Imagem mostra uma pistola de pintura pulverizando tinta branca.
Ultima atualização: 7 de março de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

20Horas investidas

7Estudos avaliados

75Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Interessado em comprar uma pistola de pintura? Vamos tirar todas as suas dúvidas para que você possa fazer a melhor escolha possível!

Pistolas de pintura são artefatos muito úteis para facilitar e agilizar o processo de pintar paredes, móveis e todos os tipos de superfícies. Podem ser empregadas com uso profissional ou artístico. Elas permitem que você se despeça do hábito de usar pincel ou rolo.

Mas, como escolher a ideal? Há uma série de modelos diferentes e de especificações que te ajuda a escolher qual seria a melhor para o seu intuito. Por isso, vamos destrinchar agora cada um desses pequenos detalhes.



Primeiro, o mais importante

  • Podem ser utilizadas não só para paredes e muros, mas também (e principalmente) para trabalhos automotivos, obras artísticas, serviços de marcenaria, entre outros. Há modelos indicados para cada um desses usos.
  • Elas podem funcionar por gravidade (reservatório acima do equipamento) ou por sucção (abaixo). As primeiras são mais eficientes, mas custam mais caro.
  • Os preços podem variar entre R$ 40 e R$ 650, com a maior parte dos modelos ficando na faixa de R$ 150. Preste atenção se o escolhido já vem com compressor de ar ou se também será necessário adquirir um.

Você também pode gostar:

Melhores pistolas de pintura: Nossas recomendações

Pistola de pintura é uma opção ao uso de pincéis ou rolos para pintar. Elas têm vantagens e desvantagens, especialmente maior velocidade, mas também maior desperdício. Vamos falar mais sobre isso ao longo desse Guia, agora, queremos te apresentar os melhores modelos. Confira:

Excelente pistola para pintar madeira

Um modelo muito recomendado para pinturas em madeira, é capaz de preencher grandes superfícies, alcançar lugares altos e complicados e não deixar manchas ou sujeiras. A principal garantia do modelo é a pulverização uniforme, sem grande desperdício.

Possui reservatório com capacidade para 800 ml e bico com 2,2 mm de diâmetro. Faz ótimo serviço em paredes lisas ou texturizadas, móveis e esculturas. Também pode ser usada com verniz ou seladora. É um modelo que funciona por gravidade e tem alto volume e baixa pressão (HVLP).

A pistola de pintura mais versátil

Esse modelo da Terra Equipamentos se destaca pela versatilidade. Por vir com dois bicos, pode ser utilizado tanto para superfícies maiores como menores, em trabalhos mais profissionais ou artísticos.

A potência de 350 W não é das maiores. Por outro lado, a capacidade do reservatório de 700 ml é muito boa. A possibilidade de usos variados é uma ótima solução apresentada por este equipamento. Outro destaque é a baixa quantidade de ruído produzido.

Pistola com design compacto

Mais um modelo que usa o sistema HVLP (alto volume e baixa pressão), esse da Lee Tools tem design compacto e eficiente. Pode ser transportado com tranquilidade pelo seu baixo peso e pequeno tamanho.

O bico é de aço inox e tem diâmetro de 1,4 mm. A capacidade do reservatório é de 600 ml. Esses números ficam no meio do caminho entre uma pintura em larga escala e uma para pequenos objetos. Também é intermediário na viscosidade de tinta ideal. Dessa forma, a recomendação é para o uso em funilarias e marcenarias, por exemplo.

A pistola ideal para grandes superfícies

Com reservatório de 800 ml e um bico com 2,6 mm de diâmetro, essa pistola da Vonder é ideal para grandes superfícies. Ótima para pintar paredes, muros, lugares altos e difíceis de alcançar.

Acompanha um medidor de viscosidade que auxilia no entendimento da tinta que está sendo usada, uma vez que o modelo não suporta tintas com pigmentos metálicos. Assim, é necessário fazer o teste antes do uso. A potência é de 400 W e o peso é de 1,7 kg.

Review em Vídeo

Pistola de pintura com maleta

O grande diferencial desse modelo é vir com uma maleta. Assim, é possível desmontar o equipamento e armazená-lo com segurança e tranquilidade. Também usa o sistema de alto volume e baixa pressão e tem bico com diâmetro de 1,2 mm. O reservatório é pequeno: 120 ml. Dessa forma, é ideal o uso em superfícies pequenas e que não pedem grande uso de tinta.

Review em Vídeo

Guia de Compra

Ao longo desse Guia de Compra completo nossa missão é te ajudar a comprar a pistola de pintura perfeita para sua necessidade. Como você viu acima, selecionamos as melhores do mercado, e agora, vamos trazer todas as informações para que você saiba – por si só – comprar o melhor modelo, seja qual for sua necessidade. Pronto? Basta continuar lendo esse Guia!

Imagem mostra a mão de um homem usando uma pistola de pintura para pintar madeira.

A pistola de pintura é uma ferramenta importante para pintores. (Fonte: Bogdan Mircea Hoda / 123RF)

O que é uma pistola de pintura e quais suas vantagens?

Uma pistola de pintura é usada para dar velocidade e agilidade ao processo de pintar algo. O acabamento também costuma ser bem superior. Normalmente, ela utiliza tintas mais finas, produzindo resultados mais bonitos.

É recomendado usar pistola de pintura em superfícies menores e não retas. Por exemplo, carros, móveis, esculturas e peças artísticas.

Para paredes e muros, é necessário ter mais experiência para substituir o bom e velho rolo. Pintores de primeira viagem podem sofrer muito com o desperdício.

Seja para uso pessoal ou profissional, o tempo de uso e o aperfeiçoamento são importantes. E também é fundamental entender as diferenças entre cada um dos variados tipos de pistolas de pintura.

De acordo com especialistas, os pontos negativos de uma pistola de pintura são: a necessidade de entender bem as tintas, já que a viscosidade errada pode estragar o equipamento, e a dificuldade na manutenção e na limpeza.

Vantagens
  • Velocidade na pintura
  • Facilidade de transporte
  • Acabamento superior
  • Versatilidade
Desvantagens
  • Desperdício de tinta
  • Necessidade de entender bem as tintas
  • Necessidade de compressor de ar
  • Manutenção complicada

Pistola de pintura por gravidade ou por sucção?

Há dois tipos de pistola de pintura no mercado: por gravidade e por sucção. O primeiro tipo tem o reservatório acima do equipamento, o segundo tipo, abaixo.

Na pistola por gravidade, a tinta flui de cima para baixo, justamente pela ação da gravidade. A partir daí, é pulverizada para fora. Nesses modelos, é possível muitas vezes ajustar a vazão de ar, a abertura do leque e a quantidade de tinta empregada.

Já na pistola por sucção, é a presença de ar dentro do objeto que faz com que a tinta seja sugada quando o gatilho é apertado e saia. A grande desvantagem nesse tipo é que o desperdício é bem maior.

É bem mais comum encontrar pistolas por gravidade no mercado. Esse é de fato o tipo mais eficiente e tem se tornado maioria nas prateleiras.

Pistola por gravidade Pistola por sucção
Reservatório Acima do equipamento Abaixo do equipamento
Ajustes Possibilidade de fazer ajustes Mais difícil fazer ajustes
Rendimento Menor desperdício de tinta Maior desperdício

Pistola de pintura HVLP ou LVLP?

Dentro das pistolas por gravidade, também há uma divisão em dois tipos: HVLP, que em português significa Alto Volume e Baixa Pressão, e LVLP, Baixo Volume e Baixa Pressão.

  • HVLP: Esses modelos são mais recomendados para superfícies maiores. É um sistema que gera menos perda de tinta para o ar, não causando nuvens. Mas isso é comum em todas as pistolas por gravidade.
  • LVLP: Já esse sistema é usado em pistolas para trabalhos mais minuciosos. Ela se encaixa bem com modelos com reservatórios bastante pequenos e que aplicam materiais como verniz. O pequeno volume de ar e a baixa pressão ajudam na precisão manual atingida com o artefato.

Quanto custa?

Pistolas de pintura costumam ter grandes variações de preço. Em uma pesquisa rápida, encontramos modelos que vão de R$ 40 a R$ 650.

O que gera a variação de preço nesses objetos é a potência, a capacidade de pintar diversas superfícies e, claro, a marca. Também há alguns modelos que trazem itens extras, como maletas e medidores de viscosidade, o que pode ter influência no valor final.

Não necessariamente o modelo mais caro é o melhor. O ideal é que, a partir deste guia, você consiga entender qual é o que melhor atende as suas necessidades!

Onde comprar?

É muito fácil encontrar a sua pistola de pintura pela Internet. Todos os grandes sites de e-commerce vendem esse tipo de artefato. Nossas recomendações são a Amazon brasileira e o Mercado Livre, mas há muitos outros grandes sites, como Americanas, e Walmart.

Ainda na Internet, há sites especializados em produtos para casa que são boas opções. Dutra Máquinas e Loja do Mecânico oferecem grandes variedades.

Se a sua preferência é por compras ao vivo, lojas especializadas em artigos para casa e construção são ótimas opções. Bons exemplos são Telhanorte, C&C, Dicico e tantas outras famosas pelo Brasil.

Imagem mostra um homem usando uma pistola de pintura para pintar um muro branco.

Uma pistola de parede é muito útil para pintar um muro. (Fonte: Grzegorz_Skibka / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de pistola de pintura

Além das diferenças entre pistola por gravidade e por sucção e HVLP e LVLP, muitas outras características interferem na escolha da pistola de pintura ideal. Vamos abaixo explicar qual a importância de cada uma delas.

Separamos alguns itens que merecem atenção especial nesse guia:

  • Potência
  • Diâmetro do bico
  • Capacidade do reservatório
  • Peso
  • Adaptação ao compressor
  • Taxa de transferência de tinta
  • Viscosidade suportada
  • Itens extras

Leia atentamente cada um dos itens e passe a saber tudo sobre pistolas de pintura!

Potência

A potência de uma pistola de pintura é muito importante e interfere na sua eficiência e velocidade de trabalho. Encontramos modelos que chegam até os 650 W, o que permitiria que menos tempo fosse gasto em grandes superfícies.

É possível relacionar a potência com a quantidade de tinta dissipada por minuto. Isso leva a uma facilidade de acabamento em certos itens e à possibilidade de realização de mais serviço em menos tempo. Quanto maior a potência, mais indicado é o equipamento para uso profissional.

Imagem de pessoa segurando pistola de pintura pintando um carro.

As pistolas de pintura com potência mais alta são recomendadas para uso industrial. (Fonte: Nikita Lysenko / 123RF)

Diâmetro do bico

Existem muitos possíveis usos que você possa querer da sua pistola de pintura. Para entender qual é a mais indicada para você, o mais importante é o diâmetro do bico.

Pistolas com bicos pequenos, com no máximo 1 mm, são indicadas para tintas com viscosidade baixa. Normalmente, se relacionam com trabalhos que requerem precisão e cuidado. Há escorrimento de tinta nessa categoria, portanto, tome cuidado para não se sujar.

Os bicos médios, entre 1 e 1,4 mm, se relacionam a tintas de viscosidade média, como aquelas à base de solvente. São os ideais para os trabalhos de casa, como pintura de paredes.

Já os bicos grandes, acima de 1,5 mm, pedem tintas com viscosidade alta. São indicadas para trabalhos complexos, em grande produção e escala.

Escolha a pistola levando em conta o tipo de tinta que pretende utilizar e, a partir daí, o diâmetro do bico.

Capacidade do reservatório

Os reservatórios também variam bastante de um modelo para outro de pistola de pintura: há alguns bem pequenos, que suportam cerca de 50 ml, e outros que chegam a mais ou menos 800 ml.

Aqui, mais uma vez você pensa no tipo de trabalho que vai fazer para ter uma escolha. Se você vai envernizar uma pequena escultura, não precisa de muito. Porém, para uma parede ou muro, será necessário bem mais.

Claro que é possível sempre preencher novamente o reservatório, mas isso fará o trabalho ser bem mais demorado.

Imagem mostra uma pistola de pintura preta sem reservatório

Preste atenção no reservatório da sua pistola de pintura. (Fonte: Noordbizz / Pixabay)

Peso

Há alguns modelos que são mais pesados, outros bem mais leves. Também há acessórios como alças para prender a pistola no pescoço, o que melhora o uso. Mas trabalhos muito demorados pedem objetos mais leves, por exemplo.

Também há uma relação com o material e cuidado do trabalho. Imagine mais uma vez o exemplo de envernizar uma pequena escultura. Com certeza é preferível uma pistola mais leve!

Adaptação ao compressor

Pistolas de pintura precisam de um compressor de ar para funcionar. Pode ser que você escolha um modelo que já vem com um, pode ser que não.

Caso contrário, será necessário que haja compatibilidade entre pistola e compressor. Para verificar a compatibilidade, é necessário prestar atenção no consumo de ar.

Essa é a quantidade de ar que será usada cada vez que se aperta o gatilho da pistola. Se for abaixo ou acima, é pouco provável que você consiga bons resultados com a pintura.

Taxa de transferência de tinta

A taxa de transferência de tinta está ligada ao desperdício. Uma pistola que possui 60% de transferência leva essa porcentagem do que está em seu reservatório para a superfície destinada, enquanto o resto se perde no ar em formato de nuvem.

Os modelos que têm a maior taxa de transferência são os que usam a gravidade como método. Mais ainda, os HVLP. É exatamente por isso que eles costumam ser mais caros. Os LVLP, por sua vez, também são satisfatórios.

Nas pistolas de pintura por sucção é comum haver um grande desperdício de tinta. Menos da metade do que está no reservatório vai ao objeto, o restante fica pelo caminho.

Viscosidade suportada

Como falamos no item sobre o diâmetro dos bicos, há modelos ideais para tintas de viscosidades diferentes. Algumas pistolas trazem consigo um medidor de viscosidade, permitindo assim que se saiba exatamente o que está sendo colocado no equipamento.

É importante prestar atenção nisso porque tintas de alta viscosidade em pistolas não preparadas podem gerar danos irreparáveis.

Não parece ideal acabar de fazer a sua compra e já ser obrigado a ir para a próxima, certo?

Itens extras

Além do medidor de viscosidade, algumas pistolas costumam vir com outros itens extras. Bicos de diferentes diâmetros, maletas para transporte, adaptador elétrico, entre outros.

Esse tipo de adição melhora a versatilidade do produto e, se não elevar demais o preço, pode ser um fator determinante para a escolha.

(Fonte da imagem destacada: Luciano Henrique de Queiroz / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.