Imagem mostra mãos masculinas perto de um laptop segurando um SSD. Sobre a mesa há uma caneta, planta e xícara de café.
Ultima atualização: 26 de outubro de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

22Horas investidas

7Estudos avaliados

75Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil, seu Guia de Compra mais completo da internet! Se você mexe com computadores, com muitos arquivos, programas, documentos e fotos, você com certeza já ouviu falar do SSD externo.

Pois este será o assunto do artigo de hoje e aqui vamos esclarecer as suas principais dúvidas sobre essa memória flash de alta capacidade. Semelhantes ao pendrive, o SSD não contém componentes mecânicos, o que entrega maior velocidade na hora das operações.

Este produto assemelha-se também ao HD convencional, no entanto, ele é bem mais leve, menor e resistente. Para saber qual a melhor opção para você, veja no nosso Guia alguns modelos, preços, onde comprá-los e as principais vantagens e desvantagens.




Primeiro, o mais importante

  • O SSD nada mais é do que uma evolução dos HDs convencionais, armazenando uma série de programas e arquivos. No entanto, ele não contém peças móveis, o que o torna mais leve, prático e bem mais rápido.
  • O dispositivo pode ser encontrado tanto na forma interna, para ser introduzido dentro do computador, ou na externa, tornando-o um aparelho portátil.
  • Este é um produto mais caro por ser mais sofisticado, mas você o encontra em uma boa variedade de preços. Neste Guia listamos SSDs externos de R$ 500 e R$ 900.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores SSD externos

O SSD externo surgiu como uma alternativa interessante em relação aos pesados HDs. Se você está interessado em adquirir um para ter mais velocidade e praticidade, confira nossas dicas a seguir.

1º – SSD externo T5 da Samsung

Com 250 GB de capacidade de armazenamento, este SSD externo possui as últimas tecnologias de memória flash Samsung V-NAND. Tem design portátil, velocidades de transferência rápidas de até 540 MB por segundo, resistência ao choque e criptografia segura.

Sem peças móveis, oferece proteção completa de dados de dentro para fora e é encontrado em dois acabamentos de alumínio distinto: um azul atraente para modelos de 250 GB e 500 GB e um preto profundo para modelos de 1 TB e 2 TB.

2º – SSD externo portátil SanDisk Extreme

Este SSD reforçado oferece transferências de alta velocidade de leitura de até 550 MB por segundo. Isso faz com que ele seja perfeito para salvar e editar fotos e vídeos de alta resolução.

Com uma classificação ip55, também é resistente à chuva, respingos, derramamentos e poeira. Entrega transferências de alto desempenho e permite baixar arquivos rapidamente.

É ainda compatível com Windows e Mac, tem design compacto de bolso e resiste a choques de até 1.500 g e a vibrações.

3º – SSD externo Samsung EVO 860

Especialmente concebido para PCs e computadores portáteis convencionais, é equipado com a tecnologia V-NAND e com um controlador baseado num algoritmo robusto.

Este SSD é rápido e está disponível em diferentes capacidades. As velocidades são mais constantes, mesmo com altos volumes de processos e tarefas simultâneas.

Com leitura e escrita sequencial, atinge velocidades de 550/520 MB por meio da tecnologia inteligente TurboWrite. O tamanho da memória dedicado ao Turbowrite foi de 12 GB para 78 GB para transferir arquivos rapidamente.

4º – SSD externo Colorful SL500

O SSD Colorful SL500 proporciona desempenho otimizado para usuários que precisam de dados com agilidade e confiabilidade. Ele é impulsionado por uma controladora SMI com memórias 3D NAND, que oferecem velocidades acima de 400 MB por segundo para leitura e 400 MB para gravação.

Este SSD permite ainda inicialização e encerramento visivelmente mais rápidos, resposta mais rápida de aplicativos e transferência de dados no mínimo três vezes mais veloz que um HD convencional.

Guia de Compra

A tecnologia está avançando cada vez mais e vemos o reflexo disso no nosso dia a dia. Os processos relacionados a computadores e à guarda de documentos estão avançados e novas ferramentas estão surgindo para nos ajudar.

Uma delas é o SSD, um tipo de memória em flash de alta velocidade e capacidade. Ele pode ser encontrado tanto na forma interna, quanto na externa, como apresentamos neste guia. Não deixe de conferir!

Imagem mostra uma mesa com computadores e cinco mãos se encontrando.

Quem trabalha com computadores e muitos arquivos precisa de uma memória flash de alta velocidade como o SSD. (Fonte: rawpixel / Pixabay)

O que é o SSD externo?

Quem mexe com informática e está por dentro das novas tecnologias com certeza sabe o que é um SSD externo. Mas sabemos que este é um produto relativamente novo e ainda pode trazer uma série de dúvidas.

O SSD – do inglês Solid State Drive (unidade de estado sólido) – é um tipo de armazenamento que nada mais é do que a evolução dos HDs. No entanto, o SSD é muito mais rápido, as capacidades de armazenamento são grandes e as velocidades de transferências são altas.

Este produto acaba sendo muito mais prático do que os discos rígidos tradicionais, já que são mais leves, portáteis e não possuem partes móveis, o que possibilita essa alta velocidade de operação e transferência.

O modelo externo acaba sendo uma maneira interessante para levar os seus arquivos pesados para qualquer lugar, pois é portátil e basta conectá-lo na entrada USB do computador.

Quais são as principais diferenças de um SSD externo e um HD tradicional?

Você com certeza já sabe que o SSD é um dispositivo mais avançado que o HD, mas que mesmo assim são produtos similares, certo?

No entanto, por ser uma evolução do disco rígido convencional, ele acaba saindo na frente em uma série de características. Confira a tabela a seguir com algumas das principais diferenças entre esses dois tipos de armazenamento.

SSD HD
Armazenamento Armazena os dados em memórias flash Armazena os dados em discos móveis
Durabilidade Vida útil menor, pois cada gravação gasta cédula, diminuindo sua capacidade de segurar cargas elétricas Apesar de menos resistente fisicamente, dura por mais tempo, caso não tenha defeitos de fabricação
Preço Mais caro Mais em conta

O SSD é um tipo de armazenamento mais prático, leve, resistente e rápido do que os tradicionais discos rígidos. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados e alguns fatores devem ser levados em conta.

Apesar de apresentar uma velocidade maior, por não precisar executar peças mecânicas móveis, o SSD externo precisa ter uma boa conexão de entrada para funcionar corretamente e de maneira rápida.

Alguns computadores mais antigos possuem entradas USB mais lentas e isso acaba prejudicando e diminuindo a capacidade de funcionamento do SSD. Para que ele funcione perfeitamente, o ideal é que a conexão seja USB tipo C ou Thunderbolt 3.

Fique atento também ao fato de que não é necessário desfragmentar um SSD. Até é possível fazê-lo, mas você gastará ciclos de escrita à toa e diminuirá sua vida útil.

Neste vídeo, do canal Vlog de TI você pode aprender no que o HD e o SSD se diferem. Confira!

Quais são as vantagens e desvantagens do SSD externo?

O fato de não possuir partes móveis traz uma série de vantagens ao SSD externo. Uma delas é que ele é bastante silencioso, já que não precisa ficar movendo cabeças.

Isto também garante taxas de transferências maiores, uma vez que não é necessário que discos fiquem girando a velocidades altíssimas dentro do dispositivo.

Outra vantagem é que ele acaba sendo mais resistente e robusto contra quedas, justamente por não ter milhares de peças móveis em seu interior que podem ser danificadas.

O ponto negativo fica por conta do preço: o SSD é bem mais caro que um HD convencional. No entanto, este acaba sendo um bom custo benefício a longo prazo.

Veja na tabela a seguir todos esses pontos mencionados acima e saiba se vale a pena ou não investir neste produto.

Vantagens
  • Silencioso, já que não precisa mover cabeças
  • Taxas de transferência altas
  • Mais resistente e robusto contra quedas
Desvantagens
  • Bem mais caro que um HD convencional

Quanto custa?

O SSD externo é um produto geralmente mais caro devido às suas características, funcionalidades e tecnologia.

Neste guia colocamos à disposição o dispositivo de memória flash que varia entre R$ 500 e R$ 900.

Onde comprar?

Este é um produto facilmente encontrado em diversos lugares. O mais indicado é optar pela comodidade de comprar em lojas online, como a Amazon brasileira, no Submarino e no Mercado Livre.

Se preferir ver o SSD pessoalmente e receber dicas dos vendedores, você pode visitar lojas de eletrônicos, como a Fast Shop, e até mesmo as de marca própria, como Samsung e Dell.

Lembre-se sempre de se certificar que o produto é original e confira os comentários na internet de quem já comprou o dispositivo em questão.

Imagem mostra um SSD externo, três cartões de memória e um pendrive.

O SSD externo é uma alternativa entre pendrives e cartões de memória. (Fonte: Photo Mix / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar as diferentes opções de SSD externo

Escolher um SSD externo pode ser uma tarefa um pouco complicada com tantas opções disponíveis no mercado. Mas existem alguns critérios que podem lhe ajudar nesta escolha.

Confira abaixo os principais pontos para serem levados em consideração na hora da compra do seus SSD ideal.

  • Capacidade
  • Tamanho
  • Velocidade de transferência
  • Preço

Abaixo explicamos detalhadamente o que cada critério de compra significa. Com estas dicas a escolha pelo SSD externo ideal para você com certeza será mais fácil!

Capacidade

A capacidade de armazenamento do seu SSD é um fator importante a ser levado em consideração. Afinal, ele está diretamente ligado à quantidade de arquivos que você precisa guardar e manusear.

Estes dispositivos costumam ter uma capacidade que varia entre 120 GB e 2 T. Por isso, o armazenamento vai variar de acordo com as suas necessidades. Se você for utilizar muitos programas, fotos e vídeos pesados, é mais interessante que a capacidade seja maior.

Mas se você for mexer mais com trabalhos de leitura e escrita, por exemplo, uma capacidade mais modesta dará conta do recado.

Tamanho

Como o SSD externo acaba sendo um dispositivo portátil, o tamanho dele é uma característica interessante para ser levada em conta.

A sua escolha vai variar se você precisa de um produto pequeno e compacto para levar a diferentes lugares ou se pode comprar um mais robusto, maior e mais pesado e que não será carregado por aí.

Mas o interessante é que o SSD por si só já é um dispositivo muito mais leve e menor do que um HD convencional, então o fator peso não será o principal determinante.

Velocidade de transferência

Já explicamos por aqui que o SSD não possui peças mecânicas e isso oferece melhor desempenho na transferência de dados e uma taxa de operação muito maior.

Os modelos de SSD possuem diferentes características quanto às operações de leitura e gravação. Ao pesquisar o seu, verifique as informações sobre as transferências.

Alguns chegam, por exemplo, a 555 MB por segundo de leitura e 520 MB por segundo de escrita.

Imagem mostra um SSD externo conectado em um computador.

O SSD externo é um dispositivo prático e portátil para guardar arquivos. (Fonte: Adata / Amazon)

Preço

Por este ser um produto mais caro, o preço acaba influenciando no momento da compra. Isso porque você encontra SSDs externos de diferentes valores, que estarão ligados diretamente às capacidades e qualidade.

É possível comprar um dispositivo mais em conta, mas saiba que ele oferecerá menos recursos do que um mais caro. Pense no custo benefício e se a sua escolha valerá a pena em longo prazo.

Mas saiba que opções não faltam e o SSD externo perfeito para você está por aí lhe esperando!

(Fonte da imagem destacada: baloon111 / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?