pendrive de laptop
Ultima atualização: 9 de agosto de 2021

Como escolhemos

4Produtos analisados

45Horas investidas

13Estudos avaliados

215Comentários coletados

Pen drives evoluíram de pequenos dispositivos para carregar arquivos do dia-a-dia para praticamente discos rígidos onde você pode até mesmo armazenar seus filmes, vídeos e backups sem ter que gastar muito ou comprometer demais a disponibilidade de espaço em sua casa. Estas são apenas algumas das características do SanDisk SDCZ48-128GB-U46, um favorito entre os usuários.

Este produto tem 128 gigabytes de memória que se move na velocidade moderna da porta USB 3.0, onde você pode alcançar velocidades de até 100 megabytes por segundo. Por outro lado, se você está procurando por algo acessível mas de qualidade para mover alguns documentos ou fotos rapidamente, talvez o modelo Toshiba Hayabusa seja o que você precisa.

Seus 64 GB podem ser muito convenientes e também são compatíveis com Mac OS, para que você possa acessar seus arquivos em diferentes computadores.




Pendrives: nossa recomendação dos melhores produtos

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre pendrives

Transporte de dados, backups e todas as outras tarefas que fazemos com nossas fotos, vídeos e arquivos requerem mídia específica. A boa notícia é que agora podemos dispensar CDs ou DVDs e confiar em mídias digitais convenientes e de alta qualidade. Para que você possa gerenciar esses arquivos e seus dados corretamente, basta seguir os conselhos do nosso guia para comprar o melhor flash drive, onde você aprenderá sobre os aspectos mais importantes desses produtos.

pendrive en computadora

Essa compatibilidade é importante, pois um flash drive compatível com Macs pode não ser compatível com modelos de PC. (Fonte: antonioguillem: 34176532/ 123rf.com)

Capacidade do produto

Quando damos uma olhada em qualquer comparação de pen drive, o primeiro detalhe que normalmente é mencionado é a capacidade. Uma capacidade de armazenamento que cresceu consideravelmente, de modo que de tempos em tempos essa capacidade é aumentada, para que você não tenha problemas quando se trata de armazenar tudo o que você precisa em produtos cada vez mais eficientes.

Em comparação com a tendência de pouco tempo atrás, hoje em dia, as menores pen drives geralmente têm cerca de 8 a 16 gigabytes de espaço livre, onde já temos muito espaço para armazenar todo tipo de dados, como dois ou quatro filmes de alta qualidade ou cerca de 27 horas de arquivos de música em formato MP3. A boa notícia é que estamos falando de um bom armazenamento a um custo acessível, então o espaço não é um problema.

Entretanto, se isso não for suficiente, a boa notícia é que a capacidade das unidades USB de hoje cresceu dramaticamente. Obviamente, quanto mais espaço, mais você percebe quanto custa o produto que você escolhe, mas a verdade é que, se você precisar, você pode encontrar pen drives com até 256 gigabytes de espaço de armazenamento, no mesmo nível de um pequeno disco rígido externo, como um SSD ou qualquer outro produto high-end. Portanto, se você precisar de espaço, o tamanho não será um problema.

Velocidade de transferência

O outro aspecto importante de qualquer dispositivo de armazenamento de dados é a velocidade de transferência. Uma velocidade que depende principalmente das características técnicas do equipamento, mas acima de tudo do nível de compatibilidade USB que o produto possui. Um aspecto onde também temos novidades.

Se olharmos para produtos de uma certa idade, eles têm compatibilidade USB 2.0, que oferece uma velocidade de leitura de cerca de 30 megabytes por segundo, embora as velocidades reais obtidas sejam geralmente mais baixas. Este padrão está agora sendo substituído pelo padrão 3.0, que aumenta esta velocidade para quase 500 megabytes por segundo.

Neste caso, a escolha depende, acima de tudo, de como você vai usar a memória. Não importa a velocidade que tenhamos, se a porta USB do computador ao qual vamos nos conectar não tiver velocidade 3.0, o aumento de velocidade será inútil, embora seja compatível. Por outro lado, a velocidade também depende da fonte ou destino dos dados. Se trabalharmos com discos convencionais, a velocidade será sempre mais lenta do que se transferirmos dados em um disco SSD, por exemplo. A boa notícia é que as diferenças de preço não são muito altas, então a decisão é mais fácil.

Design e compatibilidade

Para concluir nossas dicas, é necessário dar uma olhada no design e na compatibilidade do produto. O design é de grande importância para a forma como usamos e movemos o equipamento e, em alguns casos, pode ser problemático. Temos o exemplo de modelos com um design de conector deslizante, que alguns usuários acham irritante ao conectar o produto.

Continuando com o design, também vale a pena verificar se ele é confortável de transportar. Se você planeja carregá-lo no bolso, opte por modelos com um design arredondado, o mais compacto possível e leve no peso. Alguns modelos possuem até mesmo correias, acessórios para chaveiros e outros elementos que facilitam o transporte do produto.

Quanto à compatibilidade, gostaríamos de falar sobre o tipo de conector do produto. Esta compatibilidade é importante, pois um flash drive compatível com Mac pode não ser compatível com modelos de PC. Neste caso, o primeiro usa conectores tipo C, enquanto o segundo usa conectores USB convencionais. Portanto, escolha o modelo que mais lhe convém, dependendo de onde você vai conectar o pen drive. E se você precisar de um modelo misto, você pode encontrá-lo nos modelos onde ambos os conectores estão incluídos, para melhor compatibilidade.

Como usar pendrives: o guia definitivo

Como limpar um pendrive?

É possível limpar um pendrive, mas é melhor não usar água, detergente ou desinfetante. Uma pequena escova de cerdas macias e um pano seco farão o trabalho.

Você deve abrir o pen drive, ou seja, remover a tampa ou retirá-la do interior. Com isso não nos referimos à ponta metálica ou ao conector USB do pen drive. Em seguida, remova qualquer poeira que tenha se acumulado com a ajuda da escova. Depois limpe-o com um pano e limpe qualquer resíduo restante.

Não use lixa de nenhum tipo, mesmo que o conector USB do pen drive esteja um pouco enferrujado, porque se você lixá-lo você corre o risco de torná-lo um pouco menor e ele então não caberá o suficiente na porta USB do computador. Se isso acontecer, o conector USB no pen drive não fará contato apropriado e o computador não será capaz de reconhecê-lo.

pendrive en laptop

Transporte de dados, backups e todas as outras coisas que fazemos com nossas fotos, vídeos e arquivos requerem mídia específica. (Fonte: anginta: 57531878/ 123rf.com)

Como reparar um pen drive?

Talvez o seu pen drive esteja falhando porque tem um arquivo defeituoso armazenado nele. Neste caso, a solução é formatar o flash drive com a ajuda de um computador. Se o problema persistir, leve o dispositivo de armazenamento a um centro especializado para que ele seja verificado e reparado. Isso não acontece com frequência, então talvez formatar seu pen drive faça com que ele funcione novamente.

Como mudar os arquivos somente leitura

Algumas pessoas acham que essa tarefa é muito complicada, mas isso não é verdade, se você ler os seguintes passos, você mesmo pode fazê-lo.

Se você tem Windows, conecte o pen drive protegido contra gravação e vá para Computador. Então clique com o botão direito do mouse no flash drive e vá para Propriedades. Uma vez lá, clique na aba Hardware. Lá você verá o pen drive que você conectou, entre nele e clique na opção Propriedades, depois clique em Diretivas.

Neste ponto selecione a opção Melhor Performance e pronto, você pode agora copiar arquivos do pen drive, assim como movê-los, abri-los, etc.

Como formatar um pen drive?

A formatação de um pen drive é um processo fácil. A primeira coisa que você precisa fazer é conectá-lo a uma porta USB no seu computador enquanto o computador está ligado. Se o seu computador é Windows, vá para onde seu pen drive aparece. Isso geralmente é encontrado em Computador ou Meu Computador. Clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do pen drive. Você verá uma opção que diz formato, clique aqui. Quando uma nova janela se abre, você escolhe o tipo de formato que você quer dar à pendrive e pressiona o formato, uma opção que aparece em algum lugar na janela na forma de um botão.

Pronto, em poucos segundos sua pendrive estará formatada e pronta para continuar a ser usada. Deve-se notar que este processo não é altamente recomendado, porque se você não tiver feito um backup da informação que você tem na pendrive antes da formatação, você pode perdê-la completamente. No entanto, quando a pendrive começa a falhar ou um vírus entra nela, é melhor formatá-la.

Quando eu conecto uma pendrive ela não aparece no meu PC, o que devo fazer?

Às vezes as pendrives não são detectadas pelo computador, seja ele um desktop ou laptop. Normalmente, isto acontece quando os pingentes foram completamente danificados. No entanto, às vezes isso acontece quando os bastões USB são muito grandes, pois eles são tão inclinados que perdem contato com as portas USB utilizadas. Se este for o caso, use uma extensão do cabo USB e conecte o pen drive USB que não foi lido pelo computador a ele.

Se você fizer isso e o pen drive ainda não estiver sendo lido, é muito provável que ele seja danificado. Tente um novo flash drive e se ele também não for lido pelo seu computador, o problema é o seu sistema operacional ou a porta USB. A melhor coisa a fazer neste caso é levar seu computador e o pen drive para manutenção.

Flash drive vs disco rígido externo

Embora o disco rígido externo quase sempre tenha mais capacidade de armazenamento e velocidade, é bom saber que algumas pessoas preferem um pen drive. Nós explicamos isso abaixo.

As unidades flash são dispositivos de armazenamento mais compactos do que os discos rígidos externos, por isso são fáceis de carregar em um bolso ou mochila. Por exemplo, é comum usá-los para atividades educacionais, conferências de trabalho e tocar música no rádio do seu carro.

Além disso, mencionamos que o disco rígido externo é um pouco mais vulnerável a choques imprevistos, porque é muito maior do que um disco rígido.

Por outro lado, como os discos rígidos externos oferecem mais espaço de armazenamento, eles são usados para armazenar arquivos de áudio, vídeo e documentos de vários tamanhos, a menos que o disco tenha menos capacidade do que uma pendrive, o que não é muito comum hoje em dia.

No momento podemos encontrar no mercado pendrives de 16, 64, 256 GB, etc, mas existem discos rígidos de 1, 3, 4 ou mais TB, ou seja, com mais do dobro da memória. Por esta razão, é difícil para muitas pessoas decidir qual produto comprar. Entretanto, a resposta é simples, compre o dispositivo que melhor se adapta às suas necessidades e, se você puder, compre os dois itens, para que você possa usar o que preferir, adaptando-os a cada circunstância.

(Fonte de imagem em destaque: Tamara Bellis: 61724272/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas