Mãos usando secador de mãos

Olá! Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. No artigo de hoje vamos te ajudar a escolher um artigo que traz economia e praticidade a banheiros de casa, escritórios ou estabelecimentos comerciais: o secador de mãos.

Uma alternativa ao uso de papel nos banheiros, os secadores geralmente são encontrados em banheiros de uso comum, como em shoppings, escritórios, escolas, universidades, etc. Além de ecologicamente correto, o secador de mãos gera economia a longo prazo, pois reduz custos com material, funcionários e manutenção.

Siga conosco nessa leitura e confira as melhores opções do produto, além das características para as quais você deve atentar para fazer a melhor escolha de secador de mãos para seu banheiro.




Primeiro, o mais importante

  • Existe grande variedade de estilos, modelos e tamanhos de secadores de mãos. Escolha de acordo com o estilo do banheiro onde o produto será utilizado e o número de pessoas que ela atenderá diariamente.
  • Potência, modelo, consumo energético e forma de ativação são algumas das características a serem observadas no momento da compra.
  • O preço dos secadores de mãos varia muito de acordo com a potência, marca e modelo do produto. É possível encontrar versões básicas a partir de R$ 300, sendo que as mais sofisticadas e potentes com acionamento automático podem custar acima de R$ 1.000.

Você também pode gostar de:

Os melhores secadores de mãos

Além de reduzir o consumo de papel, o secador ainda pode diminuir as despesas a longo prazo, com mão de obra, por exemplo. Confira nossa seleção com os 4 modelos mais interessantes do produto:

Secador de mãos Automático WJ

Esse secador de mãos funciona com acionamento automático por sensor de presença e possui somente ar quente. Com 25 cm de altura e 24 de largura, esse é um ótimo modelo tendo em vista sua qualidade e preço baixo.

É feito de plástico ABS, tem voltagem 127 V ou 220 V e sua potência é de 1800W. Modelo é reconhecido pelo INMETRO.

Secador de mãos Super Filtro Hepa

O que existe de mais moderno e silencioso no mercado de secadores de Alta Potência. Equipado com filtro HEPA, esse secador de mãos tem acionamento automático por sensor de presença.

Pode funcionar com ar quente e frio, opção selecionada por meio da chave liga/desliga no aparelho.

Guia de Compra

O consumo desenfreado de papel já é um problema em nossa sociedade. Para produzir 1 tonelada de papel são necessárias de 2 a 3 toneladas de madeira, além de grandes quantidades de água.

Como papel toalha usado em banheiros não pode ser reciclado graças a grande quantidade de bactérias que carrega, os secadores de mão automáticos surgem como a solução ideal.

Te daremos uma mãozinha para fugir de escolhas ruins, que podem dificultar ao invés de facilitar a sua vida.

Pessoa seca as mãos em secador de banheiro

Modelos com sensor de movimento são considerados mais higiênicos pois dispensam o contato do usuário com o aparelho. (Fonte: Tanyss / 123rf.com)

O que é o secador de mãos?

O secador de mãos é um dispositivo eletrônico que usa de sopradores mecânicos de ar – que pode ser aquecido ou não – para secar as mãos, dispensando o uso de toalhas ou papel.

Muito utilizado em banheiros públicos como os de aeroportos, shopping, universidades, escritórios, etc., os secadores de mãos podem diferir bastante de um modelo para o outro.

Alguns modelos, normalmente os mais antigos, são acionados por meio de botões ou alavancas. Versões mais modernas contam com sensores de movimento ou infravermelho, que ativa o secador sem que o usuário precise tocá-lo, apenas com a aproximação do aparelho.

Como surgiu o secador de mãos?

A primeira patente de um secador de mãos foi registrada em 1921 por R.B. Hibbard, D. J. Watrous e J.G. Bassett para a empresa Airdry Corporation de Groton New York. Esse modelo precursor consistia de um soprador invertido, muito parecido com um secador de cabelo, e era acionado por meio de um pedal.

O produto cresceu em popularidade pelo mundo desde então, principalmente a partir de 1993, quando a marca Mitsubishi Electric criou um novo tipo de secador de mãos em U.

Inovador, o modelo hoje reproduzido por muitas marcas emite sopros de ambos os lados, focando em empurrar a água fora das mãos em vez de secá-la.

O secador de mãos vale a pena?

O uso do secador de mãos é mais comum a nível comercial, em banheiros públicos e com bastante movimentação. Neste cenário, o produto se mostra muito eficiente, uma vez que promove a redução nos gastos operacionais com energia e consumo de papel toalha.

O aparelho contribui, ainda para a limpeza e organização do ambiente, uma vez que elimina o acúmulo de papel nas lixeiras e a necessidade constante de esvaziá-las. Pesquisas indicam que o secador também é mais sustentável que papel, mesmo usando energia elétrica.

De acordo com dados da fabricante de secadores World Dryer, em sua vida útil – que é em média de 10 anos – o secador emite 3 toneladas de CO2 a menos do que a produção de papel toalha, se considerados usos proporcionais das duas opções.

Vantagens
  • Redução de gastos operacionais
  • Baixa manutenção
  • Ecológica, emite menos CO2 que a produção de papel, e reduz uso do insumo
  • Grande resistência e durabilidade
Desvantagens
  • Modelos potentes podem ser caros
  • Alguns modelos podem facilitar proliferação de bactérias

Qual o melhor: Secador de mãos manual ou com sensor?

O secador de mãos ideal para banheiro é aquele que além de funcional e prático, é de fácil manutenção e higiênico. Para evitar problemas com contaminações, escolha modelos laváveis e resistentes à álcool ou produtos sanitizantes.

Alguns modelos mais antigos de secadores geraram grande polêmica após pesquisas constatarem que os aparelhos espalhavam partículas de coliformes fecais e outras bactérias presentes no banheiro. Para fugir deste risco, prefira modelos equipados com filtros ou que utilizem de raios ou luz UV para matar os germes do ambiente.

Também é importante que o secador escolhido demande o mínimo de contato físico com o usuário para seu funcionamento.

Modelos com sensor de movimento são a melhor opção pois são práticos e higiênicos, dispensando o contato das mãos do usuário com qualquer parte do aparelho no momento do uso.

Manual Com sensor de movimento
Acionamento Por meio de botões, alavancas ou pedais Por meio de sensor acionado com movimento do usuário
Eficiência Pequena, pois aparelho pode continuar a funcionar após afastamento do usuário Grande, pois o aparelho também desliga automaticamente, economizando energia
Diferencial Valores mais em conta Acionamento por sensor é mais higiênico pois dispensa toque

Quanto custa?

Os secadores de mãos podem ser encontrados por valores que variam muito de acordo com a marca e o modelo. É possível comprar os modelos mais simples a partir de R$ 300. Já os modelos mais sofisticados, com sensores de movimento e ação esterilizante ou bactericida podem custar mais de R$ 1.000.

Onde comprar?

Você pode comprar seu secador de mãos em lojas especializadas ou com oferta de produtos para decoração e construção, como a Leroy Merlin, por exemplo.

No entanto é nas plataformas online como Amazon, Mercado Livre e Americanas.com que você poderá encontrar maior diversidade de marcas e modelos do produto.

Banheiro equipado com secador de mãos em U

Secadores em U focam em soprar a água das mãos do usuário ao invés de evaporá-la. (Fonte: Edvard Nalbantjan / 123rf.com)

Critérios de Compra:Como comparar modelos de secador de mãos

Agora que você já tem bastante conhecimento sobre os secadores de mãos, seus usos e forma de funcionamento, listaremos algumas das características que você pode usar de parâmetro para comparar e reconhecer a melhor opção de secador banheiro para garantir a organização, assepsia e funcionamento de seu banheiro. São elas:

Para que não restem dúvidas no momento da compra, na sequência detalharemos cada um dos tópicos. Confira:

Potência

A potência do secador de mãos pode ser definida pela razão entre a velocidade e a vazão do ar gerados pelo aparelho, que irão influenciar diretamente no tempo de secagem do equipamento.

É importante que o secador escolhido seja eficiente e rápido, pois, em geral, as pessoas não têm muita paciência de usar o aparelho por mais de 15 segundos.

Quanto mais forte for o ar gerado pelo secador, e maior a vazão proporcionada pelo modelo, mais rápida será a secagem das mãos do usuário, portanto, mais potente é considerado o secador.

Imagem de pessoa usando secador de mãos

Modelos com filtro garantem a qualidade do ar emitido pelo secador, eliminando bactérias e protegendo o usuário. (Fonte: Vudhikul Ocharoen / 123RF)

Consumo energético

O consumo energético do secador de mão irá variar de acordo com o modelo e sua potência. A maioria dos secadores utiliza, em média, 2.200 watts de energia quando ligados, e 2 watts quando estão em stand by.

Ao secar as mãos durante 30 segundos, serão consumidos 0.018 kWh de eletricidade. Fazer isso três vezes ao dia, durante um ano, consumirá 19.71 kWh, que responde por 12 kg de emissões de dióxidos de carbono.

Mecanismos

Os mecanismos usados pelos secadores para geração de ar e/ou calor variam de acordo com o modelo e marca do produto. Alguns secadores geram o ar por meio de uma ventoinha, outros por meio de mecanismos semelhantes ao do secador de cabelos, enquanto outros usam motores.

Modelos mais potentes e profissionais utilizam turbinas. Já o mecanismo de aquecimento não está presente em todos os modelos de secador. Mas, quando utilizado, consiste em uma resistência elétrica acoplada ao soprador, que pode ser formada por fios de liga de níquel ou crômio em formato espiral, que quando aquecidos geram o calor transferido ao ar do secador.

Ativação

Os secadores de mão geralmente são ativados para funcionamento a partir de um botão ou alavanca de ativação ou de um sensor de movimento. O tipo de sensor mais comum nesses aparelhos é o infravermelho.

Produtos ativados por sensor podem ter um acréscimo de valor quando comparados aos de ativação manual, mas são considerados mais higiênicos, já que as pessoas não precisam tocar no aparelho para colocá-lo em funcionamento.

(Fonte da imagem destacada: Asawin Klabma / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.