Menino anda de patinete na calçada com um muro rústico ao fundo.
Ultima atualização: 16 de abril de 2019

Como escolhemos

Products

12Produtos analisados
Hours

19Horas investidas
Studies

7Estudos avaliados
Comments

75Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você deseja comprar um patinete para você ou para presentear, mas não sabe por onde começar na escolha, esse artigo veio especialmente para te ajudar.

Divertido, prático, fácil de usar, montar e transportar, o patinete faz sucesso com a grande maioria das crianças de todas as idades, sendo muito procurado também por adultos que buscam um modo novo de se exercitar ou realizar manobras, ou até mesmo um meio inovador e ecologicamente sustentável de locomoção.

Neste artigo vamos apresentar a você as melhores opções de patinete disponíveis no mercado, além das características para as quais você deve atentar para fazer a escolha mais adequada para as suas necessidades e expectativas.




Primeiro, o mais importante

  • O mercado oferece diversos modelos de patinete, dos mais simples aos mais sofisticados, adaptados para faixas etárias e atividades específicas. Escolha com base na idade e peso do usuário, bem como no local e finalidade que ele será usado.
  • Modelo, material, categoria, indicação etária, tipo de guidão, plataforma, rodas e rolamento e a presença de freios e travas são algumas das características a serem consideradas no momento da compra.
  • Existe muita variação de preço para o produto, que se dá em função da marca, modelo, material, etc. É possível encontrar versões infantis mais simples a partir de R$70, sendo que as versões mais sofisticadas, profissionais ou elétricas podem variar entre R$ 600 e R$ 3.500.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores patinetes do mercado

Seja para se aventurar, fugir do trânsito ou ser uma opção de diversão para a criançada nas férias de verão, existem diversas situações em que o patinete pode ser a solução. Mas como eleger o perfeito?

Nesta seção vamos apresentar os 4 modelos mais bacanas de patinete à venda no Brasil. Confira a lista:

1º – Patinete Infantil Preto e Vermelho – MOR

Produzido com base larga e antiderrapante, tem guidão em alumínio com dois níveis de ajuste de altura. Tem rodas em PVC e polipropileno e manopla em espuma. O freio e os parafusos são em aço, para maior segurança dos pequenos.

Dobrável, é ideal para crianças acima de 6 anos, suportando até 50kg. No nível 1 de regulagem de altura mede 73cm, já no nível chega a 78cm.

2º – Patinete Juvenil Scooter – UniToys

Com guidão com regulagem de altura, este modelo conta com freio traseiro e textura na base proporcionando maior aderência e maior segurança. Recomendado para crianças a partir de 7 anos de idade. Sua estrutura dobrável foi desenvolvida para suportar até 110kg.

O equipamento pesa apenas 6,3kg, podendo ser carregado ou guardado com mais facilidade. As rodas de 15cm contam com rolamento ABEC 11, e ele montado tem altura 1,05m, 14cm de largura e 93cm de comprimento.

3º – Patinete 3 Rodas Infantil – Mor

No products found.

Ideal para o público infantil, é produzido com base antiderrapante, guidão com altura ajustável e manoplas com apoio lateral. Possui estrutura em aço, rodas em polipropileno e PVC, peças plásticas em polipropileno, manopla em PVC, base em polipropileno e parafusos em aço.

Indicado para crianças acima de 3 anos, tem capacidade para até 30kg. Tem altura regulável, sendo a máxima de 72cm e a mínima de 62cm. As rodas medem 140mm (dianteiras) e 120mm (traseiras).

4º – Patinete Elétrico 1000 Watts – Mxf

No products found.

Com um motor de 1000 W e potência de 1,4CV, esse patinete atinge velocidade máxima até 40km/h. A bateria tem autonomia de até 2 horas. Vem com 2 chaves de ignição codificadas, carregador e 3 baterias de 12V/12Ah de chumbo ácido.

Bivolt, pega carga total em 6 ou 8 horas. Conta com sistema de aceleração progressiva. Tem capacidade para até 110 kg. O deck é de polietileno com lixa antiderrapante e tem iluminação de Led frontal e traseira, luz de freio e indicador de nível de bateria.

O computador de bordo tem 7 funções. Conta com limitador de velocidade e encaixe para squeeze. Tem dianteira de molas com sistema de rolamento e traseira de amortecedores com molas.

Guia de Compra

Agora que você conferiu nosso Ranking dos patinetes mais interessantes, você está pronto para dar o próximo passo e acompanhar o nosso Guia de Compra. Nesta sessão você terá acesso às informações mais relevantes sobre os patinetes, como modelos e indicações de uso, vantagens e desvantagens, valores, onde comprar, etc.

Mas lembre-se: nem sempre o melhor e mais completo produto do mercado é o mais indicado para você, suas necessidades e objetivos. Por isso, te apresentaremos tópicos sobre as características para as quais você deve atentar para escolher o patinete que melhor se encaixe às suas expectativas.

Na calçada de bairro familiar um menino anda de patinete ao lado de uma menina em uma bicicleta com rodinhas.

Patinete está disponível em versões adequadas para todas as idades. (Fonte: Prostooleh / Freepik)

O que é um patinete?

O patinete tradicional consiste, basicamente, em brinquedo ou meio de locomoção onde uma base com duas rodas posicionadas frente a frente é acoplada a um guidão.

Para usar o patinete a pessoa deve apoiar um dos pés na base enquanto o outro toma impulso no chão, e a direção é guiada pelas mãos através do guidão. Os modelos infantis para crianças abaixo de 6 anos podem apresentar 3 rodas, aumentando a estabilidade do brinquedo.

Existe também a versão Trikke, twist ou patinete Ski. Também com 3 rodas, esse modelo tem base que se divide atrás em 2 partes formando um ‘V’, com uma roda cada.

Confira como funciona o modelo Trikke em uma reportagem feita pela Record:

O impulso neste modelo se dá sem a necessidade de tocar o pé no chão, através de movimentos laterais que lembram o ski na neve.

Existem, ainda, os modelos motorizados, que podem ser elétricos ou a combustível, e vir nas versões com ou sem assento.

Quais suas vantagens?

Na era em que as crianças já nascem conectadas à internet, jogos e outras atividades online, o patinete é uma excelente opção de diversão off-line.

Além de ser super divertido para todas as idades, o patinete pode ser um aliado para incentivar a prática de atividades físicas e ao ar livre.

Ele ainda promove o desenvolvimento do equilíbrio, da concentração e coordenação motora. O uso do equipamento é indicado para todas as idades, de crianças a adultos, por promover o fortalecimento dos membros inferiores a melhoria da circulação sanguínea e aumento da resistência física.

Como a maioria dos modelos é dobrável, o patinete se torna fácil de transportar e guardar, sendo uma excelente opção para levar a passeios e viagens. Pode ainda, ser utilizado para realizar trajetos curtos como de casa à escola ou trabalho, onde pode ser desmontado e guardado em qualquer cantinho.

Mesmo com vários pontos favoráveis, o uso do patinete merece alguma atenção. É preciso usar equipamentos de segurança como capacete, joelheiras e cotoveleiras.

Além disso, o local onde o produto será usado também influencia no desempenho e na segurança do usuário. Terrenos com desníveis, obstáculos ou muito irregulares podem gerar dificuldades para o uso do patinete e aumentar o risco de quedas e acidentes.

Vantagens
  • Desenvolve equilíbrio e coordenação motora
  • Incentiva prática de esporte e atividade física
  • Dobrável e portátil
  • Fácil de armazenar e transportar
Desvantagens
  • Deve ser usado com equipamento de segurança
  • Uso em terrenos irregulares favorece acidentes
  • Modelos mais sofisticados tem preço elevado

Qual o patinete ideal para mim?

Para escolher o patinete ideal é preciso levar em consideração as características do usuário como idade e peso, bem como o uso a que se destina o patinete. Para uso apenas recreativo, modelos mais básicos são suficientes. Já para utilização em locomoção, manobras ou competições, é preciso mais atenção aos detalhes.

Leia com atenção as instruções e indicações de uso do fabricante. Procure não exceder a capacidade máxima de peso do produto. O excesso de peso pode danificar o patinete e ocasionar acidentes ao usuário.

Caso você queira um patinete profissional ou para manobras, fique atento. Esses modelos precisam ser equipados com materiais especiais, que irão garantir o melhor desempenho e a resistência a impactos, que são típicos e frequentes nestas atividades.

Os patinetes para manobras devem ser leves e de material resistente. As rodas devem ser equipadas com rolamentos rápidos, com perfil plano e diâmetro de 100mm.

Os modelos infantis também merecem muita análise dos detalhes. Para crianças menores (abaixo de 6 anos) prefira os modelos com 2 rodas dianteiras e 1 traseira, que darão mais estabilidade aos pequenos durante o uso.

Para todas as idades deve-se atentar para a altura do guidão e as possibilidades de regulagem. Um guidão com altura errada ou regulagem inadequada pode ocasionar desconforto no uso, além de prejudicar a postura e o desempenho do usuário.

Se optar por um patinete motorizado, verifique se ele é do tipo elétrico ou se utiliza combustível. Para esse tipo de produto, deve-se ter atenção redobrada. Dados como voltagem, autonomia, velocidade, potência e itens de segurança devem ser analisados com cuidado.

Por fim, seja qual for o modelo eleito, verifique a reputação da marca e do produto. Cheque o prazo de garantia dada pelo fabricante, bem como a disponibilidade de assistência técnica e de peças de reposição em sua região.

Na tabela abaixo comparamos algumas características dos principais tipos de patinete disponíveis no mercado. Confira:

Tradicional Motorizado Três rodas infantil Trikke
Nível de habilidade Exige esforço e equilíbrio moderados Exige equilíbrio moderado e habilidade de direção Exige baixo nível de equilíbrio e esforço moderado Exige alto nível de habilidade, esforço e equilíbrio
Investimento* Baixo a mediano Alto a muito alto Baixo a mediano Mediano a alto
Indicação etária Adultos e crianças, de acordo com indicação do fabricante Crianças com mais de 12 anos a adultos, de acordo com indicação do fabricante Crianças até 6 anos Adultos e crianças, de acordo com indicação do fabricante
Impulsão Por um dos pés Automatizada Por um dos pés Por um dos pés ou movimentos laterais das pernas
Rodas 2 rodas em série 2 rodas em série 2 dianteiras e 1 traseira 1 dianteira e du2 as traseiras
*Baixo: menos de R$100; Mediano: de R$100 a R$300; Alto: de R$300 a R$1000; Muito alto: acima de R$1000.

Confira ainda, se o modelo escolhido necessita de montagem. A maioria dos fabricantes disponibiliza o manual de instruções para montagem online. Avalie se você dispõe da habilidade e das ferramentas necessárias para a montagem. Caso a tarefa se mostre complicada, considere contratar ajuda profissional.

Quanto custa?

É possível encontrar patinetes no mercado com grande variação de preço, especialmente nas épocas de promoção. Os valores se alteram de acordo com o material, modelo, marca, acessórios inclusos na caixa e as funcionalidades extras que ele oferece.

Quanto mais básico o patinete, menor é o preço. Existem modelos de patinete de até R$3.500, mas também é possível encontrar tipos mais simples por menos de R$100.

Avalie os preços do modelo escolhido nas diferentes marcas disponíveis no mercado para garantir que você faça uma compra com o melhor custo benefício possível.

Onde comprar?

Patinetes são produtos relativamente fáceis de serem encontrados. Se você preza pela qualidade, dê preferência a lojas físicas de grandes redes, como Americanas, Centauro Esportes ou Decathlon.

Também é possível encontrar o produto em lojas especializadas em produtos infantis, como Cia Toy e RiHappy. No entanto, o maior número de opções e as melhores ofertas normalmente estão disponíveis em lojas online, como a Amazon, Mercado Livre ou Netshoes.

Pesquise bastante, e se achar necessário utilize plataformas comparadoras de preços para encontrar as melhores ofertas. É comum encontrar flutuações grandes de valores para um mesmo produto em sites diferentes.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de patinete

O consumidor comum não tem obrigação em ser especialista no produto que pretende adquirir. Mas é claro que se você acompanhou esse artigo até aqui, é porque está interessado em fazer uma compra acertada, e escolher seu patinete como um profissional.

A seguir, vamos apresentar algumas características para as quais você deve estar atento na hora de comparar modelos, tipos e marcas deste produto.

E nunca se esqueça: o melhor produto é aquele que faz o que você precisa da maneira que você quer, com maior eficiência. Após definir sua necessidade, pondere os seguintes aspectos:

  • Modelo
  • Material
  • Categoria
  • Indicação etária
  • Itens de segurança
  • Rolamento
  • Rodas
  • Plataforma
  • Guidão

Modelo

Desde sua criação na década de 60, o patinete evoluiu muito e surgiram diversos modelos derivados do tradicional. Algumas vezes, a escolha do modelo deve considerar, principalmente, a idade e peso dos usuários além das intenções de uso.

Se você pretende usar o patinete para locomoção, considere modelos motorizados ou com rodas maiores, projetados para atingir mais velocidade.

Agora se houver necessidade de transportá-lo em ônibus ou metrôs, escolha modelos mais compactos e leves, que possam ser desmontados e carregados sem dificuldade.

O mesmo princípio vale para modelos infantis que precisarão ser transportados com frequência para passeios e viagens. Para crianças menores e iniciantes, escolha modelos com maior estabilidade, como os de 3 rodas.

Material

Os materiais mais usados para fabricação de patinetes são o alumínio, plástico e metais variados. As rodas, por sua vez, podem ser de plástico rígido, ABS ou silicone.

Os modelos infantis, para crianças de 2 a 5 anos, costumam ter mais plástico em sua composição que os demais, para que se tornem mais leves e adequados ao uso dos pequenos.

Escolha o seu patinete ideal com base nos materiais usados para a sua composição. Quanto mais resistente e de qualidade for o material, maior será a resistência, durabilidade e também a qualidade do produto.

Categoria

Os patinetes são divididos, basicamente, nas categorias Infantil, Juvenil, Adulto, Profissional e Freestyle. Existem modelos que se enquadram em mais de uma categoria, como o patinete Juvenil Profissional, por exemplo.

O que determina a categoria do patinete é o seu tamanho, capacidade e indicações de uso. Analise bem o perfil de uso para escolher a categoria ideal do seu patinete. Peso, idade e altura do usuário são informações primordiais. As prioridades do uso também irão te ajudar a restringir o leque de opções.

Para velocidade, o ideal são patinetes profissionais, e para manobras os freestyle, por exemplo.

Indicação etária

Como já mencionamos, um dos fatores prioritários para a compra de um patinete é a adequação ao tamanho do usuário. Por isso, conferir a indicação etária do modelo escolhido com muita atenção é primordial.

Leia atentamente as instruções do fabricante, e lembre-se: crianças de qualquer idade nunca devem brincar sem a supervisão de um responsável.

Além disso, como as crianças apresentam estágios de desenvolvimento diferentes de acordo com sua faixa etária, este também será um fator determinante para escolha do design e dos opcionais necessários no patinete.

Isso porque, cada modelo é pensado de acordo com as capacidades e habilidades típicas de cada fase de desenvolvimento da criança.

Designs coloridos e em 3 rodas são mais estimulantes e estáveis para os pequenos de 2 a 4 anos.

Já os modelos tradicionais ou com 3 rodas do tipo trikke serão mais desafiadores para crianças com mais de 10 anos, adolescentes, jovens e adultos.

Modelos com regulagem de altura são interessantes para crianças, pois possibilitam que o brinquedo se adapte ao desenvolvimento da criança, podendo ser utilizado por mais tempo.

Itens de segurança

Os itens de segurança são fundamentais para todos os tipos e modelos de patinete, e não se limitam aos equipamentos de uso pessoal como capacetes e joelheiras. Vamos conferir alguns pontos importantes nesse critério:

  • Freio: É o item de fábrica principal em um patinete. Os tipos mais comuns são: os ativados por um manete localizado no guidão, como os de motos e bicicletas; e aqueles acoplados ao para-lama da roda traseira.
  • Trava: Também é importante que o patinete conte com travas no mecanismo de abre e fecha, para evitar que ele se abra ou feche acidentalmente. A trava também deve estar presente nos mecanismos de regulagem, a fim de garantir que o produto se mantenha firme nas posições de regulagem desejadas.
  • Plataforma: Ela também deve ser equipada com texturas ou materiais antiderrapantes, para garantir a estabilidade do usuário e prevenir quedas e escorregões durante o uso.
  • Para-choque: O dianteiro, embora não pareça um item de segurança, é importante principalmente nos modelos infantis até 6 anos. Além de absorver os impactos, eles protegem a roda do contato direto com a criança e ajudam a evitar lesões no caso de queda.
  • Luzes: Menos populares neste tipo de equipamento, as luzes refletoras também são importantes, especialmente se o patinete for ser utilizado durante a noite.
  • Buzina: As campainhas ou buzinas são boas opções para prevenção de colisões, indicadas especialmente para quem irá circular em parques ou ciclovias com muito movimento.

Rodas

O diâmetro e a rigidez das rodas irão determinar o desempenho do seu patinete. Rodas maiores proporcionam mais velocidade. Além disso, quanto maior for a roda do patinete mais confortável será o seu uso, pois esse perfil de roda exige menos esforço do usuário.

A rigidez da roda terá influencia não só no desempenho do patinete, mas também no conforto e durabilidade. Rodas mais macias deslizam melhor e são mais suaves, proporcionando boa aderência ao solo. No entanto, o desgaste deste tipo de roda é bem rápido com o uso.

As rodas mais rígidas terão maior durabilidade, mas por serem mais firmes não têm boa aderência, fazendo o deslizar menos suave e que o usuário sinta as irregularidades do terreno.

A disposição e a quantidade das rodas também são aspectos importantes. O número de rodas que o patinete tem impacto direto na estabilidade do produto. Modelos com 3 rodas dispostas formando um triângulo são bem mais estáveis que os modelos com 2 rodas em série.

Rolamentos

Os rolamentos de patinetes, a exemplo dos para skates e patins, são categorizados pelo padrão ABEC em números ímpares. Quanto maior o número, mais suave será o rolamento e mais rápido e preciso será o patinete.

Patinetes com rolamento ABEC 1, por exemplo, são indicados para crianças pequenas e iniciantes, a fim de que eles possam treinar o equilíbrio sobre o patinete sem alcançar grandes velocidades.

Plataforma

As plataformas de um patinete são as bases onde os pés se apoiam e onde se fixam as rodas e o guidão do equipamento. Dependendo do modelo e do tipo de patinete, a plataforma fode ser mais estreita ou mais larga.

A largura da plataforma influencia diretamente na estabilidade do patinete e do usuário. Quanto mais larga a plataforma mais equilíbrio terá o usuário. Os modelos de 3 rodas infantis são os que costumam apresentar as plataformas mais espaçosas, permitindo que os pés se posicionem sobre ela lado a lado.

Alguns modelos de patinete motorizado também apresentam plataformas avantajadas, a fim de proporcionar melhor acomodação e mais conforto ao usuário.

Nos modelos de plataforma mais estreita os pés geralmente se posicionam um a frente do outro, sendo que o da frente tende a ficar alinhado à plataforma, enquanto o de trás, responsável pelo impulsionamento, fica em posição perpendicular.

O comprimento da plataforma também merece atenção. O ideal é que ela tenha, no mínimo, espaço para acomodar os dois pés do usuário em posição alinhada, um à frente do outro.

Guidão

Responsável por direcionar o patinete, o guidão geralmente é revestido de material acolchoado ou emborrachado.

Esse revestimento é de extrema importância para garantir a melhor aderência e conforto das mãos, bem como o controle total do patinete, evitando que o guidão fuja ou escorregue das mãos do usuário.

A maioria dos patinetes do mercado tem guidão com altura regulável, ajuste fundamental para que o usuário consiga a posição e postura corretas ao patinar. Em alguns modelos, geralmente os profissionais ou adultos, o guidão gira 360º, o que permite a realização de manobras e movimentos mais radicais.

(Fonte da imagem destacada: djedjenny / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.