Imagem mostra um soprador térmico sendo usado para remover pintura de uma parede.
Ultima atualização: 8 de abril de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

22Horas investidas

6Estudos avaliados

73Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Pensando em comprar um soprador térmico? Sem dúvida, é uma boa ideia ter essa ferramenta que é tão versátil. Nesse texto, vamos falar mais sobre ela e apresentar tudo que é importante na hora de fazer a sua escolha de modelo.

Fica cada vez mais comum o uso dos sopradores térmicos. Isso acontece porque essa ferramenta, que tanto se parece com um secador de cabelo, apresenta uma versatilidade incrível. Ela tem vários usos em diversas áreas.

Mas afinal, será que ele é o que você procura? Dentre tantos usos, algum é o que você precisa na sua área profissional? Falaremos sobre todas essas possíveis utilidades, apresentaremos alguns modelos de qualidade e tiraremos todas as suas dúvidas!




Primeiro, o mais importante

  • O soprador térmico é uma ferramenta muito eficiente e versátil. Pode ser usado nas áreas automotiva, de encanamento, artesanato, para serviços domésticos, entre muitos outros. É preciso apenas ter os bocais adequados.
  • Por lidar com temperaturas muito altas, quase sempre acima dos 300 graus Celsius, é necessário sempre seguir as regras de segurança. Use roupas de proteção ao manuseá-lo e evite a proximidade com materiais inflamáveis.
  • O valor pode variar de R$ 70 e R$ 600, mas quase todos os modelos podem exercer as funcionalidades oferecidas pela ferramenta. Questões como itens extras, potência e marca dão margem para essa diferença.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de soprador térmico: Nossas recomendações

Muitas marcas famosas de ferramentas produzem secadores térmicos. Dessa forma, temos modelos de incrível qualidade no mercado brasileiro. Escolhemos as que se destacam para apresentar. Na lista abaixo, demonstramos quais são esses modelos nos quais você deve ficar de olho:

Soprador térmico Gamma Ferramentas

Um soprador térmico clássico, com todas as possíveis qualidades esperadas nessa ferramenta. Pode ser usado para secar pintura de veículos, descongelar água em canos, artesanato, solda, remoção de pinturas e muito mais.

A regulagem de temperatura vai entre 350 e 500 graus Celsius. O fluxo de ar quente pode ser selecionado entre 250 e 500 litros por minuto. A potência é de 1500 W e é oferecida uma garantia de 12 meses.

Soprador térmico 1500 W Black & Decker

A Black & Decker é uma das marcas mais tradicionais de ferramentas e traz o nome dos inventores da furadeira. Nesse soprador térmico, praticidade e potência se unem de maneira excelente.

A regulagem de temperatura varia entre 400 e 540 graus Celsius e a potência é de 1500 W. É recomendado para trabalhos como remoção de pinturas e verniz, retirada de porcas e parafusos enferrujados, entre tantos outros.

Soprador térmico 2000 W DeWalt

Esse soprador da DeWalt, outra conhecida marca de ferramentas, traz uma gama ainda maior de uso. Isso acontece porque a sua temperatura pode ser ajustada de forma bastante ampla, indo de 50 até 600 graus Celsius.

Com potência de 2000 W, faz praticamente qualquer trabalho com muita facilidade. Traz uma proteção extra contra sobrecarga, o que aumenta sua segurança, e tem uma ergonomia que deixa seu manuseio mais fácil do que o normal.

Soprador térmico Vonder STV 1500N

O custo-benefício desse modelo da Vonder é excelente. Contendo todos os certificados de segurança, pode ser empregado em variados trabalhos sem que tenha qualquer perda de qualidade.

É possível regular a sua temperatura em 300 ou 500 graus Celsius. Acompanha quatro bocais, que podem ser usados de acordo com o direcionamento necessário. O formato de pistola também facilita o seu uso. A potência é de 1500 W.

Guia de Compra

Já citamos muitas vezes que o soprador térmico é incrivelmente versátil. Mas quais são todos esses trabalhos que podem ser realizados com ele? E como é o manuseio ideal? É hora de conhecer melhor essa ferramenta tão útil!

Imagem mostra um homem sentado efetuando reparos em um automóvel.

Um dos muitos usos do soprador térmico é na secagem da pintura de automóveis. (Fonte: Fancycrave.com / Pexels)

O que é um soprador térmico?

Já citamos que o soprador térmico se parece muito fisicamente com um secador de cabelo. Mas não para por aí: o funcionamento também é similar. Um soprador térmico é uma ferramenta que expele ar quente em temperaturas altíssimas para conseguir realizar seu serviço.

Essa temperatura pode variar entre algo como 300 e 500 graus Celsius. Normalmente, haverá um botão para ajustar esse valor. Outro fator ajustável é a velocidade, ou fluxo de ar, que é medida em litros por segundo. Essa variação também vai depender do tipo de serviço que está sendo realizado.

Óbvio que, por essa altíssima temperatura, ele jamais será usado em seu cabelo, pele, ou qualquer outra parte do corpo humano. E também requer algumas medidas de segurança, como luva e roupas de proteção, além de ser mantido longe de materiais inflamáveis.

Lembre-se de nunca tocar no bocal do secador em funcionamento e de esperar por cerca de 20 minutos para que ele esfrie para armazená-lo após o uso.

foco

O nome em português, soprador térmico, parece um pouco genérico. Ele é bastante diferente de como essa ferramenta se chama em inglês: heat gun, ou arma de calor.

Esse nome faz sentido pelo formato do soprador térmico que, de fato, lembra uma pistola. E em outras línguas, pode acontecer até mesmo uma mistura dessas nomenclaturas, como no caso do italiano: “pistola térmica”.

Quais as utilidades de um soprador térmico?

Para que você possa entender toda a versatilidade dessa ferramenta, fizemos uma lista com as áreas nas quais ela pode ser utilizada e as suas respectivas aplicações:

  • Área automotiva: Secagem rápida de pintura, aplicação de insulfilm;
  • Área eletrônica: Remoção de circuitos, remoção de peças soldadas, aplicação de termoencolhíveis;
  • Área de escritório: Aplicação e remoção de adesivos e plásticos;
  • Área de encanamento: Descongelamento de água dentro de canos, moldagem de canos, pré-aquecimento de peças;
  • Área doméstica: Remoção de tinta em paredes, portas, janelas, retiradas de parafusos e porcas enferrujados, entre outros;
  • Artesanato: Remoção de cola, trabalhos de artesanato em plástico, soldagem de plástico.

Esses são os usos mais comuns de um soprador térmico. Percebeu o quanto ele é, de fato, versátil? Em qualquer uma dessas áreas que você precise efetuar serviços, ele será uma mão na roda.

Quais as diferenças dos bocais de soprador térmico?

Para realizar tantos trabalhos diferentes, é preciso fazer algumas adaptações no seu soprador térmico. A mais importante delas é a troca do bocal.

Existem cinco tipos básicos de bocais para sopradores térmicos: redondos, chatos, em formato de garras, espátula e soldador. Cada um tem as suas próprias especialidades.

Alguns modelos de soprador já vêm com um kit de bocais, outros a compra precisa ser feita separadamente. Esse pode ser um fator importante na hora da sua aquisição, caso você queira dar a ele mais de um tipo de serviço e fazer um pouco de economia.

Na tabela abaixo, mostramos as serventias de cada tipo de bocal:

Tipo de bocal Uso recomendado
Bocal redondo Colar e descolar materiais, descongelar anos, secar tintas e vernizes, fechar embalagens
Bocal chato Aplicação de materiais colantes, aplicação de insulfilm, plastificação, adesivação
Bocal em formato de garra Soltar parafusos e porcas enferrujados, modelar objetos que tenham sido entortados
Bocal espátula Retirada de verniz e tintas, remoção de pisos, remoção de carpetes
Bocal soldados Soldas em plásticos diversos

Vale lembrar também que pode haver variação nos tamanhos dos bocais de acordo com o serviço. Por exemplo, no tipo espátula, a retirada de tintas pede um menor, mas para remover materiais mais complexos, como pisos ou carpetes, será necessário um maior.

Quanto custa?

São alguns os fatores que influenciam no valor de um soprador térmico. A marca, a potência, as temperaturas alcançadas e os itens extras são os principais deles.

É possível encontrar modelos que ficam um pouco abaixo dos R$ 100. Se eles forem de marcas confiáveis, pode ser um excelente negócio para usos mais simples. Por outro lado, alguns bem mais complexos e repletos de funcionalidades podem chegar quase a R$ 600.

Imagem de soprador ligado.

Um dos muitos usos do soprador térmico é na área de construção. (Fonte: parilovv / 123rf)

Onde comprar?

As grandes redes de lojas de materiais de construção são as melhores opções. Vão oferecer um grande número de modelos e preços para todos os bolsos. Podemos citar lojas como Telhanorte, C&C e Dicicco como exemplos.

Caso você prefira comprar pela Internet, a nossa recomendação é a Amazon brasileira. Depois, o Mercado Livre e os sites dessas próprias lojas citadas acima não ficam atrás, bem como os e-commerces especializados em ferramentas.

Critérios de compra: O que considerar ao comprar o seu soprador térmico

Existem algumas outras características que são importantes na hora de comprar o seu soprador elétrico. Listamos a seguir algumas delas:

  • Potência
  • Fluxo de ar
  • Segurança
  • Voltagem
  • Itens extras

Vamos explicar os porquês de cada uma delas ser importante:

Potência

A potência dos principais modelos de soprador térmico no mercado brasileiro varia entre 1500 W e 2200 W. Como é de se imaginar, quanto maior, mais eficiência em determinados serviços.

Quando o uso for mais ligado à precisão do que à velocidade e força, esse número não fará tanta diferença. Uma potência maior também tem sua desvantagem, que é o maior consumo de energia elétrica. Portanto, a escolha depende da aplicação da ferramenta.

Fluxo de ar

Existe uma relação bastante próxima entre a potência e o fluxo de ar dos sopradores. Normalmente, ele é ajustável, e essa é a diferença. Você pode optar, normalmente, por números entre 250 e 500 litros por minuto.

A questão aqui é a mesma que citamos na potência: você quer maior velocidade ou maior precisão e cuidado no que está fazendo? Se for a segunda opção, não será necessário adquirir uma ferramenta capaz de atingir números muitos altos nesse quesito.

Segurança

Como já citamos, o soprador térmico é uma ferramenta que requer muitos cuidados. Por lidar com temperaturas altíssimas, pode gerar acidentes graves se for usado de maneira incorreta ou se não for particularmente seguro.

Preste atenção se o modelo escolhido cumpre com todas as normas de segurança. Além disso, há alguns que trazem adicionais, como desligamento automático em caso de superaquecimento. Isso pode vir a ser bastante útil.

Imagem mostra mãos segurando soprador térmico e espátula para reparo em uma janela.

Por lidar com temperaturas altíssimas, é importante usar materiais de segurança no manuseio do soprador térmico. (Fonte: kalachevstudio / 123rf)

Voltagem

É muito rara a existência de sopradores térmicos bivolt. É importante que você saiba qual é a voltagem usada na sua cidade, se 110 ou 220 volts, para escolher o modelo correto.

Se você usar uma ferramenta 110 volts em uma cidade com voltagem 220, ela queimará. Se o erro for o contrário, a situação é bem menos drástica: apenas não será possível fazer com que o soprador funcione.

Itens extras

Já citamos que alguns sopradores trazem um conjunto de bocais que geram economia no longo prazo. Mas não é só isso: existem algumas outras coisas que podem vir junto com a ferramenta que facilitarão a sua vida.

O principal exemplo é a maleta protetora. Ela ajudará muito na proteção e na durabilidade da sua ferramenta, que não pegará poeira, terá menos chances de sofrer quedas e, além disso, será armazenada e transportada de forma segura.

(Fonte da imagem destacada: kalachevstudio / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.