Boas-vindas ao ReviewBox Brasil. Aprenda sobre os diferentes tipos de regulador de pressão. A leitura favorece para você não se arrepender da sua compra no final das contas.

Existem reguladores de pressão para diferentes fluidos. Já pensou: Comprar o modelo para água quando na verdade você precisa de uma versão ao gás do forno? Evite este problema, se oriente com as informações a seguir.

Primeiro, o mais importante

  • Regulador de pressão serve para regular fluídos como água, gases ou líquidos.
  • Os modelos de latão ou metal são resistentes.
  • Antes de comprar um regulador tenha atenção aos níveis máximos de entrada e saída da pressão.

Você também pode gostar:

Os melhores reguladores de pressão: Nossas sugestões

Conhecer os detalhes técnicos das principais versões é um passo importante para ter sucesso nas compras. Leia agora o ranking com itens reunidos conforme a preferência da redação:

Um modelo para regular oxigênio

Produção que regula oxigênio de sucesso em consequência da flexibilidade em trabalhar com diferentes tipos de fluídos. Os marcadores são grandes o bastante para você realizar a leitura rápida. Este produto foi testado conforme rigorosos padrões de qualidade para oferecer uma regulagem perfeita da pressão ao trabalho acontecer de forma segura. Se trata do regulador de pressão ideal a diferentes aplicações.

De olho no gás argônio

O regulador de pressão de gás argônio deve ser usado em processos industriais que visam encher as lâmpadas incandescentes. Outras aplicações acontecem em soldagem, produção de titânio, fabricação de extintores e de monocristais. Esta produção trabalha na pressão máxima de 350psi, além de possuir um resistente corpo de latão forjado. Com a edição você se beneficia de uma perfeita visualização na leitura.

Para a regulagem de acetileno

Esta versão serve ao uso em máquinas ou equipamentos de temperaturas elevadas, como, por exemplo, no corte de metais, na fabricação de vidros e nos usos de maçaricos que podem chegar a até 3.000°C. A produção possui tecnologia de ponta desenvolvida nos mínimos detalhes via laboratórios de pontas. Modelo atestado pelo INMETRO.

Para regular a pressão da água

Máquinas de lavar, torneiras, chuveiros, purificadores, bebedouros, enfim, diversas produções da sua propriedade podem ter a pressão regulada graças ao uso do regulador para tubos. É a solução de 300 gramas que você precisa para reduzir os desperdícios na conta, regulando os jatos de acordo com as suas preferências de aplicação.

Guia de Compra

Você nunca consegue acertar a sua receita favorita que vai ao forno. Talvez seja preciso um regulador de pressão do gás que pode estar desregulado. Fique de olho nas informações da seção para aprender a comprar este tipo de produto.

Uma senhora idosa retira uma forma com uma torta de dentro de um forno.

Com um regulador de pressão o gás do forno corresponde de forma perfeita ao valor de graus selecionado no botão de temperatura. (Fonte: Finn-b / Pixabay)

Como funciona um regulador de pressão?

O regulador de pressão é um produto que funciona com o objetivo de regular a pressão de gases, ar ou água.

A entrada da produção possui uma pressão variável, ao passo de que a saída tem um fluxo mais baixo, geralmente.

Existem diferentes modelos de reguladores. Alguns possuem até o manômetro para você regular da forma mais perfeita, já outros apenas têm um sistema de abertura no pedaço de cano.

O funcionamento varia de acordo com o tipo de fluído que você deseja controlar.

Qual é a pressão de ar recomendada para um botijão?

Praticamente é a temperatura que define a pressão. Por exemplo: O gás propano tem uma pressão crítica de 43atm (atmosfera de pressão) na temperatura crítica de 96°C.

As fases líquidas e gasosas do propano com 7atm de pressão podem conviver em harmonia se estiverem a 20°C. Outros exemplos: 0°C / 2atm ou 40°C / 13atm.

Fernando ValerianoTécnico em segurança do trabalho

“Forçar em excesso a entrada do regulador de pressão pode fazer o gás escapar e provocar um acidente, além de facilitar a entrada de resíduos capazes de entupir o botijão”

Quais são as vantagens de um regulador de pressão?

O regulador de pressão é a peça que você precisa para assegurar uma perfeita saída e entrada de fluídos. Isto quer dizer que, com ele, a água dos chuveiros não tem jatos fortes ou fracos, o forno funciona com chamas reguladas e até o maçarico culinário trabalha com mais efetividade.

Na prática, por regular as saídas de gases e água, se pode dizer que você consegue até mesmo economizar nas contas. Vale indicar que é proibido alterar os componentes internos do modelo, o que gera até riscos de incêndio na utilização.

Desvende outras vantagens e desvantagens dos reguladores de pressão:

Vantagens
  • Prazo de validade longo
  • Controla a pressão de fluídos
  • Diferentes formatos e preços
  • Regula pressão em diversas temperaturas
  • Funcionamento em máquinas industriais ou domésticas
  • Gera economia nas contas
Desvantagens
  • Não deve ser adulterado
  • Requer conhecimento técnico para instalar
  • Sensível a quedas

Redutor de pressão ou regulador de contrapressão: Qual é a diferença?

Entre a baixa e a alta pressão existe o regulador, o ponto de equilíbrio no qual a balança sempre é mais pressionada de um lado do que no outro. Mas, qual modelo escolher? Existem duas versões principais e a diferença entre elas está demonstrada abaixo:

Redutor de pressão

Na maioria dos equipamentos e das máquinas o redutor de pressão é a melhor escolha existente. Com esta produção a entrada vai ter uma pressão controlada de modo mecânico, o que por consequência gera a redução na força do fluído.

Um boca acesa de um fogão.

Com o redutor de pressão é mais fácil regular a boca do fogão. (Fonte: GORBACHEVSERGEYFOTO / Pixabay)

Regulador de contrapressão

Este equipamento funciona de modo inverso ao redutor de pressão. Ou seja, se deve utilizar o regulador de contrapressão a fim de estabelecer uma regulagem para a pressão de saída, mecanicamente.

Sendo assim, relativamente se mantém uma pressão adequada à pressão de entrada. Mais diferenças entre os dois padrões de reguladores você notará na tabela:

Redutor de pressão Regulador de contrapressão
Trabalho Controla a pressão da entrada Controla a pressão de saída
Aplicações personalizadas Menos Mais
Popularidade Usado na maioria dos equipamentos Uso indicado para as aplicações personalizadas
Engenharia Média Avançada

Qual é o preço e onde comprar um regulador de pressão?

A precificação do regulador de pressão pode variar de acordo com diversos fatores. Por exemplo: Marca, composição, certificado, capacidade máxima de entrada ou saída. O preço de um regulador de pressão pode ir de R$ 20 a até R$ 300.

Busque as lojas de construção para comprar: Leroy Merlin, C&C e Telha Norte. Online você encontra diversas versões das confiáveis marcas na Amazon Brasil. Submarino e Shoptime também têm algumas ofertas interessantes.

foco

Você sabia que de acordo com informações do INMETRO o regulador de pressão possui uma validade que dura no máximo 5 anos?

Critérios de Compra: Fatores para comparar as opções de regulador de pressão

A tendência de usar um regulador de pressão aumenta nas empresas de soldagem. Desta maneira existe mais segurança no trabalho e economia de gases em cada serviço com maçarico.

Seja para este ou outros objetivos de uso, veja como comparar as promoções ao levar em conta alguns pontos:

  • Vaporização
  • Marcadores
  • Estágios
  • Pressão máxima

Adiante você verá a definição de cada uma das ideias presentes na lista.

Um maçarico com a chama acesa.

Compare as ofertas com cuidado para não ter dor de cabeça ao comprar um modelo desqualificado de regulador de pressão ao seu maçarico. (Fonte: MelSi / Pixabay)

Vaporização

Alguns modelos funcionam no modo de vaporização, evitando a condensação capaz de gerar uma queda rápida de pressão. Ao vaporizar, o regulador não fica congelado, e, portanto, ele possui menos chances de desajustes que inviabilizam os usos futuros.

Modelos mais baratos quase nunca possuem o efeito de vaporização.

Durante o funcionamento a vaporização no regulador de pressão usa elementos de aquecimento elétrico ou vapores para elevar o calor que impede a repentina queda da pressão.

Marcadores

A regra não muda: quanto maiores os números e mais contraste existir nas numerações do regulador de pressão melhor é para você observar a medição com facilidade.

Algumas versões não possuem números, apenas alguns pontos e traços. Estes modelos são melhores para quem já tem conhecimentos técnicos do assunto à leitura. Contudo, para facilitar é sempre melhor buscar por modelos com o máximo possível de números.

Um regulador de pressão instalado em uma máquina industrial.

Regulador de pressão com base dourada é mais fácil de ser identificado nas máquinas de tons escuros. (Fonte: InspiredImages / Pixabay)

Estágios

Na grande parte das aplicações é indicado usar um regulador de pressão com 1 estágio, capaz de manter a pressão de entrada em funcionamento constante.

Em contrapartida, quando se trata de equipamentos que possuem pressão elevada que pode ser submetida a diversas variações, dentro de pouco tempo, se recomenda usar um regulador de pressão de 2 estágios.

Os dois estágios do regulador de pressão funcionam da seguinte maneira:

  1. O regulador diminui a pressão em um ponto médio entre a pressão desejada e a pressão de entrada.
  2. O regulador reduz a tensão conforme as necessidades na fonte da pressão.

Pressão

É preciso prestar atenção nos limites de entradas e saídas antes de confirmar a compra do regulador de pressão.

O regulador com pressão máxima de 3500psi não pode ter em um ponto com uma pressão de entrada superior a este limite.

Você deve primeiro verificar o nível de pressão da fonte antes de comprar um regulador que consegue aguentar a pressão máxima verificada.

(Fonte da imagem destacada: blickpixel / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
42 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...