Destaque dos pés de três homens em fileira, com sapatos de segurança.
Ultima atualização: 4 de agosto de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

19Horas investidas

6Estudos avaliados

72Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox! Hoje é dia de falarmos de um item essencial, e obrigatório, se o seu trabalho envolve funções e áreas de risco de acidentes: o sapato de segurança.

Fabricado de acordo com normas de proteção, o calçado de segurança vem evoluindo tanto em design quanto em qualidade. Mas em meio a tantas opções, como comprar o que de fato é seguro para o seu tipo trabalho?

Neste artigo, vamos mostrar o que você deve levar em consideração para escolher o sapato de segurança eficaz e garantir a proteção dos seus pés.




Primeiro, o mais importante

  • Equipamento de proteção obrigatório, o sapato de segurança protege os pés contra quedas de objetos, pregos, líquidos, altas temperaturas, entre outros.
  • Em meio a tantos modelos diferentes, é preciso conhecer os materiais de fabricação para escolher o mais eficiente.
  • Vamos explicar quais os principais fatores que você deve observar antes de comprar o seu calçado de segurança.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos do sapato de segurança

Existem diversos modelos de calçados de segurança, com especificações diferentes, dos mais robustos e resistentes aos mais maleáveis e confortáveis, para todos os tipos de profissões.

A seguir, listamos os quatro melhores modelos de calçados de segurança. Todos possuem Certificado de Aprovação, que atesta a garantia de proteção.

1º - Sapato de segurança Cartom Botina

O Cartom Botina é um calçado de segurança confeccionado em couro, com fechamento em elástico. Super resistente, este modelo possui biqueira reforçada com aço e solado feito de poliuretano monodensidade.

2º - Sapato de segurança Estival Adventure

A Estival Adventure é uma bota de segurança confeccionada em couro com fechamento através de cadarço. Este modelo de calçado possui biqueira plástica de material rígido e o solado de borracha com Eva, resistente a óleos e graxos.

3º - Sapato de Segurança Bracol Botina

O calçado de segurança Bracol Botina tem o cabedal confeccionado em couro e solado de poliuretano.

Este modelo é recomendado para áreas e funções de menor risco, já que a biqueira é feita com plástico, o que torna o calçado mais maleável e confortável.

4º - Sapato de segurança Marluvas Eletricista

O Marluvas Bota Eletricista é um sapato de segurança feito com microfibra impermeável, leve, transpirável e resistente à perfuração.

Este modelo de calçado possui biqueira reforçada com composite e solado antiderrapante, feito com duas camadas de poliuretano.

Guia de Compra

Para escolher o sapato de segurança ideal, é preciso avaliar uma série de fatores. Muito além da estética e do conforto, o calçado certo irá proteger os pés de acidentes durante o trabalho.

Para ajudar você nessa escolha, preparamos este Guia de Compra com todas as informações necessárias para você tomar a melhor decisão.

Homens trabalhando em construção usando sapato de segurança.

O sapato de segurança é item de proteção obrigatório para áreas e funções com risco de acidentes. (Fonte: budabar / 123RF)

O que é um sapato de segurança?

O sapato de segurança é um Equipamento de Proteção Individual (EPI). É um item de uso obrigatório para pessoas que trabalham em ambientes que oferecem riscos de lesão ou de acidente para os pés.

Em geral, este calçado é utilizado por profissionais da construção civil, de cozinhas industriais, indústrias químicas, montadoras, metalúrgicas e fábricas em geral.

Também chamados de botas de segurança, botinas de segurança ou calçados de segurança, este equipamento tem como principal função proteger os pés contra objetos cortantes, pregos, chão escorregadio, objetos pesados, entre outros.

Para evitar acidentes, o sapato de segurança é projetado com materiais resistentes que vão desde o tecido ideal até biqueiras de aço e solados mais grossos. Falaremos sobre os materiais de confecção logo mais nos Critérios de Compra.

Sapato de segurança pisando em um prego.

O calçado de segurança é projetado para evitar acidentes com pregos, por exemplo, durante o trabalho. (Fonte: Capri23auto / Pixabay)

Quais normas o sapato de segurança deve seguir?

Para garantir a qualidade do produto, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) possui normas específicas que abordam os requisitos básicos para a produção desses itens.

Toda essa importância dada a este sapato não é à toa. Os pés estão entre as partes do corpo que mais sofrem com os acidentes de trabalho. Estudos mostram que que, apenas no ano passado, foram registrados mais de 39 mil acidentes de trabalho na região dos pés.

Por esta razão a ABNT criou a NBR 20345, norma que garante que os sapatos de segurança sigam padrão de qualidade mínimo; e a norma NR 6, que trata da obrigatoriedade do uso do calçado.

Além disso, a NR6 também destaca que a aquisição do sapato de segurança é de responsabilidade do empregador, e o uso correto e a manutenção é de responsabilidade do trabalhador.

Quais as vantagens de um calçado de segurança?

Como vimos, a grande vantagem do sapato de segurança é que ele é desenvolvido com materiais e em formatos específicos para proteger os pés durante o trabalho.

Confira abaixo todas as vantagens desse equipamento de segurança obrigatório:

  • Proteção contra impactos causados por queda de objetos.
  • Proteção contra a variação térmica do ambiente.
  • Proteção contra objetos cortantes e pontiagudos.
  • Proteção contra a corrente elétrica e choques.
  • Proteção contra a umidade, evitando que os pés fiquem molhados.
  • Proteção contra o contato com produtos químicos, evitando contaminação e queimadura.

Por conta da alta proteção, outra grande vantagem do sapato de segurança, é que ele deixa o profissional livre de preocupações para poder realizar o seu trabalho com tranquilidade.

Ainda que tenha inúmeras vantagens, não podemos deixar de citar o lado negativo deste equipamento de segurança. A grande desvantagem do sapato de segurança é a estética e o conforto.

Ainda que nos dias de hoje já seja possível encontrar modelos menos grosseiros e mais confortáveis, o comum é o que os de melhor qualidade ainda deixem de lado o conforto e o designer.

Vantagens
  • Proteção contra queda, umidade, queimadura e outros
  • Permite que a pessoa trabalhe mais tranquila
Desvantagens
  • Pouco confortável
  • Estética bem simples

Quanto custa?

O preço do sapato de segurança vai depender da qualidade do material de fabricação e também do objetivo de uso, seja para áreas de grande risco ou de risco leve. Por isso, o valor deste equipamento varia entre R$ 30 e R$ 1700.

Neste caso, o barato pode sair caro já que a qualidade dos materiais será menor. Mas você não precisa comprar o mais caro de todos. O importante aqui é unir qualidade e orçamento.

Onde comprar?

Os calçados de segurança podem ser encontrados em lojas especializadas, de departamento e hipermercados como Casas Bahia, Extra e Lojas Americanas.

No entanto, nós recomendamos que você realize a sua compra em lojas online, como a Amazon e o Mercado Livre.

Dessa forma, você garante uma maior opção de modelos e ofertas e ainda faz a sua compra do conforto da sua casa com apenas alguns cliques.

Critérios de compra: O que considerar antes de escolher o sapato de segurança?

Para ter certeza de que está adquirindo um sapato de segurança que realmente faz o que promete, é preciso levar alguns fatores em consideração. Antes de escolher o seu calçado, é fundamental que você saiba quais são os riscos que envolvem o seu tipo de trabalho.

A partir daí você poderá determinar qual o melhor tipo de solado, qual deve ser o material para o cabedal, se o cano será baixo ou alto, entre outros itens que devem ser considerados.

Para ajudar você nesse processo, listamos abaixo os principais fatores que você deve observar antes de comprar o seu sapato de segurança.

  • Certificado de Aprovação
  • Modelo
  • Cabedal
  • Biqueira
  • Solado

A seguir, vamos detalhar cada uma desses fatores para que você possa comprar o sapato de segurança adequado para suas funções de trabalho.

Certificado de Aprovação

Este é um dos principais fatores que você deve considerar antes de comprar o seu sapato de segurança. O Certificado de Aprovação (CA) é o que garante que o seu calçado é de fato um Equipamento de Proteção Individual (EPI) de acordo com as normas da ABNT.

O CA atesta, por exemplo, que o solado foi devidamente testado nas mais variadas condições de calor e frio e aprovado para o uso do profissional. Infelizmente, alguns fabricantes tentam comercializar o sapato de segurança sem o CA, o que é ilegal. Por isso, fique atento a este item.

Modelo

O modelo do seu sapato de segurança vai depender mais das suas necessidades profissionais do que o seu gosto pessoal. Dependendo de sua função dentro da empresa ou indústria, você precisará escolher um modelo específico.

Hoje em dia, o mercado oferece diversas opções que vão desde o sapato de segurança com cano longo, cano médio ou curto; além dos modelos com ou sem cadarço, em formato de bota, botina e até em formato de tênis.

Par de botas de segurança em couro, de cadarço na cor marrom.

O modelo do sapato de segurança deve ser escolhido de acordo com a função do trabalhador, mais do que pela estética. (Fonte: Barescar90 / Pixabay)

Cabedal

O Cabedal é a parte do sapato que cobre o seu pé. Junto com o solado, o cabedal é uma das partes que mais devem ser eficientes na hora de proteger o seu pé.

Por isso, precisa ser confeccionado sempre com materiais resistentes e duráveis. Os mais populares são o nylon, o PVC, o poliuretano e o couro. Quanto maior o risco do seu trabalho, mais resistente deve ser o material de confecção.

Para ajudá-lo nesta escolha, vamos mostrar como cada um desses materiais pode tornar o cabedal do seu calçado de segurança mais ou menos adequado para cada função.

Cabedal de Couro

O couro é o material mais popular na confecção do cabedal do sapato de segurança. Indicado para todos os tipos de ambientes profissionais de risco, o couro protege os pés contra quedas de objetos, agentes abrasivos e choques elétricos.

Cabedal de PVC

O PVC (plástico) é, em geral, recomendado para o trabalho em indústrias químicas, postos de gasolina, usinas de cana de açúcar, saneamento básico, agricultura e jardinagem.

Cabedal de Poliuretano

O Poliuretano (PU) garante impermeabilidade, isolamento térmico e facilidade na higienização. Por isso, é indicado para trabalho no setor alimentício, ambientes refrigerados, que tenham contato com graxas e solventes.

Cabedal de Nylon

O cabedal feito em nylon reduz os níveis de transpiração, é resistente a óleo combustível e deixa os movimentos mais leves e flexíveis. É mais indicado para o uso em ambiente de risco mais leves para os pés, como por exemplo para eletricistas.

https://www.instagram.com/p/x1MRtGsnfz/

Biqueira

Outro fator importante que você deve levar em conta é a biqueira do sapato de segurança. E, mais uma vez, a escolha do tipo de biqueira, será baseada no tipo de função que você exerce e no ambiente em que trabalha.

Caso você atue em uma área de alto risco, é imprescindível que você opte por um calçado de segurança que tenha a biqueira feita de aço ou composite. Tanto o aço quanto o composite são materiais super-resistentes a quedas de objetos pesados e cortantes.

Já para quem trabalha em área de risco menor, é suficiente que o calçado de segurança tenha biqueira de PVC, por exemplo. Mas é importante que você saiba que as biqueiras feitas em PVC não possuem a mesma rigidez do aço e do composite.

Solado

O solado do sapato de segurança é outro item muito importante para garantir a segurança e proteção dos seus pés. Em geral, os calçados disponíveis no mercado possuem a sola feita em PVC ou em poliuretano (PU).

Quando feito em poliuretano, pode ser de monodensidade, quando há apenas uma injeção do material, ou de bidensidade, quando há duas injeções do material.

Homem trabalhando com máquina no asfalto, usando sapato de segurança.

A escolha do solado deve ser feita de acordo com a função e a área de trabalho. (Fonte: stux / Pixabay)

Para proteção contra riscos em geral e mais conforto, o ideal é o sapato de segurança com solado de Poliuretano. Mas para quem trabalha em contato com líquidos, por exemplo, recomendamos o solado de PVC já que ele é mais impermeável.

Por outro lado, se você trabalha em constante exposição a altas temperaturas ou com produtos inflamáveis, como gasolina e solventes, o solado do seu calçado de segurança deve ser feito de nitrílico, um tipo de borracha resistente ao óleo.

(Fonte da imagem destacada: aligraham / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.