Bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje é dia de saber quais são os melhores modelos de pandeiro que estão disponíveis para compra no mercado nacional em 2019.

O pandeiro é um instrumento musical muito querido dos brasileiros. Ele é conhecido pela presença no samba e no pagode. Só que por conta do tamanho e da flexibilidade, é utilizado em diversos ritmos musicais diferentes.

Mas nem todo pandeiro é igual. Alguns detalhes fazem toda a diferença. Ficou curioso? Quer saber mais? Então, continue lendo e descubra quais são as principais características desse produto. Dessa forma, você não vai se arrepender da compra!

Primeiro, o mais importante

  • Para escolher o pandeiro ideal, leve em conta de qual material a pele dele é fabricada, se de material sintético ou natural. Dependendo disso, o som será mais ou menos grave.
  • Pandeiros podem ter tamanho que varia entre 8 e 14 polegadas. Os maiores exigem maior habilidade do músico. Instrumentos com 10 ou 12 polegadas são os mais indicados para iniciantes.
  • Os pandeiros são instrumentos bastante versáteis. Com eles, é possível tocar samba, pagode, funk, baião e muito mais.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores pandeiros

Vamos apresentar agora os quatro melhores modelos de pandeiro. Para construir este ranking, levamos em consideração as principais características do produto.

Para entrar nesse ranking, os pandeiros precisaram mostrar muita ginga e não puderam desafinar. Veja a lista dos melhores e faça a sua escolha.

1º – Pandeiro Contemporânea 83LT

O pandeiro da marca Contemporânea tem 10 polegadas de tamanho. O corpo é produzido com madeira fórmica e o acabamento é na cor preta. Por ter a pele feita de nylon, o som que esse instrumento produz é menos grave.

2º – Pandeiro 10″ LUEN

O instrumento musical da fabricante Luen conta com platinelas feitas em aço inox. A pele é leitosa. Este modelo de pandeiro mede 10 polegadas e tem seis níveis de afinação.

3º – Pandeiro Acrílico 12” PHX

Este pandeiro de 12 polegadas é leve, pesa apenas 1,1 quilo. Ele é feito de acrílico e, segundo a fabricante PHX, possui uma ótima sonoridade, pois é produzido com todos os cuidados que são necessários.

Suas dimensões são de 8 x 37 x 43 centímetros. É uma boa pedida tanto para quem está começando quanto para quem já tem mais habilidade com o instrumento.

4º – Pandeiro Acrílico 10 Phoenix

Este modelo de pandeiro é feito de acrílico e tem pele leitosa. O tamanho dele é de 10 polegadas. O produto é indicado para quem procura um instrumento leve. Isso porque ele pesa apenas 889 gramas.

Guia de Compra

Seja para animar aquele churrasco de fim de semana ou então para participar daquele grupo de pagode dos amigos, o pandeiro é um instrumento que serve para qualquer parada.

Dependendo do ritmo que você quiser tocar, alguns modelos de pandeiro são mais recomendados que outros. Por isso, nesse guia, vamos mostrar a importância da qualidade da pele e também das platinelas ou soalhas.

Duas meninas tocam um pandeiro cada uma. Elas olham uma para outra.

O pandeiro é um instrumento musical muito utilizado no Brasil. (Fonte: stylephotographs / 123RF)

O que é o pandeiro?

Pandeiro é o nome dado a um instrumento musical de percussão, composto por um aro de madeira coberto por uma espécie de pele. No entorno desse aro, são instalados círculos de metal, conhecidos como platinelas.

Em geral, o pandeiro é um instrumento circular. Todo mundo reconhece o som emitido por um pandeiro. Ele é essencial, por exemplo, na hora de se executar um samba. Só que nas mãos de um bom músico, o pandeiro se torna um instrumento capaz de atuar nos mais diversos ritmos.

Pessoa em frente de vários instrumentos musicais. Em primeiro plano, um pandeiro.

O som do pandeiro está presente em vários ritmos musicais, entre eles o pagode, o samba e o funk. (Fonte: Pixabay / Pexels)

Isso ocorre porque o pandeiro é versátil. Além de pagode e samba, ele pode ser ouvido em músicas de estilos variados como o choro, o funk, o coco, o baião e o maracatu, entre outros.

Existem várias formas de se tocar um pandeiro. Na maior parte das vezes, uma mão segura o instrumento enquanto que a outra bate com o pulso, dedos ou palma, fazendo a percussão.

O som do pandeiro pode ser longo, curto, floreado ou seco. Isso vai depender de como o músico bate a mão no instrumento.

O som que é emitido pode ser longo e floreado ou curto e seco. Isso vai variar dependendo da maneira que se bate a mão. Com as batidas, as soalhas também se movimentam.

Outra forma de se emitir som com o pandeiro é apenas sacudindo. Dessa forma, só as soalhas produzem o som.

Quais são as partes do pandeiro?

Veja quais são as principais partes de um pandeiro:

  • Aro. Produzido em aço.
  • Pele. Pode ser natural, de pele de cabra, ou sintética, de nylon, fórmica ou acrílico.
  • Conjunto do esticador. Composto por anel, parafuso de fixação da mesa e outros
  • Platinelas ou Soalhas. Placas circulares de metal
  • Abafador. Chapa colocada entre as platinelas.
  • Acessórios. Chave para afinação, chave para retirada do pino das platinelas e outros.

Qual é a “família” do pandeiro?

O pandeiro é da família dos instrumentos membranofones, os tambores de corpo. Isso quer dizer que os sons são produzidos por meio da vibração de uma membrana. Essa parte pode estar esticada sobre um suporte.

Em geral, esses instrumentos possuem a forma de uma caixa aberta e são cobertos por peles de animais, acetato, lona ou então materiais sintéticos. O pandeiro é o integrante mais conhecido dessa família que também é composta por instrumentos como bongô, tamborim cuíca, surdo, bumbo, atabaque, caixa e tantã.

Neste vídeo, você pode ver os diferentes instrumentos de percussão e ouvir os sons que eles são capazes de executar.

De onde surgiu o pandeiro?

O pandeiro é um instrumento milenar. Há registros do seu uso desde o período neolítico. Ele sempre foi popular nos continentes asiático, africano e europeu. Segundo historiadores, os povos árabes teriam o levado para a Península Ibérica muitos séculos atrás.

Um dos registros antigos sobre o pandeiro é a presença dele nos famosos contos das Mil e Uma Noites. Em algumas passagens, odaliscas aparecem e são retratadas tocando esse instrumento.

Ele foi trazido para o Brasil pelos portugueses. Ganhou fama ao se tornar o instrumento do samba e estar presente também nas apresentações de capoeira.

Qual pandeiro serve para cada ritmo?

Na hora de comprar um pandeiro, você deve prestar atenção em alguns pontos importantes. Tudo vai depender do estilo musical que você pretende tocar com esse instrumento musical.

É que para cada ritmo, uma característica do pandeiro vai ser mais importante ou pelo menos vai se destacar.

Para escolher o pandeiro, o ideal é saber antes qual o ritmo que será tocado.

Quem vai tocar samba tem que dar preferência a um pandeiro grande, que seja capaz de emitir sons altos. Já quem pretende tocar pagode deve escolher um instrumento que tenha uma pele mais grossa e que possa facilitar a emissão dos sons secos e graves.

Se o objetivo for tocar choro, a pele não pode ser sintética e, sim, natural. No caso do uso em rodas de capoeira, escolha pandeiros que tenham platinelas com folgas maiores, que possibilitem bastante chacoalho.

Esses são apenas alguns exemplos. A dica que fica é sempre escolher o pandeiro que for o mais adequado para a seus objetivos.

foco

Você sabia que instrumento de percussão é aquele que produz som após alguma agitação, impacto ou raspagem?

Isso pode acontecer com o uso das mãos ou então o auxílio de baquetas. Os instrumentos de percussão, na maioria dos casos, têm altura indeterminada, ou seja, a afinação não é precisa. Até por conta disso, eles tem função rítmica.

Pandeiro de couro ou sintético?

Preste bastante atenção no material de que é fabricada a pele do pandeiro. Esse é um ponto fundamental. Para escolher entre o material sintético e o couro, você deve refletir sobre como esse produto será utilizado.

Pandeiros de couro são mais leves e indicados para qualquer estilo musical. Os sons são mais graves. Fatores climáticos, como a umidade, podem interferir na afinação.

Já os pandeiros com pele sintética não tem som tão grave, mas possuem grande potência e volume. São mais pesados e utilizados principalmente para ritmos como o samba e o pagode. A durabilidade é maior e não é afetada por mudanças na umidade. Esse tipo de pele pode ter estampas, ser transparente ou ter efeitos holográficos.

Pele de couro Pele sintética
Peso Mais leve Mais pesado
Sons Mais graves, indicado para todos os estilos musicais Menos graves, indicado para estilos como samba e pagode
Durabilidade Menor. Fatores climáticos podem interferir Maior. Fatores climáticos não interferem.

Quanto custa?

Pandeiros custam entre R$ 50 e R$ 130. Um dos pontos que podem influenciar no preço é o tamanho. Esse tipo de instrumento tem entre 8 e 14 polegadas. Os maiores são mais caros.

O material e a qualidade de pele que encobre o produto também fazem com que o preço tenha variação.

Homem segurando uma garrafa de cerveja em uma mão e pandeiro em outra.

Para escolher o pandeiro ideal, leve em conta qual ritmo você pretende tocar. (Fonte: Wavebreak Media Ltd / 123RF)

Onde comprar?

Pandeiros podem ser comprados em lojas especializadas em instrumentos musicais. A Playtech, por exemplo, tem unidades físicas e também um site totalmente dedicado a esse tipo de produto.

Ainda na internet, você encontra esse tipo de produto em diversas lojas, como a Amazon, o Submarino e as Lojas Americanas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de pandeiro

Na hora de comprar um pandeiro, alguns pontos são fundamentais para que você possa comparar os modelos e escolher aquele que seja ideal para você:

  • Material da pele
  • Tamanho
  • Platinelas
  • Tipo de aro

Vamos falar detalhadamente sobre cada um desses itens na sequência, para que você possa tomar a melhor decisão e saia por aí fazendo um som de qualidade.

Material da pele

Quando nos deparamos com um pandeiro, o material da pele é um critério de compra importante.

Há duas opções: os pandeiros feitos de couro e aqueles feitos de material sintético, que pode ser fórmica, nylon ou acrílico.

Os dois tipos contam com vantagens e desvantagens, como citamos mais acima, no Guia de Compra. Escolha aquele que melhor se encaixa nas suas expectativas.

Tamanho

O tamanho dos pandeiros varia entre 8 e 14 polegadas. Instrumentos maiores são mais pesados e vão exigir do músico uma habilidade maior. É que a sustentação da mão precisa ser mais firme.

Outra diferença que você pode levar em conta é que, quanto maior o pandeiro, mais encorpado será o som. Especialistas dizem que para quem está começando a aprender, o tamanho mais adequado é o de 12 polegadas.

Platinelas

As platinelas, também conhecidas como soalhas, são componentes que ajudam na sonoridade desse instrumento. Dessa forma, quanto mais platinelas o produtor tiver, mais som será produzido.

Alguns modelos possuem três pratos, com duas peças ficando nas extremidades e uma, no centro. Outros possuem até cinco pratos. Também existem modelos com platinelas duplas.

Verifique também o material do qual elas são feitas. As platinelas de cobre trazem um som mais equilibrado.

Tipo de aro

Os principais modelos de pandeiro podem ser encontrados com dois tipos de aro: reto ou redondo. O tipo redondo é mais confortável e a tendência é que ele machuque menos a mão do músico que está utilizando o instrumento.

(Fonte da imagem destacada: LucianoRaul / Pixabay)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (Sem votos)
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX