Imagem de um notebook em uma mesa com um vaso de flor ao lado

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o notebook, um aparelho tão completo quanto o desktop (computador de mesa) mas, que por ser portátil, pode ser carregado para onde você quiser.

Com a evolução da tecnologia, os notebooks ficaram menores, mais finos, leves e ainda mais potentes, principalmente quando analisamos os aparatos técnicos como processador, memória, placa de vídeo, sistema operacional, resolução de imagem, entre outros.

Se você está pensando em comprar um notebook, mas está em dúvida sobre qual modelo é ideal para suprir as suas necessidades e preferências, você veio ao lugar certo. Neste artigo vamos te contar quais são os melhores modelos, quanto custam, onde você pode adquiri-los e o que você deve analisar na hora da compra.

Primeiro, o mais importante

  • Existem vários tipos de notebooks, desde o modelo padrão aos mais modernos como o notebook gamer, dois em um (funciona como notebook e tablet), Ultrabook e o mini notebook (também chamado de netbook).
  • O melhor jeito de acertar na escolha de um notebook é refletir sobre os usos que você fará da máquina. O tamanho da tela, peso e espessura devem ser levados em conta se você for usar o aparelho fora de casa, por exemplo.
  • Opte por um notebook de alguma marca já estabelecida no mercado como Dell, Samsung, Lenovo, Asus, Acer e LG. Todas têm modelos de excelente qualidade, diferentes faixas de preços e oferecem garantia de até um ano.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de notebook: Nossos favoritos

Muitos fatores influenciam na escolha de um notebook, como processador, placa de vídeo, memória RAM, armazenamento, conexões, tamanho da tela, resolução da imagem e design do aparelho.

Além disso, existem inúmeros modelos disponíveis para compra e várias marcas disputam a preferência dos consumidores. Por essa razão selecionamos alguns dos melhores notebooks à venda, tanto para ajudar quem não conhece muito sobre informática, quanto para aqueles que queiram uma sugestão de compra.

O modelo com as melhores especificações técnicas

O notebook G7 da Dell é o modelo com as melhores especificações técnicas que um computador portátil pode ter atualmente. A tela é LED, tem 15.6 polegadas, qualidade de imagem Full HD e sistema operacional Windows 10.

O processador é Intel Core i7 8750 H (oitava geração). Possui 16 GB de memória Ram, placa de vídeo Ge Force Nvidia GTX 1060 com 6 GB de memória dedicadas. Conta ainda com SSD de 256 GB e vem com slot M.2 para acrescentar outro cartão SSD.

A opção com design descolado

O notebook Predator Helios 300 da Acer é um modelo gamer com design descolado e de alto desempenho. Conta com processador Core i7 7700HQ (sétima geração), placa GeForce GTX 1060 com 6 GB e HD com 2 TB de armazenamento.

Ele não é tão espesso quanto a maioria dos modelos de notebooks gamers, vem na cor preta com detalhes em vermelho, acabamento em metal e fibra de carbono e iluminação vermelha no teclado e touchpad. A tela tem resolução Full HD e 15.6 polegadas.

O melhor custo-benefício

O notebook Aspire Nitro 5 da Acer tem especificações avançadas como processador Core i5 7300 HQ, memória RAM com 8 GB e placa de vídeo GeForce GTX 1050. Conta também com slot M.2 para cartão SSD.

Também tem um excelente sistema de resfriamento, que permite o funcionamento do notebook com o máximo de desempenho pelo maior tempo possível. Esse notebook apresenta o melhor custo-benefício da categoria.

O notebook com design ultrafino

O notebook Ultra Slim da LG tem como diferencial o design ultrafino com espessura de apenas 19,6 milímetros, peso de 1.4 kg (um dos mais leves da categoria) e textura exclusiva e moderna. A tela também é um pouco menor, 14 polegadas.

O sistema é Intel Celeron N4100, que reproduz vídeos em alta resolução. Tem memória de 4 GB, HDD de 500 GB, sistema operacional Windows 10 e 64 bits. Graças a memória DD4 você consegue acessar e editar gráficos, textos e imagens até 30 vezes mais rápido.

A opção 2 em 1

O notebook Yoga 520 da Lenovo tem como diferencial o fato de ser um computador 2 em 1, pois pode ser usado como notebook e tablet. A tela tem 14 polegadas e é touchscreen (conta também com leitor de impressão digital).

As configurações são mais simples, ele tem sistema Core i3 de sétima geração e memória RAM de 4 GB. Este é um modelo indicado para tarefas mais simples, e a bateria tem duração de até 6 horas.

Guia de Compra

Ter um notebook pode ser muito útil, afinal, com ele você pode estudar, trabalhar, acessar as redes sociais, assistir filmes e séries, jogar e muito mais. O melhor é que esse aparelho é portátil, e pode ser levado para qualquer lugar na bolsa ou mochila.

Neste Guia de Compra vamos te contar um pouco mais sobre este aparelho e te dar algumas dicas de como escolher o modelo ideal de notebook de acordo com o seu perfil, preferências, uso que fará do equipamento e orçamento disponível para a compra.

Imagem de uma mulher usando um notebook

O notebook pode ser muito útil no seu dia a dia, pois ele tem várias funções incríveis. (Fonte: Moose Photos/ Pexels)

O que é um notebook e onde utilizá-lo?

O notebook é um computador portátil com as mesmas funções de um desktop (computador de mesa). A vantagem é que você consegue usá-lo em qualquer lugar, dentro e fora de casa.

Para escolher o modelo ideal, você precisa identificar quais são os seus objetivos com o aparelho. Pode ser para fazer faculdade ou pós-graduação em sistema EAD, trabalhar em um escritório ou na sua casa em regime home office ou mesmo para se divertir (jogar, assistir filmes e séries, etc.).

Os notebooks apresentam configurações que os tornam mais ou menos potentes como processador, placa de vídeo, capacidade de memória (RAM e HD interno), resolução de imagem, sistema operacional, entre outros.

Se você for usá-lo em tarefas mais simples como navegar na internet, usar as redes sociais ou checar os e-mails, um notebook com processador menos potente como Celeron, Pentium e Intel Core i3 são os recomendados.

Imagem de um notebook, desktop e um smartphone (da esquerda para a direita, respectivamente)

O notebook tem a vantagem de ter a potência de um desktop e a mobilidade de um dispositivo móvel. (Fonte: Nikolay Taraschenko/ Unsplash)

Nesses notebooks você consegue instalar alguns programas mais básicos de edição de texto, para montar tabelas, apresentações em slides e ler arquivos em PDF.

Se você for usar o notebook para trabalhar, o ideal é escolher um modelo mais potente, mas isso também depende da atividade que você desempenha. Se for para trabalhar com ferramentas mais simples, um notebook intermediário já supre suas necessidades.

Se você for editar fotos, vídeos ou áudios, ou for desenvolver softwares, projetos ou jogos, você vai precisar de um notebook melhor, com processadores mais potentes como Intel Core i5, i7 ou i9.

Agora, se você for um gamer, saiba que algumas marcas possuem linhas próprias de notebooks para essa finalidade, as principais diferenças desses modelos são: processador veloz, placa de vídeo de altíssima qualidade, sistema de som aprovado pela Dolby, tela maior, resolução Full HD ou Ultra HD e design moderno.

Confira agora quais são as vantagens e desvantagens de um notebook:

Vantagens
  • Dá para realizar todas as atividades que são feitas em um desktop
  • É um aparelho de uso portátil
  • Há modelos básicos, intermediários e potentes
  • O preço varia de acordo a potência da máquina
Desvantagens
  • A manutenção dos notebooks costuma ser cara
  • O notebook é um pouco mais sensível a impactos e quedas
  • A bateria tem a vida útil relativamente curta

Notebook, Ultrabook, Netbook ou 2 em 1: Qual escolher?

Além dos notebooks convencionais, há alguns outros modelos similares como o Ultrabook, netbook e o notebook 2 em 1 (também chamado de conversível). Vamos falar um pouco mais sobre cada um deles nesta seção.

Ultrabook

O ultrabook é um aparelho híbrido, pois mistura características dos notebooks e dos tablets. Como características do tablet ele tem a leveza, design mais fino, facilidade para ligar e desligar e a alta velocidade.

Apesar da potência, a maioria dos Ultrabooks não são compatíveis com placas de vídeo de melhor desempenho como as usadas nos notebooks e desktops.

Outra característica similar aos tablets é a facilidade de transportar o ultrabook em bolsas e mochilas, por causa do tamanho e peso. A bateria do ultrabook tem uma excelente durabilidade assim como as dos notebooks.

Notebook 2 em 1

Também conhecido como notebook conversível, o notebook 2 em 1 é chamado assim porque ele pode ser usado do modo convencional, como um notebook, ou como um tablet.

É bem fácil fazer essa transição, pois a tela deste modelo de notebook tem mobilidade de 360º. Outra vantagem é que a tela do notebook 2 em 1 é touchscreen, então fica bem mais prático de manuseá-lo (dá para usar o comando touchscreen em ambos os formatos).

Este tipo de notebook geralmente é um pouco mais caro do que os modelos comuns (mesmo aqueles que possuem as mesmas especificações técnicas), então reflita se você fará uso da função tablete. Caso contrário, o gasto a mais não se justifica.

Este modelo também é indicado se você quer um aparelho para carregar para todo lugar mas precisa de uma máquina com um desempenho acima da média para trabalhar ou estudar.

Veja um notebook conversível em ação:

Netbook

Embora seja pouco popular, o netbook também tem seus méritos. Este modelo de computador é recomendado para quem precisa da portabilidade acima de tudo, já que os netbooks são tão pequenos, leves e fáceis de carregar quanto os tablets.

A tela de um netbook tem tamanho entre 5 e 11 polegadas (os tablets têm tela de 5 polegadas). Este modelo é ideal para pessoas que realizarão tarefas simples como navegar na internet, ler e escrever e-mails, editar arquivos de texto, entre outras funções.

 Imagem de uma mulher usando um netbook

Os netbooks são menores e mais leves do que os notebooks. (Fonte: Kaboompics.com/ Pexels)

O disco rígido do Netbook é do tipo SSD, que deixa o computador veloz e reduz as chances dele falhar por causa de balanços e vibrações (como nos computadores que usam a tecnologia HD, como o notebook).

Se você estiver em dúvida sobre qual aparelho é mais indicado para você, confira a tabela abaixo, comparando as indicações de uso, vantagens e desvantagens das diferentes versões de notebooks.

Notebook Ultrabook Notebook 2 em 1 Netbook
Indicações de uso Para trabalhar, estudar, jogar, assistir filmes Para quem precisa de um notebook menor e mais leve para usar fora de casa Para aqueles que não dispensam o uso do tablet Para realizar tarefas mais simples, principalmente fora de casa
Vantagens É tão completo quanto um desktop mas o uso é portátil Leve, ultrafino, veloz, ágil para ligar e desligar Pode ser usado como notebook ou tablet e a tela é touchscreen Portabilidade, resistência, bateria durável e preço acessível
Desvantagens Por ser a opção mais completa, o notebook convencional é mais caro Não é compatível com processadores e placas de vídeos superiores É um pouco mais simples em funcionalidades Não é adequado para tarefas complexas

Quanto custa um notebook?

Diversos fatores influenciam no preço de um notebook como tipo de aparelho, aparatos técnicos e design. Os modelos convencionais custam a partir de R$ 900 e há vários modelos acima dos R$ 1.000.

Os modelos intermediários custam entre R$ 2.000 e R$ 3.000 e as versões mais potentes custam a partir de R$ 4.000 e podem ultrapassar os R$ 7.000.

Onde comprar um notebook?

Você pode encontrar notebooks em lojas de aparelhos eletrônicos como Fast Shop, em livrarias como Saraiva e Cultura e em lojas que vendem eletroeletrônicos como Magazine Luiza e Ponto Frio.

Se você preferir, pode comprar através da internet, nos próprios sites das marcas ou em e-commerces como Amazon, Mercado Livre, Submarino.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de notebook

Uma série de fatores devem ser levadas em consideração na hora de comprar um notebook, mas isso pode dificultar e muito a vida de uma pessoa que é leiga em informática.

Resumidamente, você deve saber que o processador é o cérebro da máquina, a memória RAM é o espaço de trabalho do sistema, o armazenamento é o local onde os arquivos são salvos e a placa de vídeo é responsável por tudo o que aparece na tela. Quando for comprar um notebook, confira as seguintes características:

  • Processador
  • Memória RAM
  • Placa de vídeo
  • Armazenamento
  • Qualidade de imagem
  • Tamanho da tela
  • Sistema operacional
  • Conexões
  • Bateria
  • Recursos extras

Mas fique tranquilo, pois vamos explicar cada um desses itens, que devem responder a todas as perguntas que você possa ter. Desta forma você vai acertar na escolha do seu novo notebook.

Processador

O processador é responsável por analisar quase todas as informações que o computador recebe e emite, por isso é considerado o “cérebro” do máquina e é a característica mais importante a ser levada em consideração no momento da compra.

O processador é formado por núcleos, quanto maior a quantidade, mais softwares pesados o notebook vai conseguir executar sem travar. Para quem trabalha com programas mais simples e usa bastante a internet, um computador com dois núcleos já vai ser o suficiente.

Para os usuários de programas de edição mais simples, há uma versão com quatro núcleos que é muito boa. Para os gamers e pessoas que trabalham com softwares de edição muito pesados, é recomendado um computador com oito núcleos ou mais.

Imagem de uma mulher usando um notebook

A escolha de um modelo de processador varia de acordo com o uso que você fará do notebook. (Fonte: StartupStockPhotos / Pixabay)

A memória de cache grava quais são os programas que você utiliza com frequência para ajudar o processador a executar essas ações mais rapidamente. Quanto maior for a memória de cache, menor é o gasto de bateria.

Você pode encontrar modelos com 4 MB nos computadores bem básicos, 6 ou 8 MB nos modelos considerados intermediários e 10 MB ou mais nos aparelhos mais modernos.

Já a frequência diz respeito à velocidade com que o computador executa as funções. Ela é medida em GHz e há versões com 2, 3 ou 4 GHz. Notebooks com 2 GHz são bem básicos, os de 3 GHz são intermediários e os de 4 GHz são os modelos mais avançados.

Quanto mais potentes forem os componentes do processador, mais rápido o computador trabalha.

Ao escolher um computador, você deve levar em consideração qual uso fará da máquina, pois não é necessário comprar um modelo com processador muito potente se você for usar o PC apenas para escrever textos e assistir vídeos.

Entretanto, se você usa softwares de edição de foto, vídeo e/ou som, é essencial que a sua máquina tenha um processador à altura, que seja capaz de lidar com todos os dados que recebe sem travar.

Existem quatro tipos de processadores bem populares ultimamente, o Core i3, i5, i7 e i9. Os dois primeiros são indicados para os usuários comum e intermediário. Os processadores i7 e i9 são recomendados para quem usa softwares de edição e os gamers.

Cada tipo de processador conta com suas versões (também chamadas de gerações) que ficam melhores a cada lançamento. A geração mais atual dos processadores da Intel (Core i3, i5, i7 e i9) é a oitava.

O processador é a parte mais cara do computador. Se você não precisar de um equipamento com muita velocidade, pode economizar comprando um notebook com processador mais básico.

Imagem de dois adesivos colados próximos ao teclado do notebook, um se refere ao tipo de processador e o outro à placa de vídeo da máquina

O tipo de processador do notebook é indicado por um adesivo colado próximo ao teclado. (Fonte: Jordan Harrison/ Pexels)

Memória RAM

A memória RAM é aquela usada quando você está navegando na internet e usando aplicativos do computador. É ela quem dita se o aparelho vai apresentar lentidão ou se será veloz.

Em geral, os modelos mais modernos têm memórias do tipo RAM entre 4, 8 e 16 GB. Computadores com memória RAM inferior a 4GB ficam lentos quando você acessa vários aplicativos ou janelas de uma só vez.

Placa de vídeo

A qualidade da placa de vídeo está diretamente ligada à velocidade da máquina e, novamente, a escolha está atrelada ao uso que você fará do notebook.

Para aqueles que usam programas pesados como Autocad (software para desenvolver projetos de arquitetura e engenharia) ou faz edições de vídeos longos e em alta-definição usando o Premier, é melhor escolher um computador com as placas de vídeo NVidia GeForce ou AMD Radeon.

Se o uso do aparelho for um pouco mais simples, você pode optar por um notebook com placa gráfica embutida (que vem junto à placa mãe do computador). Essa placa atende satisfatoriamente programas e ações mais simples.

Veja para que serve e como funciona a placa de vídeo do notebook:

Armazenamento

O armazenamento dos arquivos e softwares é feito no disco rígido do computador, também chamado de HD interno. A capacidade do disco rígido varia de 250 GB a 500 GB nos modelos mais simples.

Computadores mais sofisticados têm capacidade de armazenamento de 1 a 2 TB (terabytes). Também é comum que esses modelos venham com cartão SSD, unidade de armazenamento interno veloz e resistente.

A velocidade com que cada HD abre os arquivos também muda de um modelo para o outro. Nos notebooks mais básicos ou mesmo nos intermediários essa velocidade é de 5.400 RPM (rotações por minutos) e nos aparelhos mais potentes essa velocidade chega a 7.200 RPM.

O cartão SSD vem com capacidade de 128 ou 256 GB, e você pode comprar um dispositivo desses em qualquer loja de eletrônicos confiável. Se preferir você também pode optar por pen drives ou HDs externos.

Veja como é um dispositivo SSD:

A unidade de memória SSD é mais veloz do que o HD comum, por isso se você busca velocidade, é melhor optar por um SSD. Você também pode escolher um modelo de armazenamento híbrido que usa SSD e HD ao mesmo tempo).

Se preferir, você também pode salvar os seus arquivos “na nuvem”, em serviços gratuitos (até certo limite de memória) como Google Drive, OneDrive, Dropbox e iCloud.

Qualidade da imagem

Os notebooks modernos têm tela de LED com excelente qualidade de imagem. A resolução varia entre HD, Full HD (o tipo mais comum) e há aparelhos com tecnologia Ultra HD (4K).

Modelos com resolução HD são mais simples e tanto o brilho quanto a nitidez são um pouco menores. Isso se deve à resolução da tela que é de 1280 x 720 e à quantidade de pixels que é de um milhão.

Os modelos com resolução Full HD têm imagens ricas em detalhes, com bastante brilho, nitidez e cores vibrantes. A resolução da tela Full HD é de 1920 x 1080 e ela tem 2 milhões de pixels, ideal para quem vai assistir filmes usando o computador.

Se você for gamer ou trabalhar com design gráfico, a melhor opção é escolher um notebook com qualidade de imagem Ultra HD/ 4K, ela é quatro vezes maior (e melhor) do que o tipo anterior. A tela 4K tem dimensões de 3840 x 2160 e conta com mais de 8 milhões de pixels.

Tamanho da tela

Os notebooks podem ter telas de 11 a 15 polegadas. Os modelos de 11 a 13 polegadas são indicados para quem usa o computador fora de casa, pois ele é menor e mais leve, cabendo em mochilas, pastas e bolsas.

Os aparelhos com telas maiores de 14 ou 15 polegadas são ótimos para assistir filmes e jogar. Esse padrão é mais indicado para manter em casa, mas isso não quer dizer que ele não possa ser usado na rua.

Existem mochilas adaptadas para carregar notebooks, elas são um pouco maiores, com material e costura reforçados e resistentes à água.

Sistema Operacional

O sistema operacional é responsável por fazer a interface entre as estruturas, arquivos, programas, memória e dispositivos do notebook. É a “inteligência” da máquina.

O sistema operacional Windows já está na sua décima versão e tem vários recursos interessantes como sistemas de segurança por digital ou reconhecimento facial, navegador exclusivo Microsoft Edge e assistente pessoal (Cortana).

Conexões

Com tantos dispositivos com conexão Bluetooth, algumas pessoas passaram a não se preocupar com outras conexões como a entrada USB. Mas vale a pena comprar um computador com várias entradas deste tipo.

As conexões USB podem ser a porta de entrada do seu computador para dispositivos importantes como impressora, pen drives, HDs externos, mouse, teclado e smartphones.

Embora a maioria dos dispositivos modernos tenham conexão sem fio, você pode ter algum aparelho sem esse recurso.

Também vale a pena pesquisar se o notebook que você está pensando em comprar já tem entradas com suporte para tecnologia USB 3.0. Ela é 10 vezes mais veloz do que as entradas USB 2.0 na troca de arquivos entre o pen drive e o computador (e vice-versa).

Mas não é só de entrada USB que estamos falando. Se você ainda não tiver uma Smart TV (ou vá para algum lugar que não tenha), é interessante ter uma entrada HDMI para conectar o notebook à televisão e assistir filmes online.

Também procure por suporte para cartões SD (e adaptadores de micro SD), caso você queira descarregar fotos do seu smartphone ou câmera fotográfica diretamente na tela do notebook.

Bateria

A bateria de um notebook é dividida em células, quanto maior for a quantidade de células, mais o computador consegue guardar energia e consequentemente a bateria vai durar mais.

Um computador com bateria potente é essencial, principalmente para quem usa o notebook fora de casa e pode não encontrar uma tomada para recarregar o aparelho com tanta facilidade.

A bateria com quatro células tem duração média de três a cinco horas. Modelos com seis células chegam a durar 10 horas e computadores com nove células ultrapassam as 15 horas de funcionamento sem recarga.

foco

Mitos e verdades sobre a bateria:

  • É mito que é preciso deixar a bateria do notebook descarregar completamente antes de recarregá-la. Pelo contrário, essa atitude pode encurtar a vida útil do equipamento.
  • Também é mito que desligar o computador diretamente no botão estraga a máquina. Entretanto, você só deve fazer isso quando o seu computador travar, nunca como procedimento rotineiro.
  • A vida útil da bateria não é medida por anos e sim por ciclos. Após completar o limite de ciclos, a bateria retém até 80% da sua capacidade.
  • É verdade que o calor intenso e a exposição solar prejudicam a capacidade de retenção da bateria.
  • Também é verdade que usar um carregador que não seja original do aparelho pode prejudicar a bateria do notebook.

Recursos extras

Alguns recursos extras também devem ser levados em consideração na hora da compra, principalmente porque eles podem otimizar a sua navegação e usabilidade.

Se você costuma fazer videoconferências usando o Skype, vale a pena comprar um notebook com webcam e microfone integrados (que também serve para usar o assistente pessoal).

O touchpad (substituto do mouse nos notebooks) também deve ser fácil de manusear. Outro recurso interessante é a retroiluminação LED que possibilita usar o equipamento até no escuro.

(Fonte da imagem destacada: Rawpixel.com / Pexels)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.