Imagem mostra um lutador aplicando, sem luvas, uma sequência de socos numa punching ball suspensa.
Ultima atualização: 5 de março de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

14Horas investidas

3Estudos avaliados

60Comentários coletados

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil! O texto de hoje é sobre a punching ball, o equipamento perfeito para aprimorar sua técnica, preparar para a sua luta ou só manter a sua forma de uma maneira mais dinâmica e, por que não, divertida.

A seguir, você acompanha o guia para a sua compra ideal. Vamos, ao compartilhar informações selecionadas, analisar o mercado e responder as principais dúvidas, ajudar você a encontrar a punching ball certa para o seu treino.




Primeiro, o mais importante

  • A punching ball é literalmente uma bola, com revestimento de couro e câmara de ar no interior, que serve com alvo para socos.
  • O treinamento com a punching ball vai além dos golpes, desenvolvendo reflexo, agilidade e até defesa.
  • Existem três tipos de punching ball: a de teto, a de solo, e a de teto-solo.

Você também pode gostar:

Melhores punching balls : As favoritas dos lutadores

Como todo mundo precisa de um empurrãozinho para começar a treinar, montamos uma lista com as melhores punching balls do mercado. Os itens abaixo atendem todos os requisitos de um modelo de qualidade e podem servir de referência, ou mesmo solução, para a sua pesquisa.

A punching ball para um treino completo

A punching ball da Jugui é completa, como a maioria dos produtos desta marca nacional especializada em artes marciais. Feita em ecocouro sustentável, tem a câmara interna inteira em látex, o que a torna mais resistente e leve, apesar de ser o modelo mais pesado, com 250g. Com 35 centímetros de circunferência, com amarração na parte superior e alça de couro, o modelo é ideal para exercícios mais lentos, de força e precisão.

O modelo ideal para academias

A punching ball da Punch tem um apelo muito maior que a sincronia entres os nomes da marca e do produto. Confeccionada em capota marítima e enchida com retalhos de pano, o modelo pode ser usado para um grande número de treinos e lutas, do boxe ao caratê. Com 200g, a bola é feita para exercícios ágeis, e já vem pronta para o suporte, com alça de couro e argola metálica.

Guia de Compras

É bonito de ver uma punching ball sendo operada da maneira certa. O foco, a sincronia entre mãos, corpo e equipamento, é tudo um tanto hipnótico. Não é à toa que as academias de lutas deixem elas no fundo de seus salões, para não distrair os demais.

Para, atingir esse nível de prática, é preciso técnica, mas também compatibilidade entre atividade e equipamento. Escolher o modelo certo, em outras palavras. No Guia a seguir, vamos mostrar as técnicas, as atividade e os diferentes modelos, para que você possa encontrar essa sincronia na hora do seu treino.

Imagem mostra uma lutadora dentro de um ringue, logo ao lado das cordas de um dos lados. Ela está com a guarda alta, e olha focada em algo fora do quadro.

O foco nem chega a ser uma questão com a punching ball. É quase hipnotizante. (Fonte: Gleb Krasnoborov/ Pexels.com)

Para que serve uma punching ball?

Sem rodeios: a punching ball é um equipamento para treino de boxe e artes marciais.

Seu design é pensado de tal forma que permite treinar alguns aspectos chave do repertório de qualquer lutador ou lutadora, todos relacionados direta ou indiretamente ao soco.

Ao fazer os exercícios comuns de uma punching ball, você automaticamente treina a sua guarda alta, essencial para a defesa, o seu reflexo, a sua coordenação entre visão e ação (soco), sua agilidade, sua mira, e, em alguns casos, seu jogo de pernas.


Como é uma punching ball completa?

“Punching ball” significa, literalmente, bola de se socar. A punching ball, sozinha, é apenas uma bola, com revestimento de couro (e outros materiais semelhantes), e uma câmara de ar, que é enchida com bomba e tudo.

Assim, ela só tem utilidade de fato quando combinada com seus acessórios de fixação, para que vire um alvo dinâmico, proporcionando um exercício com ritmo, dificuldade e objetivos.

Quando se fala de “punching ball completa”, se quer dizer um produto com exatamente essa combinação entre bola e suporte. Podem ser três:

  • Punching ball com suporte, que pendura o modelo no ar, semelhante a um saco de pancadas;
  • Punching ball com base, que “espeta” o modelo numa base no chão, deixando o equipamento parecido com um “joão bobo”, o brinquedo inflável;
  • Punching ball teto-solo, que deixa a bola suspensa entre um suporte no teto e uma base no solo, como cordas de um violão.
Imagem mostra uma mulher aplicando um soco com a lateral da mão numa punching ball suspensa.

Somente com uma punching ball completa em que se podem praticar treinos e exercícios. (Fonte: Wavebreak Media Ltd/ 123rf.com)

Punching ball com suporte ou com base?

Escolher entre uma punching ball com suporte ou uma com base deve ser a decisão mais difícil a se fazer nesta pesquisa. Ambos os modelos tem seus benefícios, seus exercícios e seus inconvenientes, é claro.

Seus treinos são voltados à luta.

A punching ball com suporte é a que fica pendurada no teto. Seus treinos são mais voltados à luta de fato, com benefícios para o desenvolvimento de técnica de golpes.

Suas atividades focam no condicionamento da agilidade, da coordenação e da precisão de um lutador.

O modelo com base (o fixado no chão), por sua vez, tem atividades que são mais voltadas ao preparo físico. Claro que seus exercícios têm benefícios aos lutadores, como o treino de precisão, mas o foco deste equipamento é a movimentação, a resistência.

Suporte Base
Treino Luta, técnica Luta, preparação física
Foco Agilidade, precisão, coordenação Resistência, precisão, movimentação
Versatilidade Golpes Exercícios

Como é uma punching ball para boxe?

O surgimento da punching ball acontece dentro da tradição do boxe. Dessa maneira, não existe um modelo que não seja adequado ao boxe.

Ainda assim, há tipos mais adequados que outros. A punching ball de teto é a mais tradicional, e a mais indicada. É a que reúne o maior número de benefícios ao boxeador, como o condicionamento da guarda alta, o reflexo, a agilidade, entre outras habilidades desenvolvidas.

Imagem mostra uma lutadora dentro de uma academia, prestes a golpear uma punching ball suspensa.

Toda punching ball é feita para o boxe, mas a de teto é a mais indicada. (Fonte: VIKTORIYA KRASOVSKAYA/ 123rf.com)

Punching ball ou saco de pancadas?

Eis aqui uma grande dúvida para os boxeadores e lutadores com orçamento limitado, porque o ideal mesmo seria ter os dois.

Isso porque ambos são equipamentos para treino, alvos pendurados para o desenvolvimento de diferentes habilidades para luta. Até o revestimento é similar, de couro ou material sintético semelhante.

foco

Na nomenclatura em inglês, saco de pancadas ("punching bag") e punching ball (mais conhecida como "speed bag") são variantes de um mesmo produto.

As diferenças começam no interior de cada uma, já que a punching ball é enchida com ar, e o saco de pancadas com espumas de alta densidade.

As habilidades desenvolvidas também são diferentes. A punching ball treina agilidade, reflexo e até comportamento defensivo, enquanto o saco de pancadas desenvolve técnica de golpe, movimentação e resistência.

Por esse conjunto de fundamentos, a punching ball é mais indicada (mas não restrita) à lutadores de nível intermediário de treino, enquanto o saco e pancadas já “pode” ser usado por iniciantes.

Punching ball Saco de pancadas
Material Revestimento em couro, ar no interior Couro no revestimento, espuma no interior
Treino Agilidade, reflexo, defesa Técnica, movimentação, resistência
Uso Intermediário e avançado Iniciante, intermediário e avançado

Quanto custa uma punching ball?

A média de preço de uma punching ball “comum”, de boa qualidade e principalmente de bom custo-benefício, fica entre R$ 100 e R$ 200.

Mesmo assim, você consegue encontrar modelos na internet a partir de R$ 70, e por até R$ 1000, especialmente os profissionais e aqueles que já vêm com o conjunto completo para instalação, bomba de enchimento, peças de reposição, etc.

Critérios de Compra: Escolhendo a sua punching ball

De modo a economizar a sua energia para a hora do treino, e, por que não, um pouco do dinheiro do seu bolso, temos a nossa lista de critérios de escolha. Se notados com atenção, seus itens podem fazer da compra da sua punching ball um processo muito mais ágil, prático e seguro, financeiramente falando.

Tipo de treino

Antes de prosseguir com a sua compra, é vital que você pondere o tipo de treino que pretende fazer. Pensar nisso vai ajudar você a escolher entre uma punching ball com base ou com suporte, e entre uma punching ball lenta e uma rápida.

Se você procura maior condicionamento físico, os modelos com base agregam maior movimentação; se procura agilidade, vá nas punching balls mais leves, com suporte; para exercitar sua força, opte por modelos mais pesados.

Imagem mostra uma mulher, de costas para a câmera, durante um exercício com uma punching ball com base.

O tipo de treino que você quer interfere diretamente no tipo de punching ball que você precisa. (Fonte: giorgiorossi73/ 123rf.com)

Revestimento

É importante que o revestimento tenha menor potencial abrasivo.

O revestimento é um elemento importantíssimo para um equipamento de contato como a punching ball. Ainda que o recomendado é fazer o treino com luvas ou pelo menos com ataduras e bandagens, é importante que o modelo que você escolha seja revestido de materiais com menor potencial abrasivo.

Ao mesmo tempo, esse material da superfície precisa ser resistente, para ter uma maior durabilidade e impedir que descasque ou esfarele, o que também tem um grande potencial abrasivo. Couros bem tratados, lisos, naturais ou sintéticos, são as melhores opções.

Tamanho

O tamanho da punching ball vai ditar como será o seu treino, principalmente como será o seu ritmo. Bolas mais leves serão naturalmente mais rápidas, e portanto para atividades que visam um maior condicionamento de agilidade.

Bolas mais pesadas, por sua vez, serão mais lentas, visando assim um treino de maior força e precisão. Fique atento ao nome "pêra", um dos nomes nacionais da punching ball. Você pode encontrar modelos com a informação "pêra lenta" ou "pêra rápida".

Imagem mostra um lutador dentro de uma academia, golpeando uma grande punching ball suspensa.

O tamanho da punching ball dita o ritmo do seu exercício com ela. (Fonte: Bruno Bueno/ Pexels.com)

Conjunto

Nem é preciso descrever a importância do conjunto da punching ball, não é mesmo? Afinal, apenas a bola solta tem o mesmo impacto para um exercício de luta do que uma bola de futebol.

Assim, fique atento à kits de punching ball, isto é, que já venham com os itens necessários para montar um suporte ou uma base. Na falta de um conjunto completo, vale qualquer item que já adiante a sua vida, como um modelo que já venha com um argola para prender no suporte, por exemplo.

(Fonte da imagem destacada: Dmytro Sidelnikov/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Andrey Duarte Educador Físico
O sonho de ser jogador profissional de futebol foi abandonado aos 21 anos, mas isso não fez com que Andrey se afastasse do esporte. Professor de educação física, hoje ele passa seu tempo livre pesquisando e compartilhando conhecimento sobre as mais diferentes modalidades esportivas.
Lucas Ayres Jornalista
Fanático por esportes e apaixonado por música, vive antenado às novas tecnologias e tendências da moda masculina. Escreve sobre os produtos que orbitam nesses assuntos, e outros que deixam a casa e o dia a dia mais fácil, prático e, além de tudo, saudável.