Olá, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o Ômega 3, um conjunto de três ácidos graxos essenciais, ou seja, uma gordura importante para o bom funcionamento do organismo.

O ômega 3 traz muitos benefícios ao corpo: fortalece o sistema imunológico, auxilia no bom funcionamento do cérebro e do coração, regula as taxas de colesterol ruim e triglicérides, tem ação anti-inflamatória, deixa a pele vistosa e muito mais.

Mas, a substância não é produzida pelo organismo e os alimentos não fornecem a quantidade necessária de ômega 3, por isso é essencial incluir uma suplementação. E é sobre esse suplemento que vamos falar ao longo deste artigo. Boa leitura!

Primeiro, o mais importante

  • O Ômega 3 é extraído de peixes que vivem em águas frias e profundas, como salmão selvagem, anchovas, sardinhas, truta, entre outros. Esses animais fornecem uma concentração maior de óleo/gordura.
  • Os principais ácidos graxos poli-insaturados que compõem o ômega 3 são o DHA (ácido docosahexaenoico), EPA (ácido eicosapentaenoico) e ALA (ácido alfa-linolênico). A concentração varia de acordo com o produto.
  • O ômega 3 é fundamental para a saúde do cérebro, coração e olhos em todas as fases da vida, por isso é tão importante incluir alimentos que fornecem essa substância e complementar a dieta com suplementos.

 

Ranking: Os 7 melhores suplementos de Ômega 3

Com tanta oferta de ômega 3 nas prateleiras das farmácias e lojas de suplementos, é normal que você fique em dúvida sobre qual produto comprar. Afinal, é da saúde que estamos falando.

Para ajudá-lo a escolher o suplemento ideal, preparamos uma lista com os melhores produtos de diversas marcas, todos aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

1º – Ômega 3 DHA 500 Naturalis

O ômega 3 DHA 500 da Naturalis é um suplemento concentrado, cada cápsula fornece 500 mg de DHA, superior à maioria dos produtos. A concentração de EPA é de 100 mg e o produto é enriquecido com vitamina E.

Esse suplemento é melhor absorvido pelo organismo, pois é 100% triglicerídeos reesterificados (TG). A recomendação de uso é uma cápsula, três vezes ao dia. O ômega 3 da Naturalis vem com 100 cápsulas.

2º – Super Ômega 3 TG Essential Nutrition

O super ômega 3 da Essential Nutrition não tem esse nome atoa, afinal, cada dose (duas cápsulas) fornece 720 mg de EPA e 480 mg de DHA. O suplemento também é enriquecido com vitamina E.

Outro diferencial é que esse ômega 3 vem em forma de triglicerídeos (TG), a mesma encontrada na natureza, por isso é melhor absorvida pelo corpo, além de diminuir o retrogosto. A caixa vem com 180 cápsulas, suficiente para três meses de tratamento.

3º – Ômega 3 Vitafor

O ômega 3 da Vitafor é um suplemento completo: contém 500 mg de EPA, 400 mg de DHA e é enriquecido com vitamina E, em concentração de 10 mg, ideal para suprir a necessidade diária.

Outro diferencial é que esse produto é livre de odores. Você deve ingerir uma cápsula, três vezes ao dia, antes das principais refeições. Esse suplemento vem com 120 cápsulas, o suficiente para 40 dias de tratamento.

4º – Ômega 3 Vitgold

O ômega 3 da Vitgold possui 360 mg de EPA e 240 mg de DHA em uma dose de duas cápsulas. A substância é extraída do óleo de peixe do Alasca e é livre de metais pesados.

Esse suplemento vem com 220 cápsulas, ideal para mais de três meses de tratamento. O produto é importado dos Estados Unidos.

5º – Ômega 3 Senhora Vitamina

O ômega 3 da Senhora vitamina tem alto padrão de qualidade, pois o óleo é extraído de peixes da Noruega. A concentração é alta, cada dose fornece 720 mg de EPA e 480 mg de DHA.

O suplemento também é enriquecido com vitamina E, que tem ação antioxidante e protege os ácidos graxos da oxidação, garantindo um produto fresco. Esse suplemento é livre de metais pesados e tem menos odor. Cada pote é suficiente para 45 dias de tratamento.

6º – Ômega 3 Upnutri

Esse ômega 3 da Upnutri é da linha premium da marca. O suplemento fornece 540 mg de EPA e 360 mg de DHA. É enriquecido com 10 mg de vitamina E que tem poder antioxidante.

O produto é livre de metais pesados, não tem glúten, lactose, açúcar, conservantes ou aromatizantes vegetais. As cápsulas também são desodorizadas, portanto você não vai sentir o famoso cheiro de peixe. Cada pote vem com 120 cápsulas.

7º – Ômega 3 Probiótica

O ômega 3 da Probiótica tem 540 mg de EPA e 360 mg de DHA em uma porção de três cápsulas. Você deve consumir uma cápsula, três vezes ao dia, antes das principais refeições.

O suplemento não possui glúten na composição, mas tem lactose, portanto não é recomendado para quem tem intolerância. A embalagem vem com 100 cápsulas, suficiente para um mês de tratamento.

Guia de Compra

Se existe uma gordura que você precisa incluir em sua rotina alimentar, ela atende pelo nome de ômega 3, um composto de ácidos graxos poli-insaturados com diversos benefícios para a saúde do corpo e da mente.

Mas você sabe quais são os benefícios do ômega 3? As fontes dessa substância? A dose recomendada? A resposta para essas e outras perguntas, você confere ao longo deste Guia de Compra.

Imagem de uma mulher segurando uma cápsula de ômega 3.

O ômega 3 traz inúmeros benefícios para a saúde. (Fonte: puhhha / 123RF)

O que é Ômega 3?

O ômega 3 é composto por ácidos graxos essenciais dividido em três tipos: ácido alfa-linolênico (ALA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenoico (DHA).

DHA e EPA são ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa. São extraídos de óleo de peixe de águas profundas e frias como salmão, atum, anchova, cavala, arenque, sardinha, truta, entre outros.

O ácido docosahexaenoico (DHA) é ótimo para o cérebro, pois metade deste órgão é composto de gorduras, principalmente o ômega 3 DHA. Essa substância está envolvida em diversos processos cognitivos como correta sinalização entre os neurônios.

Essa substância também é essencial para o funcionamento da memória e outros aspectos relacionados a mente como raciocínio, atenção, imaginação e discernimento.

A nutricionista e mestre em ciência Priscila Gontijo explica um pouco mais no canal Vhita:

O DHA também aumenta a produção de substâncias neuroprotetoras, capazes de proteger contra doenças neurodegenerativas como Mal de Parkinson, Mal de Alzheimer e Esclerose Lateral Amiotrófica.

A substância também evita a formação de substâncias deletérias e estimula a produção de substâncias anti-inflamatórias. O DHA também está presente na retina dos olhos e é importante no desenvolvimento de um feto.

O ácido eicosapentaenoico (EPA) também é muito importante, pois auxilia no fortalecimento da saúde do coração, ativa a circulação sanguínea, evita a formação de coágulos no sangue, diminuindo o risco de trombose e de acidente vascular cerebral (AVC).

EPA também beneficia pessoas com doenças inflamatórias como lúpus e artrite reumatóide. O composto também diminui a celulite e o acúmulo de gordura em pessoas obesas.

Por último, o ácido alfa-linolênico (ALA) é um ácido graxo essencial de cadeia curta que é convertido em DHA ou EPA após ser ingerido. ALA pode ser encontrado em suplementos de origem vegetal.

Imagem de cápsulas de ômega 3.

O suplemento de ômega 3 tem EPA e DHA em concentrações variadas. (Fonte: HeungSoon / Pixabay)

Quais são os benefícios do suplemento de Ômega 3 para o coração?

O ômega 3 beneficia o sistema cardiovascular de três maneiras: o EPA regula a atividade das plaquetas sanguíneas, evitando coágulos no sangue que podem provocar um infarto.

Essa mesma substância reduz os níveis de triglicérides, uma gordura maléfica ao sistema cardiovascular. O DHA também estabiliza a atividade elétrica do coração evitando a arritmia cardíaca.

O mais interessante é que o ômega 3 tem efeitos preventivos e reparadores, ou seja, tanto evita problemas cardíacos em quem é saudável, quanto fortalece o coração de pessoas que já enfrentaram problemas sérios como o infarto.

O ômega 3 também diminui o risco de doenças cardiovasculares em mulheres em idade reprodutiva, minimiza o risco de morte súbita em homens e de infarto em pessoas de qualquer idade.

Imagem de um homem com dor no peito.

O ômega 3 ajuda a prevenir doenças cardíacas em homens e mulheres de todas as idades. (Fonte: freestocks.org / Pexels)

Como o ômega 3 é bom para o cérebro?

O ômega 3 traz inúmeros benefícios para o cérebro: age na formação de um dos componentes dos neurônios, auxilia no desempenho cognitivo, atua na comunicação entre neurônios e nas células do cérebro.

A substância também tem efeito vasodilatador, que auxilia na condução de nutrientes e oxigênio para o cérebro. Com a melhora na circulação cerebral, os riscos de desenvolver demência na velhice caem bastante.

O ômega 3 também afasta doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. Ela ainda ajuda a reduzir o cansaço mental, ansiedade e insônia e auxilia no desenvolvimento escolar de crianças e adolescentes.

Ômega 3 ajuda na redução de colesterol?

Sim. Quando o colesterol ruim está em níveis muito altos, há o risco de a gordura entupir as veias e artérias, provocando doenças cardiovasculares. O ômega 3 modifica a composição química do sangue: aumenta o colesterol bom (HDL) e diminui o colesterol ruim (LDL).

Imagem de uma pessoa medindo a pressão arterial.

O suplemento também ajuda a regular a pressão arterial, diminuindo o risco de hipertensão. (Fonte: Rawpixel.com / Pexels)

Quais os benefícios do ômega 3 para a visão?

O ômega 3 também é essencial para a visão, pois, participa do recobrimento da retina, parte dos olhos responsável por transformar estímulos luminosos em sinais elétricos enviados para o cérebro para que você possa enxergar.

A substância também reduz em até 60% a chance de desenvolver ou progredir a degeneração da mácula ocular, parte da retina responsável pela percepção de detalhes.

Qual a relação com a falta de ômega 3 e a depressão?

Quem tem depressão, geralmente apresenta níveis baixos de ômega 3, o que pode diminuir o número de funções de neurotransmissores e receptores cerebrais.

Ao consumir um suplemento de ômega 3, aumenta a fluidez das membranas que encapam as células nervosas e isso faz que aumente a produção de diversos neurotransmissores que liberam serotonina, dopamina e noradrenalina, melhorando o bem-estar e o humor.

Imagem de uma mulher sorrindo.

O ômega 3 traz benefícios a pessoas com depressão. (Fonte: Free-photos / Pixabay)

Ômega 3 age na prevenção da diabetes e obesidade?

Sim. Quando consumido com regularidade, o suplemento de ômega 3, diminui a concentração da glicose, aumenta a sensibilidade à insulina e eleva os níveis do hormônio adiponectina, substância que regula o açúcar no sangue, diminuindo os riscos de diabetes tipo 2.

O ômega 3 também ajuda a controlar a obesidade, pois a substância modula a expressão de neurotransmissores que controlam a fome reduz a presença de proteínas que estimulam o apetite.

Além disso, a obesidade é um processo que causa inflamação no corpo e o ômega 3 tem a capacidade de combater processos inflamatórios.

Imagem de uma pessoa se pesando.

O ômega 3 também ajuda a controlar a fome. (Fonte: iyunmai / Unsplah)

Quais os benefícios do ômega 3 para gestantes?

O ômega 3 traz muitos benefícios para a mulher grávida e seu bebê. O ácido graxo ajuda a reduzir a incidência do parto prematuro, fortalece o bebê e aumenta o QI da criança, principalmente quando a mãe consome a substância no último trimestre de gravidez e nos primeiros meses de amamentação.

Mas é importante que a gestante consuma o ômega 3 por meio de uma dieta rica em alimentos que contém o nutriente. O uso da suplementação só é liberado com recomendação de um médico.

Imagem de uma mulher grávida.

O ômega 3 faz bem para a mulher grávida e seu bebê, mas o uso da suplementação só deve ser feito com liberação médica. (Fonte: Nappy / Canva)

Como o ômega 3 auxilia em doenças autoimunes inflamatórias?

O ômega 3 possui ação anti-inflamatória, agindo como um bloqueador das enzimas que produzem o efeito inflamatório, dessa forma, a substância alivia os sintomas de doenças autoimunes de cunho inflamatório.

Vale ressaltar que o ômega 3 não trata essas doenças, apenas alivia os sintomas, principalmente quando o uso é associado a outros medicamentos.

É indicado para quem pratica atividade física?

O ômega 3 traz inúmeros benefícios para pessoas que praticam atividades físicas. Por causa das propriedades anti-inflamatórias, ele cura as microlesões induzidas pela musculação, acelerando a recuperação muscular.

O suplemento também alivia as dores musculares que aparecem após o treino. O ômega 3 também auxilia na síntese proteica, que transforma a proteína em músculos, acelerando o processo de hipertrofia muscular.

Imagem de uma mulher musculosa.

O ômega 3 pode facilitar o ganho de massa muscular. (Fonte: head54 / Pixabay)

Outro benefício interessante é a diminuição da fadiga muscular, aumento na queima de gordura e fortalecimento dos ossos (o ômega 3 aumenta a absorção de cálcio pelos ossos).

O ômega 3 também melhora a função cardíaca e pulmonar, o que vai resultar em mais resistência e aumento na performance em exercícios aeróbicos e de musculação.

Ômega 3: em cápsulas, xarope, gomas ou pó?

O ômega 3 pode ter diferentes apresentações: em cápsulas, xarope, gomas ou pó. Vamos falar sobre as características de cada uma ao longo desta seção, para que você saiba escolher a melhor opção.

Diversas marcas fabricam o ômega 3 em cápsulas, seja de origem animal ou vegetal. As cápsulas geralmente são feitas de substâncias naturais e sem aditivos químicos, como a gelatina, que dissolve com facilidade no organismo sem prejudicar a saúde.

Você também encontra ômega 3 em goma, uma alternativa para estimular as crianças a consumir a substância. Entretanto, a concentração de ômega 3 é baixa e a bala de gelatina é adoçada, o que pode fazer mal a longo prazo.

Imagem de um frasco com bala de goma de ômega.

A bala de goma de ômega 3 é uma alternativa para estimular as crianças a consumir a substância. (Fonte: Divulgação Flopi / Amazon)

O ômega 3 em xarope é uma alternativa para crianças, idosos e pessoas que têm dificuldade de engolir cápsulas. Na forma líquida, o ômega 3 lembra bastante o óleo de bacalhau, no aroma e sabor.

Por isso, algumas marcas adicionam aromatizante e essência, mas é preciso tomar cuidado, pois apesar do óleo ficar mais gostoso, esses componentes podem fazer mal se forem consumidos por longos períodos.

O ômega 3 em pó é usado em suplementos manipulados. Esse tipo de suplemento tem tecnologia de microencapsulação, que previne a oxidação do ômega 3. A concentração é baixa.

Para quem é recomendado Vantagens Desvantagens
Cápsulas Qualquer pessoa pode consumir Alta concentração de ômega 3. É encontrado com facilidade Pode causar retrogosto
Xarope Crianças, idosos e pessoas que têm dificuldade para engolir cápsulas É fácil de ingerir Contém aditivos para suavizar o cheiro e sabor de peixe. Baixa concentração de ômega 3
Goma Crianças É uma forma da criança consumir ômega 3 sem se queixar Baixa concentração de ômega 3 e muito açúcar
Pessoas com necessidades específicas O produto é microencapsulado, por isso não oxida com facilidade Baixa concentração de ômega 3

Quais as vantagens de desvantagens do ômega 3?

Depois de mencionar tantos benefícios, nas mais diversas frentes de uso, você já deve ter percebido as inúmeras vantagens de fazer uso de ômega 3.

Entre as principais delas podemos destacar que você pode consumi-lo de variadas formas, seja em pó, xarope, cápsula ou bala de goma, há uma forma de ingestão que vai te agradar.

Além disso, vimos que pessoas que qualquer idade são beneficiadas por ele. E você encontra em diferentes faixas de preço, se tornando acessível para a grande maioria.

Porém, algumas desvantagens precisam ser mencionadas. Veja um resumo das vantagens e desvantagens de ingerir ômega 3:

Vantagens
  • Você encontra o ômega 3 em cápsulas, xarope, pó e bala de goma
  • Traz benefícios para pessoas de todas as idades
  • Alguns suplementos são enriquecidos com vitamina E
  • Você encontra o produto em diferentes faixas de preço
Desvantagens
  • Forte cheiro de peixe
  • Você precisa lembrar de tomar o ômega 3 meia hora antes das principais refeições
  • Algumas pessoas se queixam de retrogosto
  • Quanto maior a concentração de EPA e DHA, mais caro é o suplemento

Quanto custa?

Os preços dos suplementos de ômega 3 variam. Quanto maior for a qualidade do peixe utilizado e a concentração dos ativos EPA e DHA, maior será o custo final do suplemento.

Para um mês de tratamento, os preços dos suplementos com concentrações mais baixas variam de R$ 30 a R$ 70. Os produtos com concentrações mais altas custam de R$ 90 a R$ 110.

Desconfie de produtos muito baratos, geralmente a quantidade de EPA e DHA é inferior ao mínimo recomendado. Eles também podem não ser isentos de metais pesados.

foco

Dica: Para saber se o ômega 3 é de boa qualidade, abra algumas cápsulas, despeje o óleo em um recipiente e coloque-o no congelador. Se ele permanecer líquido é por que o ômega 3 é de boa qualidade. Se congelar, é porque o suplemento é de baixa qualidade.

Onde comprar?

Você encontra suplemento de ômega 3 em farmácias como Droga Raia, Drogaria São Paulo, Drogasil e Onofre, em lojas de suplementos alimentares e esportivos como Mundo Verde e Now Nutrição Esportiva.

Se preferir, você pode comprar o produto no conforto da sua casa, através da internet. Você encontra muitas opções tanto em sites especializados como Natue, Centauro e Netshoes, quanto em lojas de departamento, como Amazon e Mercado Livre.

Clicando nos produtos listados no Ranking você será direcionado para compra do ômega 3 mencionado.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes tipos de Ômega 3

Se você está procurando um ômega 3, já deve ter se deparado com a seguinte situação: entrar em uma farmácia e ficar perdido com a quantidade de suplementos com essa substância.

Na internet a situação é similar: quanto mais você pesquisa, mais opções você acha. Mas não se preocupe, separamos algumas dicas para ajudá-lo a escolher um bom suplemento e garantir todos os benefícios que o ômega 3 tem a oferecer.

  • EE ou TG?
  • Concentração de EPA e DHA
  • Vitamina E
  • Garantia de pureza
  • Quantidade de cápsulas
  • Ômega 3 para veganos e vegetarianos
  • Prensado a frio
  • Embalagem

Vamos detalhar cada um dos itens ao longo desta seção.

EE ou TG?

Você encontra o suplemento de ômega 3 em dois formatos distintos: triglicerídeos reesterificados (TG) ou etil éster (EE).

O ômega 3 em formato TG é mais eficiente, pois essa é a mesma forma encontrada na natureza, portanto, a absorção é melhor e mais rápida. Já o ômega 3 EE é encontrado com mais facilidade.

Ambos os tipos oferecem até 60% de ômega 3 por cápsula, mas o TG oferece 72% de biodisponibilidade para o metabolismo humano, enquanto o EE oferece apenas 42%.

Concentração de EPA e DHA

A característica mais importante a analisar no momento da compra de um ômega 3 é a concentração de EPA e DHA que o suplemento possui. Esse índice varia de acordo com a marca.

O ideal é comprar um produto que forneça pelo menos o suficiente para suprir a recomendação diária.

Existem diversas composições de ômega 3, a mais comum é a porcentagem 18/12, ou seja 18% de EPA e 12% de DHA. Mas você encontra opções melhores, com dosagem 33/22, 40/20, dentre outras.

Imagem de cápsulas de ômega 3.

A quantidade de cápsulas a serem consumidas por dia varia conforme a concentração de cada suplemento. (Fonte: eliasfalla / Pixabay)

Também avalie a concentração de ômega 3 em cada cápsula. Esse índice varia de 15 a 60%, sendo que quanto maior, melhor. Para saber essa informação é só somar a quantidade de EPA e DHA e comparar com a medida da cápsula.

Também fique atento, que muitas vezes você precisa tomar duas ou três cápsulas de um suplemento para ter a mesma quantidade de ômega 3 que apenas uma cápsula de outro produto já forneceria.

Vitamina E

Quando for comprar um suplemento de ômega 3, dê preferência para os produtos enriquecidos com vitamina E.

Essa vitamina tem função antioxidante, essencial na defesa contra os efeitos nocivos dos radicais livres. Outra função é de proteger o DHA e EPA da oxidação, mantendo o produto fresco e eficaz por mais tempo.

Garantia de pureza

Infelizmente, muito lixo é descartado nos oceanos, esses dejetos liberam substâncias tóxicas como arsênico, chumbo, cádmio, mercúrio, alumínio. E podemos entrar em contato com esses metais pesados através do consumo de peixes e derivados.

O corpo humano é incapaz processar esses metais tóxicos, ou seja, conforme você vai os ingerindo, eles vão se acumulando no organismo, comprometendo sua saúde e bem-estar.

Por isso, quando for comprar um suplemento de ômega 3 de origem animal, avalie se o produto possui garantia de pureza.

Imagem de cápsulas de óleo de peixe.

É importante verificar a qualidade da matéria-prima usada na fabricação do ômega 3. (Fonte: ninifee / Pixabay)

Todas os fabricantes de suplementos de ômega 3 disponibilizam os laudos técnicos que atestam a qualidade do produto para o cliente. Esse laudo indica se o produto é livre de contaminação por metais pesados.

Se você não encontrar o laudo técnico que atesta a qualidade do suplemento, você pode solicitá-lo ao fabricante ou ao lojista.

Esse certificado é uma garantia de que o produto não é contaminado. Através do documento, você também pode analisar se a matéria-prima utilizada é de empresas de pesca regulamentadas, e não de peixes capturados e criados em cativeiro.

Além do laudo, você pode verificar se o produto tem selo de qualidade de órgãos internacionais como IFOS e Intertek, ambos atestam a segurança e qualidade desses suplementos.

Quantidade de cápsulas

Você encontra suplementos de ômega 3 em diferentes quantidades de cápsulas. A questão da quantidade está relacionada a durabilidade do produto. Consideramos uma dose de 3 cápsulas para demonstrar esse parâmetro:

  • 60 cápsulas: 20 dias;
  • 90 cápsulas: 30 dias;
  • 120 cápsulas: 40 dias;
  • 180 cápsulas: 60 dias.

Ômega 3 para veganos e vegetarianos

Como opção para veganos e vegetarianos, dá para comprar o ômega 3 de origem vegetal, que tem como base algas marinhas ou óleo de sementes como chia e linhaça. Dessas fontes é extraído o ácido alfa-linolênico (ALA), um dos três ácidos graxos do ômega 3.

Depois de ingerido, ALA se transforma em EPA e DHA e apresenta os mesmos benefícios das outras substâncias. Entretanto, esse tipo de ômega é menos aproveitado pelo organismo, por isso você vai precisar consumir uma quantidade maior de suplemento.

Prensado à frio

Se você for comprar um suplemento de ômega 3 de origem vegetal (com ácido alfa-linolênico, ALA) certifique-se que o produto foi prensado à frio.

Esse método de extração de óleos vegetais é a única forma de garantir a integridade, funcionalidade e um óleo 100% puro.

Embalagem

Um detalhe muito importante, mas que muitas pessoas não conhecem, é que embalagens transparentes podem prejudicar a qualidade dos suplementos alimentares.

Imagem de um pote com cápsulas de ômega 3.

Não compre ômega 3 em embalagem transparente. (Fonte:lqiuz / Pixabay)

O ômega 3 em cápsulas de gelatina contém óleo de peixe dentro. As gorduras possuem estrutura química frágil, que pode quebrar quando entra em contato com a luz, prejudicando a integridade da substância.

Como as cápsulas de ômega 3 já são transparentes, o suplemento deve ser embalado em potes opacos ou escuro, para impedir o contato com a luz.

(Fonte da imagem destacada: Stevepb/Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
54 Voto(s), Média: 4,63 de 5
Loading...