Uma pessoa colocando um papel em um scanner para digitalizar.
Ultima atualização: 31 de julho de 2019

Como escolhemos

Products

13Produtos analisados
Hours

22Horas investidas
Studies

7Estudos avaliados
Comments

72Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. O artigo de hoje é dedicado a você que quer dicas de como escolher um scanner para digitalizar papéis, documentos e livros.

A melhor opção para quem quer converter papéis, livros, revistas, recibos, ilustrações e fotos em arquivos digitais, o scanner pode ser um grande aliado de empresas e usuários domésticos que desejam reduzir ou eliminar o arquivo físico de papéis, garantindo a integridade de seus conteúdos e a segurança das informações.

Acompanhe esse Review e confira as principais dicas e informações para que você possa escolher sem medo um aparelho de scanner que melhor se encaixe às suas expectativas, rotinas e necessidades.




Primeiro, o mais importante

  • Para definir o modelo que melhor atende às suas necessidades é fundamental analisar qual o tipo e a quantidade de material que se pretende digitalizar, bem como o local onde o produto será utilizado.
  • Além da marca, resolução e funções, é recomendável atentar para questões como capacidade, velocidade, facilidade de instalação e utilização do scanner para fazer a escolha certa.
  • Os valores do aparelho scanner vão variar de acordo com a marca e modelo. É possível encontrar opções mais básicas de scanner para uso doméstico a partir de R$ 150. Já modelos mais robustos, com perfil profissional diversas funcionalidades e maior capacidade podem custar mais de R$ 4.000.

Você também pode gostar:

Melhores aparelhos de scanner do mercado: Nossos favoritos

Destinado a digitalizar fotos, documentos e demais materiais físicos de impressão, o scanner deve ser escolhido de acordo com os objetivos de uso do comprador. Nesta seção vamos apresentar os melhores modelos de scanner à venda no Brasil. Confira a lista:

Scanner Portátil – Brother

Com menos de 30 cm de comprimento e pesando menos de 400 g, esse modelo é extremamente compacto, perfeito para quem precisa de um scanner poderoso que caiba em pequenos espaços e possa ser transportado em bolsas, pastas ou em uma maleta executiva.

Com interface USB 2.0, tem capacidade para digitalizar até 8 páginas por minuto. O tamanho compacto, alimentação USB e o pacote com versátil software de digitalização faz dele uma ótima escolha para home offices, serviços externos ou mesas com espaço limitado.

Scanner Colorido Workforce ES-500W – Epson

Compacto, rápido e fácil de usar, digitaliza documentos para PC ou Mac, smartphones, tablets e para nuvens sem precisar de cabos. Com velocidade de até 35 ppm / 70 ipm², tem ADF com capacidade de até 50 páginas.

O driver TWAIN permite compatibilidade com qualquer software de gerenciamento de documentos. De alimentação vertical, digitaliza diretamente para serviços de gerenciamento de dados e converte documentos em arquivos editáveis.

Conta com dispositivo fotoelétrico (CIS) Contact Image Sensor, resolução óptica de 600 dpi; resolução interpolada de 1200 dpi interpolados. A profundidade de bit de cor – colorido, tons de cinza, profundidade de bit monocromático é: RGB x 30 bits entrada / 24 bits saída.

Scanner de Mesa Perfection V-19 – Epson

Perfeito para fotos e imagens, oferece digitalização e compartilhamento intuitivos. Garante resolução de 4800 x 4800 dpi e rápida velocidade: captura documentos com tamanho carta em apenas 10 segundos.

Os botões de apenas um toque digitalizam direto para computadores, e-mails, Facebook, e serviços na Nuvem. Somente um cabo USB fornece energia e conexão com o computador.

Suporte estrutural economiza espaço por permitir fixação vertical. Tampa removível acomoda até mesmo álbuns de fotos volumosos. Inclui software gratuito que restaura cores de fotos desbotadas e remove poeira.

Scanner Portátil De Mão Sunfire – TS2L

O modelo de mão é extremamente versátil e prático, proporcionando digitalização rápida e com alta qualidade de documentos e fotos. Ideal para escritórios, pesquisas acadêmicas e principalmente para fazer backup de fotos reveladas e outros documentos impressos como recibos e comprovantes.

O funcionamento com bateria recarregável garante ainda mais praticidade. O tempo de uso sem carga também é um diferencial, pois tem bateria de lítio de grande durabilidade. Digitaliza em formato pdf ou jpeg, em cores ou preto e branco.

Possui visor LCD colorido para visualização das digitalizações, e conta com desligamento automático para maximizar a vida útil da bateria. Tem resolução de até 1050 dpi. Suporta cartão Micro SD de até 32GB e acompanha Software para transformar imagem de texto em arquivos editáveis.

Guia de Compra

Agora que você conferiu nosso Ranking dos melhores aparelhos de scanner, você está pronto para acompanhar o Guia de Compra. Nesta seção você terá acesso às informações mais relevantes sobre scanners, como indicações de uso, vantagens e desvantagens, valores, onde comprar, etc.

Mas lembre-se, nem sempre o melhor e mais completo produto do mercado é o mais indicado para você e para suas necessidades. Por isso te apresentaremos tópicos sobre as características para as quais você deve atentar para escolher um scanner que melhor atenda suas expectativas.

Visão aérea de homem negócios levando papel a um scanner em mesa de escritório.

O modelo de Scanner ideal será aquele que melhor se encaixe ao perfil do usuário. (Fonte: Projetado por Freepik / Freepik.com)

O que é um scanner?

O scanner ou digitalizador é um equipamento que permite a transformação de documentos físicos como fotos, textos, livros, revistas, etc., em documentos digitais.

É ideal para quem quer se livrar da papelada, tornado acervos de documentos ou outro tipo de material em arquivos virtuais. Também é ideal para quem precisa fazer a manipulação ou edição no ambiente digital de imagens, fotos e ilustrações que são originalmente impressas.

Quais as vantagens e desvantagens de um scanner?

Recibos antigos, documentos, boletos, fotos. Vários são os tipos de documentos que precisamos guardar no dia a dia, e que podem ser difíceis de organizar e até mesmo causar incômodo pelo acúmulo de papel.

Para evitar o crescimento de arquivos físicos e a vulnerabilidade desses materiais à ação do tempo, muitas empresas e pessoas têm optado pela conversão para arquivos digitais.

O aparelho de scanner é a ferramenta que permite essa conversão com a vantagem da versatilidade, uma vez que ele pode escanear desde recibos, comprovantes, cartões de visitas e fotos até documentos de texto comuns e encadernações, como livros, revistas e apostilas, além de fotos, ilustrações e gravuras.

Homem sentado em uma mesa mexendo em um scanner.

Arquivar arquivos de modo digital e eliminar papéis é sua grande vantagem. (Fonte: Kirill Kedrinski / 123RF)

Os arquivos digitalizados podem ser salvos em diversos formatos e resoluções, e organizados em pastas no computador, HDs externos ou serviços de armazenagem em nuvem. Isso elimina a necessidade de armazenagem destes papéis em pastas gavetas e arquivos físicos, que ocupam espaço e acumulam poeira.

O scanner também permite a edição e manipulação digital destes arquivos, permitindo, por exemplo, transformar documentos em versão de texto editável ou melhorar a qualidade e restaurar fotos ou imagens antigas e desgastadas pelo tempo.

Vantagens
  • Permite a transformação de arquivos físicos em digitais
  • Elimina acúmulo de papel
  • Existem versões para todo tipo de perfil de usuário
  • Uso costuma ser intuitivo e descomplicado
Desvantagens
  • Com surgimento de novas tecnologias podem se tornar ultrapassados rapidamente
  • Scanner de alto volume demanda manutenção constante, que é cara
  • Softwares de algumas marcas não apresentam muitas funções

Quais os diferentes tipos de scanner?

Existem no mercado diversos modelos de scanner, pensados para todos os bolsos e perfis de usuários. Para escolher o modelo de scanner ideal para você é necessário, antes de tudo, definir as intenções de uso do produto.

Se você precisa de um scanner para digitalização de alta precisão, como fotos e imagens, você deve focar nos produtos de alta resolução.

Se você deseja um aparelho apenas para digitalizações esporádicas, sem níveis de excelência em resolução, considere um modelo multifuncional, que agrega as funções impressora e copiadora ao scanner.

Esse modelo poderá ser mais vantajoso por entregar mais funcionalidades que um aparelho com a função única de escanear, e com excelente custo benefício.

Mulher no escritório usando uma impressora multifuncional com scanner.

A impressora multifuncional conta com scanner. (Fonte: Andriy Popov / 123RF)

Caso a intenção seja portabilidade e praticidade, escolha os modelos portáteis ou de mão. Verifique as formas de alimentação do modelo. Alguns funcionam sem cabos e sem a necessidade de um computador ou notebook, o que pode ser extremamente útil para quem realiza serviços externos, para o uso em bibliotecas, viagens, etc.

Agora, se você precisa de um equipamento com capacidade para digitalizar muitas páginas de uma só vez, escolha os modelos de mesa sheet-fed.

Rápidos e intuitivos, eles dispensam a alimentação de folha em folha, sendo ideais para escritórios, escolas ou locais que precisam lidar com grandes volumes de papel frequentemente.

Independente dos modelos escolhidos existem pontos comuns a todos os equipamentos para os quais é fundamental atentar.

Verifique com atenção a reputação da marca do aparelho. Certifique-se de que estejam disponíveis em sua localidade serviços como assistência técnica e de reposição de peças.

Não deixe de verificar a voltagem do aparelho e a forma de conexão, para garantir compatibilidade com o local e o equipamento de uso. Confira, ainda, as medidas e o tamanho do aparelho, para que ele se adeque ao espaço disponível.

Outro ponto importante é o tamanho dos cabos de alimentação e conexão. Verifique se os cabos são longos o suficiente para permitir a instalação no local desejado sem que seja necessário o uso de extensões, que podem aumentar os riscos de curtos e danificar o produto.

Portátil

É ideal para quem precisa de mobilidade, escaneamentos rápidos de baixo volume. Mas a resolução pode ser inferior à dos modelos convencionais. Alguns modelos funcionam com bateria recarregável ou pilha. Esse modelo não demanda conexão a um computador.

Multifuncional

Ideal para uso doméstico já que agrega funções como impressora, copiadora e fax. A capacidade de digitalização varia de acordo com modelo. A multifuncional possui melhor custo-benefício. Fique atento, pois deve ser conectado a um computador.

Sheet-Fed

É ideal para uso profissional ou em escritórios. Digitaliza grandes quantidades com rapidez e tem funcionalidade Wi-fi e Bluetoooth. Esse modelo deve ser conectado a um computador e digitaliza frente e verso.

Flatbed

Ideal para fotos e documentos que exigem melhor resolução e digitaliza apenas uma face por vez. Também deve ser conectada a um computador.

Quanto custa?

O preço do aparelho de scanner pode variar muito de acordo com a marca, modelo e tipo. É possível encontrar modelos mais simples e compactos a partir de R$ 200. Os modelos de marcas mais renomadas, com resoluções mais altas e funcionalidades extras podem custar mais de R$ 4.000.

Pesquise bastante antes de comprar, pois o mesmo produto pode apresentar flutuações de valor de um lugar para outro. Se for comprar online considere o valor do frete.

Onde comprar?

Você pode comprar seu scanner em lojas físicas que vendem aparelhos eletrônicos, itens de informática e acessórios para computadores como Lojas Americanas, FastShop, Fujioka e Ponto Frio. Também é possível adquirir o produto em supermercados como Walmart, Carrefour e Extra.

No entanto, é nas plataformas de e-commerce como Amazon, Mercado Livre e ShopFácil que é possível encontrar a maior variedade do produto em diversos modelos e marcas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de scanner

Agora que você já tem várias informações gerais sobre scanners, listaremos algumas das características que você pode comparar para reconhecer a melhor opção de digitalizadora para atender às suas necessidades e expectativas. São elas:

  • Modelo
  • Resolução
  • Capacidade
  • Tamanho

Modelo

Como já comentamos anteriormente, os principais modelos de scanner são quatro: portáteis, de mesa sheet-feed, de mesa flatbed e multifuncionais. Além do design e formas de funcionamento, esses modelos diferem nas indicações de uso e capacidade.

Confira os detalhes de cada modelo para definir o que mais se encaixa à suas necessidades.

  • Portátil: Tamanho compacto permite que seja levado a qualquer lugar, e dispensa grandes instalações para uso. Podem funcionar a bateria ou pilha. Escaneia com rapidez, sendo ideal para quem realiza trabalhos externos e precisa digitalizar documentos, em pequenas quantidades por vez.
  • De mesa Sheet-fed: Costumam oferecer funções de conexão via bluetooth e wi-fi, sendo ideais para escritórios e ambientes comerciais. Tem capacidade para escanear grandes volumes de documento em sequência, sem que seja necessário trocar ou virar folhas.
  • De mesa Flatbed: Com capacidade para escanear apenas uma face por vez, esse modelo costuma ter resoluções imbatíveis. Por ser capaz de captar maior número de detalhes, é ideal para quem trabalha com imagens, fotos e ilustrações, ou precisa de digitalizações com qualidade acima da média.
  • Multifuncional: Ideal para quem quer economizar espaço e dinheiro, esse modelo agrega três ou mais funções em um só aparelho, normalmente scanner, copiadora e impressora. É ideal para o uso doméstico ou corporativo onde as digitalizações sejam esporádicas e não exista necessidade de resolução excelentes.

Resolução

Resolução nada mais é que o nível de detalhes captados pelo scanner. Para esse tipo de aparelho a unidade de medida utilizada é o dpi, que significa dots per inch em inglês, e pontos por polegadas em português. Quanto mais alto for o dpi do modelo mais detalhada e clara será a digitalização feita por ele.

Os scanners mais básicos, geralmente, têm a resolução de 300 x 300 dpi, indicando valores da horizontal e vertical. Esses modelos são ideais para digitalização de documentos e livros, desde que estejam em bom estado.

Papéis com letras apagadas ou recibos antigos podem ter a legibilidade prejudicada se escaneados por equipamentos de baixa resolução.

Para digitalizar fotos, gravuras, ilustrações ou outro tipo de material que você deseje captar com riqueza de detalhes, prefira modelos com dpi maior. Atente também para a capacidade de resolução interpolada do modelo.

O software de interpolação está presente na maioria dos modelos mais sofisticados, e cria novos pontos entre os pixels da resolução ótica para otimizar ainda mais a qualidade da digitalização.

Capacidade

Alguns modelos de scanner são capazes de digitalizar mais de 50 folhas por ciclo, enquanto outros foram desenhados para digitalizar apenas uma face por vez.

Escanear uma pilha de processos, por exemplo, pode ser uma tarefa árdua com o equipamento inadequado.

Por isso, tenha em mente qual será o perfil de uso de seu scanner, e verifique as especificações do fabricante para escolher o modelo com capacidade adequada às suas necessidades.

Mão masculina segurando papel e mexendo em impressora multifuncional.

A capacidade é um critério importante especialmente para as empresas. (Fonte: Andriy Popov / 123RF)

Tamanho

Mesmo que desempenhem basicamente a mesma função, os modelos de scanner podem vir nos mais variados tamanhos, que poderão se adaptar aos diversos layouts de escritórios e estações de trabalho.

Alguns modelos, pensando nas proporções reduzidas dos espaços na atualidade, oferecem opção de fixação na parede, por exemplo.

Os modelos portáteis também são uma opção para quem tem pouco espaço. Além disso, os scanners de proporções reduzidas têm a vantagem de poderem ser transportados com mais facilidade, uma vez que cabem tranquilamente em pastas, bolsas e mochilas. Alguns modelos portáteis são dobráveis, para reduzir ainda mais o espaço ocupado.

(Fonte da imagem destacada: Hennadii Huchek / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.