Imagem mostra um scanner automotivo conectado a um automóvel.
Ultima atualização: 30 de março de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

19Horas investidas

4Estudos avaliados

76Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Você tem uma oficina mecânica ou deseja sempre saber se o seu automóvel está com perfeito funcionamento? Então há um aparelho que é indispensável: O scanner automotivo, capaz de rapidamente apontar qualquer problema existente em um veículo!

Nesse artigo, vamos trazer para você todas as informações sobre a importância de um scanner automotivo, as vantagens de contar com um, tudo o que ele é capaz de fazer e, principalmente, como comparar modelos e escolher o melhor. Fique conosco para passar a entender tudo sobre um tão importante aparelho!




Primeiro, o mais importante

  • Um scanner automotivo é um equipamento capaz de fazer diagnósticos sobre o funcionamento de diversos sistemas de um automóvel.
  • É indispensável contar com scanners automotivos em oficinas mecânicas. Além disso, pode ser uma boa ideia tê-los até mesmo para uso doméstico.
  • Existe uma enorme gama de scanners automotivos: Alguns fazem apenas diagnósticos bastante simples que ajudam na manutenção diária, outros, lêem cada sistema e encontram qualquer problema que possa existir no veículo.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de scanner automotivo: A opinião da redação

Com tantos scanners automotivos disponíveis no mercado brasileiro, uma escolha pode ser bastante complicada. Mas nós nos comprometemos a encontrar os melhores e, depois de muitas avaliações, preparamos uma pequena lista que com certeza irá te agradar!

O melhor scanner automotivo para airbag e ABS

Duas importantes partes de veículos que precisam ser sempre testadas são os airbags e os freios ABS. Esse modelo da Foxwell é especializada justamente nesses dois componentes e informa diagnósticos precisos sobre seus funcionamentos. Com o sistema OBD, é compatível com a maior parte dos automóveis modernos.

Um modelo completo

Outro ótimo scanner automotivo da Foxwell é esse capaz de identificar problemas em múltiplos setores do veículo como airbags, sistema ABS, motor, rodas, óleo e injeção eletrônica. Ele rapidamente faz um diagnóstico de qualidade e também apresenta compatibilidade com quase todos os automóveis em circulação no Brasil.

O scanner automotivo com melhor custo-benefício

Se o que você deseja é um scanner automotivo de muita qualidade que não machuque seu bolso, a Konnwei tem a solução com esse modelo excepcional: Ele é capaz de diagnosticar quase todos os tipos de problemas nos mais diversos veículos. Facilmente portátil e com muitos itens extras, te ajuda a trabalhar mesmo longe da oficina!

Guia de compra

Chegamos ao guia de compra, o setor mais informativo do nosso artigo! É nele que te passamos todas as informações que conseguimos após muita pesquisa e dedicação!

Nas próximas linhas, você encontra tudo o que é necessário para se tornar um especialista na compra de scanners automotivos!

Imagem mostra um homem usando um scanner automotivo.

O scanner automotivo agiliza muito o trabalho em oficinas. (Fonte: dolgachov/ 123rf.com)

O que é um scanner automotivo e para que ele serve?

O scanner automotivo é um aparelho capaz de fazer rápidos diagnósticos sobre o funcionamento de diversas partes de um veículo. Ele pode ser usado não apenas em carros de passeio, mas dependendo de modelos, até mesmo em caminhões, ônibus ou motocicletas.

Após ser conectado ao automóvel por um cabo, o scanner testa todos os parâmetros estabelecidos para diversos sistemas, como o ABS, os airbags, a injeção eletrônica, entre outros. Ele exibe todas as informações recolhidas em sua tela. O aparelho conta sempre com um software e um sistema operacional de fábrica.

A principal serventia do scanner automotivo é agilizar o diagnóstico dos problemas de um veículo. Com ele, em vez de testar manualmente cada uma das peças ou sistemas, o mecânico pode já ter a clareza do que está errado de maneira bastante rápida. O próximo passo é partir para o conserto!

foco

Você sabia que o sistema OBD, usado como base da grande maioria dos scanners automotivos, foi desenvolvido em 1982? Isso coincide com um período no qual os carros passaram a ter cada vez mais e mais componentes eletrônicos.

A empresa responsável pela criação desse sistema foi a California Air Resources Board. Em um primeiro momento, era difícil encontrar veículos compatíveis, mas a partir de 1996 já era obrigatório para todos os novos carros lançados nos Estados Unidos contar com a entrada para o aparelho.

Quais as vantagens de ter um scanner automotivo em uma oficina?

Sem um scanner automotivo, a cada novo veículo que chega em uma oficina é necessário procurar qual é o problema em diversas peças. O processo apenas do diagnóstico pode tomar muitas horas, gerando atraso e menos lucro, uma vez que o volume de trabalho acaba sendo inferior.

Portanto, o scanner automotivo se torna indispensável. Como ele pode identificar problemas em muitos sistemas do automóvel com muita velocidade, ele garante que cada conserto leve horas a menos. A oficina ganha em praticamente todos os aspectos, incluindo a reputação com os clientes!

Trata-se de um aparelho relativamente barato para o que oferece e bastante fácil de usar. Para quem já tem o costume de manusear smartphones ou tablets, é muito intuitivo mexer em um scanner automotivo.

A principal desvantagem de um scanner automotivo é o fato dele não ser compatível com todos os automóveis: As portas necessárias para a conexão passaram a ser obrigatórias no Brasil apenas a partir de 2010. Assim, em alguns modelos será inevitável o velho estilo de diagnóstico.

Veja na tabela a seguir as principais vantagens e desvantagens de um scanner automotivo:

Vantagens
  • Gera muito mais agilidade nos diagnósticos de uma oficina
  • Aumenta a rotatividade de clientes por garantir velocidade no atendimento
  • Preço baixo por tudo o que oferece
  • Manuseio bastante simples
Desvantagens
  • Alguns veículos não são compatíveis com nenhum modelo

Vale a pena ter um scanner automotivo para uso pessoal?

Falamos acima sobre as vantagens de um scanner automotivo em uma oficina. Mas e caso você queira um para usar em seu veículo sempre que necessário, vale a pena?

Depende. Se você entende de conserto de automóveis e consegue arrumar a maior parte dos problemas, a resposta é sim. Nesse caso, você economizará despesas com oficina e também terá ganhos em questões como agilidade e tempo livre.

Caso contrário, o maior benefício que o scanner automotivo te trará é o conhecimento constante sobre questões como consumo e carga da bateria do seu veículo. Se você quiser investir um dinheiro por essas informações, vá em frente!

Mas, de forma geral, só há reais vantagens em ter um scanner automotivo para uso pessoal caso você realmente tenha a intenção de sempre evitar oficinas e efetuar consertos por conta própria.

Como funciona um scanner automotivo?

O primeiro passo para o funcionamento de um scanner automotivo é a conexão. Para a maior parte dos modelos, o padrão é o plug do tipo OBD. A entrada para ele é obrigatória em veículos fabricados no Brasil. Há algumas variações específicas de determinadas montadoras.

O scanner automotivo recebe as informações da mesma forma que o computador de bordo.

Uma vez que o scanner está conectado à porta OBD (ou similar) do automóvel, ele receberá sinais e tensões que mostram o que funciona ou não. Esses são os mesmos mecanismos que fazem, por exemplo, que uma luz se acenda no painel após serem processados pelo computador de bordo.

Quando, por exemplo, a luz ABS se acende no painel do veículo, você sabe que há um problema com esse sistema. A informação foi dada através dos sinais de alguma das rodas, mas não se sabe de qual. O scanner automotivo poderá informar em seu display exatamente onde é que está o problema.

Portanto, depois de receber todos os sinais de todos os sistemas do automóvel compatíveis com o aparelho, o scanner exibe todas as informações em sua tela. Cabe ao usuário interpretá-las e agir da melhor maneira possível!

Quais os problemas que um scanner automotivo pode identificar?

Os scanner automotivos são capazes de identificar problemas de muitas origens diferentes em um veículo. Nem todos, porém, são completos nesse sentido.

Alguns são compatíveis apenas com o sistema da injeção eletrônica, outros com airbags ou ABS, há aqueles que lêem questões relacionadas ao motor ou à bateria, e é possível que você encontre um modelo especializado em óleo e temperatura.

O mais comum é encontrar um scanner automotivo que trabalhe com injeção eletrônica ou ABS. Mas, caso você decida pela compra de um modelo completo, é possível que ele consiga fazer diagnósticos sobre todos os setores citados acima.

É sempre importante observar quais são as especificações técnicas de um scanner automotivo para saber exatamente quais partes de um automóvel ele é capaz de ler. Não finalize a sua compra achando que qualquer modelo é compatível com todos os sistemas! Saiba exatamente o que está adquirindo.

Vale lembrar também que, apesar da maior parte dos scanner automotivos serem compatíveis apenas com carros, há também modelos capazes de diagnósticos em motocicletas, caminhões, ônibus, entre outros.

Quais os tipos de scanner automotivo?

Existem três principais tipos de scanners automotivos, de acordo com o sistema de funcionamento, disponíveis no Brasil: OBD genérico, OBD aprimorado e versões próprias das montadoras. Vamos conhecer mais sobre eles?

  • OBD genérico: É o tipo mais simples, capaz de encontrar apenas informações básicas sobre componentes do veículo. Ele funciona através das emissões do motor e do computador de bordo, não sendo capaz de ir além disso.
  • OBD aprimorado: A versão mais eficiente do OBD genérico. É capaz de fazer uma varredura completa em todos os sistemas do veículo para encontrar um diagnóstico. Mais caro, porém, de eficiência superior.
  • Scanners de fábrica: Têm tantas funções quando os OBD aprimorados, ou até mais. Porém, funcionam apenas em veículos de uma determinada montadora, já que são fabricados por elas para uso interno, o que os limita muito para uso em oficinas.

Veja na tabela abaixo a comparação entre os três tipos:

OBD genérico OBD aprimorado Scanner de fábrica
Vantagens Menor preço, fornece informações já bastante úteis, compatível com todas as montadoras Completo: Capaz de fazer todos os tipos de diagnósticos, compatível com todas as montadoras Extremamente completo e confiável, já que é fabricado pela própria montadora
Desvantagens Não faz todos os tipos de diagnósticos necessários Preço mais elevado, pode não ser necessário em algumas oficinas menores Compatível apenas com uma montadora específica
Recomendações de uso Oficinas pequenas, uso doméstico Oficinas grandes especializadas em todas as partes do automóvel Oficinas especializadas em carros de montadoras específicas

Quais os sistemas operacionais de scanners automotivos?

Para exibirem as informações em suas telas e terem uma navegação fácil e intuitiva, os scanners automotivos precisam de sistemas operacionais. Os dois mais comuns são bastante conhecidos por todos: Android e Windows.

  • Android: Garante maior velocidade para o scanner automotivo. Todo o conhecimento aplicado em smartphones está disponível, permitindo principalmente desempenho de qualidade, agilidade e facilidade no momento de realizar múltiplas tarefas simultâneas.
  • Windows: Não tem nem a mesma velocidade, nem a mesma eficiência do Android, mas compensa com uma maior quantidade de recursos e com layouts mais atraentes.

Os dois sistemas operacionais têm vantagens e desvantagens. Por isso, você pode ter a tranquilidade de que está adquirindo um produto independentemente se ele usa Android ou Windows.

Quanto custa e onde comprar um scanner automotivo?

A quantidade de funções e a compatibilidade são os principais fatores que influenciam nos preços de scanners automotivos. Encontramos modelos que variam entre R$ 35 e R$ 5.000, o que demonstra o quanto é realmente enorme a gama de tipos desse equipamento.

Você pode adquirir um scanner automotivo em lojas especializadas em materiais automobilísticos, em oficinas ou em lojas de eletrônicos múltiplos. A melhor ideia, porém, é fazer a compra pela Amazon brasileira, que conta com muitas boas opções. Veja também Amazon internacional e Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um scanner automotivo

Agora que você já sabe todos os benefícios que um scanner automotivo te oferece, é hora de descobrir como escolher o modelo perfeito. Selecionamos alguns critérios técnicos que podem te ajudar:

Nas linhas abaixo, você encontra mais informações sobre cada um deles!

Compatibilidade com veículos

Você deseja um scanner automotivo para uma oficina ou para um veículo específico? Essa pergunta pode levar a diferentes caminhos no momento da escolha de um aparelho para comprar.

Se a ideia é comprá-lo para uma oficina, você pode procurar por um scanner automotivo com compatibilidade quase que universal, capaz de se conectar a uma imensa maioria de veículos. Isso te ajudará a poder fazer diagnósticos nos automóveis na maioria dos clientes.

Porém, se o modelo será para uso pessoal, ele pode ser o melhor possível compatível apenas com o seu automóvel. Não há necessidade da gama de compatibilidade ser tão grande assim, com outros fatores se tornando bem mais importantes!

Imagem mostra um pequeno scanner automotivo conectado a um carro.

Alguns modelos de scanners automotivos possuem altíssima compatibilidade. (Fonte: macor/ 123rf.com)

Capacidade de diagnósticos

Na mesma linha da compatibilidade com veículos, temos a capacidade de diagnósticos. Aqui, é preciso pensar se você deseja um modelo completo, capaz de identificar problemas em quase todos os setores de um carro, ou se deseja algo específico.

Scanners com apenas algumas funções podem ser suficientes para oficinas específicas.

Para oficinas que trabalham com áreas específicas, algumas funções podem ser suficientes. Por exemplo, se a especialidade é freio, não há porque diagnosticar motores ou airbag. E para uso doméstico, poucos detalhes também já são capazes de satisfazerem ao consumidor.

Os scanners automotivos mais complexos e cheios de funções, que lêem todos os setores de um automóvel, podem ser importantes principalmente para oficinas gerais. Nelas, entender tudo o que acontece com um veículo é indispensável!

Conectividade

Nós já mencionamos a entrada OBD, presente em todos os veículos modernos, que gera a conexão com o scanner automotivo. Porém, há ainda outras opções de conectividade que podem ser bastante interessantes.

Alguns modelos modernos trabalham, por exemplo, com USB e Bluetooth. Essas conexões podem não ser suficientes para todos os diagnósticos, mas ajudam com informações básicas.

Se você pretende comprar um scanner para uso doméstico, aliás, pode optar por um que funcione por USB ou Bluetooth e faça apenas diagnósticos simples. O valor será muito mais agradável ao bolso.

Interface

Independente do sistema operacional, o scanner automotivo precisa contar com uma interface que seja intuitiva e de fácil leitura. Não adianta conseguir realizar um enorme número de diagnósticos, mas apresentá-los de forma irreconhecível na tela!

Se você puder ver um scanner automotivo em funcionamento antes de comprá-lo, conseguirá entender como mexer nele e como navegar em seu sistema. Assim, saberá se ele oferece uma interface boa o bastante, capaz de ser entendida por todos que eventualmente irão manuseá-lo!

(Fonte da imagem destacada: ugo_leonardo/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.