SSD preto visto de perto.
Ultima atualização: 9 de abril de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

21Horas investidas

7Estudos avaliados

73Comentários coletados

Muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. A partir de agora, você vai ficar sabendo quais são os melhores modelos de unidade de armazenamento SSD disponíveis no mercado. Vamos explicar quais são as diferenças entre os principais produtos e o que você deve prestar atenção antes de fechar a sua compra.

Documentos, planilhas, vídeos, jogos, fotos e programas variados, com certeza, aí no seu computador ou notebook, existem centenas ou milhares de arquivos como esses. Todos eles ocupam muito espaço na memória do seu computador.

O SSD é a evolução dos antigos e já conhecidos HDs. A função é a mesma: armazenar os dados do seu computador para que eles possam ser recuperados depois. Mas com o SSD, a velocidade com que isso é feito é maior.

Então, continue lendo para conhecer todas as vantagens dessa tecnologia. Assim, você pode escolher a que melhor se adapta as suas necessidades.




Primeiro, o mais importante

  • Unidades SSD são mais silenciosas e rápidas do quem um HD. Esse tipo de memória tem mais resistência a impactos e quedas.
  • Em relação a unidade HD, a capacidade de uma memória SSD é menor. Nós vamos comparar todas as diferenças entre eles.
  • Os preços podem variar entre R$ 200 e R$ 700. Os mais acessíveis são os de menor capacidade.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de SSD: Nossos favoritos

O seu computador não responde aos seus comandos tão rápido quanto você gostaria? O SSD pode ajudar nessa questão. Você vai entender o motivo ao longo desse guia, por agora, confira a lista dos melhores SSDs do mercado:

SSD SanDisk 240GB

O disco de memória da Sandisk proporciona velocidade de leitura e escrita de até 530 MB por segundo. Com isso, o desempenho será até 20 vezes superior ao do disco rígido antigo do seu computador.

Essa unidade de memória é recomendada para todas as cargas típicas de trabalho de um computador. Serão beneficiadas ações como a navegação na internet, o uso de programas de escritório, jogos e softwares de reprodução de áudio e vídeo.

Um diferencial desse produto é a existência do software Sandisk SSD Dashboard. Ele fornece ferramentas que monitoram o desempenho do sistema operacional e oferecem recursos de segurança. Além da versão com 240 GB, possui opções com 120 e 480 GB de capacidade.

SSD Kingston 240GB

O equipamento da Kingston promete uma longa vida útil, cerca de um milhão de horas. Entre as ações que ficarão mais rápidas em comparação com discos rígidos estão: a inicialização, o carregamento e a transferência de dados. O aumento de velocidade chega a 10 vezes.

O disco SSD tem 240 GB de capacidade e pode ser usada para revitalizar máquinas antigas, sejam elas desktops ou notebooks. Além dessa versão, possui opções com 120 e 480 GB de capacidade.

SSD 240GB – Western Digital Green

A memória SSD da WD Green é considerado uma das unidades que possuem o menor consumo de energia entre os produtos desta categoria. Isso é um ponto positivo, pois com menor uso de energia, um notebook pode funcionar por mais tempo.

Conta ainda com os softwares WD SSD Dashboard e Acronis. Eles são capazes de monitorar a integridade do disco e copiar unidades.

SSD 250GB – SAMSUNG

O principal destaque dessa unidade de memória da Samsung é a velocidade de leitura que pode chegar a 3400 MB/s e a de gravação sequencia, que atinge 1500 MB/s.

Traduzindo esses valores, isso significa que o fluxo de trabalho com gráficos e jogos de ponta será facilitado. Com o software Samsung Magician, é possível manter o SSD atualizado, além de monitorar a velocidade e melhor o desempenho do computador.

SSD 240GB – Galax

Esse disco de armazenamento da Galax foi desenvolvido principalmente para o público gamer. Isso porque ele fornece velocidades de leitura e gravação altas, em torno de 500 MB/s cada uma.

Funciona adequadamente tanto com placas mãe com interface SATA 3 como com a SATA 2. Portanto até mesmo computadores mais antigos poderão ser beneficiados.

Guia de Compra

Aumentar a capacidade de armazenamento do computador beneficia a máquina em muitas questões. Uma delas é o tempo de resposta aos seus comandos.

Se você quer aprender todos os detalhes sobre um SSD, continue com a gente até o fim. Dessa forma, estamos certos de que você saberá escolher pelo seu modelo.

Homem segurando um SSD, ao fundo tem um notebook, uma planta, uma caneta, uma xícara de café e outros objetos sobre a mesa.

O SSD é tem a mesma função de HD, mas funciona de forma diferente. (Fonte: baloon111 / 123RF)

O que é um SSD?

Quando falamos de capacidade de armazenamento, tocamos em um tema fundamental. Afinal, aqueles vídeos de uma viagem especial ou todos aqueles trabalhos de faculdade não podem ser descartados.

São muitas as formas de armazenar os arquivos do seu computador ou notebook. Existem os pen-drives, DVDs e HDs externos que são formas de armazenamento fora da máquina.

Mas quando o armazenamento é interno, o que há de mais atual é o SSD. Computadores com essa memória têm mais velocidade na hora de abrir programas e arquivos.

SSD é uma sigla que se refere ao termo em inglês Solid State Drive, Unidade de Estado Sólido, em português. Trata-se de um disco de armazenamento que tem a mesma função de um HD.

Quais as diferenças entre um HD e SSD?

Apesar de terem a mesma finalidade, SSD e HD são bem diferentes no funcionamento. Tecnicamente falando, o SSD faz o armazenamento de dados graças a um circuito integrado semicondutor. Outros sistemas utilizam tecnologias magnéticas ou óticas.

Sem partes móveis, o funcionamento da memória SSD é silencioso. Ele é produzido em torno de dois componentes que são: o controlador e a memória flash.

A unidade de disco não possui partes internas móveis, o que faz com que o funcionamento seja extremamente silencioso, quando comparada com a unidade HD.

A forma como as informações são gravadas também traz vantagens a esse hardware. Como se trata de uma memória flash, as informações são registradas via cargas elétricas.

Dessa forma, a velocidade de leitura é muito maior do que uma unidade de HD. Quem está acostumado a usar um disco rígido pode notar mudanças importantes quando migra para a tecnologia SSD.

A performance de uma máquina que conta com esse tipo de disco de armazenamento é bem melhor. Caso o Windows, por exemplo, seja instalado em uma unidade dessas, o sistema será iniciado rapidamente.

A agilidade do SSD também será notada na hora de abrir arquivos e programas. Os fabricantes dessas memórias dizem que a velocidade é ampliada em 10 ou até 20 vezes.

Com essas unidades, o computador vai consumir menor energia e também será possível trabalhar com temperaturas mais elevadas.

Outra vantagem que merece destaque é a resistência desses hardwares. Eles suportam choques físicos e impactos. No caso de notebooks, por exemplo, isso é fundamental, para evitar perdas em eventuais quedas. Veja na tabela abaixo a comparação entre as unidades SSD e HD.

SSD HD
Velocidade Mais velocidade de leitura e gravação Menor velocidade de leitura e gravação
Resisência Mais resistente a impactos Menos resistente a impactos
Barulho Silencioso Faz mais barulho
Capacidade Capacidade menor de armazenamento Maior capacidade de armazenamento
Custo Preços mais caros Preços mais baixos

O que devo saber sobre a capacidade do SSD?

Como vimos são várias as vantagens do SSD em relação à unidade HD. De fato, muitos especialistas consideram que uma é a evolução da outra.

Quem está avaliando a compra de um produto como esse, no entanto, deve ficar atento a alguns pontos. A capacidade de armazenamento das unidades SSD tem crescido nos últimos tempos.

Hoje, já é possível encontrar modelos com capacidade variando entre 120 e 1 TB de capacidade. Os mais comuns e com preços acessíveis têm em torno de 240 GB.

Isso ocorre porque os SSDs atuais utilizam uma tecnologia conhecida como Multi-Level Cell (MLC), que é capaz de armazenar no máximo dois bits por célula.

Se formos comparar com os discos HD, podemos perceber que, com o mesmo valor, é possível comprar um produto com capacidade bem maior. Modelos com até 4 TB têm preços competitivos.

Assim, quem precisa de muito armazenamento, deve avaliar se a capacidade dos discos SSD será suficiente para as suas necessidades.

foco

Você sabia que com 240 GB de capacidade você pode armazenar 12 horas de vídeos em 4k ou 33 horas na resolução Full HD? Essa capacidade ainda é suficiente para 15 mil músicas e 7 mil fotos em alta definição

Qual a vida útil de um SSD?

A vida útil de uma unidade de armazenamento SSD é limitada. É que essa tecnologia leva em conta os ciclos de escrita. A cada gravação realizada, o SSD gasta suas células, o que acaba retirando um pouco da capacidade de manter as cargas elétricas. Depois de uma certa quantidade de gravações, a célula para de funcionar.

Apesar disso, não há motivos para descartar a compra desse equipamento. É que apesar de existir uma limitação, a vida útil é longa.

Cada SSD possui uma espécie de distribuidor de uso. A função dele é evitar que as mesmas partes da memória sejam utilizadas muitas vezes. Ou seja, assim que um novo arquivo é criado ou modificado, esse distribuidor procura alguma área que seja menos utilizada.

Em geral, os fabricantes estimam a vida útil de até 10 anos com uso intenso. Mas há a possibilidade desse prazo ser até maior.

A vida útil dessas unidades é medida em TBW ou terabytes gravados. Unidades com até 1 TB de capacidade costumam possuir uma vida útil entre 75 e 150 TBW. Para ajudar no acompanhamento dessa vida útil, os fabricantes disponibilizam softwares que fazem a medição.

Vantagens
  • Velocidade maior para iniciar e fechar arquivos, programas e o sistema operacional
  • Não produz ruídos
  • Mais resistente
  • Menos gasto de energia
Desvantagens
  • Vida útil menor
  • Menos espaço de armazenamento
  • Preço mais alto

Quanto custa e onde comprar um SSD?

As unidades de disco SSD custam entre R$ 250 e R$ 700, com capacidade para 240 GB. O preço desse produto pode variar de acordo com a capacidade suportada. Quanto mais GB de capacidade, maior o preço.

Outros pontos que podem influenciar são: velocidade de leitura e gravação, softwares que acompanham, compatibilidade com outras tecnologias.

O principal ponto de venda desse tipo de equipamento é a internet. Há opções em todas as grandes lojas do varejo. As principais opções são Amazon, Submarino, Shoptime e Lojas Americanas.

Fora da internet, o aparelho pode ser encontrado em lojas especializadas em artigos de informática e eletroeletrônicos.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de SSD

Na hora de comprar um produto, é importante analisar todos os detalhes. Tudo isso para você fazer o melhor uso do seu dinheiro. Então, quando você for escolher qual SSD vai levar para casa, leve em conta os seguintes pontos.

Abaixo, vamos falar um pouco de cada um deles na sequência.

Capacidade

A maioria das unidades de disco do tipo SSD tem uma capacidade que varia entre 120 a 1 TB. Você até pode encontrar modelos com maior capacidade, mas certamente serão bem caros.

Em comparação com as unidades HD, a capacidade das SSD é menor. Então se você vai fazer a migração de uma para outra, talvez tenha que abrir mão de parte dos seus arquivos, caso você já ocupe muita memória.

Procure comprar uma unidade que se adeque as suas necessidades de espaço não apenas de hoje, mas também para daqui a alguns anos. O ideal é que você não tenha que ficar trocando ou ampliando a memória com muita frequência.

Uma unidade com capacidade de até 240 GB é capaz de suportar uma boa quantidade de aplicativos, arquivo, programas e até mesmo alguns jogos mais pesados.

O recomendado é sempre deixar ao menos 20% da capacidade livre para que tudo funcione adequadamente.

A capacidade ideal para você vai depender de como é o uso do computador. Analise o tamanho ocupado pelo sistema operacional e o que já tem instalado e faça a sua escolha.

Interface com placa mãe

Se você pensa em atualizar a sua máquina, fique atento. Os SSDs se conectam à placa mãe do PC pela mesma interface utilizada pelos HDs, a SATA (Serial ATA). Só que essa interface possui diversos padrões, os principais hoje em dia são o SATA 2 e o SATA 3.

O SATA 3 suporta até 6 Gbps de envio de dados. Verifique se a placa mãe do seu computador tem esse padrão. Caso não tenha, o investimento em um SSD não será aproveitado, pois a placa mãe não vai suportar essa tecnologia de armazenamento.

O padrão SATA 3 é o que tem possibilitado que os SSDs consigam atingir altas velocidades e diminuir o tempo de inicialização de programas pesados e sistemas operacionais.

Desempenho

Quem procura uma unidade de disco SSD quer ter mais agilidade na leitura e gravação de dados. Em relação a isso, existem a sequencial e aleatória.

  • Sequencial: Essa é mais rápida e funciona com blocos de dados maiores.
  • Aleatória: Já a velocidade aleatória utiliza blocos menores de informação, e por isso é mais lenta.

As duas velocidades interessam e influenciam tanto no desempenho como no preço. Então, busque saber cada uma delas para escolher o melhor custo benefício.

Tamanho

Os SSDs medem em média 2,5 polegadas de largura. O tamanho é praticamente o mesmo que o de um HD de notebook e menores do que os mais comuns em desktops.

De qualquer forma, garanta que você terá espaço suficiente no gabinete do seu PC ou dentro do seu notebook.

foco

Você sabia que a tecnologia que possibilitou a criação das unidades SSD apareceu pela primeira vez na década de 1970? Mas foi apenas por volta do ano de 2010 que ela de fato tomou forma do jeito que conhecemos hoje.

Durabilidade

A vida útil desses equipamentos é limitada. Verifique nas especificações técnicas de cada produto qual é a previsão. Apesar disso, a durabilidade desses produtos é longa. Esses discos são muito mais resistentes a impactos, batidas e quedas.

Outro fato que não causa preocupação é a pequena possibilidade de falhas mecânicas. Isso ocorre por conta desses discos não possuírem partes internas móveis.

Migração

Alguns fabricantes fornecem ferramentas que ajudam na cópia dos arquivos que estão no HD. Dessa foram, você não precisa instalar tudo de novo de forma individual.

Isso pode ser um diferencial principalmente para que via instalar a memória em um notebook. Nesses casos, não é possível conectar HD e SSD na placa mãe ao mesmo tempo para que a migração seja feita.

(Fonte da imagem destacada: pagefact / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Henrique Torres Técnico em Eletrônicos/Fotógrafo por Hobby
Henrique entrou na faculdade de jornalismo, mas logo no segundo período, percebeu, na aula de fotografia, que as câmeras eram sua grande paixão. Da dedicação às lentes, surgiu o interesse por outros eletrônicos, e hoje ele passa seu tempo consertando gadgets e fotografando por hobby.