Imagem de placa mãe.
Ultima atualização: 31 de março de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

21Horas investidas

5Estudos avaliados

77Comentários coletados

Bem-vindo a você que acompanha este artigo revelador no ReviewBox Brasil sobre placa-mãe. Quem precisa comprar o produto e ainda possui dúvidas tem muito a ganhar ao ler tudo até o fim. Vamos revelar os segredos para se sobressair nas compras!

Talvez você esteja montado um computador especial para determinadas tarefas como games ou mineração de bitcoins. Saiba que os objetivos de uso das máquinas determinam a escolha do tipo de placa-mãe a ser usada no projeto.

Neste texto vamos revelar tudo o que qualquer pessoa precisa saber antes de comprar uma placa-mãe. Veja quais são os melhores modelos, a média de preços e as variáveis do componente de peças mais importante dos computadores.




Primeiro, o mais importante

  • Você precisa saber todas as características técnicas do computador que pretende montar antes de comprar a placa-mãe.
  • Algumas marcas de placa-mãe fáceis de achar no mercado são: ASUS, Gigabyte, MSI e ASRock.
  • Placas-mãe onboard já vêm com recursos de áudio e vídeo. As placas offboard possuem a capacidade gráfica superior na reprodução de audiovisual.

Você também pode gostar:

Melhores placas-mãe: Nossas recomendações

O segredo dos melhores computadores está nos pequenos detalhes como a placa-mãe. Há muitas variações deste produto no mercado. Para comprar com consciência é importante conhecer as principais características das versões que mais fazem sucesso nas lojas online. Elas estão na lista a seguir:

Uma placa mãe flexível e com tecnologia de peso

O produto tem 24 centímetros de largura e 25 centímetros de comprimento com a cor preta. Esta versão de tecnologia robusta consegue evoluir o potencial do chipset Z370 da Intel.

A produção se destaca por ser bastante flexível, de modo que pode atingir diversos tipos de públicos que montam computadores para propósitos diferentes. No modelo há 1TB para o tamanho de memória e bastante resistência contra os curtos-circuitos.

Placa-mãe protegida contra resíduos

Esta placa-mãe da marca Gigabyte se destaca no mercado pela proteção contra os resíduos de enxofres no ar. A estrutura apresenta uma defesa superior aos pequenos resistores capazes de gerar alterações químicas que resultam em curtos.

A produção funciona como suporte de processadores Intel Celeron, Intel Core, entre outros. Este modelo apresenta soquetes para suportar no máximo 32GB. Esta versão de 600 gramas está preparada para funcionar em Windows 10.

Placa-mãe com proteção contra sobretensão

Com 5 centímetros de largura e 17 centímetros de comprimento esta placa suporta processadores Intel Core ou Intel Pentium. A versão tem um poder superior ao reproduzir sons por causa do recurso que se chama “Audio Boost”.

A placa-mãe possui uma engenharia avançada para evitar danos gerados pela sobretensão. É um produto de excelente qualidade gráfica em alta-definição.

Guia de Compra

A moda de usar poderosas placas-mãe na montagem de computadores de games cresce muito rápido. Já outras pessoas buscam estes componentes para arrumar o PC da família. A verdade é que os computadores estão tão presentes no nosso dia a dia, e embora a gente não perceba, as placas-mães são fundamentais.

A partir deste ponto no texto você compreende melhor os detalhes do produto. Preste atenção nas variáveis dos modelos antes de ir às compras.

Mão mexendo em uma placa mãe em uma bancada.

A placa-mãe é uma peça fundamental na configuração do PC. (Fonte: Anna Ivanova / 123RF)

O que é a placa-mãe?

Os computadores estão repletos de peças que precisam trabalhar de forma correta para existir um funcionamento perfeito no sistema operacional. Todos os componentes das máquinas apenas funcionam se existir uma placa-mãe (“motherboard”, termo em inglês).

A placa-mãe é o principal conjunto de peças no computador. Sem ela nada pode funcionar na máquina. Os componentes do computador estão todos conectados diretamente nela.

Especialistas na manutenção de computadores consideram as placas-mãe como a solução que resolve problemas de espaço, já que une todos os componentes da máquina em apenas uma unidade.

A placa-mãe permite existir as trocas de informações entre placas, memórias, processadores e demais peças do computador. Esta pequena placa pode inclusive fornecer energia elétrica para alimentar diversos componentes nos computadores!

Ao considerar tantas funcionalidades não é à toa que este conjunto de peças tem o nome de “mãe”. Sem esta mamãe os computadores são apenas um monte de chips e placas sem utilização prática.

Se você trabalha com máquinas simples apenas para fazer tarefas leves que não exigem softwares avançados pode usar uma placa-mãe de preços baixos ou intermediários.

Por outro lado, quem trabalha usando programas pesados de áudio ou vídeo tem por obrigação possuir placas-mãe potentes no computador. Conheça um pouco mais sobre a definição de placa-mãe no vídeo do canal Portal BRX:

O que é o chipset da placa-mãe?

Observar a memória e pensar no processador da placa-mãe antes de comprar representa algo correto de ser feito. Mas, também é importante investigar a fundo as principais características do chipset da placa-mãe.

Para quem não sabe, chipset significa o conjunto de chips e circuitos integrados presentes nas placas-mãe.

Ao analisar o chipset em detalhes também é possível conhecer os aspectos importantes da placa-mãe, como o número de portas USB disponíveis, suporte aos tipos de memória, soquete, entre outros dados.

Uma placa-mãe também serve para evitar problemas em overclock. O processo de overclock é indispensável ao funcionamento do computador. Isto porque ele sobrealimenta com energia coisas como GPU, memórias e processador.

A placa tem menos chances de queimar na medida que possui em sua composição capacitores resistentes. Algumas versões são avançadas ao ponto de oferecer até chipsets com dissipadores de calor para evitar o superaquecimento.

Já o soquete - uma parte importante da placa-mãe - se trata do local que serve para instalar o processador do sistema. Soquetes das placas podem suportar diferentes gerações de processadores.

Quais as entradas adicionais de uma placa-mãe?

Além de interligar e energizar diferentes hardwares que formam o computador, há placa-mãe que também oferece possibilidade para carregar outros recursos.

Em alguns modelos existem recursos para áudio e vídeo, cuja alimentação energética acontece com uso do processador no computador ou nos processadores embutidos nas próprias placas-mãe.

Até nas placas com preços acessíveis há portas de conexão para bluetooth, wifi, internet, entre outras.


Quais as vantagens e desvantagens da placa-mãe?

A principal vantagem é ter o computador funcionando, já que sem uma placa-mãe não dá para fazer nada no PC. Existem diversas variedades de preços, sem contar as versões que servem para cada tipo de trabalho específico.

Não é difícil encontrar a preços intermediários algumas placas dedicadas úteis em melhorar o desempenho de atividades complexas nos computadores. Quanto aos modelos populares existe muita facilidade para encontrar as versões ideais no mercado.

O lado negativo é que você precisa ter um mínimo de conhecimento técnico para instalar. Principalmente quando a versão não tem manual em português.

Não podemos esquecer que placas populares (versões onboard) exigem muito da memória RAM no sistema do computador. Isto pode tornar os trabalhos lentos após algumas horas de computador ligado. Entenda um pouco mais sobre as vantagens e desvantagens das placas-mãe:

Vantagens
  • Há bastante variedades de preços
  • Placas offboard não precisam usar memória RAM para reproduzir som e vídeo
  • Há vários tamanhos para se adequar aos diferentes tipos de gabinetes
Desvantagens
  • É preciso certo conhecimento técnico para escolher a melhor placa-mãe
  • Placas onboard podem deixar o computador mais lento
  • É necessário conhecimento técnico para instalar

Placa-mãe onboard ou offboard?

As placas-mãe mais populares com preços baixos são onboard, embora também existam versões caras deste tipo. Elas possuem recursos extras que permitem existir algumas funcionalidades no computador sem a necessidade de componentes adicionais.

Se você tem o projeto de montar ou construir um simples computador para tarefas simples é válido usar uma placa-mãe de preços baixos, que já vem com áudio e vídeo integrado.

Embora seja mais barata, esta placa-mãe onboard exige mais memória RAM do computador. Isto por consequência pode gerar um pouco de lentidão nas máquinas.

Sem contar que se uma pequena função falhar você precisa troca toda a placa-mãe onboard. O computador não funciona até ocorrer a substituição da placa.

Já as placas-mãe offboard, embora sejam mais caras, não precisam usar a memória RAM do computador para reproduzir áudio e vídeo. Se você necessita trabalhar com recursos audiovisuais poderosos o seu caminho é escolher uma offboard.

Ao contrário das placas onboard, nessas não existe som ou vídeo integrado. É necessário usar outra placa para executar recursos audiovisuais. Isto tudo torna o desempenho gráfico mais poderoso, embora encareça o projeto geral.

Veja uma tabela que resume muito bem as diferenças entre a placa-mãe onboard e offboard:

Placa-mãe onboard Placa-mãe offboard
Preços Mais baixos Mais caros
Nível de desempenho de áudio e vídeo Médio Avançado
Manutenção Uma simples falha exige a troca completa da placa-mãe Uma simples falha exige o reparo ou a troca da placa-mãe extra
Uso Em computadores para acessar internet, jogar games simples, ver vídeos no Youtube e fazer trabalhos com textos Em computadores para análises de gráficos, operações financeiras, games avançados, mineração de bitcoins e edição de foto, vídeo ou áudio

Quanto custa?

Marca, tamanho, memória, recursos onboard, tipo da placa, slots para expansão, suporte para processador, lançamentos e capacidade de armazenamento. Todos estes fatores deixam os preços das placas menos ou mais caros.

A média de custos pode ir de R$ 150 a até R$ 7.000. A boa notícia é que há placas dedicadas a preços intermediários. Com a constante evolução da indústria existe uma tendência de haver redução dos valores no mercado futuro.

Onde comprar?

Placa-mãe é um produto popular em lojas de departamento. Não é difícil encontrar ela nos comércios como Kalunga, Americanas e Magazine Luiza. Da até para comprar no hipermercado, como o Carrefour.

Na internet é possível achar mais marcas ou formatos de placa-mãe. Especialistas indicam que a compra online tem preços 10% inferiores, no mínimo. Visite sites de compras confiáveis para comprar com segurança: Amazon, Shoptime e Submarino.

Comprar na Amazon tem uma vantagem adicional. Neste site de compras há muitas placas importadas e superpotentes, ideais para montar computadores com um superior desempenho gráfico.

foco

Embora a instalação seja simples e rápida o mais recomendável é instalar com profissionais técnicos. A instalação incorreta pode gerar superaquecimento na placa-mãe, algo prejudicial inclusive ao processador.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de placa-mãe

Diante de tantas ofertas é normal a gente se empolgar com os produtos menos custosos. Tome cuidado, porque às vezes o barato sai caro. Para você ter mais poder de comparação das placas-mãe no mercado sempre use os seguintes critérios ao comparar as ofertas:

  • Tamanho
  • Memória RAM
  • Slots de memória
  • Processador
  • Armazenamento
  • Slots para expansão
  • Manual
  • INMETRO
  • Instalação
  • Lançamentos
  • Quantidade

A lista parece um pouco confusa? Para você entender melhor estes pontos veja a explicação mais adiante:

Tamanho

O primeiro pensamento na hora de comprar placa-mãe deve ser sobre o tamanho. Não esqueça de que ela deve encaixar com folga no gabinete. Se o espaço é mínimo este produto pode não funcionar muito bem.

Uma boa notícia é que fabricantes de computadores seguem determinados padrões de tamanho para o gabinete. Por consequência as empresas que fabricam placa-mãe também mantêm diâmetros padronizados.

As placas-mãe possuem 3 padrões principais de tamanhos. São eles:

  • Tamanho Micro ATX: 24,4 centímetros de comprimento por 24,4 centímetros de largura.
  • Tamanho Mini ATX: 15 centímetros de comprimento por 15 centímetros de largura.
  • Tamanho ATX: 30,5 centímetros de comprimento por 24,4 centímetros de largura.

Memória RAM

A memória que você pretende usar no seu computador deve estar compatível com o padrão de suporte de memória RAM na placa-mãe. Por exemplo, ao usar a memória DD5, que é superior do que memórias DD4 ou DD3, é preciso usar uma placa-mãe compatível.

Imagem de uma placa-mãe offboard.

Confira a memória RAM do seu computador para compatibilidade. (Fonte: golubovy / 123RF)

Slots de memória

Tenha muita atenção ao número de slots de memória nas placas. Esta é uma medida necessária se você quer expandir o potencial do computador no futuro. Afinal, para evoluir a potência de memória da máquina existe a necessidade de haver espaço extra (slots) na placa.

Processador

Antes de comprar a placa-mãe você precisa ter em mente o processador que vai usar na máquina. Se você usar um processador que não se encaixa no soquete da placa, a máquina jamais pode funcionar. Há limitações físicas, não existe apenas um padrão mundial de placa-mãe capaz de se adequar a todos os processadores.

Um dos diversos padrões conhecidos de soquete é o LGA1151, compatível com processadores Intel Core. Ou seja, placas com estes soquetes não suportam um processador AMD, por exemplo.

Armazenamento

Portas SATA são entradas da placa-mãe para a instalação de um HD. Quanto mais portas SATA existem na placa, maior é a capacidade de armazenar HDs extras para expandir o limite de espaço aos arquivos ou dados do computador.

Grande parte das fabricantes não economiza no número de portas SATA na placa-mãe.

Quem tem dinheiro sobrando pode até investir em placa com pelo menos uma porta PCIe extra. Ela é a evolução das portas SATA.

Slots para expansão

Este aspecto é importante para quem quer se superar na montagem de um computador superior nas reproduções gráficas.

Se atente a um valor na descrição da embalagem de placa-mãe: slots PCIex16. Se existem muitas unidades deste tipo disponíveis o produto é superior em termos gráficos.

Quando há apenas entradas PCIex1 vale procurar outras ofertas, já que este tipo de padrão de slots é lento na reprodução gráfica.

Outro ponto que você deve procurar na placa para gráficos poderosos é o número de entradas ao padrão PCIe3.0. Esta informação tem muita importância se seu projeto requer a instalação de placas gráficas extras mais dedicadas.

Imagem de uma placa-mãe offboard.

Se existem muitas unidades de PCIex16 disponíveis, o produto é superior em termos gráficos. (Fonte: kameng / Pixabay)

Manual

Principalmente para quem tem conhecimentos intermediários sobre a instalação é importante seguir o manual da placa. Às vezes algumas fabricantes disponibilizam este guia na internet, mas isto não está garantido.

Quando os produtos são importados os manuais em geral estão em inglês ou espanhol.

As explicações também estão presentes de forma ilustrada, o que pode ajudar se você não entender muito bem a língua estrangeira.

INMETRO

Independente se a placa é nacional ou internacional, você jamais deve abrir mão de comprar apenas produtos com registro do INMETRO. Ele autentica que a placa-mãe foi testada e aprovada antes de estar disponível para vendas no mercado.

Seja na compra online ou offline, solicite aos lojistas o registro do produto no INMETRO antes de confirmar a compra. Depois verifique no site do INMETRO para saber se a placa é registrada de verdade. Somente assim vale confirmar a compra tendo confiança de que o produto está 100% seguro ao uso.

Instalação

São poucas, mas algumas lojas que vendem online também fornecem o serviço de instalação da placa no computador. Isto tem um custo adicional.

Às vezes pode valer a pena comprar estes produtos. Mas, procure antes saber quanto um profissional técnico autônomo cobra para fazer a instalação. Compare os preços e veja qual das duas soluções é menos custosa:

  • Comprar a placa na loja e instalar com um outro serviço técnico por sua conta;
  • Comprar a placa-mãe da loja que também oferece instalação.

Se você tiver conhecimento avançado, pode fazer a instalação por conta própria. Veja no vídeo a seguir como instalar a placa-mãe no computador:

Lançamentos

Há grandes planos de comprar a placa-mãe que é o último lançamento? Cuidado, as vezes no final das contas você acaba pagando muito por algo que não vai usar.

A placa-mãe pode até melhorar um pouco o desempenho dos componentes do computador. Porém, os hardwares da máquina também precisam ser potentes, se não for deste jeito de nada adianta comprar o último lançamento de placa-mãe superpotente.

Não esqueça de que você precisa conhecer as suas necessidades de uso antes de optar pelo tipo de computador e pela placa-mãe.

Quantidade

Na manutenção existem muitos computadores para trocar a placa-mãe? Há planos de montar diversas máquinas e desenvolver um laboratório de informática? Não tenha dúvidas, use os números ao seu favor.

A grande parte dos lojistas oferece descontos para quem compra de uma só vez diversas placas. Nestes casos pesquise em pelo menos 5 lojas diferentes para comparar os preços e comprar as ofertas menos custosas de lotes de placa mãe.

(Fonte da imagem destacada: FuzzyMannerz / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Luiza Ferreira Engenheira de Computação
Ter crescido justamente em meio ao grande boom da internet fez com que Luiza se tornasse fã de carteirinha do mundo da informática desde pequena. Estudar engenharia da computação pareceu um caminho natural, e hoje ela tem prazer ao compartilhar seu conhecimento com o público online.