Imagem mostra as mãos de uma pessoa programando em um notebook.
Ultima atualização: 20 de agosto de 2020

Como escolhemos

18Produtos analisados

23Horas investidas

7Estudos avaliados

89Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Ter um bom notebook para programar é indispensável para quem lida com essa atividade. Afinal, seja por profissão ou por hobby, ela demanda muito de um computador e precisa de uma série de configurações para ser exercida com perfeição.

No artigo de hoje, nós vamos te ensinar como comprar o melhor notebook para programar. Fique conosco para conhecer especificações técnicas, diferenças entre modelos e para entender do que exatamente você precisa para que sua máquina nunca te deixe na mão!




Primeiro, o mais importante

  • Uma das grandes vantagens de usar um notebook para programar é a mobilidade oferecida. É possível fazer seu trabalho em lugares variados.
  • Notebooks para programação precisam ser máquinas bem desenvolvidas e com especificações técnicas de alto nível. Processador e memória RAM são especialmente importantes.
  • Não deixe de conferir a qualidade da bateria antes de comprar seu notebook para programar: É essencial que a autonomia seja bastante alta.

Você também pode gostar:

Os melhores notebooks para programar: Nossas recomendações

Para começo de conversa, selecionamos alguns notebooks altamente recomendados por profissionais da área para programação. Ao conhecê-los, você fica mais perto de fazer uma ótima escolha!

Um notebook para programar moderno e compacto

O notebook Inspiron 2 em 1 da Dell é ao mesmo tempo muito moderno, com tecnologias como a tela touchscreen e a bateria de 42WHr com dez horas de autonomia, e compacto e leve, com seu design ultrafino. É ótimo para atividades como programação e edição de vídeos devido ao ótimo processador e ao HD com 1 TB de armazenamento.

Para quem gosta de variar o armazenamento

Ideal para quem gosta de praticidade e alto desempenho, o Ideapad S145 da Lenovo é sempre listado como um dos melhores notebooks para programação. Ele oferece slots especiais para SSD e HDD, abrindo múltiplas possibilidades de armazenamento. A qualidade de definição de imagem também é um diferencial.

O modelo para os fãs da Apple

Se você faz questão de ter sempre modelos produzidos pela Apple, a nossa recomendação é o Macbook Air Touch ID 13. Ele traz todo o diferencial do sistema operacional da empresa norte-americana e ainda uma grande autonomia de bateria, um processador de altíssimo desempenho e um design único.

Guia de compra

Nós imaginamos que você tenha muitas dúvidas sobre o que é importante em um notebook para programar. Mas não se preocupe!

Estamos no guia de compra e vamos responder muitas das perguntas mais comuns sobre o assunto!

Imagem mostra um homem programando em um notebook.

Um notebook de qualidade dá mais praticidade para programadores. (Fonte: StockSnap/ Pixabay.com)

Quais as características fundamentais de um notebook para programar?

Um notebook para programação deve ter algumas características especiais, principalmente se você exerce essa atividade a trabalho e se costuma usar linguagens mais pesadas.

Você precisa de um processador de qualidade, capaz de aguentar o tranco de horas de trabalho. Optar pela oitava geração é uma ótima ideia. A memória RAM deve ser de pelo menos 8 GB para suportar aplicativos realmente pesados.

Para armazenamento, a melhor ideia é ter um notebook compatível com SSD. Eles ajudam a aumentar a autonomia da bateria e ainda oferecem um ótimo ganho em velocidade.

E, claro, não podemos deixar de mencionar a bateria, que precisa ser bastante durável. Muitas pessoas gostam de trabalhar em lugares públicos ou abertos, e por isso é necessário que ela aguente um tempo considerável desconectada.

Para quem usa linguagens muito pesadas ou que envolvem processamento visual, uma placa de vídeo dedicada, do tipo indicada para gamers, pode ser fundamental.

Quais as vantagens de ter um notebook especial para programar?

Um notebook simples, para uso no dia a dia, pode não ter o que é preciso para programação. Características como capacidade de processamento e de memória abaixo da média geram lentidão extrema e impedem que as atividades profissionais sejam realizadas adequadamente.

Caso você tenha condições financeiras, nós recomendamos que use um notebook para atividades cotidianas e recreativas, e outro apenas para programar. Assim, cuidará melhor de seus arquivos e correrá menos riscos de perdê-los por infecções por vírus ou similares.

Se não for possível separar trabalho e diversão em computadores diferentes, opte por um modelo capaz de suportar linguagens variadas de programação e de te dar uma folga quanto a armazenamento e capacidade gráfica para outros hobbies e atividades do dia a dia.

O único problema de ter um notebook próprio para programação é o preço elevado, que pode causar dificuldades caso você esteja apenas começando na atividade.

Nós preparamos uma tabela com vantagens e desvantagens de adquirir um notebook especial para programar:

Vantagens
  • Processador e memória RAM próprias para programação
  • Capacidade de armazenamento acima da média
  • Melhor autonomia da bateria e capacidade gráfica
  • Não sofre com lentidão ou travamentos por ter as especificações necessárias
Desvantagens
  • Preço consideravelmente elevado

Qual o tamanho de tela ideal para programar?

Programar é uma atividade que envolve olhar para a tela do computador de maneira contínua por muitas horas seguidas. Para que você se sinta confortável e não desenvolva problemas oculares, é importante ter uma tela adequada.

Recomendamos uma tela de pelo menos 14 polegadas para programação.

Nós recomendamos que seja usada uma tela de pelo menos 14 polegadas para programação. Abaixo disso, você pode forçar demais a sua vista para olhar de maneira contínua e não só perder o rendimento após algum tempo, como também prejudicar a sua visão a longo prazo.

Quando falamos em 14 polegadas, porém, estamos falando no mínimo. O ideal é que você escolha o máximo que o seu dinheiro te permitir, observando assim cada detalhe com mais clareza. Isso vale ainda mais se você usa linguagens com processamento visual.

Dependendo da linguagem utilizada, outra questão importante é a resolução de tela, que não pode ser muito baixa. Um exemplar com Full HD pode te permitir notar todos os detalhes sem distorções!

Programar em um notebook ou computador desktop?

A primeira questão para responder a essa dúvida é sobre preferência pessoal: Você se sente mais confortável em um local fixo de trabalho, especial para as suas atividades, ou com mais mobilidade e portabilidade, podendo ir onde quiser enquanto exerce a sua profissão?

Um computador desktop fica fixo em um canto de sua casa e permite que ali seja, de fato, o canto do trabalho. Se essa é a sua preferência, deve optar por ele. Mas se gosta de ir para cômodos diferentes ou até locais públicos, escolha um notebook.

O computador desktop oferece algumas outras vantagens. Primeiro, ele pode ser montado com monitores realmente impressionantes que chegam a até 29 polegadas. Isso facilita muito a vida de quem trabalha com linguagens mais visuais.

Além disso, é possível fazer melhorias constantes de hardware em um computador desktop, avançando o nível do equipamento conforme você cresce na profissão e ganha dinheiro. No notebook, são poucas as peças trocáveis.

Mas o fator principal é, de fato, o conforto. Você deve escolher o que te parece uma opção mais aprazível entre trabalhar sempre em um lugar ou ter a mobilidade e a liberdade de ir de um canto a outro.

Veja abaixo a tabela que preparamos comparando os dois equipamentos:

Notebook para programar Computador desktop
Vantagens Grande portabilidade, permitindo que o trabalho seja realizado em qualquer lugar Possibilidade de monitores maiores e mais adequados, melhorias estão sempre disponíveis
Recomendação Para quem prefere ter a liberdade de trabalhar onde quiser Para quem deseja manter sempre um local próprio de trabalho

É preciso fazer investimentos extras em um notebook para programar?

Ao contrário do que acontece com um computador desktop, o notebook tem algumas peças que não podem ser trocadas. O processador, por exemplo, será sempre o mesmo que veio de fábrica.

Mas caso você queira, é possível sim tornar um modelo mais adequado para programação. Uma possibilidade bastante recomendada é a mudança para que o modelo se torne compatível com SSD. Um adaptador no lugar da porta para CD e DVD dá conta do recado.

Outra possibilidade para quem trabalha com linguagens mais complexas é a melhoria da placa gráfica. Essa é uma peça do notebook que pode ser trocada e um modelo mais moderno é capaz de transformar a capacidade de visualização de detalhes.

Sempre é possível avaliar as suas necessidades e fazer com que haja mais facilidade no seu dia a dia de programação!

foco

Você sabia que uma linguagem de programação criada em 1957 ainda é usada hoje em dia? Desenvolvida por John Backus, a Fortran serve para complexos cálculos matemáticos e estatísticos.

Quanto custa e onde comprar um notebook para programar?

Por necessitar de configurações e hardware de alto nível, um bom notebook para programar pode ser bastante caro. Você irá encontrar modelos adequados normalmente entre R$ 4 mil e R$ 6 mil.

Lojas especializadas em informática, eletrônicos ou até alguns hipermercados podem oferecer ótimas opções de notebooks para programar. Nós recomendamos, porém, a compra pela internet: A Amazon brasileira é rica em modelos de qualidade, bem como a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um notebook para programar

Decidido a comprar um notebook para programar? Então ainda há alguns critérios técnicos que precisam ser levados em conta! Selecionamos quatro para discutir:

A seguir, falamos com mais detalhes sobre cada um!

Linguagens usadas

Que tipo de linguagens você costuma usar? Elas são simples e exigem pouco de um computador ou precisam de uma máquina realmente complexa para não travarem e nem rodarem com lentidão?

Sabendo o que você usa com mais frequência, é mais fácil entender se é necessário contar com processador, placa gráfica e memória RAM mais ou menos avançados. Por isso, pense com cuidado para não gastar mais do que precisa e nem adquirir um modelo insuficiente para as suas atividades.

Armazenamento

Muitas das linguagens de programação não pedem por muita capacidade de armazenamento, já que geram arquivos de texto simples com seus códigos. Porém, o volume de conteúdo programado também é uma questão a ser levada em conta.

500 GB de armazenamento devem ser suficientes para linguagens de programação simples.

Um computador com 500 GB de armazenamento deve ser suficiente em um computador que é usado apenas para programação de memória simples, mas note que isso também é ligado com outras questões como velocidade e desempenho. Se for possível escolher 1 TB ou mais, nós recomendamos que você o faça!

Nós já mencionamos a possibilidade de adaptação para SSD e essa é uma ótima ideia para quem usa linguagens que exigem mais espaço ou que desejam usar o computador também para recreação e atividades não profissionais.

Imagem mostra um notebook com códigos de programação na tela.

Uma boa capacidade de armazenamento ajuda bastante um notebook para programar. (Fonte: Pexels/ Pixabay.com)

Bateria

Se você preferiu um notebook a um computador desktop para programar, a mobilidade deve ser uma das principais razões. Você deseja exercer a atividade em lugares abertos ou fora de sua casa. Para isso, a autonomia da bateria é uma das características mais importantes.

Notebooks mais modernos já contam com baterias com três componentes e autonomia superior a dez horas. Para quem deseja programar longe de um escritório, esse é um dos aspectos técnicos nos quais o modelo escolhido mais precisa oferecer um diferencial.

Assistência técnica

O uso para programar de um notebook é ligado diretamente ao trabalho. Prazos são curtos e tarefas são acumuladas. Dessa forma, se algum problema acontecer você não pode se dar ao trabalho de ficar sem o equipamento por muito tempo.

Antes de finalizar uma compra, veja se a marca do notebook oferece uma assistência técnica rápida e de qualidade na sua cidade. Assim, você terá a certeza de que não ficará sem o seu equipamento de trabalho e o seu ganha pão quando algo de errado surgir.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.