Imagem mostra um homem sentado no chão com um notebook no colo e com uma raquete de squash e uma bolsa esportiva ao seu lado.

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre a raquete de squash, um acessório esportivo essencial para a prática desse esporte.

Caso você esteja começando a jogar squash, a raquete certa pode acelerar o seu desenvolvimento na modalidade. Já para pessoas com mais experiência, substituir a raquete pode ser uma oportunidade para melhorar a performance.

Neste artigo vamos dar dicas para que você escolha a raquete de squash mais adequada para o seu nível e estilo de jogo, e enumerar os melhores equipamentos disponíveis no mercado atualmente.

Primeiro, o mais importante

  • Um antivibrador é um item que pode ser acoplado às cordas da sua raquete de squash e que ajuda a diminuir a vibração que a batida da bola causa nas cordas, além de, consequentemente, diminuir o impacto que isso tem nos seus ombros e nos cotovelos.
  • O “ponto doce” (sweet spot) é uma região que fica próxima ao ponto mais central das cordas de uma raquete de squash, e é o local ideal em que a bola deve bater. Ele deve ser maior nas raquetes para iniciantes.
  • Normalmente os iniciantes devem começar a jogar com uma raquete mais pesada, o que facilita o controle dela. Equipamentos mais leves são mais utilizados por jogadores em nível mais avançados, e que gostam de jogos mais agressivos.

Você também pode gostar:

Ranking: As 4 melhores raquetes de squash

Para jogar squash não adianta apenas saber todas as técnicas, você também deve possuir uma raquete que esteja de acordo com a sua estratégia e tipo de jogo.

Para te ajudar na tarefa de escolher uma boa raquete de squash, listamos alguns dos equipamentos que acreditamos serem os melhores do mercado atualmente.

1° – Raquete de Squash Dunlop HyperFibre+ Revelation Pro HL

Essa raquete é uma das mais avançadas disponíveis no mercado atualmente, e foi inclusive utilizada pelo campeão mundial Ali Farag, pois possui uma cabeça leve e proporciona muita velocidade aos golpes.

Sua tecnologia AeroProfile proporciona uma perfil mais aerodinâmico, pois ela é 9% mais estreita, o que diminui a resistência com o ar e aumenta a velocidade do swing.

2° – Raquete Head Squash Ignition 145

Essa raquete de squash é mais pesada que as outras da mesma linha que ela, e assim ela proporciona maior estabilidade e possibilidade de controle para os jogadores mais inexperientes.

A tecnologia Innegra é um composto híbrido integrado à raquete, que proporciona uma absorção avançada aos choques. Ela possui um formato de lágrima que oferece mais potência e é excelente para pessoas que gostam de jogar no fundo da quadra.

3° – Raquete de Squash Dunlop Blackstorm 4D Titanium HL

Essa raquete é ideal para jogadores intermediários que buscam ter um maior desempenho em quadra, pois a cabeça dela possui um tamanho maior que visa facilitar o impacto com a bola.

Sua tecnologia 4D visa melhorar a estabilidade e o controle, o que favorece o seu jogo. O seu Sistema de Controle Avançado, chamado de ACS, visa oferecer força máxima de torção.

4° – Raquete Head Squash Elite Kit

Essa raquete de squash é ideal para iniciantes, pois apresenta uma construção de eixo fechado e um peso de 190 gramas, visando dar maior estabilidade a ela. Seu kit acompanha óculos e duas bolas, para que você comece no squash de forma mais equipada.

Guia de Compra

Ao decidir comprar uma raquete de squash, as pessoas enfrentam muitas dificuldades para escolher características como peso, disposição das cordas, dentre outros. Por isso, o guia de compras a seguir visa ajudar aos consumidores a tomar a melhor decisão.

Imagem mostra uma pessoa com a mão apoiada em uma raquete de squash que está em cima de uma mesa, segurando um celular e com uma garrafa ao lado.

Pode ser difícil para um consumidor se decidir entre as características de uma raquete de squash. (Fonte: FirmBee / Pixabay)

O que são as raquetes de squash com controle de vibração e quais são as suas vantagens?

Uma das coisas que mais incomodam os jogadores de squash é o nível de vibração produzido pelas cordas da raquete, pois isso pode acabar causando impactos nos cotovelos e ombros que acabam ocasionando lesões.

Por isso, muitas delas possuem um design especialmente pensado para ter um maior controle sobre a vibração. Além disso, o peso das raquetes também pode influir nisso, já que raquetes mais pesadas tradicionalmente vibram menos.

As cordas também podem ajudar a controlar este problema, pois utilizar o maior número de filamentos possíveis é uma opção viável para diminuir a vibração.

Mas o que mais ajuda são os antivibradores que são acoplados nas cordas, e são a opção mais comum para acabar com a vibração e com as lesões derivadas dela.

Confira abaixo algumas vantagens e desvantagens do controle de vibração em uma raquete de squash:

Vantagens
  • Diminuem risco de lesões nos ombros e cotovelos
  • Diminuem barulho da vibração
Desvantagens
  • Antivibradores pode atrapalhar batida da bola na raquete, caso ela bata nele
  • Antivibradores podem cair da sua raquete

Raquetes de squash para nível iniciante, intermediário ou avançado?

Antes de comprar uma raquete de squash, você deve saber qual é o seu nível no esporte, pois caso seja iniciante, intermediário ou avançado existirão diferenças nas raquetes.

Para iniciantes, o mais recomendável é que a raquete de squash tenha entre 130g e 190g, que é um peso um pouco maior, para que tenham maior controle sobre o equipamento. O ideal também é que a área de cabeça seja maior, para aumentar o “ponto doce”.

foco

Você sabia? O “ponto doce” ou “sweet spot” é a área ovalada localizada próxima a região mais central das cordas da raquete de squash, que é considerado o local ideal para rebater as bolas.

Já para níveis intermediários, é possível optar por um equipamento um pouco mais leve, por volta dos 130 gramas, e que gaste um pouco mais na raquete de squash, pois com esse nível você já tem uma ideia melhor sobre o seu estilo de jogo. A cabeça da raquete também poderá ser um pouco menor.

Para um nível avançado, a usuário já conhece o seu próprio jogo, e é difícil recomendar um tipo de raquete de squash específico. O ideal é que opte por um equipamento um pouco mais leve, entre 90g e 120g.

Abaixo confira uma tabela com as principais diferenças entre as raquetes de squash recomendadas para cada nível de jogo:

Iniciante Intermediário Avançado
Peso 130g e 190g Por volta de 130g Entre 90g e 120g
Cabeça da Raquete Ideal que a cabeça seja grande Pode começar a praticar com cabeças menores Por variar, dependendo da estratégia de jogo
Preço Pode optar por uma raquete mais barata Pode começar a investir em raquetes mais caras e avançadas As raquetes para esse nível costumam ser mais caras

Quanto custa?

O preço de uma raquete de squash vai depender muito do material que você escolha, pois equipamentos de alumínio normalmente são mais baratos, enquanto os que utilizam grafite e outros materiais vão acabar custando mais.

Normalmente os preços variam entre R$ 200 e R$ 1000, e você poderá encontrar produtos mais em conta comprando através da Internet.

Onde comprar?

Uma raquete de squash pode ser comprada em lojas online como Amazon, Netshoes, Americanas e Shoptime. A principal vantagem deste tipo de compra é que você vai receber o produto no conforto da sua casa.

Se preferir lojas físicas, experimente dar uma passada na Decathlon ou Centauro, esses são locais que certamente possuem diversos modelos de raquetes de squash disponíveis.

Imagem mostra uma pessoa utilizando um computador e junto a ele há duas raquetes de squash.

É possível comprar uma raquete de squash através de diversos sites como Amazon, Netshoes, Americanas e Shoptime. (Fonte: FirmBee / Pixabay)

Critérios de compra: Principais fatores para avaliar raquetes de squash

Raquetes de squash são itens que devem ser adquiridos depois de muita pesquisa, já que cada uma delas é indicada para um nível e possui características específicas.

Confira a listagem a seguir com as características mais importantes das raquetes de squash:

  • Disposição das cordas
  • Peso
  • Garganta
  • Material

A seguir vamos detalhar essas características para que você consiga escolher o equipamento mais adequado para você.

Disposição das cordas

A escolha da disposição das cordas é muito importante para jogadores que querem definir uma estratégia para o seu jogo. Dois fatores são fundamentais neste caso:

Tensão

Quanto mais baixa é a tensão entre as cordas, mais alta é a potência. Quando a tensão entre as cordas é alta, ela favorece um melhor controle. Normalmente os jogadores mais experientes preferem raquetes de squash com alta tensão, pois normalmente possuem qualidade técnica suficiente para conseguir a potência por si mesmos.

Espessura

Cordas mais finas proporcionam melhor potência e oferecem maiores possibilidades ao equipamento de aplicar o efeito “spin”. Cordas mais grossas, no entanto, podem apresentar maior durabilidade, já que as mais finas estão mais sujeitas a arrebentar.

Peso

As raquetes de squash normalmente possuem entre 110 a 190 gramas, embora algumas possam pesar 90 gramas ou menos.

O peso de uma raquete depende muito do estilo de jogo que você possui, pois pessoas que gostam de jogar de forma mais agressiva e manusear o equipamento de maneira mais fácil, devem optar por um equipamento mais leve.

Escolha uma raquete mais pesada caso queira um equipamento que te proporcione maior potência e controle durante as partidas.

Imagem mostra três raquetes de squash junto a duas bolinhas no chão.

Escolher o peso da sua raquete de squash depende muito do seu estilo de jogo. (Fonte: FirmBee / Pixabay)

Garganta

Um dos itens mais importantes a serem observados em uma raquete de squash é a garganta dela, que é o espaço que fica entre o cabo e a cabeça do equipamento.

Quando a garganta é mais aberta, também conhecida por tere o formato de uma lágrima, a área da cabeça da raquete tende a ser maior, tornando mais fácil rebater as bolas. Por isso, esse tipo de formato de garganta é ideal para iniciantes.

Já as raquetes que possuem a garganta mais fechada são mais utilizadas por jogadores mais experientes, que buscam ter maior controle sobre a bola.

Material

As raquetes de squash normalmente são feitas de grafite, alumínio ou outros materiais como titânio ou carbono. Cada uma delas proporciona uma característica diferente e a escolha depende muito do nível que você esteja.

As de grafite são as mais comumente encontradas atualmente, e proporcionam maior controle sobre o equipamento, além de oferecerem maior durabilidade.

Quando o equipamento é de alumínio, ele normalmente é mais barato do que os que são feitos com outros materiais. O lado negativo deste material é que essas raquetes de squash são mais difíceis de controlar.

Elas podem também ser hibridas, ou seja, conter dois ou mais materiais em sua composição, como titânio e grafite. Dependendo do componente, ela terá características diferentes.

(Fonte da imagem destacada: FirmBee / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Nômade digital, já morou em 4 países diferentes e está sempre de olho no próximo destino. Como redatora, tem experiência escrevendo sobre diversas áreas, especialmente utensílios domésticos, tecnologia, esportes e boa forma.