Duas mulheres com sapatilha rosa.
Ultima atualização: 29 de junho de 2019

Como escolhemos

10Produtos analisados

23Horas investidas

5Estudos avaliados

69Comentários coletados

Olá, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Tendo como precursora nada mais nada menos que Brigitte Bardot, a sapatilha é um tipo de calçado que saiu do ballet, invadiu a sapateira das mulheres e que irá estrelar o texto de hoje.

Esse calçado surgiu na década de 50 e atualmente é utilizado em todas as ocasiões, sendo que até para alguns esportes ele é necessário. Ele existe em diversas cores, estampas e modelos, conseguindo assim agradar praticamente todos.

Caso esteja interessado em comprar uma sapatilha feminina continue conosco porque nesse review você conhecerá todas as suas vertentes e ao final da leitura estará craque no assunto.




Primeiro, o mais importante

  • A sapatilha é um dos calçados mais comuns, sendo fabricada por diversas marcas e tendo um excelente custo benefício.
  • Elas podem ser utilizadas no dia a dia, no trabalho, na balada e em festas.
  • Existem sapatilhas produzidas em plástico, couro, nylon, tecido e muito mais, sendo que o preço inicial desse produto é de R$ 15.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 7 melhores modelos de sapatilha

Seja para o dia a dia ou para passeios e trabalho, existem sapatilhas para todos os gostos. E para te mostrar quais são as melhores do mercado selecionamos nesse Ranking os sete modelos mais bem avaliados por quem usa e aprova esse produto.

1º - Sapatilha Ultragirl Wedding Melissa

No products found.

Essa sapatilha da Melissa alia elegância e conforto. Desenvolvida para noivas, esse modelo é branco transparente e tem ponta arredondada repleta de cristais Swarovski em formato de fogos de artifício.

Ela possui o preço elevado por fazer parte da coleção de J Maskrey. Sapatilha perfeita para qualquer mulher que adora brilho e ama a marca.

2º - Sapatilha Catherine Couro Cacau

Essa sapatilha marrom da Capodarte é feita artesanalmente. Confeccionada em couro, esse modelo tem costura matelassê e a logo da marca no cabedal da sapatilha, que é arredondado.

Está disponível em diversas cores e tamanhos. É uma sapatilha confortável, perfeita para o dia a dia, um passeio ou trabalho.

3º - Sapatilha Pérolas nude

Sapatilha de bico fino e bem arejada, esse modelo da Capodarte é todo vazado e com pérolas aplicadas. Perfeita para estações mais quentes, essa sapatilha na cor nude é discreta e elegante, podendo ser usada em diferentes situações.

Confeccionada em material têxtil e sintético, esse modelo agrega conforto e durabilidade já conhecidas da marca.

4º - Sapatilha Verniz Cinza Chiaro

O verniz quase nunca sai da moda, por isso essa sapatilha na cor cinza é o investimento ideal. Confeccionada em couro, ela possui bico fino, abertura lateral e detalhe em laço, completando o charme e elegância do modelo.

Também da marca Capodarte, ela está disponível em outras cores no site da Amazon. Mais marcante, esse modelo não pode faltar no guarda-roupa de uma mulher que adora detalhes.

5º - Sapatilha Mel Luiza Barcelos

Essa sapatilha de bico redondo da marca Luiza Barcelos, é confeccionada em couro cor mel. Ela é um clássico que combina com qualquer roupa e estilo casual, perfeita para o dia a dia e até mesmo para o trabalho.

Super delicada, é uma sapatilha que tem um pequeno lacinho frontal e ponta mais clara.

6º - Sapatilha Tresse Artesanal

Uma referência no mundo dos calçados quando se trata de sapatilha, esse modelo da Mr. Cat é um clássico. Na cor preta, essa sapatilha tem tiras entrelaçadas em material alternativo artesanalmente formando um desenho de tressê.

Ela deixa o look delicado, é discreta e perfeita para combinar com diversos tipos de roupa e situações. Se você busca uma sapatilha feminina que vai bem com tudo, essa é uma ótima pedida.

7º - Sapatilha Crocs Rio Flat

Ideal para o dia a dia, a sapatilha Rio Flat da Crocs é produzida em croslite, um material macio e aconchegante. Ela possui palmilha em croslite foam que garante amortecimento e possui design com pontos de massagem para estimular a circulação.

Além disso, o modelo foi criado com recortes laterais visando uma melhor respiração dos pés. Uma sapatilha feminina mais descolada.

Guia de Compra

Foi-se o tempo que sapatilha era coisa de bailarina. Atualmente elas invadiram as lojas de calçados e caíram no gosto de muitas mulheres. Com a sua infinidade de modelos, cores e funções esse é um dos produtos que possui maior variedade de opções e formas de uso.

E se você quer saber mais sobre esse tipo de calçado basta continuar conosco. Nesse Guia de Compra você encontrará todas as informações sobre ele e ao final da leitura saberá exatamente qual opção é a melhor para você, vamos lá?

Pés de um casal, mulher veste sapatilha e home sapato.

Antigamente sapatilha era calçado somente de bailarina, hoje em dia ganhou as ruas e o gosto das mulheres. (Fonte: Ekaterina Pokrovsky / 123RF)

Como surgiu a sapatilha?

Um dos calçados mais utilizados pelas mulheres na atualidade, as sapatilhas são relativamente jovens. Com surgimento datado no final da década de 50 em Paris, a precursora desse calçado no mundo foi Brigitte Bardot.

Na época a atriz praticava balé e buscava por um sapato que pudesse ser utilizado tanto nas suas aulas quanto no seu dia a dia. Foi então que Rose Repetto, fundadora da Companhia Sapatilhas de Ballet Repetto, criou em 1956 a Cedrillon, a primeira sapatilha que se tem conhecimento na história.

O calçado caiu no gosto de Brigitte e foi utilizado por ela no filme “E Deus criou a mulher”, porém foi somente um ano depois e após aparecer nos pés de Audrey Hepburn no filme “Cinderela em Paris”, que as sapatilhas começaram a ganhar fãs.

Hoje esse modelo de sapato invadiu as lojas de calçados e justamente pela sua versatilidade é um dos líderes de venda.

Porém se engana você se acredita que elas devem ser utilizadas apenas no dia a dia. Existem modelos que possuem características e finalidade específicas, sendo que há opções para a prática de artes marciais, dança, exercícios ao ar livre e muito mais.

O que todas as sapatilhas têm em comum é serem sapatos baixos, fechados na frente e que deixam o peito do pé livre. No mais elas podem possuir bico fino ou redondo, ser feita em couro, matelassê, tecido e uma infinidade de outras variações.

Quais as vantagens e desvantagens da sapatilha?

A versatilidade das sapatilhas é o seu ponto forte. Essa é o tipo de calçado que pode ser utilizado em todas as ocasiões, tanto informais quanto formais.

Há quem não abra mão delas para trabalhar, outros gostam de utilizá-las em passeios, tem também quem aderiu a esse sapato para a prática de atividades físicas e não podemos esquecer que existem mulheres que o elegem até para o dia do seu casamento.

Todas essas formas de uso tornam esse produto extremamente aproveitável em variados momentos.

Também há a questão do conforto. Existem atualmente modelos que são fabricados zelando por essa característica e quanto mais esse calçado cai no gosto dos consumidores mais tecnologia é envolvida em sua criação e eles se tornam cada vez melhores.

Não podemos deixar de destacar a questão do preço. Esse é um produto com grande variação de valores, porém que pode ser encontrado por verdadeiras pechinchas, dessa maneira, sendo de fácil acesso para todos.

Na foto estão as pernas de uma mulher sentada com calça jeans e sapatilha bege.

Se comparados aos outros modelos de sapato de mulher as sapatilhas estão entre os mais confortáveis. (Fonte: Daniel Reche / Pexels)

Justamente por ter opções que custam pouco é possível montar uma verdadeira coleção de sapatilhas e com isso ter variadas cores, modelos e opções.

Porém, justamente por existir em grande escala muitos fabricantes de calçados utilizam uma matéria-prima de baixa qualidade, o que atrapalha na sua durabilidade e conforto.

Outro ponto negativo está relacionado a dias de frio e chuva. Para esses as sapatilhas deixam de ser uma boa opção. Por serem relativamente abertas elas podem facilmente permitir que os pés se molhem com a chuva ou deixá-los mais gelados nas baixas temperaturas.

Falando em odores, esse tipo de calçado ganhou a fama de que pode dar o famoso chulé. Mesmo que isso não aconteça com todas as sapatilhas, é comum que a maioria dos materiais utilizados para a sua produção retenha o suor, que dá origem a um cheiro desagradável.

Vantagens
  • Versatilidade
  • Conforto
  • Inúmeros modelos
  • Preço baixo
Desvantagens
  • Dependendo do material tem baixa durabilidade e conforoto
  • Protegem pouco do frio e da chuva
  • Pode dar chulé

Quais são os tipos de sapatilhas que existem no mercado?

Esse é o momento em que você pode se surpreender. Basta ir a uma loja de calçados que você irá perceber que existem sapatilhas das mais diversas formas e cores.

Os modelos mais tradicionais inteiros fechados podem ter bico fino ou redondo, porém existem opções com aberturas laterais ou na frente que são mais voltadas para as estações quentes.

Com relação a cores, não há limites, as sapatilhas são fabricadas tanto em tons neutros como branco, preto e nude, como também em coloridos como vermelho, azul, amarelo. As estampas também são uma verdadeira festa. Tem floral, gráfica, de animais e muito mais.

No que diz respeito a material os mais comuns são o couro e o tecido, sendo que existem opções feitas também de plástico, nylon, neoperene e muito mais.

Imagem de uma sapatilha feminina nude com detalhes em preto.

Os modelos de sapatilha mais tradicionais são fechados e podem ter bico fino ou redondo. (Fonte: aimy27feb / 123RF)

E não há faixa etária para utilizar sapatilhas. O que antes era só para adultos, atualmente existem diversos modelos para crianças e há opções até para mulheres idosas que precisam de características de conforto diferentes.

Qual a diferença entre sapatilha, alpargata e mule?

Quem não é muito inteirado do universo da moda deve ficar um pouco confuso quando vê tantas opções de calçados parecidos e ao mesmo tempo diferentes nas lojas.

Três itens que podem se confundir bastante são as sapatilhas, as alpargatas e as mules, e por isso vamos te explicar as principais diferenças entre eles.

As alpargatas surgiram há mais de oito séculos, mas foi somente por volta da década de 70 que começaram a fazer mais sucesso. Na antiguidade esse calçado era utilizado por quem trabalhava no campo e nas fábricas.

Seu solado tradicional é feito em corda, porém atualmente existem opções de borracha também. Elas são mais fechadas que as sapatilhas, sendo que costumam cobrir até a metade do peito do pé, sem falar que a grande maioria é fabricada em tecido.

Já as mules são ainda mais jovens e foram sucesso nos anos 90, voltando a aparecer há pouco tempo. Esse calçado é muito querido pelos fashionistas e é aquele estilo “ame ou odeie”.

Sua principal característica é ser aberto na parte de trás e fechado na frente, sendo que existem opções com salto e sem. Basicamente o mule é uma mistura de sapatilha com tamanco.

Sapatilha Alpargata Mule
Quando surgiu Final da década de 50 Há oito séculos atrás e começou a fazer sucesso em meado dos anos 70 Anos 90
Modelo O padrão é ser fechada na frente, laterais e atrás, deixando o peito do pé livre. Não tem salto É parecida com as sapatilhas, porém tem a parte de cima mais fechada cobrindo quase todo o peito do pé. Não tem salto Fechada na frente, cobrindo dedos e peito do pé, e aberta atrás. Pode ou não ter salto
Matéria-prima Diversas Tecido com solado em borracha ou corda Diversas

Qual a sapatilha ideal para mim?

Na moda não devem existir regras e o ideal é que cada um escolha o item que deseja e que o faz se sentir melhor. Porém, sempre há algumas dicas que nos ajudam a escolher a opção que mais valorize o nosso corpo e a nossa silhueta.

Foto de um homem segurando uma mulher no colo e beijando-a em frente a torre Eiffel em Paris.

Mulheres baixas, com pernas grossas ou pés maiores também podem usar sapatilha. (Fonte: Ekaterina Pokrovsky / 123RF)

Com as sapatilhas não é diferente. Abaixo separamos algumas dicas que podem te ajudar a ficar ainda mais bela utilizando esse calçado, confira:

  • Mulheres baixas: As baixinhas podem usar e abusar das sapatilhas sim! Para elas as melhores opções são as abertas nas laterais e com cores claras, como o nude. Esses modelos dão a impressão de alongar a silhueta, parecendo assim mais alta.
  • Pés ou pernas grossas: Se esse é o seu caso, a sapatilha ideal é aquela mais fechada, principalmente nas laterais.
  • Pés maiores: Normalmente mulheres com pés grandes costumam achar que as sapatilhas não são para elas, porém são sim. Se você se incomoda com isso abuse dos modelos de cores mais escuras como o preto e o azul, pois eles costumam criar uma ilusão de pés menores.

Qual a sapatilha ideal para cada ocasião?

Pensando agora nas ocasiões, saiba que existem tipos de sapatilhas que se adequam mais a determinados momentos do que outras.

  • Trabalho: Principalmente para quem trabalha em ambientes mais formais a indicação é utilizar sapatilhas discretas, com tons neutros, sendo que detalhes em metais podem dar um toque a mais na produção.
  • Balada: Foi-se o tempo que para ir para a balada era necessário colocar salto. Para essas ocasiões por que não abusar dos tons metálicos, envernizados ou com glitter e paetês? Para essa ocasião a sapatilha pode ser o ponto alto do look.
  • Casamento e festas formais: Também da para usar sapatilha em eventos mais formais. Atualmente existem modelos bordados e com aplicações justamente para serem utilizados nesses momentos. Sem falar que há marcas que criaram linhas inteiras somente para noivas.

No vídeo é possível conferir mais algumas dicas:

Quanto custa?

Lembra que falamos na lista de vantagens que é possível encontrar sapatilhas com um valor bem em conta?

As opções para o dia a dia costumam ter um preço inicial por volta dos R$ 15, isso mesmo, você não leu errado. Principalmente os modelos feitos em plástico são bem baratos e algumas lojas fazem promoções na qual é possível adquirir três ou quatro pares por R$ 100.

Portanto, um valor médio que você pagará em uma sapatilha brasileira do momento é entre R$ 70 e R$ 100.

Conforme muda o material e a marca da sapatilha esse preço vai aumentando e pode passar dos R$ 10 mil se falarmos em grandes grifes. Os modelos mais esportivos custam a partir de R$ 50.

foco

Você sabia que a sapatilha mais cara do mundo tem origem portuguesa? A marca Josefinas criou o modelo Blue Persian Salt, na cor azul escuro com um laço e um pingente de topázio. O calçado pode ser comprado no site da marca e o equivalente a R$ 15 mil.

Onde comprar?

Todas as lojas de calçados e até algumas de roupas vendem sapatilhas, sendo dessa forma extremamente fácil de encontrar esse produto para comprar.

A internet é também uma excelente opção, sendo que nela normalmente se encontram as melhores opções. Os sites que mais tem esse produto são: Amazon, Dafiti e Passarela.

Além disso, as opções que se encontram no nosso Ranking podem ser compradas apenas clicando no link do produto.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de sapatilha

Você já percebeu que opções não faltam e é justamente por isso que é necessário ter foco e escolher a sapatilha que seja ideal para você, sem gastar dinheiro com um produto que não atenda às suas necessidades.

Por isso, separamos os principais pontos que você deve levar em consideração na hora da escolha, são eles:

  • Tipo de uso
  • Material
  • Conforto
  • Cor e estampa
  • Tamanho

Agora explicaremos agora cada um deles para que você faça a melhor escolha.

Tipo de uso

Qual é o seu intuito com essa sapatilha? Você deseja utilizá-la no trabalho? Pretende comprá-la apenas para passear?

Esse é o primeiro ponto a ser pensado na hora de definir qual sapatilha comprar, até porque a loja onde o produto será adquirido pode ser diferente de acordo com o modelo que você deseja.

Pense no uso que você pretende fazer com ela e analise as opções que existem nessa categoria.

Na foto é possível ver uma mulher sentada em um sofá com um cachorro da raça Pequinês no colo.

Independente da ocasião, se você deseja uma sapatilha que combine com diversas roupas opte pelas lisas. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

Material

Outra questão está relacionada ao material da sapatilha. Como já te explicamos as sapatilhas podem ser produzidas em tecido, couro, nylon, plástico e muito mais.

Desses materiais têm os que possuem durabilidade maior e outros menor. Sabe-se que os modelos em couro costumam durar bastante, sendo que os de tecido podem rasgar com mais facilidade e os de plástico rachar.

A presença de strass e outras aplicações também deve ser levada em consideração porque é muito comum que as partes de brilho caiam e o produto fique feio. Com relação ao solado, não há muita variação e o mais comum é o de borracha, que se mostra funcional. Porém, cheque bem se ele está bem preso.

Muitas sapatilhas baratas pecam no acabamento e com isso pode acontecer de você comprar um produto que o solado comece a descolar com poucas vezes de uso.

Além disso, principalmente para idosos é ideal que o produto seja antiderrapante para evitar ao máximo acidentes. As sapatilhas de matelassê costumam ser muito comuns e se fazem práticas e duradouras e já as de pano podem sujar e manchar com facilidade.

Foto focada em pés de mulher usando sapatilha bege.

As sapatilhas podem ser fabricadas dos mais diversos materiais. (Fonte: Andriana Syvanych / 123RF)

Conforto

Sapato apertado é uma coisa que deixa qualquer um desanimado ou de mau humor e não são só os sapatos de salto que costumam machucar os pés, as sapatilhas também tem esse poder.

Por isso, cheque se o produto que você está comprando é confortável, há opções com palmilhas que se ajustam ao pé, outros tem partes acolchoadas no calcanhar e algumas são extremamente maleáveis, se ajustando melhor.

Os modelos mais rígidos são os que mais costumam machucar, então preste atenção nisso antes de fazer a compra.

Cor e estampa

Esse tópico também tem relação com a forma de uso que você pretende dar a sua sapatilha. Se você está adquirindo o produto pela primeira vez opte por um modelo que seja mais neutro, justamente para poder combinar com todas as roupas e ocasiões.

Para o trabalho também é mais recomendado escolher cores lisas e que não chamem muita atenção.

Justamente por existir uma variação tão grande pode ser confuso fazer uma escolha certeira, mas pense que esse é um produto que deve ser versátil e opte por uma cor ou estampa que te dá a possibilidade de utilizá-lo diversas vezes e das mais diferentes maneiras.

Tamanho

Poderíamos passar aqui um bom tempo citando nomes de marcas que produzem sapatilhas e mesmo assim esqueceríamos de alguma. Esse é um tipo de calçado muito comum e por isso pode ter variações na fôrma de acordo com a empresa que o fabrica.

Se for comprar em uma loja física fica mais fácil provar e ver se o tamanho está certo, mas caso a sua opção seja a internet sempre cheque as medidas do produto e compare com o tamanho do seu pé. Mesmo que você já tenha alguma sapatilha, faça esses dois testes, até dentro da mesma marca podem haver diferenças de tamanho.

(Fonte da imagem destacada: thatununes / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Danielle Assis Jornalista
Dedica-se a produzir conteúdos interessantes e informativos. Apaixonada por viagens, moda, animais e adora dar presentes. A curiosidade é uma de suas características mais marcantes e está sempre em busca de produtos que tornam o dia a dia das pessoas mais prático e interessante.