Close em piano digital. Há duas mãos nas teclas e, acima do piano, partituras e um tablet.
Ultima atualização: 13 de maio de 2019

Como escolhemos

14Produtos analisados

21Horas investidas

7Estudos avaliados

69Comentários coletados

Olá! Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre um tipo de instrumento cada vez mais comum entre pianistas: o piano digital. Por ter algumas facilidades que o piano acústico não proporciona, está cada vez mais sendo utilizado.

Na era das tecnologias, o piano digital se destaca. Muitos modelos oferecem facilidades como o uso de bluetooth para conectar o smartphone ou tablet ao instrumento, permitindo que você toque músicas ou utilize aplicativos de treino.

Porém, ainda há muito para questionar: Como escolher o melhor modelo? Há pianos digitais com a qualidade de som dos pianos acústicos? Piano digital ou teclado? Aqui vamos responder todas as suas dúvidas e te ajudar a escolher o melhor instrumento para você!




Primeiro, o mais importante

  • Apesar de ser semelhante ao teclado, o piano digital tem suas próprias especificidades. Aqui, vamos tirar suas dúvidas sobre ambos.
  • A maioria dos pianos digitais não conseguem atingir o timbre de um piano acústico, porém, alguns modelos se destacam para quem procura o instrumento para esse fim.
  • Entre as vantagens do piano digital estão suas facilidades tecnológicas, o fato de você conseguir controlar o volume e não é necessário afinar o instrumento.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 5 melhores pianos digitais

Entre os diversos tipos de piano digital, como os modelos compactos, os portáteis, os verticais e os com calda, esses que você encontrará no ranking abaixo são os preferidos dos pianistas. Confira a seleção dos melhores:

1º – Piano Digital Compacto c/ Fonte – YAMAHA

Compacto e de fácil utilização, o modelo Yamaha P-125 é ideal para quem está começando a tocar piano. Ele produz um som dinâmico e de alta qualidade.

Sua reflexão de luz mínima na superfície contínua e os alto falantes com design discreto possuem um acabamento bonito e elegante. Por ser compacto, pode ser colocado na sala de estar, no quarto ou outro cômodo sem complicações.

2º – Piano Digital FP-60 de 88 Teclas – Roland

Ideal para uso em casa, na escola ou em apresentações ao vivo, o modelo FP-60 da Roland é portátil e fácil de transportar, além de ser elegante e charmoso. Seu sistema interno de alto-falantes é projetado especialmente para produzir um som expressivo e com projeção ampla.

Com polifonia de 288 vozes, ele reproduz a sonoridade e resposta de um piano acústico. Oferece, também, timbres de pianos elétricos, cordas, órgãos e sintetizadores. Há, ainda, a opção de conectar seu smartphone ou tablet para melhorar a execução e praticar com aplicativos musicais, inclusive o Piano Partner 2, da própria Roland.

3º – Piano Digital ARIUS YDP-103R – YAMAHA

Em um modelo mais clássico e elegante, o modelo YDR-103R possui teclado Graded Hammer Standard (GHS) de 88 teclas e proporciona toque mais pesado nos sons graves e mais leve nos agudos.

É indicado para iniciantes, pois a prática com o GHS ajuda a desenvolver técnica de dedos adequada para os pianos acústicos. Ele possui, ainda, tecnologia Advanced Wave Memory que proporciona sons de pianos reais. A pedalagem desse modelo também auxilia a hora de produzir som de piano de cauda. O recurso permite aumento contínuo de sustentação de notas.

4º – Piano Digital Stage RD-2000 – Roland

Ideal para músicos profissionais, o Roland RD-2000 oferece ótima performance para palcos e estúdios. Seu motor de som dedicado para piano acústico proporciona detalhes ricos nos sons e polifonia ilimitada.

Além disso, conta com a tecnologia SuperNATURAL, com 128 vozes de polifonia para pianos elétricos e sons adicionais. Possui, também, oito knobs com indicadores LED e nove sliders para controlar sons e efeitos ao vivo.

O modelo conta com cerca de 1100 sons de outros instrumentos, como órgãos, cordas, sintetizadores, entre outros e há, ainda, dois slots de expansão wave para incluir sons adicionais do site da Roland Axial.

5º – Piano Digital Home DP603-CB – Roland

Compacto e estiloso, o DP-603 da Roland possui tecnologia SuperNATURAL, que proporciona sonoridades ricas e autênticas e teclado PHA-50 Progressive Hammer Action, que possui recurso de escape.

Sua tecnologia de ambiência 3D permite que você ouça um som real ao praticar com fones de ouvido. Além disso, proporciona a facilidade da conectividade sem fio com smartphones e tablets. Assim, você pode reproduzir áudios ou tocar com aplicativos.

Guia de Compra

A tecnologia mostra sua face em todos os lugares. Não poderia ser diferente com o piano, transformando esses instrumentos grandes e clássicos em algo mais portátil e digital. E embora muitas pessoas confundam o piano digital com o teclado, são instrumentos distintos.

Existem várias especificidades em cada modelo de piano digital como notas, sons, tecnologias, entre outros. Aqui, vamos falar sobre as vantagens dos pianos digitais e no que você deve prestar atenção para adquirir o melhor modelo para suas necessidades!

Piano digital portátil e uma pessoa com camisa xadrez com as duas mãos na tecla.

Piano digital é um instrumento que imita o piano acústico mas conta com recursos tecnológicos. (Fonte: guvo59 / Pixabay)

Quais são as vantagens e desvantagens do piano digital?

O piano digital possui diversas vantagens. Uma delas, e talvez a mais óbvia, é o fato de estar diretamente ligado às tecnologias que estamos acostumados no dia a dia.

Essa é uma vantagem especialmente para quem está começando a tocar, pois é possível conectar seu smartphone ou tablet ao piano digital via bluetooth e treinar com músicas ou aplicativos.

Outra vantagem é a facilidade na questão da afinação. Todo piano acústico precisa ser afinado com uma certa frequência e isso custa em torno de R$ 300. Já o piano digital não necessita dessa afinação.

Além disso, o instrumento digital é muito mais fácil de transportar, se tornando mais prático para levar a shows ou aulas. Alguns modelos são compactos, facilitando ainda mais o transporte.

O barulho também é uma vantagem, especialmente para quem mora em apartamento. É possível conectar seu fone de ouvido e treinar a qualquer hora do dia ou da noite sem receber reclamações.

Os recursos eletrônicos também são muito vantajosos, pois conseguem reproduzir sons de diversos outros instrumentos musicais.

Entre suas desvantagens, podemos citar o timbre. Apesar de haver modelos de piano digital com tecnologias que assemelham o instrumento ao piano acústico, a maioria dos modelos não possuem tanta riqueza harmônica.

Além disso, muitos pianos digitais também possuem alta variação da sensibilidade das teclas, o que pode dificultar na hora de trocar de modelo.

Vantagens
  • Mais fáceis de transportar
  • Oferecem facilidades tecnológicas, como conectar o smartphone através do bluetooth
  • Não necessitam de afinação
  • São mais silenciosos, permitindo que você possa tocar a qualquer momento
  • Reproduzem sons de diversos instrumentos musicais
Desvantagens
  • Não costumam ter tanta riqueza harmônica quanto o piano acústico
  • Muitos possuem alta variação da sensibilidade das teclas

Qual é a diferença entre piano digital e teclado?

Por serem instrumentos semelhantes, muitos ficam na dúvida sobre as semelhanças e diferenças do piano digital e do teclado. Para começar, ambos os instrumentos não emitem som, mas sim reproduzem amostras que estão armazenadas na memória por meio de gravações digitais.

Além disso, o teclado se assemelha a alguns modelos de piano digital quando falamos de tamanho. Ambos são mais fáceis de transportar do que o piano acústico. Mas de qualquer modo, os pianos digitais são um pouco mais pesados e robustos que a maioria dos teclados.

O teclado, porém, apresenta um número muito maior de funções. Existem vários tipos de teclado que possuem diferentes objetivos como workstation, sintetizador e o controlador. O teclado é mais indicado para quem gosta de compor com sons de diversos instrumentos musicais.

Já o piano digital é mais focado em reproduzir o som de outros instrumentos de tecla, como piano acústico e órgão (apesar de, muitas vezes, não conseguir reproduzi-lo com total fidelidade).

O piano digital tem as teclas mais pesadas, que imitam de fato, um piano acústico. Compare:

Piano digital Teclado
Destaque Imita o piano acústico na sensibilidade e peso das teclas Possui mais funções
Tamanho Embora sejam compactos, ainda são um pouco pesados e robusto Instrumento mais leve e compacto
Preço Investimento médio, mais barato que o piano acústico e mais caro que o teclado Investimento baixo. É possível comprar teclado por menos de R$ 500

Quanto custa?

O preço de um piano digital, assim como o piano acústico ou o teclado, costuma ser bem alto. A maioria dos pianistas não indicam modelos que saem por menos de R$ 2.000.

A partir de R$ 1.500 já é possível encontrar modelos mais simples, que são mais indicados para quem está começando ou não deseja tocar profissionalmente. Os modelos portáteis costumam ser os mais baratos.

Já os pianos digitais mais caros e completos podem chegar a custar mais de R$ 50.000. Claro que se você é não um músico profissional não será necessário desembolsar um valor tão alto. A média de preço do instrumento é cerca de R$ 8.000.

Onde comprar?

Para adquirir seu piano digital fisicamente, você terá que fazer uma rápida pesquisa para verificar onde há uma loja especializada em instrumentos musicais perto de você. Para quem mora em São Paulo, por exemplo, pode fazer uma visita às lojas da Rua Teodoro Sampaio.

Comprando online é mais fácil de encontrar o modelo que você procura. Em sites como Amazon, Mercado Livre ou a própria loja virtual das marcas específicas você pode fazer sua compra. O bom de comprar online é que você nem precisa sair à procura do seu instrumento e ainda recebe o piano digital na porta de casa.

Critérios de compra: Principais fatores para avaliar um piano digital

Mesmo já sabendo várias coisas sobre o piano digital, ainda há algumas características que você deve considerar na hora da compra. Essas são as principais:

  • Tipo de piano digital
  • Polifonia
  • Número de teclas
  • Timbre

Continue lendo para saber mais sobre cada um dos tópicos.

Tipo de piano digital

Existem três tipos de pianos digitais. Além do tamanho, eles também podem apresentar diferenças em relação à qualidade do som.

Piano Digital Portátil

Esse é o tipo mais simples de piano digital. É ideal para quem está começando ou para quem precisa transportar o piano com frequência para shows, aulas ou estúdios.

Os modelos mais baratos de piano digital costumam ser exatamente os portáteis. Apesar de muitos serem mais simples e sem muitas funções, há, também, os portáteis profissionais, que se assemelham bastante ao som do piano acústico.

Piano Digital Vertical

Esse modelo é semelhante ao portátil, porém, vem com um “móvel” acoplado. Apesar de ser mais fácil de transportar do que um piano acústico, possui menor portabilidade do que o modelo portátil em si.

Muitos pianos digitais verticais proporcionam uma qualidade de som melhor, devido aos pedais. Eles auxiliam na harmonia e ajudam o instrumento a se assemelhar ao piano acústico.

Piano Digital com Calda

Assim como os modelos acústicos, o piano digital com calda proporciona uma elegância e sofisticação inconfundíveis. A maior diferença dele para o piano vertical é exatamente na aparência.

Na questão do som, costuma, também, proporcionar melhor qualidade de som, devido aos pedais.

Piano Digital Portátil Piano Digital Vertical Piano Digital com Calda
Vantagens Oferece maior portabilidade, sendo ideal para quem transporta o instrumento com frequência. Além disso, costuma ser o modelo mais barato Costuma proporcionar uma qualidade de som maior do que o modelo portátil Além de proporcionar uma qualidade de som superior, oferece elegância e sofisticação ao ambiente, se assemelhando ao piano acústico
Desvantagens Alguns modelos são mais simples e não reproduzem o som tão semelhante ao piano acústico Não são tão fáceis de transportar Não são tão fáceis de transportar e custam mais caro
Preço Médio R$3.000 R$ 8.000 R$ 30.000

Polifonia

Uma das principais coisas a se levar em consideração na hora de comprar seu piano digital é a polifonia. Ela é como se fosse a “memória” do instrumento. Ou seja, quantas notas ele consegue emitir de uma só vez.

Isso vai depender muito do estilo de tocar de cada pianista ou do estilo musical. Se você for tocar arpejos sustentados, por exemplos, o ideal é selecionar um modelo que as notas anteriores não parem de soar com antecedência.

Antes de escolher seu piano digital, verifique quantas vozes de polifonia o modelo possui. Prefira os que possuem pelo menos 200.

Número de teclas

Existem modelos de piano digital com vários números de teclas. Os mais comuns são os que vem com 61, 76 e 88 teclas.

Isso vai influenciar muito no alcance. Se você busca um alcance maior, o ideal é optar por um piano digital de 88 teclas. Já para quem está começando a aprender agora, adquirir um teclado de 61 teclas pode ser o suficiente.

Leve em consideração, também, que quanto mais teclas, mais complicada fica a portabilidade do instrumento.

Timbre

A sonoridade é um fator essencial não só no piano digital, mas em todos os instrumentos.

Por natureza, os pianos digitais costumam ter um timbre que reverbera com pouca variação. Se você busca um som que se assemelhe ao do piano acústico, é necessário comprar um modelo de maior sonoridade e qualidade. Quando possível, teste o timbre do seu piano para verificar sua riqueza harmônica.

(Fonte da imagem destacada: dankreider / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Pedro d'Ávila Músico e Viajante Incansável
Os cinco anos vagando pela Europa e tocando de metrô em metrô e deram a Pedro uma experiência de vida incrível, só comparada a seus anos e anos acampando pelo Brasil e pela América do Sul. Hoje, estabelecido em Dublin, ele segue conhecendo novos lugares e comparilhando o conhecimento adquirido com as experiências de vida.