Imagem de placa mãe gamer com destaque para os componentes
Ultima atualização: 6 de abril de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

22Horas investidas

5Estudos avaliados

81Comentários coletados

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o coração de um bom computador: A placa mãe gamer, um item essencial para qualquer setup de respeito.

Esse é um dos primeiros hardwares que você deve considerar para montar ou atualizar seu PC. E, como ele base para praticamente todos os outros componentes, confira nossa análise completa para não perder nada.




Primeiro, o mais importante

  • Antes de comprar uma placa mãe, verifique se ela é compatível com as demais peças que você pretende incorporar, como processador, memórias e placa de vídeo.
  • Lembre-se de também verificar as dimensões do produto e se ele é compatível com seu gabinete.
  • A quantidade e tipo de slots para memória RAM pode variar muito de um modelo para o outro.

Você também pode gostar:

As melhores placas mãe gamer: Nossas recomendações

Quando se trata de placas mãe, existe uma enorme variedade de modelos disponíveis e a cada avanço da tecnologia, esse número só aumenta, com alguns gigantes liderando a indústria. Veja alguns exemplos que separamos para você aproveitar seu desktop gamer ao máximo.

Uma ótima opção para os gamers casuais

A placa mãe para jogos Intel H310 mATX possui sistema de iluminação Aura Sync RGB LED e é recomendada para processadores da 8ª geração. Ela conta com capacidade máxima para 32 GB de memória RAM, uma entrada PCIe 3.0/2.0 x16 (x16) e duas PCIe 2.0 x1.

Nossa recomendação para quem procura o melhor custo/benefício

Ninguém discute que a Asus é uma das líderes do mercado por produtos de qualidade como a Prime A320M-K/BR, uma placa mãe com recursos que a destacam, como seu controle de ventilação que permite que cada ventoinha atinja o equilíbrio perfeito. Ela permite frequências de memória acima dos 3200MHz e possui dois slots para memória RAM DDR4.

A placa para os gamers que procuram mais robustez

Com um nome que já impõe respeito, a Gigabyte B360M Aorus Gaming 3 possui um novo design pwm digital híbrido, capacitores de áudio de alta qualidade e sistema de áudio Noise Guard com LED Trace Path Lighting que dá aquele destaque em seu gabinete. Ela é compatível com processadores Intel de oitava e nona geração.

Guia de compra

Escolher uma placa mãe gamer não é uma tarefa muito fácil nem para quem já está acostumado com todos os termos e o jargão técnico. Para os leigos, essa tarefa pode ser ainda mais difícil.

Mas, não se preocupe. Em nosso guia de compra vamos explicar um pouco melhor sobre o produto para que você possa tomar uma decisão que se enquadre em suas necessidades e, claro, no seu bolso.

Imagem de pessoa adicionando um hardware na placa mãe

Antes de encaixa qualquer componente em sua placa mãe, confira a compatibilidade. (Fonte: HutchRock/ Pixabay.com)

Qual o diferencial de uma placa mãe gamer?

Todo computador possui uma placa mãe, independente se é um desktop ou um notebook. Afinal, é sobre ela que você vai construir o seu setup com memórias RAM, placa de vídeo e outros componentes, como a ventoinha, HD, etc.

E, quando adicionamos o termo gamer ao contexto, o que esperamos é um produto de altíssima qualidade, com desempenho que as destacam da demais. Isso inclui não só sua própria arquitetura, mas a compatibilidade com outros hardwares de ponta.

Basicamente, é isso que você pode esperar do produto: um altíssimo desempenho para rodas os jogos da nova geração em todo seu potencial.

foco

Você sabia que a primeira placa mãe foi desenvolvida pela IBM em 1982? Apesar das evoluções, seu design não mudou muito desde então.

Quais as vantagens e desvantagens de uma placa mãe gamer?

A principal vantagem da placa mãe gamer quando a comparamos aos modelos tradicionais é que elas oferecem um melhor desempenho geral, já que são compatíveis com processadores e outros componentes de última geração.

Elas já são compatíveis com slots de memória DDR4 e, por estar no topo de linha, isso garante que elas tenham mais longevidade.

E, como todo gamer gosta de investir em efeitos de iluminação e sistemas de refrigeração, elas também oferecem mais opções de personalização, para que seu setup seja único.

Porém, tudo isso tem um preço. Elas custam bem mais caro que as placas mãe comuns. Isso também pode dificultar a instalação, principalmente se você não está familiarizado com a montagem de um computador.

Vantagens
  • Melhor desempenho
  • Compatível com processadores de última geração
  • Slots de memória RAM DDR4
  • Maior longevidade
  • Mais opções de personalização
Desvantagens
  • Pode ser difícil instalar sozinho
  • Elas custam caro

Como instalar a placa mãe gamer?

Apesar de parecer assustador, instalar uma placa mãe não é difícil, principalmente se você considerar que ela é um dos primeiros hardwares que deve ser encaixado.

Instalar uma placa mãe não é difícil

E aqui é preciso de um pouco de atenção em escolher um gabinete que suporte o seu modelo.

Então, basta ajustar bem o posicionamento, processo que é facilitado já que as portas de entradas e saída devem se alinhar com os orifícios da parte posterior do seu gabinete.

Com ela bem encaixada e na posição, basta prendê-la com os parafusos adequados. O processo exige que você também tenha as ferramentas necessárias.
Isso feito, basta ir ligando os demais hardwares nos slots correspondentes.

Imagem de placa mãe com destaque para um processador Intel

Lembre-se de sempre verificar o manual de instruções para não cometer erros. (Fonte: Bru-nO/ Pixabay.com)

Como verificar a compatibilidade da placa mãe gamer?

Essa é uma das principais dores de cabeça pela qual os gamers passam quando estão escolhendo uma placa mãe.

Hoje existem diversas marcas e modelos diferentes de processadores, placas de vídeo e de memória, só para citar os principais fatores que compõe um bom computador gamer.

E não há como escapar, esse é um processo que exige investigação. Procure por manuais de instrução online e descrições completas do produto nos sites dos fabricantes.

Imagem de bonequinho de Lego observando um componente de computador

Se você não está certo sobre a compatibilidade, nunca tente forçar um componente em um slot, pois isso pode danificar e até queimar sua placa mãe. (Fonte: blickpixel/ Pixabay.com)

Quais as principais marcas de placa mãe gamer?

Mesmo em um mercado tão amplo, sempre é possível encontrar algumas marcas que se destacam quando se trata de placas mãe gamer.

A ASUS, por exemplo, é uma das que possui excelentes opções, compatíveis tanto com processadores Intel quanto AMD. A Aorus e a Gigabyte também são marcas bem conhecidas, que oferecem ótimo custo/benefício.

A Intel, inclusive, também fabrica seus próprios modelos, o que garante melhor compatibilidade e desempenho.

O recomendado aqui é tentar fugir de placas muito genéricas ou de fabricantes mais desconhecidos, já que isso pode tornar mais difícil a manutenção em caso de problemas.

E, para você realmente ter uma experiência mais completa, verifique alguns itens que separamos para você e que tornar suas horas na frente do computador muito mais agradáveis.

Critérios de compra: O que eu devo analisar antes de comprar uma placa mãe gamer

Ao longo de nosso guia de compras você pôde se familiarizar melhor com o que é e as principais vantagens de possuir uma placa mãe voltada exclusivamente para rodas com os melhores componentes para rodar seus jogos em todo seu potencial.

No entanto, ainda existem algumas especificações técnicas que merecem mais destaque. Pensando nisso, separamos alguns tópicos que você deve analisar antes de tomar sua decisão e efetuar a compra.

Compatibilidade e slots

Sim, vamos falar da compatibilidade mais uma vez. E não é à toa, já que isso vai determinar toda a estrutura do seu computador gamer.

Análise fatores como a quantidade e tipo dos slots (eles são os encaixes disponíveis na placa mãe para acoplar todos os outros componentes do computador) de memória RAM e se ela é compatível com as placas de vídeo mais comuns encontradas no mercado.

Também é importante verificar quais marcas e gerações de processadores ela suporta. Modelos mais antigos, além de não suportarem as gerações mais recentes, precisarão ser atualizados em menos tempo.

Imagem de placa mãe com destaque para sua arquitetura

Quanto mais moderna a placa mãe, maior será sua compatibilidade com os principais hardwares necessários para executar seus jogos. (Fonte: AcidCrow/ Pixabay.com)

Dimensões

Apesar do design e arquitetura geral das placas mães não terem mudado muito com o passar do tempo, o seu tamanho tem aumentado, principalmente nos modelos gamers, que exigem placas de vídeo e mais espaço para memória RAM.

O cuidado aqui é que ela seja compatível com o seu gabinete, encaixando-se perfeitamente sem que fique apertada ou solta, pois isso pode causar danos.

Isso também pode afetar o posicionamento dos cabos, que não podem ficar embolados para que não haja mal funcionamento.

Entradas e saídas

Além dos slots internos, as placas mães também possuem entradas e saídas externas para que você possa ligar seus periféricos, como mouse, teclado, monitor e sistema de som.

E vale a pena pesquisar se eles são os mais recentes do mercado. Muitas marcas já estão abandonando entradas tradicionais como o Ps2 e substituindo-as pelo USB padrão.

Caso você não possua uma placa de vídeo, também vale a pena conferir se a entrada integrada da placa mãe é compatível com o seu monitor.

Nesse aspecto, quanto mais entradas e saídas ela oferecer, maior será a chance de personalização e adaptação dos periféricos que você já possui ou pretende comprar.

Imagem de placa mãe com destaque para suas entradas e saídas

Uma boa placa mãe deve oferecer uma boa variedade de entradas e saídas para seus periféricos. (Fonte: JohnMontor/ Pixabay.com)

Overclocking

O overclocking é uma técnica utilizada para forçar a placa mãe gamer além dos seus limites, aumentando o desempenho. Os fabricantes costumam especificar o quão longe você pode utilizar esse processo sem danificar o produto.

Você também tem que ficar atento que quanto maior o desempenho, mais calor é gerado, então é recomendado possuir um excelente sistema de refrigeração.

Por último, vale ressaltar que mesmo dentro dos limites especificados, o overclocking pode diminuir a vida útil da sua placa mãe. Então, use essa opção com moderação.

(Fonte da imagem destacada: FuzzyMannerz/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Nicolas Pinto Gamer Profissional
Nicolas não é um gamer de um jogo só. Seja no CsGo ou no LoL, ele é capaz de dar trabalho até aos jogadores mais avançados. Sabendo que para alcançar seu sonho de disputar campeonato mundiais é preciso ter os melhores equipamentos, Nicolas se dedica a pesquisar e compartilhar conhecimento sobre o que há de mais inovador em Games, Jogos e Eletrônicos.