Uma pasta térmica na superfície de um processador.

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje, você vai aprender como escolher a pasta térmica ideal para seu computador do trabalho ou PC gamer. Vamos lhe dar dados indispensáveis para você tomar as melhores decisões na hora de comprar esse produto.

O mercado oferece várias pastas térmicas para atender os mais diferentes usos. Existem marcas destinadas para computadores comuns, versões perfeitas para quem quer aproveitar o máximo dos processadores potentes com segurança.

Ao seguir em frente nesta leitura, você vai aprender quais são as principais pastas térmicas, os prós e contras de usar o produto, a média dos preços e outros assuntos que direcionam compradores na busca por encontrar a melhor oferta.



Primeiro, o mais importante

  • A pasta térmica de silicone é mais barata. Ela é indicada para usar em processadores de potência baixa ou média.
  • Pastas térmicas de prata custam mais caro e servem para utilizar em processadores com muita potência. Se você tem um PC gamer o seu caminho é usar pasta térmica de prata.

Você também pode gostar:

Melhores pastas térmicas: Nossas recomendações

Uma ótima forma de conhecer um pouco dos diferenciais de cada versão é saber o que há por trás das marcas mais populares. Reunimos abaixo o que para muitos especialistas são as melhores versões de pastas térmicas nos dias de hoje:

Pasta térmica Cooler Master

É uma das pastas térmicas com prata mais utilizadas no mundo em computadores que têm processadores de alto desempenho.

Esta produção funciona muito bem para quem quer ter muitas horas de atividades nas máquinas ,tendo menos riscos de curto-circuito. É conhecida por ser simples de aplicar ou retirar, sem gerar erosão, oxidação ou outros problemas.

Pasta térmica Arctic Silver

É excelente escolha para quem busca uma pasta térmica com prata a preços populares. O produto possui embalagem de seringa que contém 5 gramas de pasta.

A pasta térmica de alta condutividade é ideal para realizar trabalhos profissionais, seja em computadores com poderosos processadores ou nos notebooks e computadores gamer de alto desempenho.

Pasta térmica de silicone Implastec

É a versão mais popular no mercado nacional, tanto pelo preço como por servir com qualidade na utilização em computadores com processadores normais.

O tubo bisnaga da embalagem desta produção vem com 10 gramas de pasta térmica. É um produto de cor branca que pode trabalhar em temperaturas de até 200 graus célsius.

Guia de Compra

Muitas pessoas compram pasta térmica para melhorar o poder de refrigeração do processador no PC gamer. Já outros públicos querem só fazer uma manutenção de rotina em notebook que serve para tarefas simples.

Talvez você se encaixe em um ou nos dois casos mencionados acima. O certo é que independente da sua busca vale a pena saber como comprar pasta térmica, pelo bem da vida do processador de sua máquina. Os segredos para realizar a melhor compra de pasta térmica são revelados agora.

Uma mesa, duas crianças felizes e um notebook.

Veja como comprar a melhor pasta térmica e tenha um computador mais rápido e que esquenta menos. (Fonte: StartupStockPhotos / Pixabay)

O que é a pasta térmica?

A pasta térmica é uma substância para ajudar a refrigerar o processador, o que por consequência auxilia em manter as temperaturas dos computadores nos níveis ideais para funcionar sem curto-circuito.

Quem possui um PC Gamer ou tem a intenção de alcançar altos limites nos processamentos de dados na máquina precisa cuidar do processador. E um dos cuidados é usar a pasta térmica.

Como aplicar a pasta térmica?

Ao realizar a manutenção do computador, você deve colocar a pasta térmica entre a superfície do processador e o dissipador de calor do cooler. Para substituí-la, é preciso retirar com cuidado a base antiga e na sequência aplicar novas camadas de pasta. Ao trocar a pasta térmica, o computador fica mais rápido e com menos ruídos.

Quais as vantagens e desvantagens da pasta térmica?

Você não deve comprar este produto para aplicar no seu computador sem antes conhecer as vantagens e desvantagens. Assim é possível saber melhor quais caminhos seguir para fazer uma boa compra.

Quem pesquisa um pouco no mercado pode encontrar versões de pastas térmicas muito baratas.

Este barateamento pode fazer as pessoas comprarem produtos sem muita efetividade na refrigeração do processador, já que as melhores versões custam preços superiores.

Existem bons modelos a preços intermediários, mas poucas opções muito baratas possuem um alto desempenho, principalmente porque elas têm uma composição diferente, com menos materiais nobres.

Um ponto positivo é que no mercado há ofertas com quantidades para diferentes públicos. Em uma embalagem pode existir de 4 gramas a até 1 quilo ou mais de pasta térmica.

As menores quantidades servem para quem quer aplicar uma ou duas vezes no máximo. Já os potes maiores são úteis para os técnicos que precisam realizar manutenção em diversos computadores nos trabalhos diários.

Se você não conhece muito sobre informática, pode ter problemas em aplicar a pasta térmica. Até dá para fazer por conta própria seguindo vídeos da internet. Só que vale mais a pena por questões de segurança solicitar os serviços de especialistas.

No quadro a seguir, você vê quais são as principais vantagens e desvantagens de pasta térmica:

Vantagens
  • Há pastas térmicas com preços muito barato
  • Serve para refrigerar os processadores dos computadores e evitar curto-circuito
  • Disponível em diferentes quantidades para atender públicos específicos
Desvantagens
  • As melhores versões custam caro
  • Pasta térmica barata não serve para certos processadores muito potentes
  • É preciso conhecer um pouco de informática para instalar

Pasta térmica de silicone ou de prata?

Para você comprar pasta térmica de uma forma correta, é indispensável conhecer a diferença entre os produtos. No varejo nacional é possível encontrar dois tipos de pastas térmicas:

  • Pasta térmica de silicone ou óxido de zinco
  • Pasta térmica de prata ou cerâmica

Pasta térmica de silicone

A pasta térmica de silicone é popular por ter preços baixos, assim como no caso das versões de óxido de zinco. Não é indicado usar nenhuma destas produções para computadores com processadores potentes.

Especialistas indicam que esta pasta térmica de silicone ou zinco funciona de um modo aceitável em computadores normais, destes que se usa para escrever textos ou acessar a internet.

Contudo, usar uma pasta térmica de preços baratos é ainda melhor do que não ter nada para proteger o processador da condução de calor gerada pelo ar. Estas versões estão disponíveis em uma embalagem no formato de bisnaga.

Pasta térmica de prata

Por outro lado, há todo o potencial que apenas a pasta térmica com prata pode oferecer. Este produto tem materiais mais nobres que respondem melhor na condutividade térmica.

As embalagens da pasta com prata têm formato de seringa, para uma ou duas aplicações, normalmente. Estes produtos são conhecidos no mercado por terem bastante efetividade no uso em computadores com processadores potentes.

Os preços da pasta térmica com prata ou cerâmica podem ir de médio a alto. Veja as diferenças entre estas duas versões comuns nas ofertas do varejo brasileiro:

Pasta térmica com silicone ou óxido de zinco Pasta térmica com prata ou cerâmica
Uso Computadores com processadores normais Computadores com processadores potentes
Preço Baixo De médio para alto
Embalagem Bisnaga Seringa
Média de quantidade De 5 a 10 gramas De 5 a 7 gramas

Quanto custa?

A marca e o tipo de pasta térmica são duas coisas que mais interferem nos preços. Existem algumas fabricantes que cobram valores abusivos em pastas térmicas de prata com apenas uma aplicação, custando R$ 100 ou mais, por exemplo.

Um preço aceitável para a compra de pasta térmica de prata é R$ 50 reais por 7 gramas, o que se equivale a duas aplicações. Já as versões de pasta térmica de silicone chegam a custar R$ 8 pela bisnaga de 10 gramas. O preço de uma pasta térmica pode ir de R$ 5 a até R$ 200.

Imagem de pessoa passando pasta térmica em parte de computador.

Uma pasta térmica pode custar a partir de R$ 5. (Fonte: Patrik Slezak / 123RF)

Onde comprar?

Você pode comprar pastas térmicas de silicone ou com prata em lojas de departamentos que são populares. Por exemplo: Americanas e Kalunga. É possível adquirir o produto inclusive em hipermercados como Carrefour ou Wallmart.

Amazon, Mercado Livre e Submarino são lojas online em que você acha promoções com diversas opções de marcas. Na compra online também é mais fácil encontrar pastas térmicas em embalagens de 5 gramas, 10 gramas ou valores superiores.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de pasta térmica

Quando a gente não tem muito tempo a perder acaba fazendo pesquisas rápidas e comprando o produto mais barato. Só que na grande parte dos casos isto acaba gerando uma baita dor de cabeça.

Você pode até comparar ofertas de pasta térmica dentro do limite de seu tempo, desde que nas comparações considere também os seguintes critérios de compras:

Entenda abaixo o significado destes critérios de comparação de ofertas de pasta térmica.

Uma pessoa usando um notebook em cima de uma mesa de madeira que também tem um livro, uma caneta, um celular e uma xícara de chá.

É hora de aprender os critérios de compras para saber como pesquisar e encontrar as melhores ofertas de pasta térmica. (Fonte: StartupStockPhotos / Pixabay)

Condutividade

Ao analisar as ofertas de pasta térmica, fique de olho em um detalhe que se chama “condutividade térmica”, valor que demonstra o quão eficiente pode ser o produto. Quanto mais condutividade, mais produtividade.

Em algumas versões Premium de pasta térmica existe um limite de condutividade equivalente a 350.000 w/m2. Produtos que possuem de 2 w/mk a até 7w/mk são usadas nos computadores que possuem processador com potência que pode ir de média a até alta.

Os limites de temperatura se relacionam de forma direta com os valores de condutividade da pasta térmica. Veja alguns exemplos:

  • 2 w/mk: Trabalho em ambientes com temperatura que pode ir de 40 graus célsius a até 200 graus célsius;
  • 1,46 w/mk: Trabalho em ambientes com temperatura que pode ir de 50 graus célsius a até 300 graus célsius;
  • 4.1w/mk: Trabalho em ambientes com temperatura que pode ir de 40 graus célsius até 150 graus célsius.

Fabricação

Nunca se esqueça de observar a data de fabricação da pasta térmica antes de comprar. Muitos lojistas vendem barato porque os produtos estão fora ou próximos de expirar a validade.

Na média em geral a pasta térmica tem uma validade de 5 anos. Não é indicado usar o produto após este período.

Validade

Para muitos especialistas existe um prazo de validade no qual a pasta térmica pode ficar no computador. Isto na prática depende da composição das pastas, dos valores de condutividade e das características do processador.

Em termos gerais uma base feita com pasta térmica de silicone dura 3 anos. Já as estruturas compostas por prata e base metálica têm duração de 5 anos. Existem algumas versões Premium com durabilidade de até 10 anos. Depois de expirada a validade, o recomendável é trocar a pasta.

Sempre utilize a pasta térmica que esteja dentro do prazo de validade para não ter problemas. (Fonte: Georgiy Shipin / 123RF)

Quantidade

Ao comprar uma pasta térmica com 5 gramas, é possível usar uma ou no máximo duas vezes o produto.

As versões de 10 gramas podem ser utilizadas até três vezes.

No mercado também existem ofertas de potes que possuem 1 quilo ou um pouco mais em apenas uma embalagem da pasta térmica. Nestes casos, porém, a grande parte das ofertas é de fabricantes chinesas.

Abertura

Por questão de segurança vale a pena comprar a pasta térmica com embalagem de seringa. As versões com seringa possuem um bico com pouca abertura. Deste modo é mais fácil controlar a quantidade de pasta que sai da embalagem.

É importante não exagerar na aplicação da pasta térmica, tomando o máximo cuidado para nenhuma quantidade se espalhar e alcançar a placa-mãe ou outras peças do computador.

(Fonte da imagem destacada: Sergey Eremin / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Luiza Ferreira Engenheira de Computação
Ter crescido justamente em meio ao grande boom da internet fez com que Luiza se tornasse fã de carteirinha do mundo da informática desde pequena. Estudar engenharia da computação pareceu um caminho natural, e hoje ela tem prazer ao compartilhar seu conhecimento com o público online.