Imagem de uma pessoa de patins
Ultima atualização: 19 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

22Horas investidas

8Estudos avaliados

73Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre um assunto que agrada pessoas de todas as idades e ambos os gêneros: a patinação, especialmente sobre os patins inline.

Apesar de ser um pouco mais difícil para se equilibrar no início, este modelo é ótimo para quem quer desenvolver velocidade, realizar manobras, saltos e curvas fechadas em terrenos planos ou irregulares.

Mas para comprar um bom par de patins inline é preciso pesquisar bastante, pois há uma variedade de modelos, cada um para determinada modalidade esportiva. Pensando nisso, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre o assunto.




Primeiro, o mais importante

  • Por ser um modelo esportivo, os patins inline devem deslizar com fluidez e responder aos seus movimentos de maneira rápida e precisa.
  • Existem quatro modalidades esportivas com os patins inline: fitness (aumentar o condicionamento físico), speedy (patinar com velocidade), street (percorrer obstáculos) e freestyle (realizar manobras, giros e saltos).
  • Fatores como manobrabilidade, velocidade e fluidez estão relacionadas às rodas usadas nos patins. É preciso escolher o conjunto mais adequado para cada situação.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de patins inline: Nossos favoritos

Para ajudá-lo a escolher um bom par de patins inline, selecionamos os melhores modelos da categoria. Analise as principais características e escolha o que melhor atenda às suas necessidades e preferências.

Patins ajustável Mor

Bem avaliado na internet, esse modelo de patins ajustável da Mor é uma excelente opção para as crianças que querem dar os primeiros passeios em um patins inline. Está disponível nos tamanhos 34 a 37, nas cores branco e rosa.

Patins Freestyle Dynamix Traxart

Quem pratica a modalidade freestyle vai adorar os patins Dynamix da Traxart. Este modelo conta com bota externa rígida, proteção dianteira para slide, chassis reforçados, parafusos de ferro e travas de alumínio.

O revestimento interno é acolchoado e possui sistema de absorção de impactos na área do calcanhar. As rodas possuem 80 mm de espessura, grau de dureza 85A e os rolamentos são ABEC 7.

Patins Infantil Tracer Girl Roller Derby

Tracer Girl da Roller Derby é um modelo de patins que se adapta ao crescimento da criança, pois possui botão para ajuste de tamanho, sendo tamanho P do 28 ao 31 e tamanho M do 32 a 36.

A bota externa é de nylon reforçado e o revestimento interno é acolchoado, respirável e lavável. As rodas são de uretano (gel), macias (para proporcionar maior aderência ao solo) e os tamanhos variam entre 64 mm (P) ou 72 mm (M).

Guia de Compra

Patinar pode ser um hobby, alternativa de transporte urbano e/ou uma atividade esportiva, pois faz bem à saúde e ajuda a entrar em forma. Seja qual for a sua intenção, para começar a patinar você só precisa de bom par de patins inline e os equipamentos de segurança básicos.

Para ajudá-lo a escolher o modelo ideal, preparamos este Guia de Compra. Boa leitura!

imagem de uma família patinando.

Patinar é uma atividade para a família toda. (Fonte: PASJA1000 / Pixabay)

Quais são as características dos patins inline?

Como o próprio nome já indica, esse modelo tem suas rodas (de três a cinco) dispostas em linha, uma atrás da outra, em um design claramente inspirado nas lâminas dos patins de gelo.

Por a base ser comprida e mais estreita, esses patins oferecem bastante apoio frontal e traseiro e pouco apoio lateral, por isso é mais difícil para se equilibrar.

Este modelo é leve, veloz e flexível, pode ser usado para percorrer longas distâncias em alta velocidade e realizar manobras radicais, nas ruas ou em pistas de patinação.

https://www.instagram.com/p/B0HHZKPAaDT/

Apesar de exigir certo esforço para manter o equilíbrio, aprender a andar com os patins inline é mais fácil do que com os patins quad (o modelo tradicional, com quatro rodas paralelas).

Este modelo é o mais indicado para quem quer patinar como atividade física, pois além de aumentar o condicionamento físico e enrijecer os músculos, ajuda a queimar calorias.

foco

Você sabia que este modelo surgiu em 1760 e desde então não parou de evoluir.? Na década de 1980 se tornou bastante popular nos Estados Unidos e em 1990 se tornou febre no Brasil.

Quais são as vantagens dos patins inline?

Patinar é uma excelente alternativa para se exercitar. Além do gasto calórico ser alto, “correr” de patins gera 80% menos impacto nas articulações do que correr de tênis.

A patinação aumenta o condicionamento físico, fortalece o sistema respiratório e cardiovascular e fortalece os músculos do corpo inteiro, principalmente das pernas, abdômen e glúteos.

Outro benefício do esporte é a diminuição dos níveis de colesterol ruim (LDL) e aumento do colesterol bom (HDL). Também é bom para pré-diabéticos, diabéticos e hipertensos.

Além disso, patinar exige concentração. O aumento da oxigenação no cérebro fortalece a memória, estimula o raciocínio e diminui a ansiedade, uma excelente maneira de desestressar.

E apesar de ser um esporte individual, participar de um grupo de treino possibilitará que você troque experiências, técnicas e habilidades e ainda o ajudará a fazer novas amizades.

Vantagens
  • É veloz
  • Permite fazer manobras, saltos e piruetas
  • É mais leve
  • Pode ser usado em qualquer superfície
  • Bastante variedade de modelos e marcas nacionais e importadas
  • É o modelo mais barato
Desvantagens
  • Oferece menos estabilidade
  • É mais difícil para se equilibrar
  • O equipamento de segurança deve ser comprado a parte
  • Você vai ter algumas despesas com manutenção

Quais são as modalidades esportivas praticadas com patins inline?

Existem diversas modalidades esportivas que podem ser praticadas com os patins inline. Com o modelo fitness você pode participar da modalidade Best Trick, que premia o competidor que realizar a melhor manobra no tempo estabelecido.

Os patins freestyle podem ser usados para praticar uma modalidade com o mesmo nome que consiste em realizar manobras entre uma fileira de cones. Ganha quem realizar as melhores manobras em menos tempo.

Com patins de velocidade, você pode participar da modalidade Speed, que consiste em corridas em pistas ovais, onde os atletas chegam a uma velocidade de até 60 km/h. O competidor deve inclinar o corpo em um ângulo de 45 a 50 graus para aliviar a ação da força centrífuga e evitar acidentes.

Com os patins Downhill, dá para praticar um esporte radical que leva o mesmo nome. Essa modalidade consiste em descer ladeiras, estradas, serras e colinas em velocidades superiores a 100 km/h.

imagem de uma atleta patinando.

A modalidade Downhill exige patins adequados. (Fonte: Kaspar Grinvalds / 123RF)

Também dá para jogar hóquei, um esporte parecido com o futebol americano, mas que ao invés de ser praticado no gelo, é realizado em quadras de madeira ou concreto. Os times devem manejar um disco chamado puck, com o taco, até o gol adversário para marcar pontos.

Qual patins devo escolher para os meus filhos?

Para a criançada, você deve escolher patins de brinquedo. Geralmente, eles já vêm acompanhados dos equipamentos de segurança (capacete, joelheiras, cotoveleiras e munhequeiras) e bolsa de transporte.

As peças destes patins são simples e frágeis, portanto, mesmo que você encontre modelos em tamanhos maiores, evite-os, pois para os maiorzinhos, a durabilidade desses patins é muito baixa.

Mas saiba que como as crianças estão em fase de crescimento, será preciso trocar os patins de acordo com o tamanho dos pés, assim como com qualquer calçado. Uma alternativa é investir em um modelo com ajuste de tamanho.

imagem de um grupo de crianças andando de patins.

A idade ideal para começar a patinar é aos sete anos de idade. (Fonte: Sergey Novikov / 123RF)

Quais são as diferenças entre patins inline e quad?

Por causa da disposição das rodas, os patins quad se assemelham bastante a um skate: são duas rodas dianteiras e duas traseiras. Por causa da configuração, este modelo é mais fácil para se equilibrar.

Apesar do formato dar mais equilíbrio, ele faz com que os patins sejam menos velozes do que a versão inline. Este modelo também não é indicado para fazer manobras radicais e deve ser usado apenas em superfícies lisas.

Patins Inline Patins Quad
Formato De três a cinco rodas em linha Quatro rodas paralelas
Rodas Maiores e mais estreitas Menores e mais largas
Diferencial Mais veloz Mais fácil para se equilibrar
Para quem é indicado Quem deseja fazer manobras e ganhar velocidade Patinadores iniciantes
Sistema de fechamento Presilhas ajustáveis Cadarço
Freio Na parte de trás dos patins Na parte da frente dos patins
Preço Mais barato Mais caro

Independentemente de qual modelo você escolher, o segredo é praticar, assim você vai desenvolvendo habilidades e técnicas, além de aumentar o desempenho progressivamente.

Quanto custa?

Os modelos de patins inline mais baratos custam entre R$ 400 e R$ 600, mas a maioria ultrapassa os R$ 1.000. Os modelos mais caros custam entre R$ 1.800 e R$ 3.000.

Onde comprar?

Você pode comprar o par de patins em lojas de artigos esportivos ou pela internet. As vantagens de comprar online são: variedade de modelos, marcas e faixas de preços. A sugestão de hoje é que você confira os produtos à venda na Amazon.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de patins inline

Se este é o seu primeiro par de patins ou se você considera que já é a hora de renovar os seus, saiba que é importante analisar e comparar alguns critérios para escolher o modelo ideal:

  • Modelo
  • Tamanho das rodas
  • Grau de dureza das rodas
  • Material

Vamos explicar cada um dos itens ao longo desta seção, confira!

Modelo

Fitness/Recreação: Geralmente, a bota é confeccionada em tecido e é acolchoada, o que proporciona conforto durante o uso. A base pode ser feita em PVC (modelos mais baratos) ou em alumínio (modelos mais caros). As rodas são do mesmo tamanho e enfileiradas a uma curta distância para oferecer estabilidade e segurança.

Este é o modelo preferido da mulherada, pois ajuda a perder calorias e enrijecer os músculos das pernas, glúteos e abdômen. Pode ser usado para patinar nas ruas, ciclovias, praças e parques.

Freestyle/Slalom: É um modelo versátil, pois permite uma variedade de usos. É resistente a giros e saltos. As rodas das extremidades são menores (72 mm) e as do centro são maiores (84 mm).

Ao ficar em pé sobre esses patins, você vai ficar apoiado somente sobre as duas rodas do meio. Essa característica é para proporcionar agilidade e facilitar a realização das manobras.

A bota pode ser rígida, para quem procura estabilidade, ou de tecido, ideal para quem busca conforto. A base de alumínio é ajustável, o que possibilita alinhar as botas de acordo com o encaixe dos pés.

 imagem de uma mulher patinando com um cachorro.

O modelo freestyle é bastante versátil. (Fonte: Emre Kuzu / Pexels)

Street/ Vertical/ Agressive: É o modelo mais robusto e resistente, desenvolvido pare realizar saltos, piruetas e manobras em corrimões, pistas de skate, rampas, escadarias, paredes etc.

A base possui duas rodas nas extremidades, que são menores e mais baixas (para dar estabilidade nos saltos) e no centro há um bloco maciço que serve para deslizar os patins em corrimões.

Speed/Corrida: A bota é confeccionada em materiais de alto desempenho, resistência e durabilidade e tem o cano curto. As rodas são maiores (em torno de 100 mm) e os rolamentos são de alto desempenho, para atingir alta velocidade.

Downhill: O diferencial deste modelo são as cinco rodas, dispostas em uma distância maior, que possibilita mais estabilidade e segurança para os praticantes de Downhill, esporte que consiste em descer colinas em alta velocidade.

Outro diferencial deste modelo é a base em alumínio aeronáutico, mais longa e estável, para oferecer ainda mais segurança para o patinador.

Hóquei inline: Este modelo tem como diferenciais a bota de cano bem alto e que é presa ao pé apenas pelo auxílio de cadarços.

Artístico: Inspirado nos patins de dança no gelo, esse modelo tem como diferencial as três rodas e um freio na parte posterior.

Tamanho das rodas

Depois de definida a prática de patinação e hora de analisar os detalhes do seu par de patins. Quando for escolher as rodas, analise o tamanho, varia de 55 a 125 milímetros:

  • Patins de lazer: de 64 a 76 mm
  • Patins fitness: de 76 a 100 mm
  • Patins freestyle: de 76 a 84 mm
  • Patins street: de 50 a 60 mm
  • Patins speed: de 90 a 110 mm

Grau de dureza das rodas

Outra característica importante é o grau de dureza das rodas, que varia de 72 A a 102 A. Para escolher um conjunto de rodas com o grau de dureza ideal, você deve analisar o contexto em que será utilizado os patins.

As rodas mais macias são adequadas para terrenos irregulares, pois são capazes de absorver impactos. Já as rodas duras são ideais para terrenos lisos e para quem busca velocidade.

 imagem de uma pessoa andando de patins.

As rodas mais macias são ideais para terrenos irregulares. (Fonte: A.Zuhri / Unsplash)

Material

A base dos patins liga a bota com as rodas, por isso precisa ser feita de um material bastante resistente. Você encontra modelos com base em plástico PVC, alumínio, aço, titânio, poliuretano, liga de carbono ou magnésio.

Quanto mais resistente for o material da base dos patins, maior será o impacto que será capaz de suportar sem sofrer danos.

As rodas podem ser feitas de plástico PVC, um material de baixa performance, que atende apenas aos iniciantes, ou poliuretano, um material mais resistente e durável para os patinadores nos níveis intermediário ou avançado.

(Fonte da imagem destacada: Dusanka Visnjican/123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.