Homem jovem usando óculos virtual em fundo branco.
Ultima atualização: 23 de junho de 2019

Como escolhemos

11Produtos analisados

21Horas investidas

6Estudos avaliados

63Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! O assunto de hoje são os tão cobiçados óculos de realidade virtual. Vamos comparar alguns modelos e dar algumas dicas super importantes na hora de escolher qual levar para casa.

Se você chegou até aqui, significa que está interessado, ou no mínimo curioso, sobre esta novidade que vem tomando conta do mercado, tanto da tecnologia voltada para games quanto filmes.

Somente a alguns anos atrás, a imersão virtual ainda era assunto de ficção científica, porém, atualmente, já é possível adquirir um óculos VR (virtual reality) por menos de R$ 100. Vamos identificar os modelos mais queridos pelo público, e também quais são as principais diferenças entre as categorias. Vamos lá?




Primeiro, o mais importante

  • Você deve manter em mente o destino de uso que será atribuído ao seu óculos de realidade virtual, pois a finalidade da compra ajudará na hora de decidir qual modelo vale mais a pena dentro do seu orçamento.
  • Verifique sempre a qualidade do ângulo de visão, das lentes e da tela (em modelos standalone) do óculos de realidade virtual que você pretende adquirir.
  • Lembre-se de pesquisar bem os preços já que eles diferem bastante, principalmente entre lojas online e físicas, além da grande variedade entre os modelos. Os preços conseguem variar de R$ 50 a até mais de R$ 10.000.

Você também pode gostar:

Ranking: Os melhores 3 óculos de realidade virtual

Se você está em busca de um óculos de realidade virtual, chegou ao local certo. Vamos te apresentar 3 modelos de preços bem distintos para que você possa fazer sua escolha. Confira no ranking abaixo:

1º - Óculos de realidade virtual Samsung

Desenvolvido pela Samsung, este óculos VR possui compatibilidade com os celulares Galaxy S6 e mais recentes (S6 Edge, S7 e S7 Edge e o Note 5) via sistema USB.

Este modelo é muito popular no Brasil. Uma razão por este modelo ser um dos queridinhos é o recurso touchscreen presente na lateral, que permite um controle mais fácil e acessível das funções disponíveis.

2º - Óculos de realidade virtual Tomate

Este óculos de realidade virtual opera com o sistema Android 4.4 via wifi, com uma tela de 5.5” possui um bom ângulo de visão 3D que permite uma imersão de qualidade.

Outro detalhe, que contribui para uma boa experiência de imersão neste modelo, é a tela nítida IPS display - com resolução de 1280x720 -, e as lentes de resina óptica côncavas com distância focal de 52 mm.

Dois pontos que valem destacar neste óculos VR, é a presença de uma memória interna de 8 GB e uma memória ram de 1 GB, e o conforto de pesar menos que 500g.

3º - Óculos de realidade virtual HTC

Este óculos de realidade virtual é trazido para o mercado através de uma parceria entre a HTC e a Steam. Seu ângulo de visão de 110° proporciona uma experiência única de imersão em conjunto com o headset ajustável e extremamente confortável.

Um outro ponto positivo é a possibilidade de poder ser operado por pessoas que utilizam óculos de correção de grau.

Esta parceria com a Steam proporciona mais de 1.000 jogos para realidade virtual, e mesmo com tantos jogos interessantes, a segurança não é deixada de lado, já que o modelo vem com sensor de proximidade que avisa o usuário quando está muito perto de algum móvel ou alguém.

Guia de Compra

Antes, a realidade virtual era algo possível apenas nos filmes de ficção científica. Mas em pouco anos a tecnologia evoluiu ao ponto de deixar esse recurso acessível para todos nós.

Quer aprender mais sobre os óculos de realidade virtual? Ao longo desse guia vamos trazer todas as informações necessárias para que você possa comprar o seu!

Homem usando óculos de realidade virtual olhando dentro de uma xícara.

Óculos de realidade virtual já é realidade e por um preço acessível. (Fonte: dlohner / Pixabay)

O que é o óculos de realidade virtual e suas vantagens?

Os óculos de realidade virtual estão muito populares, e isso devido a um mercado cada vez maior de games e consoles que se atualizam todo o ano em resposta à uma demanda que vem crescendo exponencialmente.

Cada vez mais as pessoas querem estar por dentro do que está acontecendo, principalmente em respeito à tecnologia. Os óculos de realidade virtual não são exceção, e a experiência que eles proporcionam é algo jamais visto.

Além de proporcionar a imersão total em jogos virtuais, que é o principal objetivo a qual se destina, você também pode sentir como se estivesse em qualquer sala de cinema do mundo!

Toda essa experiência de estar dentro do seu jogo favorito que os óculos de realidade virtual oferecem, é formada por 3 bases essenciais: conteúdo imersivo (jogos, filmes), aplicativo de realidade virtual e os óculos VR.

Entretanto, por ser uma tecnologia relativamente nova, é necessária certa cautela e muita informação na hora de escolher o modelo que deseja levar para casa, principalmente no quesito compatibilidade entre aparelhos.

Homem de perfil em sala utilizando o óculos de realidade virtual.

Modelo VIVE da empresa HTC que não necessita compatibilidade com outros aparelhos. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

Quais os tipos de óculos de realidade virtual?

A maior parte deste mercado procura os óculos VR com o intuito de usá-lo como objeto de lazer entre família e amigos. Para tal objetivo, existem inúmeros modelos diferentes prontos para atender às necessidades de cada usuário.

Entre os tipos dos óculos, podemos separá-los em 3: Gamers, High experience e Cardboard. Confira:

  • Gamers: Na categoria de gamers profissionais, encontram-se os melhores óculos de realidade virtuais do mercado, e também os mais caros. Por necessitarem de um computador compatível e de alta performance, o valor pode acabar alcançando cinco dígitos.
  • High experience: A categoria de óculos VR de alta experiência oferece modelos que utilizam o smartphone como tela e também modelos standalone, que já possuem tela incorporada ao óculos. Operam com sua própria tecnologia de software e hardware, oferecendo uma qualidade de imersão e durabilidade aumentadas.
  • Cardboard: A categoria mais acessível de óculos de realidade virtual é a tecnologia cardboard (feita de papelão). Ela se torna mais barata já que é incorporada aos aparelhos celulares, não apresentando tela própria, e assim, transformando-os em uma ferramenta imersiva.

Após definir a finalidade, é necessário manter em mente que, dependendo do modelo escolhido, alguns são somente compatíveis com certos aparelhos (smartphones e computadores).

A qualidade da experiência proporcionada é correspondente à soma da qualidade de três itens: óculos VR, aplicativo de realidade virtual e o conteúdo imersivo. Se a qualidade de um desses itens for negligenciada, toda a experiência de imersão sofrerá danos.

Mulher rindo sentada em uma cadeira sobre fundo rosa utilizando o óculos de realidade virtual.

Modelo de óculos VR de alta experiência que utiliza o smartphone como tela. (Fonte: rawpixel / Pixabay)

É necessário prestar atenção em pelo menos 4 desses itens para uma boa escolha de óculos VR: usabilidade, conforto, ângulo de visão e imersão. Vamos falar mais sobre isso nos Critérios de Compra.

A medida que a qualidade do ângulo de visão, das lentes e da tela são boas, um conforto maior é proporcionado na hora de utilizá-lo, visto que a experiência de imersão pode causar náusea e tontura a novos usuários.

Quanto custa?

Existem uma variedade enorme de modelos e preços disponíveis de óculos de realidade virtuais no mercado atual. Esses preços partem de menos de R$ 100 e podem chegar a até mais de R$ 10.000.

Os modelos mais caros e avançados do mercado são destinados a gamers e alcançam estes preços devido à necessidade de um computador compatível e de extrema alta performance, ou seja, talvez seja necessário comprar peças para atualizar o seu computador ou comprar um novo, além do óculos VR.

Onde comprar?

Os óculos de realidade virtuais podem ser encontrados tanto em lojas físicas perto de você, como online.

Em lojas físicas, são vendidos tanto pelas marcas que o produzem, como a Samsung, como também por lojas de departamento que possuem uma boa sessão de eletrônicos, como as lojas Americanas ou as Casas Bahia.

Se você prefere comprar online, os preços e ofertas são mais variadas e existem lojas extremamente confiáveis que oferecem todos os detalhes na hora da compra, como, por exemplo, a Amazon brasileira.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de óculos de realidade virtual

Antes de finalizarmos, precisamos ressaltar alguns fatores que devem ser observados antes de comprar seu óculos de realidade virtual. São eles:

  • Usabilidade
  • Conforto
  • Ângulo de visão
  • Imersão

Agora, vamos entender suas importâncias um a um.

Usabilidade

Se um óculos VR possui muitos fios e cabos, é difícil de colocá-lo ou removê-lo. Se é cheio de pequenas peças e acessórios, muitas pessoas tendem a não utilizá-lo com frequência e pode trazer muita dor de cabeça.

Por isso, sempre opte por modelos com um design mais integrado, clean e fácil de operar; principalmente, se você deseja presenteá-lo ao seu filho, por exemplo, ou utilizá-lo como lazer em família onde todos tenham a habilidade de manuseá-lo.

Homem usando óculos de realidade virtual desenhando em um quadro branco.

Um design integrado e simples de manusear é muito importante na hora da escolha do modelo de óculos VR. (Fonte: Eugene Capon / Pexels)

Muitas partes e acessórios que não são inteiramente integradas ao óculos VR não é necessariamente algo muito positivo, visto que há uma maior facilidade de quebrá-los ou perdê-los.

Como os óculos de realidade virtual ainda são uma novidade, não existem muitas assistências técnicas no Brasil capazes de consertá-los ou vender partes que faltam, principalmente de modelos importados. A dor de cabeça pode ser grande!

Conforto

Pelo fato dos óculos de realidade virtual serem utilizados presos à face do usuário, é extremamente necessário prestar atenção no material em que ele é fabricado ou revestido e no tamanho do ajuste das tiras que o prendem.

Se, por um acaso, o óculos não se alojar confortavelmente à face, apertando a testa, olhos e nariz, é raro você conseguir aguentar jogando por muito tempo, muito pelo fato de que alguns modelos pesam mais que outros.

Para eventuais usuários que possuem óculos de correção de grau, é recomendado provar o modelo que deseja em uma loja física previamente, devido ao fato de que alguns modelos não aderem confortavelmente à face se está sobre o óculos de correção.

Ângulo de visão

Quando a questão é ângulo de visão em óculos VR, damos preferência pela melhor visão periférica, ou visão lateral. Uma boa visão periférica aproxima o mundo virtual do mundo real profundamente melhor.

Para que tenhamos uma visão periférica boa, é desejado que o ângulo de visão do modelo de óculos VR escolhido possua um ângulo maior que 90°. Leia a descrição dos produtos nos sites para obter essas informações sobre o ângulo.

Homem vestido de preto, apoiado em uma pedra na natureza e utilizando o óculos de realidade virtual.

O usuário pode experienciar náusea e tonturas com certos modelos, principalmente em atividades com muita movimentação. (Fonte: mali maeder / Pexels)

Imersão

A qualidade da sensação de imersão está diretamente relacionada ao ângulo de visão. Porém, ela não se baseia somente nesse fator.

É muito importante também prestar atenção na qualidade da lente e da tela, no caso dos modelos standalone. Uma tela de melhor qualidade e resolução pode prevenir sensações de náusea e desconforto ao jogar.

(Fonte da imagem destacada: JESHOOTScom / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Elen Gonçalves Graduada em Mecatrônica
Os anos morando e estudando na Europa ajudaram a despertar em Elen uma paixão pelos eletrônicos que a levou a estudar mecatrônica. Discutir assuntos relacionados a esse universo é o que ela mais gosta de fazer. Principalmente se for online, onde é possível compartilhar seu conhecimento com milhares de pessoas ao mesmo tempo.