Imagem mostra uma pessoa vestindo uma perneira.
Ultima atualização: 1 de abril de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

72Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Os equipamentos de proteção individuais para trabalhadores devem ser sempre levados a sério e hoje vamos falar sobre aqueles indicados para os membros inferiores. Em muitos serviços, usar uma perneira de qualidade é absolutamente indispensável!

Você quer saber mais sobre perneiras, entender em quais situações elas devem ser usadas, que tipo de proteção oferecem e quais vantagens trazem aos trabalhadores? Então fique conosco, pois pesquisamos muito e preparamos um artigo repleto de informações valiosas e muito capazes de te ajudar!




Primeiro, o mais importante

  • Perneiras são equipamentos de proteção individual fundamentais para manter os membros inferiores protegidos em trabalhos com objetos perfurantes ou em locais com animais peçonhentos.
  • Além disso, também há alguns modelos de qualidade capazes de ajudar quando os serviços envolvem produtos químicos ou altas temperaturas.
  • Confeccionadas em bons materiais e com preços acessíveis, as perneiras devem sempre ser cedidas pelas empresas aos empregados, conforme a Norma Reguladora número 6.

Você também pode gostar:

As melhores perneiras: Nossas recomendações

Para começar o artigo, vamos te apresentar algumas das principais perneiras disponíveis no mercado. Em cada um desses modelos, não há nenhuma dúvida: A qualidade é indiscutível!

Para quem deseja proteção absoluta no campo

Uma das situações que mais pedem por perneiras de qualidade é o trabalho no campo. Perneiras especiais para essas situações devem ser resistentes principalmente a objetos cortantes e animais peçonhentos. Esse modelo da Reptec, feito em bidim, deve ser vestida na perna do trabalhador e tem garantia de 90 dias.

Uma perneira completa

Também fabricada em Bidim, essa perneira da Tecmater protege todas as partes da perna e tem fechamentos de primeira qualidade. As costuras são reforçadas com solda eletrônica e há três talas de PVC. Ela deve ser sobreposta à calça, não apresentando nenhuma variação ou regulagem de tamanho.

O melhor custo-benefício

Quer pagar pouco por uma ótima perneira? Não há custo-benefício como o dessa da Teknoluvas. Fabricada em bidim com ótimas tecnologias, como solda eletrônica e proteções especiais para joelho e metatarso, ainda garante segurança reforçada com suas cinco talas de polipropileno. Tamanho único.

Guia de compra

Chegou a hora do guia de compra, o setor do nosso artigo dedicado a responder as perguntas mais comuns dos potenciais consumidores sobre determinado produto.

É o setor no qual você tem todas as suas dúvidas sobre perneiras resolvidas!

Imagem mostra uma pessoa executando um trabalho em suspensão.

Alguns serviços em altura também pedem o uso de perneiras. (Fonte: Samig Mung-aroon/ 123rf.com)

O que é uma perneira e para que ela serve?

Muitos serviços oferecem riscos aos membros inferiores dos trabalhadores. Podemos citar como principais exemplos os que são feitos em locais com riscos de animais peçonhentos, os que envolvem objetos cortantes, os que usam produtos químicos e os que estão próximos a altas temperaturas.

Em todas essas situações, é necessário que uma proteção de qualidade reduza o risco de acidentes envolvendo as pernas e pés dos trabalhadores. E um dos equipamentos de proteção individuais responsáveis por isso é a perneira.

Perneiras são bastante simples: Ou você as veste, como uma peça de roupa normal, ou você as fixa, com fivelas e botões. Quando fortes, resistentes e constituídas em bons materiais, elas oferecem proteção suficiente para que os trabalhadores se sintam seguros em relação às suas pernas!

foco

Você sabia que as perneiras não são os únicos equipamentos de proteção individual para membros inferiores? Há outros de bastante destaque, como sapatos de segurança, botas de segurança, botas de fundição e caneleiras.

Sempre que você precisar de algo mais específico para as pernas e que se aproxime dos joelhos, porém, a perneira deve ser escolhida.

Quais serviços pedem o uso de uma perneira?

Curioso se precisa usar uma perneira em seu trabalho ou se deve fornecer esse equipamento aos seus empregados? Então vamos fazer uma lista de onde ela é indispensável!

  • Trabalhos rurais: Em canaviais e outras colheitas que usam objetos cortantes, a perneira é indispensável. Ela protege do impacto com a foice ou o facão e ainda ajuda contra possíveis cobras ou aranhas.
  • Limpeza de áreas isoladas e terrenos: Animais peçonhentos costumam se proliferar em terrenos baldios ou lugares fechados há muitos anos. Sempre que houver risco da presença deles, vista uma perneira!
  • Manuseio de ferramentas pesadas: Sempre que usar ferramentas pesadas ou que possam te machucar, como serras elétricas, pinadores e similares, proteja-se por inteiro.
  • Contato com substâncias químicas: Se o seu serviço envolve o contato com substâncias químicas perigosas, corrosivas, abrasivas ou com qualquer histórico de dano a seres humanos, também não deixe de lado a perneira.

Para trabalhos em temperaturas extremas, é raro encontrar perneiras de qualidade. Ou você usa uma roupa completa de proteção, ou botas reforçadas para pernas e pés.

Quais as vantagens de usar uma perneira?

A perneira é fundamental para proteger seus membros inferiores em trabalhos perigosos. Só isso já é uma grande vantagem e o suficiente para você optar pela aquisição.

Mas não é só isso: São equipamentos bastante resistentes e duráveis, capazes de serem usados por muito tempo. Eles costumam ser confeccionados em bons materiais e trazem aos usuários uma sensação extra de segurança durante a execução do serviço.

Por tanta qualidade, os preços das perneiras são consideravelmente satisfatórios. É bastante fácil de vesti-las e alguns modelos ainda são versáteis o bastante para proteger contra diversos possíveis elementos perigosos.

Em algumas situações, principalmente contra altas temperaturas ou elementos químicos, pode ser mais recomendado o uso de botas que fechem toda a região dos membros inferiores. Mas quando não há esse tipo de risco, apenas de impacto, corte ou picada, a perneira é mais vantajosa.

Veja a tabela que preparamos com vantagens e desvantagens das perneiras:

Vantagens
  • Muito capazes de proteger membros inferiores dos trabalhadores
  • Resistentes, duráveis e feitas em bons materiais
  • Preços bastante acessíveis
  • Fáceis de vestir e versáteis
Desvantagens
  • Não protegem tanto contra produtos químicos e altas temperaturas
  • Não são totalmente fechadas, ao contrário das botas

Quais os materiais mais usados em perneiras?

A maior parte das perneiras feitas para proteção contra agentes físicos é feita em bidim, um material conhecido também como geotêxtil. É um não tecido que normalmente é empregado com a função de reforçar camadas de roupas ou objetos.

Outra opção bastante conhecida é o poliuretano, um plástico laminado sintético que é empregado em muitas áreas industriais. Porém, ele também ainda não é recomendado para contato com produtos químicos ou altas temperaturas.

Contra produtos químicos, o mais usado é a raspa de couro. Esse material protege contra possíveis corrosões, mas tem pouca durabilidade, é de difícil manutenção e abafa muito a pele. Por isso, nessas situações muitas vezes a bota é mais recomendada.

A aramida é muito recomendada contra altas temperaturas, sendo eficiente nesse tipo de serviço. Muitos trabalhadores optam por roupas que cubram o corpo inteiro quando esse é o caso.

Na tabela abaixo, apresentamos os tipos de perneiras e suas comparações:

Perneira em bidim Perneira em poliuretano Perneira em raspa de couro Perneira em aramida
Vantagens Barata, eficiente contra picadas e objetos cortantes Barata, eficiente contra picadas e objetos cortantes Ideal para proteção contra produtos químicos Protege contra altas temperaturas
Desvantagens Não protege contra produtos químicos e altas temperaturas Não protege contra produtos químicos e altas temperaturas, menos eficiente que o bidim Abafa muito a pele, dura pouco, não é tão eficiente como botas Há roupas do mesmo material que cobrem o corpo todo
Recomendações Proteção contra animais e objetos cortantes Proteção contra animais e objetos cortantes Eventual proteção contra produtos químicos Proteção apenas das pernas contra altas temperaturas

O que a legislação brasileira diz sobre perneiras?

Quando falamos em equipamento de proteção individual, a lei brasileira é bastante clara: É obrigação do empregador fornecê-lo ao empregado. Portanto, em situações que a perneira e indispensável, é preciso que a empresa a ceda a todos os funcionários.

A Norma Reguladora número 6 rege o uso de EPIs no Brasil.

Se você deseja conhecer a fundo o que a lei diz sobre o uso de perneiras e outros equipamentos de proteção individual, deve ler a Norma Reguladora número 6, que versa sobre o assunto. É ela que especifica quando e por quem cada item será usado.

Você deve comprar uma perneira, portanto, apenas se for empregador ou se for autônomo, executando serviços que peçam por proteção para membros inferiores. Caso contrário, deve recebê-la de seus empregadores.

Quanto custa e onde comprar uma perneira?

Perneiras não são equipamentos de proteção muito caros: Encontramos pares que variam entre as faixas de R$ 15 e R$ 50. Considerando o quanto são importantes e como quase todas possuem boa qualidade, esses são valores bastante acessíveis.

Lojas especializadas em equipamentos de proteção individual são os melhores lugares para comprar perneiras. Caso você deseje fazer sua aquisição pela internet, recomendamos principalmente a Amazon brasileira, seguida pela Amazon internacional e pelo Mercado Livre.

Critérios de compra: No que prestar atenção ao escolher a sua perneira

Você já sabe a importância de usar uma perneira e em quais situações ela é indispensável. Agora, precisa aprender a decidir entre modelos parecidos. Selecionamos alguns critérios técnicos para te ajudar:

Abaixo, discutimos um pouco mais cada um deles!

Tamanho

A maior parte das perneiras tem tamanho único. Esses equipamentos são desenhados para cobrir a área que vai do tornozelo até um pouco antes do joelho sem grandes variações, e na maior parte dos casos cumprem bem suas funções.

Porém, algumas fabricantes se preocupam com o posicionamento exato da perneira, aumentando a segurança e fazendo com que existam tamanhos diferentes. Nesse caso, é importante conferir as medidas de cada confecção e saber exatamente o que cairá bem na perna do usuário.

Imagem mostra um par de perneiras sobre a grama.

Muitas perneiras têm tamanho único. (Fonte: Andriy Popov/ 123rf.com)

Proteções extras

De forma geral, define-se uma perneira como uma peça que cobre toda a parte inferior da perna, ou seja, entre tornozelo e joelho. Alguns modelos podem ser maiores, cobrindo até a metade da coxa, mas eles são mais raros.

Algumas perneiras contam com espaços acolchoados para joelho e peito do pé.

Algumas fabricantes colocam em suas perneiras proteções especiais que fazem com que o preço suba um pouco, mas a segurança melhore. Espaços acolchoados para joelhos e para o peito do pé são exemplos desses bônus.

É importante também notar a qualidade das costuras, que às vezes podem passar por solda eletrônica, e se há talas que garantem a fixação da perneira. Na maioria das vezes, elas são feitas em PVC.

Conforto

Durante um trabalho que pode ser longo e árduo, como em um canavial ou no manuseio de uma ferramenta pesada, o trabalhador precisa estar confortável. Por isso, a perneira precisa também ser bastante ergonomia.

Confira se o equipamento se adequa perfeitamente ao formato da perna, se não aperta demais, se permite a transpiração ideal da pele, se não causa alergias e se não dificulta a movimentação. Tudo isso é importante até para a qualidade do serviço.

Método de fechamento

Os modelos mais simples de perneira não têm nenhum fechamento específico: Devem ser vestidas de forma básica, como se fossem uma peça de roupa. Elas são as mais baratas, mas já conferem proteção mais do que satisfatória.

Caso você queira um fechamento mais destacado, pode optar por modelos com fivelas, velcro ou botões. Em todos esses casos, a fixação será melhor na perna e, por consequência, também a proteção.

(Fonte da imagem destacada: sotnichenko/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Samuel Chagas Profissional em Consertos
A vivência de Samuel com consertos em casas e estabelecimentos comerciais vem de décadas, desde quando ajudava seu pai, pedreiro, há mais de 30 anos. Seu gosto pelo assunto fez dele um profissional em consertos, e é assim que Samuel ganha a vida há 15 anos. Na internet, ele compartilha seu conhecimento sobre ferramentas e itens de segurança para casas e prédios.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.