Ultima atualização: 9 de julho de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

3Estudos avaliados

65Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre a nova moda entre os jovens: Skate elétrico! Uma mistura de meio de locomoção, exercício e diversão, o produto proporciona horas e horas de alegria entre crianças, adolescentes e até adultos!

Quer descobrir se vale a pena comprar um ou apenas conhecer como fazer a melhor escolha de modelo possível? Então fique conosco! Nas próximas linhas desse artigo, vamos analisar com calma tudo o que envolve o produto e te apresentar um panorama absolutamente completo sobre ele!




Primeiro, o mais importante

  • Inventados em 2013, os skates elétricos ganham cada vez mais espaço tanto como diversão, quanto como meio de transporte e locomoção.
  • Existem grandes variações em características importantes dos skates elétricos como autonomia da bateria e velocidade máxima alcançada.
  • Você deve sempre usar equipamentos de proteção ao andar de skate elétrico: Quedas e tombos são comuns e estar bem protegido é fundamental!

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de skate elétrico: Nossa opinião

É claro que para esse artigo buscamos um grande conhecimento sobre os skates elétricos disponíveis no Brasil. Vamos começar te apresentando modelos da mais alta qualidade:

Um hoverboard clássico

Os hoverboards são os skates elétricos originais, inspirados no filme “De Volta para o Futuro”. Aqui, temos um excelente modelo da Átrio, que alcança até 10 km/h, conta com bateria com autonomia de 10 km e suporta um peso máximo de 100 kg. Seguro e divertido, pode ser muito útil no dia a dia!

O skate elétrico completo

Se você quer se sentir de fato andando de skate, mas em uma versão motorizada, a melhor opção é o modelo off-road da Two Dogs! Ele é capaz até mesmo ser usado na estrada, com velocidade máxima de 35 km/h e autonomia de 25 km. Com sistema especial de freios e dois motores, é muito mais que uma simples diversão.

Para quem busca mobilidade e custo-benefício

O skate elétrico via controle remoto da Átrio tem um valor abaixo da média do mercado, mas também pode servir como meio de transporte e de diversão. Ele alcança 15 km/h e tem autonomia de 12 km, suporta subida de até 15º e é facilmente controlável. Um modelo capaz de te proporcionar incríveis novas experiências.

Guia de compra

Afinal, o que é um skate elétrico? Será que ele é realmente seguro? Serve só como diversão ou também pode ter uma utilidade real no cotidiano?

Estamos no guia de compra, o setor que irá responder a todas essas perguntas!

Imagem mostra uma criança andando de skate elétrico em uma estrada.

Skates elétricos podem ser um ótimo meio de locomoção urbana. (Fonte: Kaspars Grinvalds/ 123rf.com)

O que é um skate elétrico e para que ele serve?

O conceito básico de skate elétrico é o de uma tábua com rodas na parte debaixo que serve para locomoção e funciona de maneira motorizada. A partir daí, ele pode passar a existir em diferentes formatos ou mecanismos.

É possível encontrar modelos elétricos frontais e que funcionam via equilíbrio, caso dos hoverboards, inspirados em “De Volta para o Futuro”, e outros que simulam os skates convencionais, porém com motor e controle remoto.

Além de uma grande diversão para crianças e adolescentes, que já são fãs de skates convencionais, as versões elétricas também podem servir como meio de transporte dentro da cidade ou em estradas, como acessório para desenvolvimento de habilidades físicas e até em competições.

foco

Você sabia que o primeiro skate elétrico surgiu após um financiamento coletivo? Em 2013, o investidor norte-americano Shane Chen criou a patente do produto baseado no filme “De Volta para o Futuro” e o colocou na plataforma Kickstarter.

Rapidamente, diversas celebridades se juntaram à causa e fizeram com que não apenas o financiamento fosse um sucesso, como também as vendas explodissem logo após o lançamento.

O que diferencia um skate normal de um elétrico?

A primeira diferença entre skate normal e elétrico é óbvia: O primeiro funciona por energia gerada através da movimentação do corpo, enquanto o segundo usa um motor para a mesma finalidade.

Dessa forma, concluímos facilmente que o skate comum requer muito mais movimentos corporais e, enquanto exercício físico, é a melhor opção. O modelo elétrico também tem alguns benefícios nesse campo, mas fica longe do que é alcançado pela versão mais tradicional.

O skate elétrico, por sua vez, vence quando o assunto é mobilidade urbana. A maior parte dos modelos tem autonomia de pelo menos 10 km com a bateria totalmente carregada e permite que longos trajetos sejam feitos. Enquanto isso, a versão comum é cansativa e perigosa como meio de transporte.

Para manobras e competições, o modelo comum permite muito mais liberdade. E, claro, também tem preço muito mais baixo.

Preparamos uma tabela comparando os dois tipos:

Skate comum Skate elétrico
Movimentação Através de energia gerada pelo corpo Através de energia gerada pelo motor
Exigência física Alta: Responsável por toda a movimentação Média: Requer bastante equilíbrio
Vantagens É mais barato, permite mais manobras, é bom para o corpo Consegue ser um ótimo meio de locomoção
Custo Baixo a médio Alto

Quais as vantagens de ter um skate elétrico?

O skate elétrico tem na diversão a sua principal função. Tanto crianças, como adolescentes ou até alguns adultos, gostam muito do período que podem passar se locomovendo sobre ele, principalmente se houver uma grande área externa para isso.

Mas ele se destaca por também servir como meio de transporte. Se você dominá-lo bem, poderá usá-lo para percorrer boas distâncias dentro da cidade ou até em áreas mais isoladas, já que ele apresenta boa velocidade e autonomia de bateria suficiente.

Como muda de direção através da pressão dos pés, também é uma boa para desenvolver habilidades de equilíbrio, principalmente nos mais jovens.

Há riscos sérios de acidente com o skate elétrico. Use-o em velocidades maiores e saia na rua apenas quando já o dominar. O preço alto também pode ser uma desvantagem.

Veja na tabela abaixo vantagens e desvantagens dos skates elétricos:

Vantagens
  • Geram diversão para toda a família
  • Podem ser um bom meio de transporte
  • Ajudam a desenvolver o equilíbrio
  • Alcançam uma boa velocidade máxima
Desvantagens
  • Possuem preços bastante elevados
  • Pessoas inexperientes podem sofrer acidentes

Paara quem é indicado um skate elétrico?

Afinal, quais pessoas devem ter mais benefícios com um skate elétrico? Montamos uma pequena lista:

  • Crianças e adolescentes em busca de diversão: Comprar um skate elétrico para seus filhos tornará os dias deles muito mais alegres! É possível se divertir muito com esse produto. Até os tombos podem gerar gargalhadas!
  • Quem busca meio de transporte compacto: Mora relativamente perto do trabalho ou de outras atividades e quer um meio de transporte prático e compacto? Por que não o skate elétrico? Ele não é cansativo, nem tem preços exorbitantes. Pode fazer muito bem o papel!
  • Funcionários de supermercados e lojas: É comum que funcionários de grandes lojas ou supermercados usem patins ou segway para locomoção mais rápida. Por que não, então, skates elétricos?

Seja como diversão ou como transporte, o skate elétrico tem muito a agregar na vida das pessoas!

Como funciona um skate elétrico?

Há dois tipos principais de skates elétricos disponíveis no mercado brasileiro e eles funcionam de maneiras diferentes. Por isso, é melhor fazermos uma explicação mais completa.

Hoverboard é o nome dado ao skate elétrico frontal e sem controle remoto, baseado no filme “De Volta para o Futuro”. Nele, a pessoa fica sempre de frente para o seu caminho. As mudanças de velocidade e de direção são feitas através pela pressão dos pés na superfície do produto.

Nesse tipo de skate elétrico, é muito importante ter equilíbrio e prática para andar com eficiência. As velocidades alcançadas são mais limitadas.

Os modelos que simulam o formato dos tradicionais, por sua vez, são mais simples. Se você já andou em um skate, saberá que deve se colocar lateralmente ao caminho e como se manter sempre equilibrado.

As mudanças de velocidade e de direção são feitas por controle remoto nos skates elétricos que simulam os modelos tradicionais. Por chegarem a grandes velocidades e apresentarem maior familiaridade, são mais indicados como meio de locomoção.

É seguro andar de skate elétrico?

É comum que pessoas sofram com quedas e tombos ao andarem de skates elétricos. Uma busca simples na internet revela enormes quantidades de vídeos cômicos com compilações desses acidentes.

Sempre use equipamentos de proteção ao andar de skate elétrico.

Cair pode até fazer parte da diversão, mas a primeira coisa fundamental para a segurança é estar bem protegido. Use sempre capacete, tornozeleiras, joelheiras e outros equipamentos de proteção para evitar que um acidente seja mais grave.

Além disso, saia de casa apenas quando dominar totalmente o uso do skate elétrico. Uma queda na rua pode ser muito mais grave e ter consequências piores que uma dentro de casa. Não arrisque se não tem total confiança!

Por fim, confira se a marca selecionada é respeitada e se ela possui certificados de segurança. O mau funcionamento do skate elétrico pode causar problemas, logo, sempre prefira o que é garantido.

O uso de um skate elétrico pode ser, sim, bastante seguro, mas como percebemos requer uma série de cuidados.

Quanto custa e onde comprar um skate elétrico?

A variação de preços de skates elétricos é alta. Você começa a encontrar modelos de qualidade por volta de R$ 800, mas a segurança e os recursos vão crescendo junto com os valores. O que há de mais moderno no mercado pode sair por aproximadamente R$ 6.000.

Lojas especializadas em brinquedos, esportes ou itens de locomoção podem oferecer skates elétricos. A opção mais fácil é a compra pela internet: A Amazon brasileira vende ótimos modelos, bem como a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um skate elétrico

Quer entender mais o que diferencia modelos de skate elétrico? Não se preocupe! Chegou a hora de falarmos sobre alguns importantes critérios técnicos:

Abaixo, entramos em mais detalhes sobre cada um deles!

Facilidade de uso

Para quem você está comprando um skate elétrico? Existem pessoas que terão muito mais facilidade de andar com ele, principalmente se já possuem experiência com modelos comuns, se têm grande equilíbrio ou se são mais velhas. Tudo isso influencia no exemplar a ser adquirido!

Os skates elétricos do tipo hoverboard são um pouco mais complicados por exigirem grande equilíbrio. Crianças e pessoas com problemas de locomoção podem ter dificuldades com eles. Por isso, você sempre deve prestar atenção se o modelo escolhido é adequado para quem o usará.

Imagem mostra da cintura para baixo duas pessoas andando de skate elétrico.

Há uma boa variedade disponível de modelos de skates elétricos. (Fonte: Kirill Shashkov/ 123rf.com)

Confiabilidade

Alguns problemas com skates elétricos foram reportados nos últimos anos. Recentemente, modelos importados da China em um mesmo lote pegaram fogo. É comum que acha superaquecimento quando a marca não é de confiança.

Escolha um skate elétrico de uma marca conhecida.

Se você vai investir um dinheiro considerável em um skate elétrico, não corra riscos: Opte por uma marca conhecida, com fácil acesso caso haja necessidade de reclamações e com certificados de segurança mais do que claros.

Skates elétricos ainda são muito novos, com os primeiros lançados apenas em 2013. Quando o mercado ainda engatinha, não há como saber quais são as marcas bem intencionadas e quais levam riscos aos usuários!

Assistência técnica e garantia

Da mesma forma, não se entende totalmente quais são os potenciais problemas dos skates elétricos, principalmente após alguns anos de uso. Mais um motivo para que você escolha uma marca conhecida e que tenha uma ampla rede de assistência técnica espalhada pelo Brasil.

Nós recomendamos que você pesquisa a fundo sobre a marca do modelo escolhido, conheça o quão bom é o seu suporte e exija uma garantia do fabricante. Assim, poderá se sentir totalmente seguro e se divertir com o seu skate elétrico!

Velocidade máxima e autonomia da bateria

Qual é o uso que você dará ao skate elétrico? Ela apenas será uma diversão dentro de casa ou um meio de locomoção que te levará pela cidade?

No caso da segunda opção, não há como usar um modelo que ande no máximo a 10 km por hora, já que o tempo para chegar a qualquer lugar será enorme. A autonomia da bateria também precisará ser superior, evitando riscos de descarga no meio do caminho.

Já há modelos que alcançam até 35 km/h. Você pode escolhê-los se pretende que o skate elétrico te leve aos lugares pela cidade. Já no espectro contrário, aqueles com velocidades mais baixas são melhores para crianças e adolescentes.

(Fonte da imagem destacada: EliasSch / Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.