Imagem de casa com alarme.
Ultima atualização: 29 de agosto de 2019

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

7Estudos avaliados

67Comentários coletados

Bem-vindo a mais um artigo do ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre os diferentes tipos de sensor de barreira. Você sabe para que serve? Quais são suas funções e como funcionam?

Sabemos que, infelizmente, a violência no mundo vem crescendo e estamos cada vez mais suscetíveis a invasões, furtos e bandidos. No entanto, com a evolução da tecnologia, diversos produtos vêm sendo criados para nos proteger contra esses males.

E um deles é o sensor de barreira, que pode ser um aliado na hora desses incidentes. Está à procura de um? Confira nossas dicas e saiba quais são os tipos, valores, onde encontrá-los e mais.




Primeiro, o mais importante

  • O sensor de barreira foi criado especialmente para proteger residências, escritórios e outros tipos de estabelecimento. De fácil instalação, ele é uma ótima alternativa aos outros métodos de segurança, como cercas elétricas, por exemplo.
  • Ele pode apresentar um único feixe de luz infravermelha, dois ou múltiplos e isso influenciará no grau de proteção.
  • Este produto pode ser encontrado em um grande leque de preços que variam de acordo com feixes, tamanho, marca etc. Neste Guia constam opções de R$ 60 a R$ 250.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores sensores de barreira

Precisando de algo para reforçar a segurança da sua casa, trabalho ou comércio? Uma boa alternativa são os sensores de barreira. Veja a seguir um levantamento de algumas opções.

1º – Sensor de barreira tipo cerca com 2 feixes

Este sensor de barreira da Intelbras foi projetado para oferecer proteção a áreas internas, semiabertas e externas. Possui sensores infravermelhos ativos que são ideais para uso em ambientes com grande variação climática.

Com dois feixes, eles evitam disparos indesejados mesmo com alterações de clima, são fáceis de instalar e possuem ótimo custo-benefício.

Os sensores formam uma cerca virtual de proteção que pode atingir até 100 metros de extensão, oferecendo proteção completa de todo um perímetro. Com dois canais de programação, evita a ocorrência de interferências em seu funcionamento.

2º – Sensor de alarme de barreira ativa de duplo feixe

Os sensores IVA 3070 X formam um perímetro virtual de dois feixes com até 70 metros de extensão por trecho. Quando os dois feixes são interrompidos, o sensor IVA informa automaticamente a central de alarme. Possui ainda ajuste por mira, proteção UV, ajuste fino por tensão e função tamper.

3º – Sensor de barreira infravermelho IR 160 de duplo feixe

Sensor perimetral de feixe duplo, ideal para instalação em sistemas de alarme convencionais ou monitorados, cercas elétricas para uso residencial, comercial ou industrial.

O produto exerce seu trabalho em par (transmissor e receptor), com o transmissor irradiando luz infravermelha linear (invisível a olho nu) e o receptor captando o sinal. Quando houver uma interrupção em ambos os feixes, ocorrerá o disparo do alarme.

4º – Sensor de barreira infravermelho ativo digital

Imune a interferências provocadas por centrais inversoras, este sensor é indicado para uso em sistemas de alarmes convencionais e monitorados, cercas elétricas e automatizadores de portões para uso residencial, comercial ou industrial.

Tem alinhador eletrônico incorporado sinalizado por LEDs, dois níveis de disparo (um para alarmes e outro para automatizadores de portão) e sua distância máxima entre os módulos para uso externo e interno é de até 30 metros.

Quando instalado em centrais para automação, é obrigatório o uso de fonte externa para o sensor.

Guia de Compra

A cada dia vemos mais assaltos, roubos, furtos a casas e outros crimes acontecendo. O perigo é constante e precisamos ficar sempre alertas. Uma das maneiras é instalando sensores de barreiras em residências e comércios.

Formados por feixes infravermelhos, quando detectam movimentos, disparam alarmes e avisam a central de segurança. Interessado em adquirir essa camada de proteção? Veja mais detalhes sobre o produto a seguir.

Imagem mostra um ladrão encapuzado tentando abrir uma porta com um pé de cabra.

Casas, escritórios e comércios estão sempre sujeitos a invasões. Por isso, proteja-se com os sensores de barreira. (Fonte: TheDigitalWay / Pixabay)

O que é o sensor de barreira?

Hoje em dia não há quem não tema por sua segurança. Celulares, carros, joias, bolsas... tudo está suscetível a ser roubado ou furtado. Os índices de violência sobem e isso é fato.

Mas será que existe alguma maneira de nos protegermos? Há algo que possamos fazer para nos sentirmos mais seguros? É claro que nem tudo é possível resolver e muitas coisas estão fora do nosso controle, mas algumas medidas podem ser tomadas.

Uma delas está relacionada às casas e outros estabelecimentos. A saída? Instalar sensores de barreira, que são equipamentos eletrônicos que detectam movimentos por meio da emissão de luz infravermelha.

Invisível a olho nu, quando uma pessoa – ou até mesmo um animal ou veículo – ultrapassa a barreira, um alarme é acionado. Dependendo do sensor, ele também pode enviar este aviso a alguma central de segurança previamente cadastrada.

Discreto, este acessório pode ser uma boa alternativa para quem quer proteger seu patrimônio, mas sem maiores investimentos – como um sistema de segurança elaborado ou até mesmo segurança particular, por exemplo.

Onde o sensor de barreira pode ser instalado?

Os sensores de barreiros podem ser instalados em ambientes internos, semiabertos e externos. Eles podem ser colocados tanto em tetos, quanto paredes, portões, no chão e em outras superfícies.

Este tipo de proteção costuma chamar menos atenção, por isso, é bastante indicado não só para residências, mas também para endereços comerciais, já que podem surpreender os invasores que não percebem a presença do sensor.

Além disso, nas empresas o sensor de barreira pode ser utilizado em cancelas, em aberturas de portões e portas automáticos e também em dispositivos voltados para a contagem de pessoas.

Neste vídeo, com mais de 20 mil visualizações, você aprende o passo a passo para instalar um sensor de barreira. Confira e saiba como instalar o seu.

Quais os diferentes tipos do sensor de barreira?

O aparelho eletrônico de proteção pode ser encontrado em versões variadas. O sensor de barreira pode ser de apenas um feixe, duplo ou até múltiplo. Obviamente, isso determinar o grau de segurança do aparelho.

Enquanto o sensor de barreira de um feixe é perfeito para pequenas áreas e portões, o múltiplo funciona melhor em muros e áreas abertas.

Conhecer a utilidade de cada um deles facilita na hora da escolha. Confira na tabela a seguir os principais tipos, suas características e diferenças.

Sensor com um feixe Sensor duplo feixe Sensor com múltiplos feixes
Características Mais limitado, cobrindo uma distância de cerca de 20 metros Bloco de feixes mais largo, podendo ter um alcance de 110 metros Oito sinais infravermelhos, controlados por meio de software, com alta confiabilidade e precisão
Onde é instalado Pequenas áreas, como portas e passagens de estacionamentos Em cima de muros e portões, sendo uma ótima alternativa à cerca elétrica Muros, casas, paredes e áreas abertas
Proteção Média Alta Excelente

Quais são as vantagens e desvantagens do sensor de barreira?

A principal vantagem deste produto só poderia ser: proteger sua casa, trabalho ou estabelecimento contra invasões!

Outro benefício é a que os sensores de barreira costumam ser de fácil instalação – mas é sempre mais indicado chamar profissionais qualificados para fazerem este trabalho.

Eles também são bastante versáteis, podendo ser instalados em diferentes locais, como muros, paredes, portões e cancelas, tanto em áreas internas quanto externas.

Além disso, possuem um ótimo custo benefício em relação às tradicionais cercas elétricas, por exemplo, e outros métodos de segurança.

O sensor de barreira também é uma alternativa discreta, que chama menos atenção, podendo até mesmo passar despercebido pelos invasores. A desvantagem pode estar no fato de que, dependendo do tipo do sensor, ele está limitado a proteger uma certa faixa de área e nem sempre ela é extensa.

Para você comparar as vantagens e desvantagens de maneira simplificada, veja elas na tabela abaixo.

Vantagens
  • Proteger casa, trabalho ou estabelecimento contra invasões
  • Fácil instalação
  • Versáteis, podem ser instalados em diferentes locais
  • Ótimo custo benefício em relação a outros métodos de segurança
  • Alternativa discreta, chama menos atenção
Desvantagens
  • Limitado a proteger uma certa faixa de área que nem sempre é extensa

Quanto custa?

Os preços do sensor de barreira podem variar um pouco de acordo com marca, quantidade de feixes, tipo, entre outros fatores. No geral, possuem um valor acessível e um bom custo benefício, comparado com outras formas de proteção e segurança.

No nosso Guia colocamos à disposição opções que custam entre R$ 60 e R$ 250, oferecendo sensores variados para vários tipos de bolsos.

Onde comprar?

Você encontra os vários tipos de sensores de barreira em lojas online. Lojas Americanas, Amazon brasileira e Mercado Livre são algumas das opções que comercializam o produto e o enviam para a sua casa.

Mas você também o encontra em lojas físicas de materiais de construção, como Leroy Merlin e C&C. Neste caso, você poderá contar com a ajuda de vendedores especializados para te darem as principais dicas.

E, ao comprar pela internet, verifique sempre se quem comprou gostou, deixou comentários e reviews avaliando o produto.

Imagem mostra uma porta de madeira trancada com um cadeado.

Muitas vezes, proteger somente com cadeados ou chaves não é suficiente e um sensor de barreira pode ajudar nesta questão (Fonte: Free-Photos / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar os tipos de sensor de barreira

Se você chegou até aqui, já deve ter percebido que existem alguns tipos do sensor de barreira disponíveis no mercado. Eles se diferem por algumas características e elas podem influenciar na hora da compra.

Para lhe ajudar nessa tarefa e para você escolher o melhor modelo de acordo com as suas necessidades, confira os critérios abaixo.

  • Distância de alcance
  • Quantidade de feixes
  • Local a ser instalado
  • Preço

A seguir, explicamos melhor como cada um dos critérios podem influenciar na sua aquisição.

Distância de alcance

Um dos fatores que farão você distinguir um sensor de barreira do outro é a distância de alcance da proteção

Alguns sensores cobrem uma área de 30 metros, outros de 70 metros, 100 metros, 110 metros e por aí vai. Dependendo de onde você quer colocá-lo, o tamanho do perímetro que ele vai proteger será muito importante.

Imagem de sensor em parede.

Verifique o alcance do sensor antes de comprá-lo. (Fonte: nikkytok / 123RF)

Quantidade de feixes

Como já vimos, este aparelho eletrônico é encontrado com diferentes quantidades de feixes de luz infravermelha.

Cada um deles – feixe único, duplo ou múltiplos – terá uma função e é indicado para ser usado em determinado local (dentro ou fora de casa, em portões, muros etc.).

Local a ser instalado

Quando você for escolher o sensor para proteção ideal, um critério importante a ser levado em consideração é aonde ele será instalado.

Se é para o seu portão, um tipo é mais indicado. Caso seja para ser colocado na parede, um outro modelo específico é o ideal. Leve em consideração também se ele será utilizado em ambientes internos, como garagens, ou internos.

Imagem mostra um sensor de barreira instalado em parede de tijolinhos.

O local de instalação influencia no tipo de sensor de barreira que você precisa comprar. (Fonte: Detlef Voigt / 123RF)

Preço

Este produto pode ser vendido a vários preços. O valor vai depender da marca, quantidade de feixes, qualidade do material, entre outros. Tenha em mente que um sensor mais caro poderá durar mais, portanto, valerá mais a pena a longo prazo.

No entanto, se você está precisando de algo mais momentâneo, para proteger a sua casa ou escritório de maneira mais simples, existem boas opções mais em conta que também darão conta do recado.

(Fonte da imagem destacada: Andriy Popov / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Samuel Chagas Profissional em Consertos
A vivência de Samuel com consertos em casas e estabelecimentos comerciais vem de décadas, desde quando ajudava seu pai, pedreiro, há mais de 30 anos. Seu gosto pelo assunto fez dele um profissional em consertos, e é assim que Samuel ganha a vida há 15 anos. Na internet, ele compartilha seu conhecimento sobre ferramentas e itens de segurança para casas e prédios.