas independente da sua finalidade de uso, alguns fatores devem ser levados em consideração antes de comprar um notebook Linux. Conheça todos os pontos positivos e negativos do sistema na seção seguinte.

Quais são as vantagens e desvantagens do notebook Linux?

Para ajudá-lo a decidir se o notebook Linux é a melhor opção para você, analisamos os pontos positivos e negativos de utilizar um notebook com esse sistema operacional.

Preço mais acessível

Como não requer licença do sistema operacional Windows, um notebook Linux é vendido a um preço reduzido, mesmo que possua as mesmas especificações técnicas.

A redução de valor pode ser bastante negativa. A caráter de informação, pesquisamos os preços das diferentes versões de Windows no site oficial da Microsoft (preços pesquisados em junho de 2020):

  • Windows 10 R$730
  • Windows 10 Pro R$1099
  • Windows 10 Pro for Workstations R$1599

Não ocupa muito espaço

O espaço necessário para instalar o Linux na memória do computador é menor. Embora existam diferentes distribuições do Linux, o sistema operacional utiliza cerca de 10GB para ser instalado – o Windows utiliza cerca de 20GB.

Ambiente mais seguro

A incidência de vírus em um notebook Linux é muito menor por causa da grande variedade de versões do sistema e pela base de usuários menor.

O sistema demanda procedimentos diferenciados para a execução dos programas, desse modo, não é necessário rodar arquivos executáveis com muita frequência (uma das maneiras mais comuns de mascarar um vírus).

Voltado aos usuários mais experientes

Como o Linux permite que o usuário exerça maior controle sobre o sistema e explore todo seu potencial, é necessário conhecimento em programação.

A instalação dos programas e algumas configurações requerem comandos específicos pouco conhecidos pela maioria dos usuários.

Experiência completamente nova

O sistema Linux é bastante diferente e essas diferenças refletem na experiência do usuário. Para executar funções mais simples, você não encontrará dificuldade, mas algumas funções importantes podem estar “escondidas” em algumas versões do Linux.

Incompatibilidade com softwares populares

Em um notebook Linux, alguns softwares bastante conhecidos não estão disponíveis. Você observará a falta de alguns aplicativos de uso profissional como os programas da Adobe e o Pacote Office.

E embora existam algumas alternativas, não podemos dizer que o Linux está no mesmo patamar que o Windows quando o assunto é variedade de aplicativos.

Além disso, o notebook Linux não é destinado a jogos. Portanto, se você gosta de jogos virtuais, sejam gratuitos ou pagos, passe longe do notebook Linux.

Imagem de um notebook.

O notebook Linux não é adequado para jogos. (Fonte: Ivan Shilov/ Unsplash.com)

Ainda está em dúvida se deve comprar um notebook Linux? Por que você não testa o sistema operacional? Diversos sites disponibilizam as versões mais utilizadas para que o usuário possa baixar e testar. Outra dica é conferir a tabela de vantagens e desvantagens do notebook Linux abaixo:

Vantagens
  • Sistema operacional gratuito
  • Acompanha pacote de programas básicos
  • Sistema personalizável
  • Ocupa menos espaço de armazenamento
  • Oferece mais segurança ao usuário
  • Diversas versões
  • É possível testar o Linux
  • Oferece sobrevida a computadores antigos
Desvantagens
  • É incompatível com diversos programas e aplicativos
  • Exige uma fase de adaptação
  • Não roda jogos

Quais programas posso usar no notebook Linux?

Uma das maiores preocupações ao migrar do Windows para o Linux diz respeito aos softwares que rodam nesse sistema operacional. Embora os programas populares no Windows não contem com uma versão nativa para Linux, existem alternativas interessantes:

  • E-mail: O Linux oferece opções de clientes de e-mails, como o Thunderbird ou o Mailspring. Esse segundo é gratuito, mas oferece uma opção de assinatura para acessar recursos extras.
  • Navegadores: Nessa categoria, não existem muitas diferenças, pois o notebook Linux roda os navegadores Chrome, Firefox, Opera, Vivaldi, entre outros.
  • Editores de áudio: O sistema Linux também conta com alguns editores de áudio bastante populares como Audacity, Ardour e LMMS.
  • Editores de imagem: Embora não possua uma versão nativa para o Adobe Photoshop, o sistema Linux oferece o tradicional GIMP e o Inkscape.
  • Players de áudio: Esse sistema operacional conta com opções bastante interessantes para escutar as músicas armazenadas no seu computador como Clementine e o Banshee.
  • Players de vídeo: Utilize o popular VLC Player ou SMPlayer para executar vídeos armazenados em seu computador.
  • Suítes Office: Embora não seja possível rodar os programas do Pacote Office, você pode utilizar os programas do LibreOffice ou mesmo as versões online dos programas da Microsoft. Outras opções são WPS Office e Apache OpenOffice.

Quais são as diferenças entre Linux e Windows?

Para quem está em dúvida sobre quais são as diferenças e similaridades entre os sistemas operacionais Linux e Windows, preparamos uma seção dedicada ao assunto.

  • Permissão de uso: É preciso comprar a licença do Windows para utilizar o sistema operacional em um computador. Com o Linux, basta realizar o download e executar o sistema em quantos computadores você quiser, gratuitamente.
  • Público-alvo: Em sua origem, o Windows era focado no público profissional, com o passar dos anos passou a englobar o público geral. Já o Linux foi criado para atingir os desenvolvedores.
  • Código fonte: Como o sistema Linux é voltado aos desenvolvedores, qualquer usuário consegue acessar e alterar o código fonte para personalizar o sistema como desejar. Já o Windows possui código fonte bloqueado a todos os usuários.
  • Programas: A maioria dos programas são desenvolvidos para rodarem no sistema Windows, mas não podemos dizer o mesmo do sistema Linux que contém uma quantidade limitada de programas.
  • Suporte técnico: Quando o usuário um problema com o sistema Windows, basta realizar uma pequena consulta na página de suporte da Microsoft para resolver a questão. Não podemos dizer o mesmo do Linux (no entanto, os usuários podem encontrar soluções em fóruns de discussão).
  • Usabilidade: Navegar pelo sistema Windows é muito simples, pois há apenas uma plataforma. Já o Linux há diversos estilos de plataformas, então é preciso encontrar aquela em que você sentirá mais afinidade.
  • Segurança: Em comparação com o Windows, o Linux é o sistema operacional mais seguro, pois a quantidade de usuários é menor. Como é menos usado, é mais difícil aparecerem os temidos vírus.

Como migrar do Windows para o Linux?

Antes de migrar do Windows para o Linux, você deve realizar o backup dos arquivos para que esses documentos possam ser acessados no novo sistema operacional.

Uma dica importante para quem deseja utilizar o sistema Linux é testar diferentes distribuições para encontrar a que mais lhe agrada. Dica: Instale o Linux em Dual Boot, para rodar, na mesma máquina, ambos os sistemas operacionais.

Imagem de um notebook.

Os sistemas Windows e Linux podem coexistir no computador. (Fonte: Adrian 2019/ Pixabay.com)

Critérios de compra: Como escolher o melhor notebook Linux do momento

Diversos fatores devem ser levados em consideração na hora de comprar um notebook Linux além da escolha da melhor distribuição do sistema operacional. Entre os diversos critérios de compra, destacamos:

Vamos detalhar cada um desses critérios abaixo. Caso surja alguma dúvida, deixe um comentário.

Versão do sistema operacional

Você decidiu comprar um notebook Linux? Então saiba que existem diversas distribuições disponíveis, você encontra opções para computadores mais antigos, próprios para uso pessoal ou profissional. Listamos as principais distribuições do momento abaixo:

  • Linux Ubuntu é a versão mais popular, pois oferece suporte a computadores do tipo notebook ou desktop.
  • Linux Mint é uma das principais distribuições do momento, pois oferece bom desempenho e baixo consumo da memória RAM. Plataforma parecida com Windows.
  • Elementary OS é indicada para quem possui um computador mais potente e busca um acervo generoso de aplicativos. Plataforma similar ao MacOS.
  • ZorinOS oferece plataforma e navegabilidade similares às do Windows. Embora seja gratuito, existe uma versão paga que traz alguns benefícios adicionais.
  • Linux Deepin se destaca pelo visual diferenciado e a facilidade de uso. A versão chinesa ganhou notoriedade por ser instalada como sistema operacional padrão nos computadores da Huawei.

Outras versões bastante populares do sistema operacional são Debian, Fedora, LMint, openSUSE, Endless OS e distribuições focadas para usuários corporativos como Red Hat ou SUSE.

Processador

O processador é responsável por executar todos os dados que o computador recebe e emite. Este hardware é formado por diversos componentes responsáveis por diferentes funções.

Os núcleos são responsáveis por executar os programas sem que a máquina trave. Quanto maior a quantidade de núcleos, melhor o desempenho do computador. Você encontra as seguintes opções:

  • Dois núcleos (Dual-Core): Ideal para rodar programas mais simples e acessar a internet.
  • Quatro núcleos (Quad-Core): Executa programas um pouco mais complexos.
  • Oito núcleos (Octa-Core): Executa programas bastante complexos e games.

A memória cache armazena as informações utilizadas com frequência para executá-las mais rapidamente. Você encontra modelos com 4MB, 6MB, 8MB e até 10MB de capacidade.

A frequência indica a velocidade com a qual o processador executa as funções. Você encontra opções básicas com 2GHz, intermediárias com 3GHz e avançadas com 4GHz de velocidade.

Os processadores mais populares são os da família Intel Core. Para o usuário comum, indicamos o Core i3, para o usuário intermediário, a melhor opção é o Core i5, para o usuário avançado, que utiliza programas pesados e gamers, as melhores opções são Core i7 e i9.

Imagem de um computador.

Observe todas as especificações técnicas antes de comprar um notebook Linux. (Fonte: Windows/ Unsplash.com)

Memória RAM

A memória RAM é utilizada quando você acessa programas e aplicativos do computador e está diretamente relacionada à velocidade da máquina.

Você encontra modelos com 4GB, 8GB ou 16GB de memória RAM, ideais para os usuários básicos, intermediários e avançados, respectivamente. Evite comprar um computador com menos de 4GB de memória RAM, caso contrário, sentirá frustração com o desempenho da máquina.

Armazenamento

Embora o sistema operacional Linux ocupe pouco espaço de armazenamento do notebook – cerca de 10GB – é importante analisar a memória interna do computador.

O armazenamento pode ser feito em um HD com 250GB, 500GB, 1TB ou 2TB ou em um cartão SSD com 128GB ou 256GB. Importante mencionar que o SSD possui um desempenho superior quando comparado ao HD.

(Fonte da imagem destacada: Campaign Creators/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.